E commerce espm 2011

13,032 views

Published on

Aula para os alunos do curso de Estratégias de marketing digital da ESPM em jul 2011

Published in: Business, Travel
1 Comment
16 Likes
Statistics
Notes
  • 4-Título = Jogando.net/mu Venha se divertir de verdade !!!
    [b]Ola,sou o Pr1nceMG,Divulgador oficial do Servidor de Mu online Season 6 do Brasil
    ESTÁ ON HÁ MAIS DE 5 ANOS,Produzindo sua Diversão com qualidade.
    TODOS OS SERVERS ficam ON 24 horas por dia, Sempre Buscamos o Melhor para os Gamers.
    São varios Server esperando por você :
    * MuWar' 1000x/1500x
    * Super - 10.000x ** Pvp 15.000x
    * Very Easy - 5.000x
    * Hard 100 x
    * Extreme 10x
    * Novo servidor Phoenix: Free 3000x | Vip: 4000x Phoenix
    SÓ NO http://www.jogando.net/mu VOCÊ ENCONTRA
    Os Melhores itens e kits mais tops de um server De MU Online:
    * Novas asas level 4
    * Novos Kits DEVASTADOR
    * Novos Kits DIAMOND v3 + Kit Mystical (a combinação da super força)
    * Novos Sets especiais de TIME.
    *CASTLE SIEGE AOS SÁBADOS e DOMINGOS.
    Site http://www.jogando.net/mu/
    Esperamos pela sua visita.Sejam todos muito benvindos ao nosso Servidor.
    *Um mês de grandes eventos e Promoções do dia das Crianças e Sorteio de 1 iPad e 2.000.000 de Golds!
    E obrigado pela atençao de todos voces !!!
    Conheça também animes cloud http://animescloud.com/ São mais de 20.000 mil videos online.
    By:Pr1nceMG divulgador oficial do jogando.net/mu
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
13,032
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9,056
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
16
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • 29% dos usuários - problema relacionado a segurança As tentativas de fraudes cresceram 97% no 1º. Trim. 09
  • These various sources fulfill very specific needs for both CE and computer shoppers: - Retail sites: price options, brands, promotions/sales, customer reviews - Search engines: customer reviews, expert reviews, recommendations - Manufacturer websites: product specifications, guarantees/warranties, customer and technical support - Physical stores: brand options, touch-and-feel
  • These various sources fulfill very specific needs for both CE and computer shoppers: - Retail sites: price options, brands, promotions/sales, customer reviews - Search engines: customer reviews, expert reviews, recommendations - Manufacturer websites: product specifications, guarantees/warranties, customer and technical support - Physical stores: brand options, touch-and-feel
  • These various sources fulfill very specific needs for both CE and computer shoppers: - Retail sites: price options, brands, promotions/sales, customer reviews - Search engines: customer reviews, expert reviews, recommendations - Manufacturer websites: product specifications, guarantees/warranties, customer and technical support - Physical stores: brand options, touch-and-feel
  • These various sources fulfill very specific needs for both CE and computer shoppers: - Retail sites: price options, brands, promotions/sales, customer reviews - Search engines: customer reviews, expert reviews, recommendations - Manufacturer websites: product specifications, guarantees/warranties, customer and technical support - Physical stores: brand options, touch-and-feel
  • These various sources fulfill very specific needs for both CE and computer shoppers: - Retail sites: price options, brands, promotions/sales, customer reviews - Search engines: customer reviews, expert reviews, recommendations - Manufacturer websites: product specifications, guarantees/warranties, customer and technical support - Physical stores: brand options, touch-and-feel
  • Estudo mostra hábitos e consumo de moda na Internet brasileira 11/05/2010 A byMK, portal de moda brasileiro, realizou uma pesquisa com seus usuários sobre o mercado de moda na Internet. Foram 1.193 respostas, com a participação de 97% do público feminino e 3% do sexo masculino (proporcional à audiência do byMK de 400.000 usuários únicos por mês). A maioria dos respondentes tem idade entre 20 e 40 anos, sendo 80% pertencentes à classe AB. Minas Gerais ficou em terceiro lugar na participação da pesquisa, com 8%. A maior parte dos respondentes está centrada em São Paulo, com 36%, seguido do Rio de Janeiro, com 17%. Em relação ao uso de redes sociais , 85% dos entrevistados usam o Orkut, 48% participam do twitter e 42% do Facebook. Essas são as três redes de relacionamento com maior audiência, segundo o estudo. A compra pela Internet de itens de moda ainda não faz parte da rotina de grande parte dos usuários. Os principais fatores são as dúvidas sobre o caimento da peça (25%), desconfiança da troca (21%) e a segurança ao colocar dados de cartão de débito ou crédito na loja virtual (21%). Cerca de 12% não adquirem produtos por não saberem suas medidas. Dos internautas que compram, 21% adquirem roupas, 30% maquiagem, 16% joias, 26% acessórios, 19% calçados e 9% adquirem peças de lingerie e praia. 61% dos entrevistados realizam o pagamento com algum tipo de operação de crédito. Entre as formas de compra, 31% pagam à vista, 28% parcelam se não tiver juros, 15% parcelam com ou sem juros, 18% compram com cartão de crédito e apenas 8% usam débito online ou boleto. A pesquisa na íntegra pode ser encontrada no seguinte endereço: http://www.bymk.com.br/Publicidade/PesquisaMaio2010.aspx Leia Mais Sobre: Estudo mostra hábitos e consumo de moda na Internet brasileira | WBI Brasil Quer saber mais sobre: Marketing Digital?
