Relatório experimental modelo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Relatório experimental modelo

on

  • 6,053 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,053
Views on SlideShare
5,697
Embed Views
356

Actions

Likes
0
Downloads
54
Comments
0

6 Embeds 356

http://cn7jacintocorreia.blogspot.pt 299
http://www.cn7jacintocorreia.blogspot.pt 27
http://cn7jacintocorreia.blogspot.com.br 20
http://cn7jacintocorreia.blogspot.com.es 6
https://www.facebook.com 3
http://cn7jacintocorreia.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Relatório experimental modelo Relatório experimental modelo Document Transcript

  • Relatório ExperimentalData:20-01-2013Disciplina:Ciências NaturaisEscola:E.B.2,3 Jacinto CorreiaIdentificação do aluno:---------------------
  • IntroduçãoA célula é a unidade estrutural e fundamental de todos os seres vivos. As células foramdescobertas em 1665 pelo inglês Robert Hooke. Existem dois tipos de células: as célulaseucarióticas e as células procarióticas.As células eucarióticas são muito mais complexas doque as células procarióticas.Nas células eucarióticas o ADN (material genético), encontra-sedentro do núcleo, rodeado por uma membrana, enquanto que nas células procarióticas nãoexiste um verdadeiro núcleo, pelo que o ADN se encontra espalhado pelo citoplasma.Éfrequente dividir as células eucarióticas em duas categorias: as células animais e as célulasvegetais.As células vegetais possuem organelos similares aos das células animais, sendoque, dependendo do tipo, as características são diferentes. Na constituição de qualquer célulaviva, podem identificar-se as seguintes estruturas mais importantes:Membrana celular - membrana que rodeia e delimita todo o interior da célula. É umasuperfície que regula as trocas com o meio exterior, que tem uma composição diferente domeio intracelular.Citoplasma – meio líquido que existe no interior da célula, onde se encontram diversosorganelos, responsáveis por diferentes atividades celulares.Mitocôndrias - produzir energia para todos os processos vitais das células, através darespiração celular.Material nuclear – regula todas as atividades celulares. No seu interior está o materialgenético responsável pela formação, coordenação e reprodução de toda a célula.Retículo Endoplasmático - responsável pela síntese e circulação de materiais.Complexo de Golgi - responsável pelo armazenamento e transporte de materiais.Vacúolos - estruturas responsáveis pelo armazenamento de diversas substâncias. Participamnas suas trocas de água com o meio).Existem algumas diferenças entre as células animais e vegetais, nomeadamente, estasúltimas, apresentam organelos únicos como a parede celular, os cloroplastos e vacúolos queembora em número inferior aos das células animais são de dimensões maiores.Na tabela que se segue são resumidas as principais diferenças entre estes dois tipos decélulas: Organelo Animal Vegetal Núcleo Retículo endoplasmático Mitocôndria Membrana citoplasmática Complexo de Golgi Parede celular Cloroplastos Vacúolos
  • As células, devido às suas reduzidas dimensões, só são visíveis ao Microscópio.Omicroscópio ótico é um instrumento muito importante para o estudo da biologia. Serve paraampliar um objeto uma vez que funciona com um conjunto de lentes (ocular e objetiva) queampliam a imagem. A Iluminação pode ser natural ou artificial. É constituído por uma partemecânica que suporta e permite controlar uma parte ótica que amplia as imagens. ObjetivoCom a realização destas atividades, pretendíamos:  Verificar que a célula é a unidade estrutural e de função dos seres vivos.  Conhecer a constituição das células eucarióticas animais e vegetais.  Identificar as diferentes estruturas constituintes das células animais e vegetais.  Distinguir células animais de vegetais.  Verificar que os diferentes corantes atuam de diferente modo nas estruturas celulares.  Aprender a manusear o microscópio ótico. ProtocoloMaterial -Microscópio - Lâminas - Lamelas - Pinça - Tesoura - Agulhas de dissecação - Papel de limpeza -Água Iodada - Corante Azul-de-metileno - Água Destilada - Vidro de Relógio -Palito - Tecido da epiderme da cebola - Bisturi - Células do epitélio lingual -Folha de uma plantaProcedimento experimental:1ª Experiência: Células do epitélio bocal. a)Colocou-se numa lâmina uma gota de azul-de- metileno. b) Utilizou-se um palito para raspar a o interior da bochecha. c) Colocou-se o produto obtido sobre a gota de corante. d) Cobriu-se a preparação com a lamela. e) Colocou-se a preparação no microscópio e observou-se. f) Esquematizou-se o que se observou.
  • 2ª Experiência: Células do Epitélio da Cebola a)Colocou-se água destilada num vidro de relógio. b)Utilizou-se o bisturi para fazer três pequenos cortes na epiderme da túnica cebola. c) Retiraram-se com a pinça os pedaços cortados. d) Colocaram-se os pedaços da epiderme da túnica cebola no vidro de relógio. e)Colocou-se uma gota de água iodada na lâmina. f)Retirou-se um fragmento da epiderme da cebola e colocou-se em cima do corante. g)Cobriu-se a preparação com a lamela. h) Colocou-se a preparação no microscópio e observou-se. i) Esquematizou-se o que se observou.3ª Experiência: Observação de Estomas e Cloroplastos em Células Vegetais a)Colocou-se água destilada na lâmina. b)Utilizou-se o bisturi para retirar um pouco da película dorsal da folha da planta. c)Colocou-se a película em cima da gota de água. d)Cobriu-se a preparação com a lamela. e) Colocou-se a preparação no microscópio e observou-se. f) Esquematizou-se o que se observou. Resultados Núcleo Citoplasma Membrana CelularExperiência 1- Observação de Células do Epitélio Bocal ao microscópio ótico com umaampliação total de 600x Parede Celular Núcleo Membrana Celular CitoplasmaExperiência 2- Observação de Células do Epitélio da Cebolaao microscópio ótico com umaampliação total de 600x
  • Cloroplastos Ostíolo EstomaExperiência 3- Observação de Estomas e Cloroplastos em Células Vegetaisao microscópioótico com uma ampliação total de 600x Conclusão e Discussão A observação microscópica exige a aplicação de diversas técnicas que permitem uma melhor visualização dos componentes das células, uma vez que estas, para além das suas reduzidas dimensões, não apresentam contraste entre os seus constituintes. Observando ao microscópio ótico células é possível distinguir os seus constituintes fundamentais: membrana, citoplasma e núcleo; verifica-se também que as células apresentam uma grande diversidade de formas e dimensões conforme o organismo de onde provêm e de acordo com a função que desempenham no respetivo organismo. Alguns constituintes da célula não são facilmente observáveis ao microscópio ótico, pelo que se recorre a técnicas que permitem evidenciá-los como, por exemplo, o uso de corantes. Verifiquei que embora exista uma estrutura básica comum a todas as células, é possível encontrar algumas diferenças entre células vegetais e animais. Considero que todos os objetivos do trabalho foram alcançados. Consegui com este trabalho prático distinguir as várias estruturas constituintes das células como os vacúolos, a parede celular, os cloroplastos, a membrana e o núcleo e mais importante ainda conseguimos distinguir células animais de vegetais. Para tal necessitamos dos corantes que nos permitiram identificar as estruturas, nomeadamente o núcleo e a parede celular. Aprendi a trabalhar com o microscópio e a montar preparações. Considero que este trabalho prático foi muito enriquecedor. BibliografiaHttp://pt.wikipedia.orgHttp://www.todabiologia.comMoreira, Jacinta e outros;Compreender a Terra 7 - Ciências Naturais - 7.º Ano; Areal Editores