Your SlideShare is downloading. ×
[Scup] Case Completo - Banco Mercantil no atendimento nas redes sociais
[Scup] Case Completo - Banco Mercantil no atendimento nas redes sociais
[Scup] Case Completo - Banco Mercantil no atendimento nas redes sociais
[Scup] Case Completo - Banco Mercantil no atendimento nas redes sociais
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

[Scup] Case Completo - Banco Mercantil no atendimento nas redes sociais

467

Published on

Confira o funcionamento da operação de SAC 2.0 de uma instituição financeira. Saiba como o Scup colabora para a retenção de clientes pelo bom relacionamento nas redes sociais. …

Confira o funcionamento da operação de SAC 2.0 de uma instituição financeira. Saiba como o Scup colabora para a retenção de clientes pelo bom relacionamento nas redes sociais.

Saiba como o Scup pode te ajudar: http://scup.it/58q5

Published in: Marketing
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
467
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. •Atendimento eficiente ao cliente nas redes sociais •Monitoramento da concorrência; •Insumos para Business Intelligence do banco Com 70 anos de atuação nos segmentos bancário e financeiro, o banco conta com agências e postos de atendimento espalhados por todos o país. O banco queria entender o comportamento do consumidor nas redes sociais, coletar posts e interagir com os clientes de forma controlada e organizada. Com o Scup, o banco conseguiu monitorar conversas, falar com o cliente em tempo real e reduzir risco com o controle do acesso às redes sociais do banco. O banco registrou um crescimento de 250% no número de atendimentos prestados e 156% mais menções coletadas num período de 9 meses. Funcionários do SAC 2.0 Interações com os clientes Atendimento em redes sociais Menções coletadas
  • 2. Os bancos nas redes sociais Os bancos, assim como grande parte das empresas, vêm se tornando cada vez mais presentes nas redes sociais, não apenas para comunicar suas mensagens, mas para ouvir o consumidor e prover atendimento por meio das suas equipes de SAC 2.0. O banco Mercantil do Brasil, parte do Grupo Mercantil do Brasil, atua há 70 anos nos segmentos bancário e financeiro e traz em seus valores a preocupação com o seu cliente, buscando conhecê-lo para atender as suas necessidades de modo simples, eficaz e ágil. O Banco mineiro hoje conta com agências e postos de atendimento nas regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro- Oeste. Preparação para as redes sociais Em 2012, as áreas de atendimento e marketing do banco sentiam a necessidade de internalizar o monitoramento de redes sociais, que até então era feito por uma empresa terceirizada. “Estávamos nos preparando para começar a atuar nas redes sociais e, para isso, queríamos entender melhor o comportamento dos nossos clientes”, lembra João Marcus dos Santos, Supervisor de Canais de Atendimento do Mercantil do Brasil. “Após testar o Scup, nós fomos visitar a operação de um dos maiores bancos do mundo para um projeto de chat e acabamos aproveitando para conhecer a dinâmica das redes sociais e ver o Scup dentro de uma operação. Nós vimos que o banco tinha um volume muito grande de menções e conseguia fazer um atendimento muito bom usando o Scup”, completa João Marcus. Do projeto ao atendimento nas redes sociais O Mercantil do Brasil começou a monitorar as redes com o Scup, enriquecendo seus conhecimentos sobre o comportamento de clientes nas redes sociais com as informações coletadas. “Foi um bom tempo de aprendizado, em que nós refletimos em quais redes atuaríamos, com qual tom de voz conversaríamos com nosso público e como faríamos a gestão e classificação de tags”, lembra João Marcus. Nessa fase, a equipe apresentou e alinhou o projeto com as principais áreas do banco, mostrando a importância do atendimento nas redes sociais. “Durante o monitoramento, percebemos que os nossos clientes já estavam nas redes sociais. Então, a questão que tínhamos não era se entraríamos ou não Pedro Esteves, Mercantil do Brasil