  • Estudo mostra hábitos e consumo de moda na Internet brasileira 11/05/2010 A byMK, portal de moda brasileiro, realizou uma pesquisa com seus usuários sobre o mercado de moda na Internet. Foram 1.193 respostas, com a participação de 97% do público feminino e 3% do sexo masculino (proporcional à audiência do byMK de 400.000 usuários únicos por mês). A maioria dos respondentes tem idade entre 20 e 40 anos, sendo 80% pertencentes à classe AB. Minas Gerais ficou em terceiro lugar na participação da pesquisa, com 8%. A maior parte dos respondentes está centrada em São Paulo, com 36%, seguido do Rio de Janeiro, com 17%. Em relação ao uso de redes sociais , 85% dos entrevistados usam o Orkut, 48% participam do twitter e 42% do Facebook. Essas são as três redes de relacionamento com maior audiência, segundo o estudo. A compra pela Internet de itens de moda ainda não faz parte da rotina de grande parte dos usuários. Os principais fatores são as dúvidas sobre o caimento da peça (25%), desconfiança da troca (21%) e a segurança ao colocar dados de cartão de débito ou crédito na loja virtual (21%). Cerca de 12% não adquirem produtos por não saberem suas medidas. Dos internautas que compram, 21% adquirem roupas, 30% maquiagem, 16% joias, 26% acessórios, 19% calçados e 9% adquirem peças de lingerie e praia. 61% dos entrevistados realizam o pagamento com algum tipo de operação de crédito. Entre as formas de compra, 31% pagam à vista, 28% parcelam se não tiver juros, 15% parcelam com ou sem juros, 18% compram com cartão de crédito e apenas 8% usam débito online ou boleto. A pesquisa na íntegra pode ser encontrada no seguinte endereço: http://www.bymk.com.br/Publicidade/PesquisaMaio2010.aspx Leia Mais Sobre: Estudo mostra hábitos e consumo de moda na Internet brasileira | WBI Brasil Quer saber mais sobre: Marketing Digital?
  • Adquirida pelo Grupo LVMH – Sephora, em julho de 2010
  •   Click on any of the designs below, and vote for your favorites.  The pieces that receive the most votes will become ModCloth products.  Your vote means that you feel strongly about bringing this dress into the fashion world, so please choose your favorites with care!
  • E commerce espm 2011

    1. 1. @SandraTurchi www.sandraturchi.com.br Estratégias de Mkt Digital e E-commerce
    2. 2. E-COMMERCE
    3. 3. E-COMMERCE Consiste na compra e venda de produtos e serviços por meio de sistemas eletrônicos.
    4. 4. E-COMMERCE Derivações <ul><li>M-commerce (mobile) </li></ul><ul><li>T-commerce (television) </li></ul>Pode ser: <ul><li>BtoB </li></ul><ul><li>BtoC </li></ul><ul><li>BtoG </li></ul><ul><li>CtoC </li></ul>Início no Brasil meados déc. 90
    5. 5. E-COMMERCE no mundo <ul><li>Movimentar quase US$ 1 trilhão em 2011* </li></ul><ul><li>Tíquete médio US$ 73 </li></ul><ul><li>Brasil respondeu por ~ 1,7% do volume mundial. Aumento 254% fat. últimos cinco anos. </li></ul>Fonte:* Goldman Sachs 2011
    6. 6. E-COMMERCE no mundo - Europa, compradores cresceu 85% últ. 5 anos. - Fizeram compra online: 63% na A.L. e 85% EUA. - Dinamarca, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos na liderança mundial em negócios online.
