Azoospermia - Técnicas de Captação Espermática

1,701 views

Published on

Aula ministrada pelo Dr Sandro Esteves no curso de pós-graduação " lato sensu" da Associação Instituto Sapientiae, São Paulo, 9 de outubro de 2011 [in Portuguese] 9:16

Published in: Health & Medicine
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,701
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
30
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Azoospermia - Técnicas de Captação Espermática

  1. 1. AZOOSPERMIA<br />Técnicas de Captação Espermática<br />Associação Instituto Sapientiae<br />Centro de Estudos e Pesquisa em Reprodução Assistida<br />São Paulo - Outubro - 2011<br />SandroEsteves<br />Diretor, ANDROFERT<br />Campinas, SP<br />Esteves, 1<br />
  2. 2. Objetivos<br />Esteves, 2<br />
  3. 3. CRIPTOZOOSPERMIA: Raros sptz no ejaculado pré- ou pós-centrifugação.<br />Fragoso & Glina: II Consenso Brasileiro de Infertilidade Masculina, <br />SBU, São Paulo, out/2003<br />Definições<br />AZOOSPERMIA: Ausência de espermatozóides no líquido ejaculado<br />após a centrifugação.<br />Esteves, 3<br />
  4. 4. Esteves, 4<br />
  5. 5. Azoospermia<br /><ul><li>Não é sinônimo de esterilidade</li></ul>Esteves, 5<br />
  6. 6. DISTRIBUIÇÃO POR CAUSA DE INFERTILIDADE MASCULINA<br />Categoria<br />No.<br />%<br />Varicocele<br />485<br />33,4<br />Obstrução<br />112<br />7,7<br />Infecção<br />37<br />2,5<br />Hormonal<br />28<br />1,9<br />Disf. ejaculatória<br />15<br />1,0<br />Dças. sistêmicas<br />05<br />0,4<br />Idiopática<br />160<br />11,1<br />Falência testicular<br />Criptorquidia<br />Imunológico<br />11,9<br />173<br />72<br />4,9<br />29<br />1,9<br />Genético<br />96<br />6,6<br />Câncer <br />05<br />0,4<br />Normal/feminino<br />235<br />16,3<br />TOTAL<br />1.452<br />Androfert: 1997-2002<br />Esteves, 6<br />
  7. 7. TécnicasCaptaçãoEspermatozóides<br />Adaptado de: EstevesSC, Miyaoka R. Sperm Retrieval Techniques for Assisted Reproduction. IntBraz J Urol 2011, in press. <br />Esteves, 7<br />
  8. 8. Azoospermia Obstrutiva<br />CaptaçãoSptz TRA<br /><ul><li>Epidídimo
  9. 9. Testículo
  10. 10. Simples e eficaz</li></ul>Esteves SC & Agarwal A. Sperm Retrieval Techniques; In: Gardner D et al (Eds.), Human Assisted Reproductive Technology. Cambridge University Press, pp. 41-53, 2011.<br />Esteves, 8<br />
  11. 11. Visite http://androfert.com.br/videospara rever o filme<br />Esteves, 9<br />
  12. 12. Visite http://androfert.com.br/videospara rever o filme<br />
  13. 13. Processamento Laboratorial <br />VerzaJr & Esteves, Atlas de Reprodução Humana, SBRH, in press<br />
  14. 14. Esteves, 12<br />
  15. 15. ASPIRAÇÃO PERCUTÂNEA<br />Esteves SC, VerzaJr S, Prudencio C, Seol B. Success of percutaneous sperm retrieval and intracytoplasmic sperm injection (ICSI) in obstructive azoospermic (OA) men according to the cause of obstruction. <br />FertilSteril. 2010;94 (Suppl):S233.<br />Esteves, 13<br />
  16. 16. Azoospermia Não-obstrutiva<br />Não-tratável<br />CaptaçãoSptz TRA<br /><ul><li>Produçãoespermáticamuitodeficienteouausente
  17. 17. Localizaçãogeográficaimprevisível</li></ul>Esteves SC & Agarwal A. Sperm Retrieval Techniques; In: Gardner D et al (Eds.), Human Assisted Reproductive Technology. Cambridge University Press, pp. 41-53, 2011.<br />Esteves, 14<br />
  18. 18. Azoospermia Não-ObstrutivaTESA vs. TESE<br />Esteves, 15<br />
