Your SlideShare is downloading. ×
0
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Mitocondrias
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Mitocondrias

13,212

Published on

Biologia celular e tecidual UCB-RJ

Biologia celular e tecidual UCB-RJ

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
13,212
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
302
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mitocôndriasmetabolismo energético<br />Prof. Vagner Sá<br />UCB - RJ<br />
  • 2. Introdução<br />As mitocôndrias (do grego mito: filamento e chondrion: grânulo) estão presentes no citoplasma das células eucarióticas, sendo caracterizadas por uma série de propriedades morfológicas, bioquímicas e funcionais.<br />http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/mitocondrias/mitocondrias.php<br />
  • 3. Uma célula hepática normal pode conter de 1.000 a 1.600 mitocôndrias, enquanto alguns ovócitos podem conter até 300.000. Microfilmagens em intervalos de células vivas mostram que as mitocôndrias são organelas notavelmente móveis e plásticas, mudando constantemente suas formas e mesmo fundindo-se umas com as outras e se separando novamente. <br />
  • 4. Possuem organização estrutural e composição lipoprotéica características, e contêm um grande número de enzimas e coenzimas que participam das reações de transformação da energia celular.<br />
  • 5. Organização das Mitocôndrias<br />Matriz: a matriz contêm uma mistura altamente concentrada de centenas de enzimas, incluindo aquelas necessárias à oxidação do piruvato e ácidos graxos e para o ciclo de Krebs. A matriz contêm também várias cópias do DNA mitocondrial, ribossomos mitocondriais essenciais, RNAt, e várias enzimas requeridas para expressão dos genes mitocondriais. <br />
  • 6. Organização das Mitocôndrias<br />Membrana Interna: a membrana interna é desdobrada em numerosas cristas que aumentam grandemente a sua área superficial total. <br />
  • 7. Organização das Mitocôndrias<br />Membrana Externa: devido ao fato de conter uma grande proteína formadora de canais (chamada de porina), a membrana externa é permeável a todas as moléculas de 5.000daltons ou menos.<br />
  • 8. Organização das Mitocôndrias<br />Espaço Intermembrana: esse espaço contêm várias enzimas que utilizam o ATP proveniente da matriz para fosforilar outros nucleotídeos.<br />
  • 9. Funções das Mitocôndrias<br />A mitocôndria realiza a maior parte das oxidações celulares e produz a massa de ATP ( energia celular) das células animais.<br />Na mitocôndria o piruvato e os ácidos graxos são convertidos em acetil-CoA que são oxidados em CO2, através do ciclo de Krebs (ciclo do ácido cítrico).<br />Grandes quantidades de NADH e FADH2 são produzidas por essas reações de oxidação.<br />A energia disponível, pela combinação do oxigênio com os elétrons reativos levados pelo NADH e pelo FADH2, é regulada por uma cadeia transportadora de elétrons na membrana mitocondrial interna denominada de cadeia respiratória.<br />
  • 10. Degradação do Ácido Pirúvico<br />Formação do acetilCo-A<br />Ciclo de Krebs<br />Cadeia Respiratória (fosforilaçãooxidativa)<br />
  • 11. MITOCÔNDRIA<br />CITOPLASMA<br />4CO2<br />2CO2<br />GLICÓLISE<br />Ciclo de Krebs<br />Piruvato (3 C)<br />H2<br />CADEIA RESPIRATÓRIA<br />6 O2<br /> Saldo de 2 ATP<br />2 ATP<br /> 6 H2O <br />Saldo de 32 ou 34ATPs<br />Respiração em célula eucariótica<br />Glicose<br />(6 C) C6H12O6<br />FASE ANAERÓBIA<br />FASE AERÓBIA<br />http://www.slideshare.net/guest018b8f/degradao-do-cido-pirvico-em-aerobiose<br />
  • 12. Equação geral do processo de respiração aeróbica:<br />C6H12O6 + 6 O2 6 CO2 + 6 H2O + 38 ATP<br />Respiração<br />Mitocôndria<br />http://www.slideshare.net/guest018b8f/degradao-do-cido-pirvico-em-aerobiose<br />
  • 13. Saldo energético <br />http://www.slideshare.net/guest018b8f/degradao-do-cido-pirvico-em-aerobiose<br />

×