    7. 7. Início - década de 90 BRASIL E-COMMERCE
    8. 8. Crescimento médio de 30% no ano Cresceu mais de 1000% nos últimos 7 anos! FATURAMENTO BRASIL E-COMMERCE
    9. 9. BALANÇO de 2010 Faturamento R$ 14,8 bilhões. Cresceu 40% sobre 2009 40 milhões de pedidos 23 milhões de e-buyers - 40% a mais que 2009 Fonte: e-Bit 2011 BRASIL E-COMMERCE
    10. 11. PREVISÕES p/ 2011 Fonte eBit 2011 <ul><li>Faturamento aprox. R$ 20 bilhões </li></ul><ul><li>Sem contar turismo, auto-móveis e leilões. </li></ul>
    11. 12. Tícket médio: R$ 373,00* <ul><li>69% dos e_buyers entre 25 e 49 anos </li></ul><ul><li>54% compram para si mesmas </li></ul><ul><li>86% satisfeitos com compras on-line </li></ul><ul><li>MERCADO ALTAMENTE CONCENTRADO em grandes players </li></ul>Fonte:* e-Bit 2011
    12. 13. ITENS MAIS VENDIDOS <ul><li>Eletrodomésticos(14%) </li></ul><ul><li>Livros /jornais (12%) </li></ul><ul><li>Saúde e Beleza (12%) </li></ul><ul><li>Informática (11%) </li></ul><ul><li>Eletrônicos (7%) </li></ul><ul><li>Viagens </li></ul><ul><li>Livros papelaria </li></ul><ul><li>Ingressos shows </li></ul><ul><li>Informática/celulares </li></ul><ul><li>Moda e acessórios </li></ul>Fonte: e-Bit 2011
    13. 14. PERFIL e comportamento do e-consumidor brasileiro
    14. 15. 48% das compras fora da classe A 4% Classe D/E 9% Classe C 21% Classe B 52% Classe A Perfil e-consumidor
    15. 16. Perfil e-consumidor Maioria entre 35 a 49 anos (média 41 anos) e formação superior . Na baixa renda a idade média é menor, 37 anos.
    16. 17. Perfil e-consumidor Renda familiar entre R$ 1.000,00 e R$ 5.000,00 .
    17. 18. Demografia As mulheres são responsáveis por 51% das compras na internet . Mulheres acima de 50 anos = 21% do total = senioridade
    18. 19. Comportamento 98% das pessoas que visitam sites de e-commerce também visitaram sites de buscas no mesmo período.
    19. 20. Comportamento <ul><li>50% cons. brasileiros fizeram sua primeira compra nos últimos 3 anos </li></ul><ul><li>Cartões respondem por 75% das compras feitas na web </li></ul>Fonte: Ebit 2011
    20. 21. Comportamento <ul><li>Ticket das compras femininas = R$ 314 e dos homens R$ 425 </li></ul>Fonte: Ebit 2011
    21. 22. <ul><li>Falta de confiança na segurança dos Serviços Financeiros - 55% no Brasil e 66% no mundo. </li></ul><ul><li>Falta de contato com os produtos – idem. </li></ul><ul><li>Entrega incorreta dos produtos. </li></ul>Razões para não comprar Fonte: GSMD 2009
    22. 23. <ul><li>29% dos usuários declararam ter tido algum problema relacionado a segurança. </li></ul><ul><li>As tentativas de fraudes cresceram 97% no 1º. Trim.09 em comparação com o último trimestre de 2008*. </li></ul>Fonte: www.CERT.br Razões para não comprar
    23. 24. Processo de compras
    24. 25. ... Os Shoppers consultam em média 4 fontes de informações antes de fecharem a compra. Fonte: iProspect - jul/2010 Tempo médio para aquisição de diferentes produtos.
