Animais peçonhentos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Animais peçonhentos

on

  • 5,113 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,113
Views on SlideShare
4,752
Embed Views
361

Actions

Likes
1
Downloads
65
Comments
0

3 Embeds 361

http://saudefieb.blogspot.com.br 352
http://saudefieb.blogspot.com 6
http://www.saudefieb.blogspot.com.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Animais peçonhentos Animais peçonhentos Presentation Transcript

  • Animais Peçonhentos
  • CONCEITO• São animais que, por meio de um mecanismo de caça e defesa, são capazes de injetar em suas presas uma substância tóxica produzida em seus corpos, diretamente de glândulas especializadas (dente, ferrão, aguilhão) por onde passa o veneno. Esses animais agem por instinto de sobrevivência. Ao se sentirem ameaçados, imobilizam o agressor e fogem para um local seguro. Temidos pelo homem, os animais peçonhentos estão presentes tanto em meios rurais, quanto urbanos.
  • EXEMPLOS• Cobras, aranhas, escorpiões, lacraias, taturanas, vespas, formigas, abelhas e marimbondos são exemplos dessa categoria
  • ORIENTAÇÃO• Quando não são prestados os cuidados necessários em um acidente causado por animal peçonhento, a situação da vítima pode se agravar. Crianças, idosos ou pessoas com o organismo debilitado estão mais propensas a esses casos. Portanto, além de saber informações sobre como evitar acidentes com animais peçonhentos e agir nos primeiros socorros, é fundamental saber como proceder na hora de levar a pessoa ferida ao hospital, para a aplicação do soro antiofídico.
  • SINTOMAS• Dor intensa no local da picada, salivação, náuseas, sudorese (suor excessivo) e tremores, necrose, febre, urina de cor escura, angústia, rigidez do abdômen, alterações na pressão e nos batimentos cardíacos, irritação na pele, mal-estar em geral e etc.
  • PRIMEIROS SOCORROSOs primeiros socorros visam auxiliar no rápidoatendimento e maior qualidade na recuperação davítima:• Não fazer sucção do veneno;• Não espremer o local da picada;• Não dar nada alcoólico, querosene ou fumo para o acidentado;• Não fazer torniquete, impedindo a circulação do sangue: isso pode causar gangrena ou necrose local;
  • • Não cortar ou queimar o local da ferida;• Não fazer aplicação de folhas, pó de café ou terra sobre a ferida, sob o risco de infecção;• Manter a pessoa em repouso, evitando o seu movimento para que não favoreça a absorção do veneno;• Manter, se possível, a região picada erguida;• Localizar a marca da picada e limpar o local com água e sabão ou soro fisiológico;• Cobrir o local com um pano limpo;
  • • Remover anéis, pulseiras e outros objetos que possam prender a circulação sanguínea, em caso de inchaço do membro afetado;• Levar a pessoa imediatamente para o pronto- socorro mais próximo ou ligar para o serviço de emergência;• Tentar identificar que tipo de animal atacou a vítima, observando cor, tamanho e características dele;• Se possível, levar o animal causador do acidente para identificação.
  • COMO EVITARAtitudes que evitam o aparecimento de animaispeçonhentos:• Não acumular entulho, lixo doméstico, ferro velho, telhas e tijolos, mantendo limpo quintais, jardins e terrenos baldios;• Ao aparar a grama, recolher as folhas caídas;• O lixo deve sempre ser mantido fechado em sacos plásticos;• Andar sempre calçado;• Fazer a limpeza de locais com vasta folhagem, usando botas, luvas e calças compridas
  • • Os jardins devem ser limpos, a grama aparada e as plantas ornamentais e trepadeiras devem ser afastadas das casas e podadas para que os galhos não toquem o chão;• Matagais e montes de folhas mais ou menos secas merecem atenção redobrada;• Roupas, calçados e toalhas devem sempre ser examinados antes de usados;• Acidentes com animais peçonhentos não são muito frequentes, mas ao se deparar com os mesmos, mantenha a calma.
  • OBRIGADO PELA ATENÇÃO Guardavidas.maria_theodora@fieb.edu.br