Os Custos da Qualidade e da Não Qualidade na Produção

2,185 views
2,083 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,185
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
135
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os Custos da Qualidade e da Não Qualidade na Produção

  1. 1. OS CUSTOS DA QUALIDADE E DA NÃO QUALIDADE NA PRODUÇÃO Luiz Gustavo de Sassarrão Moraes Economista (FACESM), Especialista em Engenharia de Produção (FATEC)
  2. 2. Introdução: O aumento da competição impulsiona o desenvolvimento de novas formas de organização e gestão no setor produtivo; Neste contexto a busca por melhores custos e qualidade pode ser o caminho para a sobrevivência e manutenção no mercado; Aumentar a qualidade e ao mesmo tempo reduzir custos, gerou a necessidade de se estudar com mais precisão essa relação;
  3. 3. Introdução: A gestão dos custos da qualidade vem se tornando de grande interesse como estratégia competitiva sustentável; Contudo é necessário compreender, mensurar e rastrear os custos relacionados a qualidade, facilitando as tomadas de decisões; E assegurar o retorno dos investimentos através da redução dos custos da não qualidade e atendendo as necessidades dos clientes.
  4. 4. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: Sendo um tema relevante para tomada de decisões gerenciais, é necessário conhecer seus conceitos e concepções existentes; Os custos abrangem as diversas atividades de uma empresa e representa as múltiplas aplicações de bens ou serviços para obtenção de um bem de uso ou de troca; Já o conceito de qualidade é bem subjetivo, relacionado diretamente às percepções de cada indivíduo, podendo assumir diferentes significados até para os próprios teóricos da área; Através de seus conceitos é possível aplicar e interpretar métodos e técnicas que reduzam os custos e o aumente a qualidade;
  5. 5. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: As definições de custos da qualidade variam de acordo com o conceito de qualidade, mas sua aplicação deve responder: Qual o valor da qualidade que a empresa oferece? Quanto custa à qualidade que está sendo obtida na empresa? Quanto está custando à falta de qualidade para a empresa? Quanto custa à perda de um cliente por problemas de qualidade? Em que é viável investir para reduzir os custos da não qualidade? Como está o desempenho da empresa em qualidade? Este estudo é importante para o reconhecimento, organização e identificação do comportamento e tendências ao longo do tempo;
  6. 6. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: Os custos da qualidade podem ser divididos em: Custos do Controle Custos de prevenção Custos de avaliação Custos das Falhas Custos das falhas internas Custos das falhas externas A partir desta divisão pode se analisar as tendências de alocação dos recursos entre os custos do controle e os custos das falhas;
  7. 7. Desenvolvimento / Fundamentação Teórica: A busca por novas estratégias é relevante para sobrevivência empresarial, assegurando que o negócio não deixe de ser rentável; Tais estratégias devem se basear na capacidade das empresas de suprir as necessidades e expectativas dos clientes; Que podem ser conhecidas pela qualidade e o preço, o que torna o custo da qualidade uma ferramenta de grande valor; No combate do desperdício, eliminando as atividades que não agregam valor no desenvolvimento de estratégias competitivas.
  8. 8. Metodologia e Análise dos Resultados: O presente trabalho constitui-se numa pesquisa bibliográfica de caráter descritivo; E teve como meta ampliar a área de conhecimento utilizando-se de trabalhos acadêmicos, artigos e revistas científicas.
  9. 9. Considerações Finais: Os custos da qualidade possibilitam que as organizações reduzam seus gastos através da identificação de oportunidades; Visam melhorar o sistema produtivo minimizando ou até mesmo eliminando as falhas no processo; Ao implementarem programas, as empresas consolidam sua posição no mercado por tornar seus processos mais eficientes; Produzindo produtos com qualidade a custos menores para atender e suprir as expectativas dos clientes;
  10. 10. Considerações Finais: A implementação de um sistema de identificação baseado nos custos da qualidade pode ser tornar uma eficiente ferramenta na elaboração de estratégias e como diferencial competitivo; Os benefícios são muito significativos e todos os envolvidos tende a se beneficiar com esse sistema, uma vez que diminuindo os custos da não qualidade a empresa se torna mais competitiva.
  11. 11. Principais Referências:ALMEIDA, Thiago Alexandre das Neves; IDROGO, Aurélia. ANecessidade de Mensuração dos Custos da Qualidade na EstratégiaCompetitiva de Liderança de Custos. In: ENEGEP, 24., 2004,Florianópolis. Anais... Florianópolis; ABEPRO, 2004.CORTÊS, Ieris Ramalho. Custos da Qualidade como Ferramenta deDecisão. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO– ENEGEP, 21., 2001, Salvador. Anais... Salvador; ABEPRO, 2001.GOMES, L. D. Ferreira et al. A Relevância do Custo da Qualidadecomo Instrumento de Decisão para Otimizar Resultados. In: ENEGEP,23., 2003, Ouro Preto. Anais... Ouro Preto; ABEPRO, 2003.
  12. 12. Principais Referências:MARQUES, José Carlos et al. Custos da Qualidade. Disponívelem: <http://max.uma.pt/~a2093007/images/trabalho4.pd>.Acesso em: 22 agosto 2011.TOLEDO, José Carlos (de). Conceitos sobre Custos daQualidade. 2002. 14 f. Apostila (GEPEQ – Grupo de Estudos ePesquisa em Qualidade) - Departamento de Engenharia deProdução, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.WERNKE, Rodney; BORNIA, A. Cezar. Considerações acerca dosConceitos e Visões sobre os Custos da Qualidade. Revista FAE,Curitiba, v.3, n.2, p.77-88, maio/ago. 2000.

×