    25. 26. Onde os consumidores compraram recentemente essas categorias de produtos. O que demonstra que após as pesquisas eles distribuem as compras entre os vários canais possíveis. Fonte: iProspect - jul/2010
    26. 27. O que faz o consumidor se engajar quando visita o website de um varejista?. Fonte: iProspect - jul/2010 Comparação de produtos/preços. Descrição dos produtos e opiniões de outros consumidores
    27. 28. <ul><li>Resumo - processo compra </li></ul><ul><ul><li>O processo de compras leva mais de uma semana, em média. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aproximadamente 2/3 dos consumidores começam suas compras com pesquisas online e aprox. 50% faz suas compras off-line. </li></ul></ul>Fonte: iProspect - jul/2010
    28. 29. <ul><li>Resumo - processo compra </li></ul><ul><ul><li>Os passos variam, mas em geral, o site do fabricante / varejista é fonte para preços e marcas e as ferramentas de busca são os mais utilizados (nesse caso para ver recomendações de outros, além de preços). </li></ul></ul>Fonte: iProspect - jul/2010
    29. 30. <ul><li>Dicas - boas práticas: </li></ul><ul><ul><li>Evitar pop-ups; </li></ul></ul><ul><ul><li>Disponibilizar ferramentas de comparação; </li></ul></ul><ul><ul><li>Preços e produtos devem ser muito bem expostos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fazer ações que gerem mais visitas, visto que o processo de compra leva mais tempo até a decisão. </li></ul></ul>Fonte: iProspect - jul/2010
    30. 31. TENDÊNCIAS . Unir comércio (conveniência e preço) a conteúdo (entretenimento e informação). Inclui até jogos para fidelizar. . Case: GILT GROUPE INC. (ofertas relâmpago) . Amazon comprou a WOOT.com , combina ofertas do dia com uma comunidade irreverente.
    31. 34. Tendência crescente para compras de conveniência como remédios, presentes e roupas. Dentre os itens mais comprados pelo público de baixa renda estão TV’s e celulares
    32. 35. BUSCA DE PREÇOS Uso dessas ferramentas no Brasil 72%, no mundo 52% São 20 milhões de pessoas mais preparadas Metade dos clientes no Brasil se decepcionam se sua loja não tem site de venda, e no mundo, apenas 30% Fonte: GSMD 2009
    33. 36. <ul><li>O uso da Internet para pesquisas de compras de produtos e serviços aumenta com a classe social. </li></ul><ul><li>Usuários de classes mais altas respondem mais à publicidade online </li></ul>
    34. 37. <ul><li>Não tem a barreira física nem regional </li></ul><ul><li>Não se restringe à área de influência da loja </li></ul><ul><li>Ideal para atender nichos de mercado </li></ul>Por que ecommerce?
    35. 38. <ul><li>Alternativa de receita </li></ul><ul><li>Novos clientes </li></ul><ul><li>Menor custo que loja física </li></ul><ul><li>Maior visibilidade para a marca </li></ul>Por que ecommerce?
    36. 39. E-COMMERCE E O FENÔMENO “ Long Tail” vendas Varejistas “ Físicos” Varejistas Híbridos Varejistas Puramente digitais
    37. 40. VANTAGENS E-COMMERCE <ul><li>Não ter vendedores na loja </li></ul><ul><li>Funciona com menor custo (sem aluguel) </li></ul><ul><li>É 24h e não tem horário de pico </li></ul><ul><li>Investimento ZERO com gôndolas, prateleiras, </li></ul><ul><li>balcão,etc. </li></ul>
    38. 41. LOJA TRADICIONAL vs E-COMMERCE São complementares e o melhor é estar nos dois São coisas diferentes . É como abrir um novo negócio É necessário elaborar um plano de negócios.
    39. 42. COMO ENTRAR NO E-COMMERCE? Estabelecer uma empresa real. Mesmas etapas de decisão , como nome, o segmento, o público-alvo, etc. Definir parceiros e estrutura para realizar as transações, entregas, etc.
