Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Simulado provas concurso eletro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Simulado provas concurso eletro

  • 4,476 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
4,476
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
121
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Simuladoquestõesconcurso
    Prof. VagnerSá
  • 2. 01. Na psoríase, o recurso fisioterápico mais indicado é:
     
    A. Infravermelho
    B. Ultravioleta
    C. Ondas curtas
    D. Ultra-som
    E. Forno de Bier
  • 3. 02. Nas lesões do plexo braquial, na presença de degeneração Walleriana, o recurso fisioterápico indicado é:
     
    A. Ionização
    B. Ondas curtas
    C. Forno de Bier
    D. Microondas
    E. Ultra-som
  • 4. 08. Nos pacientes portadores de lúpus eritematoso sistêmico, o recurso fisioterápico contra-indicadoé:
     
    A. Ultravioleta
    B. Ondas curtas
    C. Ultra-som
    D. Forno de Bier
    E. Infravermelho
  • 5. 12. Em pacientes submetidos a neurorrafia, o eletrodo ativo de corrente galvânica deve ser colocado:
     
    A. Sobre a cicatriz cirúrgica
    B. Atrás da cicatriz cirúrgica
    C. Adiante da cicatriz cirúrgica
    D. Em oposição à cicatriz cirúrgica
    E. Contra lateral à cicatriz cirúrgica
  • 6. 17. Em um caso de axonotmese recente do nervo axilar, o tratamento eletroterápico mais indicado é a corrente:
     
    A. Galvânica
    B. Farádica
    C. Exponencial
    D. De ritmo sincopado
    E. Interferencial
  • 7. 18. Durante a aplicação do ultra-som devem-se executar movimentos circulares constantes com o cabeçote do aparelho, para prevenir:
     
    A. Analgesia
    B. Isquemias
    C. Queimaduras
    D. Atrofias musculares
    E. Relaxamento muscular
  • 8. 19. A corrente usada para aplicação da ionização é:
     
    A. Farádica
    B. Galvânica
    C. Sinusoidal
    D. Alternada
    E. Seqüencial
  • 9. 23. É fonte de calor profundo:
     
    A. Ultravioleta
    B. Infravermelho
    C. Ultra-som
    D. Forno de Bier
    E. Banho de parafina
  • 10. 26. Na corrente galvânica, o pólo positivo é usado como tratamento. Este pólo tem como característica:
     
    A. Ser coagulante
    B. Hidratar o tecido
    C. Ser vasodilatador
    D. Formar edema local
    E. Ter maior hiperemia
  • 11. 08. Na aplicação de infravermelho luminoso, para que se proceda a máxima absorção, o aplicador, em relação ao tecido, deve estar posicionado a:
     
    A. 45º
    B. 60º
    C. 90º
    D. 120º
    E. 180º
  • 12. 09. Na galvanização, a técnica de utilização de dois eletrodos de mesma área é conhecida como:
     
    A. Bipolar
    B. Coplanar
    C. Monopolar
    D. Transversal
    E. Longitudinal
  • 13. 18. Em uma zona isquêmica o uso da termoterapia pode, em muito, favorecer:
     
    A. O metabolismo local
    B. A regeneração tecidual
    C. O agravamento tecidual
    D. O metabolismo das células
  • 14. 23. Na utilização do infravermelho, a dosagem da intensidade no tratamento obedece ao seguinte princípio básico:
     
