• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Buscadores - Estratégias de Marketing Digital _Sandra 09
 

Buscadores - Estratégias de Marketing Digital _Sandra 09

on

  • 2,279 views

Conteúdo do curso Estratégias de Marketing Digital, foco Buscadores, ministrado por Sandra Turchi, coordenadora do curso de férias da ESPM.

Conteúdo do curso Estratégias de Marketing Digital, foco Buscadores, ministrado por Sandra Turchi, coordenadora do curso de férias da ESPM.

Statistics

Views

Total Views
2,279
Views on SlideShare
2,023
Embed Views
256

Actions

Likes
5
Downloads
146
Comments
0

6 Embeds 256

http://www.webcontexto.com.br 205
http://www.linkedin.com 23
http://contextoweb.wordpress.com 20
http://www.slideshare.net 5
http://tercasdemarketing.blogspot.com 2
http://tercasdemarketing.blogspot.com.br 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

Buscadores - Estratégias de Marketing Digital _Sandra 09 Buscadores - Estratégias de Marketing Digital _Sandra 09 Presentation Transcript

  • Profª. Sandra Turchi
  • Buscadores
  • Vivemos a era das buscas. Os sites de busca exercem muita influência na atualidade, pois as pessoas se baseiam neles para tomar decisões muito sérias… … por exemplo:
  • • 84% das pessoas on-line usam buscadores e, desses, 94% utilizam o Google; • 87% deles declaram que encontram o que estão buscando; • 17 milhões de americanos usam para escolher a escola dos filhos; • 21 milhões de americanos usam para escolher cursos de especialização; • Busca é a segunda atividade mais popular na web. Fonte: Instituto IDC - 2009 e Profª. Martha Gabriel
  • Você sabia que, no mundo, são feitas mais de 65 bilhões de buscas, sendo 37 bilhões delas pelo Google? 61% de todas as buscas passam pelo Google!!! Para onde elas eram direcionadas antes de ele existir? Fonte: comScore - 2009
  • O marketing de busca na web se tornou o principal foco das empresas para captar novos clientes e negócios. É a “corrida do ouro” para ver quem fica no topo. É o share of mind digital!
  • O que ocorre é a inversão do papel do marketing. Nas campanhas tradicionais, as empresas buscavam os consumidores para suas marcas. A propaganda chegava ao consumidor sem ser solicitada.
  • O foco era a mídia de massa. Depois, veio o marketing direto, cujo foco era a segmentação e, finalmente, com a internet e sua interatividade, ficou claro que só segmentar não basta, é preciso mais, é preciso compreender o consumidor em seus diferentes momentos.
  • Com a internet, é o cliente que procura o que deseja, e encontra – ou não – a sua empresa. Por isso, se diz: “se sua empre não é encontrável, ela não existe”! Quando alguém busca algo na web, certamente está mais interessado no produto ou serviço, do que quem assiste a um comercial na TV, ou é impactado por um banner durante a navegação.
  • O consumidor “não é” ele “está” !! E, para entender isso, é necessário criar uma sintonia com ele. A receita para as empresas que desejam melhor posicionar suas marcas é gerar conteúdo relevante para o seu público-alvo: texto, imagens, dicas, prêmios, etc.
  • Na verdade, todos querem encontrar, mas nem sempre querem ser encontrados. A essência, hoje, não é vender e, sim, ajudar o cliente a comprar! Lembrar do Pull x Push! A propaganda, hoje, depende da atuação do consumidor-internauta. É ele quem pode, ou não, ajudar a difundir o produto ou a marca de uma empresa.
  • SEM SEARCH ENGINE MARKETING
  • SEM é o processo realizado para otimizar a posição de um website, blog ou página nos mecanismos de busca. Pode ser realizado por meio de ações off page ou on page.
  • Market Share Março/2009: Ferramentas de busca Fonte: Net Applications - 2009
  • PALAVRAS-CHAVE SÃO O FOCO DA QUESTÃO, POIS TODA BUSCA COMEÇA COM UMA PALAVRA-CHAVE
  • As buscas se dividem em: orgânicas ou links patrocinados.
  • A busca orgânica, ou natural, é gratuita, mas a empresa (ou pessoa) deve seguir alguns procedimentos para alcançar o “topo da lista”.
  • Os buscadores possuem mecanismos que fazem a indexação dos sites. São chamados “aranhas” ou “robôs”, que varrem constantemente a web em busca de novos sites. Porém, as regras que regem esses mecanismos estão sempre se modificando e, além disso, essas não são divulgadas.
  • Os resultados das buscas são dinâmicos e, obviamente, são relativos, pois dependem de outros sites que tratam dos mesmos assuntos. O funcionamento desses buscadores está baseado na seguinte pergunta: Qual é a importância de determinado site, em relação ao termo que está sendo pesquisado?