  • 3. nas redes, era se queríamos atender o nosso cliente ou deixá-lo falando sozinho”, continua. Assim, no início de 2013, o banco inaugurou a sua presença nas redes sociais com páginas oficiais e atendimento ao consumidor. A equipe de SAC 2.0 é parte da Gerência de Canais Eletrônicos do banco. Além disso, ela trabalha com mobile banking e e-mail marketing. Eles atendem de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30 às 17h30, quando dois operadores , com suporte do supervisor e da gerente da área, se revezam na classificação e no atendimento ao cliente nas oito redes monitoradas pelo banco. Pela manhã, eles se focam nas menções da noite anterior, para então começar a atender as menções que surgem durante o dia. “Assim que captamos uma menção, seja de uma mensagem privada, um comentário em alguma postagem ou publicação aberta, nós interagimos com o cliente. Se for uma dúvida geral, como telefone e endereço de agências ou regras de produtos, respondemos pela própria rede. Quando precisamos consultar algum dado do usuário para uma resposta mais precisa, nós pedimos o seu CPF e e-mail”, explica João Marcus. Logo no início da operação de SAC 2.0, o banco teve a sua primeira crise nas redes sociais. “Só se falava sobre o assunto, se nós não utilizássemos a aba SAC 2.0 do Scup, íamos nos perder. Precisávamos nos encontrar no meio de um enorme número de menções, saber qual era atendimento, qual chamado estava aberto, tudo para não deixar o nosso cliente sem retorno”, lembra João Marcus. •Atualizações constantes na ferramenta; •Gestão e classificação de menções com tags; •Captação e organização eficiente de menções; •Abertura de tickets de atendimento; •Gestão controlada e segura de acesso às redes sociais; e •Publicação e agendamento de conteúdos; Equipe do SAC 2.0 do Mercantil do Brasil
  • 4. Construa sua história de sucesso com a gente! Além do atendimento no SAC 2.0, o Scup também é usado pela equipe de marketing. “Nós usamos o Scup para publicar e programar conteúdos e monitorar constantemente a concorrência. Além disso, ficamos atentos aos atendimentos porque, algumas vezes, eles têm relação com algum conteúdo que produzimos”, diz Pedro Esteves, Supervisor de Merchandising e Canais Institucionais do Mercantil do Brasil. Para o banco, os diferenciais do Scup são o suporte e a atenção de todas as áreas. “Nós vemos constantemente a atualização da ferramenta e temos a possibilidade de elencarmos sugestões para novas funções. A ferramenta é dinâmica”, coloca João. “O controle do acesso às redes sociais pelo Scup é um fator muito importante, pois podemos cadastrar usuários sem ter que fornecer senhas para ele, além de podermos controlar o seu nível de acesso em diversas redes”, continua. Bom atendimento retendo clientes O uso do Scup vem ajudando o banco a identificar interações e a responder o seu cliente nas redes sociais de forma organizada. “O atendimento ao cliente é muito importante no Mercantil do Brasil, nós temos isso como um dos nossos diferenciais, algo que está inclusive na nossa missão”, pontua João Marcus. “Com um bom atendimento nas redes sociais, nós retemos os nossos clientes e temos rentabilidade em cima disso”. Desde abril de 2013, quando começou a operação de SAC 2.0, até dezembro do mesmo ano, o banco registrou um aumento no número de coletas de menções de 156%. Dos 35 atendimentos prestados no primeiro mês de operação, o Mercantil do Brasil passou para 121 no final de 2013, um crescimento de 250%, o que mostra a importância dada pelo consumidor na presença e no bom atendimento das empresas nas redes sociais. “Ao observar diariamente o monitoramento e atendendo o nosso cliente, nós conseguimos absorver um grande número de informações relevantes e adquirir expertise sobre redes sociais”, diz João Marcus. “Todos os dados que extraímos do Scup são trabalhados para que impactem diretamente a empresa. Usando essas informações de forma inteligente, deixamos nosso trabalho mais rico”, finaliza Pedro Esteves. João Marcus, Mercantil do Brasil CONHEÇA O SCUP VEJA OUTROS CASES Case produzido pela Equipe Scup em parceria com o Mercantil do Brasil em 08/04/2014 Imagem deste case: Shutterstock

×