    A. Depende da metade da distância do ângulo que forma os raios sobre a superfície tratada
    B. Depende de um terço da distância do ângulo que forma os raios sobre a superfície tratada
    C. Independe da metade da distância do ângulo que forma os raios sobre a superfície tratada
    D. Depende do quadrado da distância do ângulo que forma os raios sobre a superfície tratada
    E. Independe do quadrado da distância do ângulo que forma os raios sobre a superfície tratada
  • 15. (TRT-2007) 26. A cera da parafina derrete à temperatura aproximada de
    (A) 45 °C.
    (B) 50 °C.
    (C) 54 °C.
    (D) 60 °C.
    (E) 65 °C.
  • 16. (TRT-2009) 35. Durante a aplicação da parafina, o paciente deve imergir a mão, para que ela tenha um bom efeito terapêutico, em número igual a
    (A) 1.
    (B) 8.
    (C) 2.
    (D) 3.
    (E) 4.
  • 17. (TRT-2009) 38. Para tratamento de disfunções musculoesqueléticas utilizando um laser 904 nm, a Associação Mundial de Laserterapia (WALT) recomenda dose de:
    (A) 0,3 a 0,8 J, utilizados 2 vezes por semana.
    (B) 0,5 a 0,8 J, utilizados diariamente ou dia sim, dia não.
    (C) 1 – 4 J, utilizados diariamente ou dia sim, dia não.
    (D) 5 – 8 J, utilizados 2 vezes por semana.
    (E) 5 – 8 J, utilizados diariamente ou dia sim, dia não.
  • 18. (Duque de Caxias - 39) A unidade de energia expressa na terapia por laser é:
    (A) j/m²;
    (B) k/m²;
    (C) kg/cm²;
    (D) g/cm².
  • 19. (EAOT – 2004) Com relação às características da laserterapia de baixa intensidade, assinale a alternativa correta.
     
    (A) A luz gerada pelo aparelho pode possuir uma enorme variedade de comprimentos de ondas.
    (B) O comprimento de onda é um fator crítico na determinação dos efeitos terapêuticos específicos, pois determinadas biomoléculas absorverão a radiação incidente.
    (C) Os raios de luz de um aparelho de laser são paralelos, praticamente inexistindo qualquer divergência da radiação emitida ao longo da distância percorrida, esta característica é denominada coerência.
    (D) A luz emitida apresenta depressões e picos que alteram sua distribuição no tempo e no espaço.
  • 20. (Eletronorte – 2006) 52 - Sobre o ultra-som terapêutico NÃO é correto afirmar que:
    (A) possui efeitos térmicos e não-térmicos;
    (B) a cavitação é um dos seus efeitos;
    (C) não produz ondas estacionárias;
    (D) a descontinuidade na absorção do som produz
    aquecimentos localizados;
    (E) suas ondas consistem de compressões e rarefações
    alternadas.
  • 21. (TRT-2009) 40. Os tecidos mais profundos devem ser tratados com que frequência do ultrassom terapêutico?
    (A) 1 MHz
    (B) 3 Mhz
    (C) 5 Mhz
    (D) 8 Mhz
    (E) 10 Mhz.
  • 22. (TRT-2007) 22. São efeitos NÃO térmicos produzidos pelo ultra-som:
    (A) cavitação, correntes acústicas e ondas estacionárias.
    (B) cavitação, correntes acústicas e produção de vitamina D.
    (C) cavitação , ondas estacionárias e queratite.
    (D) correntes acústicas, ondas estacionárias e produção
    de vitamina D.
    (E) correntes acústicas, produção de vitamina D e eritema.
    (TRT-2009) 39. Na fase inflamatória da lesão tecidual, o ultrassom promove:
    (A) diminuição do cálcio intracelular, facilitando a fibroplasia.
    (B) aumento do cálcio intracelular, facilitando a fibroplasia.
    (C) aumento cálcio extracelular, facilitando a fibroplasia.
    (D) aumento do cálcio intracelular, dificultando a fibropalsia.
    (E) diminuição do cálcio intracelular, dificultando a fibroplasia.
  • 23. (FADESP-2010) 23. O ultra-som terapêutico (US) pode ser utilizado como tratamento de uma variedade de situações. Uma das formas de utilização inclui a facilitação da penetração de agentes antiinflamatórios aplicados topicamente sobre a pele, em uma técnica chamada de fonoforese ou sonoforese. A aplicabilidade da técnica apresenta vantagens em relação à administração oral, pois age diretamente sobre a área inflamada, mas o transporte transdérmico de moléculas e limitado devido à:
    (A) alta cavitação acústica
    (B) baixa cavitação acústica
    (C) alta permeabilidade do estrato córneo da pele
    (D) baixa permeabilidade do extrato córneo da pele