  • Cada site recebe uma “pontuação” de acordo com sua relevância. No caso do Google, isso se chama de “pagerank”.
  • Mas por que é tão importante estar no topo?
  • • 60% dos internautas clicam nos três primeiros resultados da busca e 80% não saem da primeira página dos resultados. Hábitos: • 50% abandonam após a segunda página; • 75% confiam nos resultados obtidos; • 82% raramente leem após a terceira página. Fonte: WBI Brasil – 2009 e Profª Martha Gabriel
  • Existem técnicas para elevar o pagerank de um website. São aspectos importantes para colocar o seu website dentre os “top ten”. Essas técnicas são chamadas de SEO – Search Engine Optimization ou otimização para mecanismos de busca.
  • Algumas técnicas são: • Ter um site bem estruturado; • A inserção de palavras-chave no código do site e a coerência dessas palavras dentro do contexto do mesmo; • Páginas bastante acessadas indicam conteúdos de interesse para alguém, e isso é levado em conta. Para isso, é necessário apresentar conteúdo relevante, atualizado com frequência;
  • Cont.: • Sites com links que apontam para sua página indicam reputação; • E isso se amplia se os sites que apontam para sua página têm elevado pagerank (aumenta a relevância!); • A idade do site também é levada em conta. Páginas antigas provavelmente serão melhor “rankeadas” do que as novas que tratem do mesmo tema; • Ações em redes sociais também ajudam nesse objetivo; • Além disso, é fundamental monitorar, controlar e ajustar, SEMPRE!!
  • É extremamente importante lembrar que esse é um trabalho longo, que exige paciência e determinação, além de transparência. Normalmente demora até alguns meses para o trabalho de SEO aparecer! E, finalmente, elevar o pagerank de um site. É fundamental que essas ações sejam parte de uma estratégia de marketing digital.
  • Existe também o que chamamos de técnicas negras, ou Black Hat SEO. São técnicas que visam “enganar” os algoritmos das ferramentas de busca para melhorar o posicionamento, como por exemplo, o uso de “texto invisivel”. Quando descobertos, os sites de buscam podem punir os usuários, diminuindo sua relevância e sua posição no ranking, ou mesmo os excluindo.
  • EXPERIMENTE CRIE A SUA PRÓPRIA RELEVÂNCIA NA WEB !!
  • Faça um teste com você mesmo, como profissional: • Crie um site ou blog – pode-se usar plataformas como blogger.com ou wordpress.com; • Produza conteúdo de qualidade relevante para o público que se deseja atingir; • Procure fazer com que outros sites relevantes coloquem um link com o endereço do seu site ou blog;
  • • Palavras-chave: use as palavras que identificam ou representam sua empresa. Repetir ajuda e deve-se “taggeá-las” no próprio blog; • Deve-se investir na popularidade: quanto mais pessoas e sites “apontarem” para o link do seu blog/site, maiores as chances de sua empresa ser a número um do resultado da busca;
  • • Coloque o endereço do seu site ou blog no Twitter, em redes sociais, como Facebook, nos grupos de discussão… Quanto mais links apontam para o seu site, mais o “robô” (mecanismos) dos buscadores vai considerar sua empresa uma especialista em determinado assunto.
  • Links patrocinados: • São pagos, como o próprio nome diz, CPC (custo por clique). • Recebem, em média, de 30 a 40% dos cliques; • O controle é de quem está na gestão do site; • São o uso publicitário das ferramentas de busca; • Os anúncios são feitos nas páginas relacionadas ao assunto que se está procurando;
  • Links patrocinados: • É necessário selecionar palavras-chave e “comprá-las” nos sites de busca. Funciona como um leilão, ou seja, se a palavra que você selecionou for pouco procurada, custará mais barato, e vice-versa; • São muito eficientes para complementar a busca orgânica, pois sua inserção é imediata; • O resultado é diretamente proporcional ao investimento realizado pela empresa na compra das palavras-chave.
  • Essa alternativa de divulgação movimentou US$ 11 bilhões em 2008, no mundo. Fonte: WBI Brasil – 2009
  • Case Tecnisa: • 115 mil palavras patrocinadas • 15% com erros de português (ex.: gravides – custava R$ 0,04 centavos, vendeu apto de R$ 380 mil) • O desempenho colocou-a no topo do ranking global, feito pelo Google, com relação às melhores práticas. Fonte: Tecnisa
  • Obrigada !! Email: sturchi@espm.br Blog: www.sandraturchi.com.br