  19. 19. TESE Convencional (biópsiaaberta) na Azoospermia Não-obstrutiva<br />Ostad et al., Urology 52:692, 1998.<br />Esteves, 16<br />
  20. 20. Azoospermia Não-obstrutivaMicrodissecção Testicular (micro-TESE)<br /><ul><li>Método p/identificar local(is) de produção
  21. 21. Baseado no diâmetro dos túbulosseminíferos
  22. 22. Abordagemmicrocirúrgica
  23. 23. Identificarlocaisprodução
  24. 24. Preservaçãovasculatura testicular
  25. 25. Pequenaquantidadeparênquimaextraído</li></ul>Schlegel PN. Testicular sperm extraction: microdissection improves sperm yield with minimal tissue excision. Hum Reprod. 1999;14:131-135.<br />
  26. 26. Visite http://androfert.com.br/videospara rever o filme<br />
  27. 27. Processamento LaboratorialTESATESEMicro-TESE <br />VerzaJr & Esteves, Atlas de Reprodução Humana; SBRH; in press<br />
  28. 28.
  29. 29. Micro-TESE<br />RESULTADOS<br />
  30. 30. Sucesso Micro-TESE vs TESE: EstudosControlados<br />
  31. 31. É PossívelPredizer se haveráSucessonaCaptação de Sptzna ANO ?<br />Importância:<br />Impactofinanceiro e emocionalciclos FIV-ICSI.<br />Trauma/dano testicular pelaremoçãoparênquima testicular (produçãoandrógenos).<br />Esteves, 23<br />
  32. 32. Valor Preditivo Testes Não-invasivospara o SucessoCaptaçãoSptz Azoospermia Não-obstrutiva<br />Esteves, Miyaoka & Agarwal. An update on the initial assessment of the infertile male. <br />CLINICS 2011; 66:1-10. <br />
  33. 33. Chance de SucessonaCaptação de Espermatozóidesna ANO - Causa da Falência Testicular -<br />Criptorquidia 52-74%<br />Varicocele 63-68%<br />Infecção (orquite viral, etc) 67%<br />Torsão >50%<br />Radiação/quimioterapia 55-75%<br />Genética(Klinefelter, microdeleção Y) 0-75%<br />Idiopática 50-60%<br />Esteves et al., FertilSteril 94; 2010; Raman and Schlegel. J Urol.170; 2003; Hoppset al. Hum Reprod. 180, 2003; Damani et al. JCO. 15; 2002 <br />
  34. 34. FatoresPreditivos do SucessoCaptaçãoSptzna ANOPesquisaMicrodeleçõesCromossomo Y<br />Esteves SC & Agarwal A. Novel concepts in male infertility. <br />IntBraz J Urol 2011; 37:5-15. <br />
  35. 35. Valor Preditivo- Testes InvasivosCaptaçãoSptzna ANO<br />Histologia Testicular<br />Esteves, Miyaoka & Agarwal. Surgical Treatment of Male Infertility in the ICSI Era. <br />CLINICS 2011; 66:1463-77. <br />Esteves, 27<br />
  36. 36. Microsurgical vs Single-Biopsy TESE in NOA: a prospective controlled study<br />VerzaJr S & Esteves SC; ASRM 2011 (Oral-178)<br />Esteves, 28<br />
  37. 37. Microsurgical vs Single-Biopsy TESE in NOA<br /><ul><li>Sériecontrolada (N=60) </li></ul>P=0.02<br />VerzaJr S & Esteves SC, O-178, ASRM 2011<br />
  38. 38. PotencialReprodutivoHomensAzoospérmicosna TRA<br />Esteves, 30<br />
  39. 39. ICSI c/Espermatozóides Extraídos Cirurgicamente <br />AZOOSPERMIA OBSTRUTIVA<br />VerzaJr S & Esteves SC. Spermdefectseverityratherthanspermsourceisassociatedwithlowerfertilization rates afterintracytoplasmicsperminjection. <br />IntBraz J Urol2008;34:49-56. <br />Esteves, 31<br />
  40. 40. ICSI c/Espermatozóides Ejaculados vs Extraídos Cirurgicamente (Azoospermia Obstrutiva) <br />NS<br />VerzaJr S & Esteves SC. Spermdefectseverityratherthanspermsourceisassociatedwithlowerfertilization rates afterintracytoplasmicsperminjection. <br />IntBraz J Urol 2008; 34:49-56. <br />
  41. 41. ICSI Com Espermatozóides<br />Extraídos Cirurgicamente <br />** P<0.05<br />VerzaJr S & Esteves SC. Spermdefectseverityratherthanspermsourceisassociatedwithlowerfertilization rates afterintracytoplasmicsperminjection. <br />IntBraz J Urol 2008; 34:49-56. <br />
  42. 42. Captação de Espermatozóides e PotencialReprodutivo no HomemAzoospérmico<br />Prudencio C, Seoul B, Esteves SC. Reproductive potential of azoospermic men undergoing intracytoplasmic sperm injection is dependent on the type of azoospermia.<br />FertilSteril 2010; 94(4):S232-3; Frontiers in Bioscience, in press.<br />
  43. 43. Captação de Espermatozóidesna Azoospermia<br />AspectosPráticos<br /> Azoospermia Obstrutiva<br /><ul><li>Produçãoespermática normal.
  44. 44. Captação ~100% sucesso.
  45. 45. Processamento laboratorial Sptzdescomplicado
  46. 46. Chance de CaptarSptz e Sucesso ICSI:
  47. 47. Independe da causa de obstrução;
  48. 48. Independe da técnica de captação;
  49. 49. Independe da fonte (testículoouepidídimo);
  50. 50. Resultados ICSI iguais (oumelhores) sêmenejaculado.</li></li></ul><li>Captação de Espermatozóidesna Azoospermia<br />AspectosPráticos<br />Azoospermia Não-obstrutiva<br /><ul><li>ProduçãoSptzmuitodeficiente/ausente.
  51. 51. Taxa sucessocaptaçãovariável(~50%).
  52. 52. Processamento laboratorial trabalhoso.
  53. 53. SucessoCaptaçãoSptzdepende da Técnica:
  54. 54. Emgeral, Micro-TESE produzmelhoresresultados;
  55. 55. Fatorespreditivos: histologia testicular & pesquisamicrodeleçõescromossomo Y.
  56. 56. Sucesso ICSI inferior comparado à AO e homensnão-azoospérmicos.</li></li></ul><li>ObjetivosAtingidos? <br />Esteves, 37<br />
  57. 57. Questões<br />1) Noshomensazoospérmicos com:<br />a)Azoospermia Obstrutiva (AO): espermatogênese é normal. Hábloqueiomecânico entre epidídimo e dutoejaculador. Causas: vasectomia, infecções, problemascongênitos (ABVD) <br /> b) AzoospermiaNão-onobstrutiva(ANO): produçãoespermática intra-testicular deficienteouausente. Causas: criptorquidia, orquite, radio/quimioterapia, gonadotoxinas, genética.<br />c)Azoospermia Não-obstrutiva: sucessocaptaçãoSptzdependetécnica de coleta. MicrodeleçõesCromossomo Y e Histologia Testicular preditivossucessocaptação. <br /> d) Azoospermiaobstrutiva: sucessocaptaçãoSptz >90%. Taxascaptação e resultados ICSI independemtécnica de coleta e da origem do Sptz (epidídimooutestículo)<br />Esteves, 38<br />
  58. 58. Questões<br />2) Quaistécnicasestãoindicadasparaextrairespermatozóidesna azoospermia obstrutiva:<br />a) PESA (aspiraçãopercutâneaSptzepidídimo)<br />b) Micro-TESE (microdissecção testicular).<br />c) TESA (aspiraçãopercutâneaSptztestículo).<br />
  59. 59. Questões<br />3) As afirmativasabaixoaplicam-se àstécnicas de captação de espermatozóides, exceto:<br />a)Na ANO, taxa de sucessonacaptação c/Micro-TESE maiorquena TESA e TESE .<br />b) PESA é técnicarápida e eficazparaextrairSptzna AO. Treinamento de microcirurgiadeveserrealizadoparaexecutá-la. <br />c) TESA é segura e eficazparaextrairSptzna AO, particularmentenoscasos de falha da PESA. <br />d) MESA é indicadana AO. Treinamento de microcirurgia é necessáriopararealizá-la. <br />
  60. 60. Questões<br />4) De forma geral, quais as taxas de sucessonaobtenção de Sptz e gestação com ICSI na AO e ANO? <br />a) 50% e 30% (AO); 70% e 25% (ANO)<br />b) >90% e 50% (AO); 40% e 25% (ANO)<br />c) 50% e 30%, independente do tipo de azoospermia <br />
  61. 61. Para rever esta aula visite:www.slideshare.net/sandroesteves <br />s.esteves@androfert.com.br<br />

×