    40. 43. Passos E-commerce <ul><ul><li>Alternativas de Meios de pgto </li></ul></ul><ul><ul><li>Logística e Logística reversa </li></ul></ul><ul><ul><li>Itens de Segurança </li></ul></ul><ul><ul><li>Alternativas de Divulgação </li></ul></ul><ul><ul><li>Métricas (volume, ticket médio,etc) </li></ul></ul>
    41. 44. <ul><li>Meios de pagamento seguros </li></ul><ul><li>Logística e logística reversa </li></ul><ul><li>Melhor exposição dos produtos </li></ul>Como aumentar a segurança
    42. 45. Cuidados com fraudes
    43. 46. E-COMMERCE NO BRASIL TENDÊNCIAS <ul><li>Classes C e D vão comprar mais </li></ul><ul><li>Prazo mais longo do que nas lojas físicas </li></ul><ul><li>Descentralização da oferta - entrada de mais redes varejistas. </li></ul><ul><li>Utilização de novas formas de publicidade. </li></ul>
    44. 47. Compras coletivas
    45. 48. <ul><li>Tiveram um boom em 2010! </li></ul><ul><li>Hoje existem mais de 1200 sites (em pouco mais de um ano). </li></ul><ul><li>Cupons de desc. entre 50e 70% </li></ul><ul><li>Portais agregadores – Saveme </li></ul><ul><li>Fonte: Ebit 2011 </li></ul>Compras coletivas
    46. 49. <ul><li>61% consumidores conhecem </li></ul><ul><li>82% dizem que pretendem comprar novamente </li></ul><ul><li>37% ficaram sabendo por indicação de amigos </li></ul><ul><li>Fonte: Ebit 2011 </li></ul>Compras coletivas
    47. 50. Compras coletivas devem movimentar 1 bi no Brasil em 2011. Google e Facebook entrando nesse mercado com “ Google Offers ” e “ Deals ”, respectivamente. Ambos em teste nos EUA. Compras coletivas
    48. 51. Groupon (+ de 10 milhões de usuários BR) Peixe Urbano (pioneiro no Brasil) Qpechincha ClickOn Imperdível Oferta Única Clube do Desconto OfertaX Desejo Mania City Best (pioneiro / espera 20 MM p/ 2011)) 10 maiores sites de compras coletivas
    49. 52. Social Commerce & Social Shopping
    50. 53. <ul><li>Social Commerce </li></ul><ul><li>Decisões de compra na web influenciadas pela web 2.0, pelas relações que o indivíduo tem com outros usuários. </li></ul><ul><li>Baseia-se nos comentários e referências, em sites especializados, ou não. </li></ul>
    51. 54. <ul><li>Permite comprar coletivamente – ex. Presentes, Tok Stok, CVC. </li></ul><ul><li>Funcionalidades que permitem perguntar às pessoas, obter conselhos e recomendações, ex: Friends Store – Levi’s, Zappos, etc. </li></ul>Social Commerce
    52. 56. ByMK – rede social de moda
    53. 57. Sites de redes sociais de compras Bloompa – ajuda a organizar suas compras e recomendações
    54. 58. Portais de compra social – compras em conjunto em diferentes lojas virtuais – KABOODLE.
    55. 59. <ul><li>Modelo de negócio baseado em co-criação e comunidades; </li></ul><ul><li>Concurso de estampas - Enviam modelos que são votadas e as campeãs são comercializadas no site. </li></ul>CASE - Camiseteria
    56. 61. Mobile commerce
    57. 62. M-Commerce Habilidade para conduzir à compra via dispositivos móveis ou seu uso em algum momento da compra. Pesquisa* mostra que 79% dos brasileiros já usou o celular para realizar alguma transação comercial, desde a busca de informações até a compra efetiva. (*MEF – Mobile Entertainment Forum)
    58. 63. M-Commerce A tendência é deslanchar a partir de 2012, após solidificação de mobile payment e mobile banking.
    59. 64. Pesquisa – MPE’s Fatia das MPEs é de apenas 20% do e-commerce nacional (Sebrae, 2011)
    60. 65. Site próprio   TOTAL Micro Pequena Base: 500 376 95 Sim 60 53 78 Não 40 47 22
    61. 66. Negócios pela Internet <ul><li>30% fazem negócios pela web, principalmente a Indústria e o Atacado. </li></ul><ul><li>Entre as que não realizam negócios, 47% declara não ter necessidade e 19% diz faltar estrutura ou de conhecimento. </li></ul><ul><li>Entre as que fazem negócios pela Internet, as compras de pessoa jurídica representam boa parte das transações (64%). </li></ul>
    62. 67. A maioria das empresas não tem cadastro em redes sociais
    63. 68. E-Commerce Maiores dificuldades para as empresas   TOTAL % Falta de conhecimento sobre esse universo 36 Dificuldades de comunicação para atingir o público alvo 33 Falta de credibilidade 15
    64. 69. Mais de 70% das empresas declararam não fazer qualquer tipo de divulgação on-line. <ul><li>Das que fazem, normalmente é por equipe interna –> 74%, </li></ul><ul><li>Bem como o monitoramento de resultados – 65% </li></ul>
    65. 70. CASES MPEs
    66. 71. E-COMMERCE MPE’s Quando se pensa em micro e pequena empresa, qual exemplo nos vem à cabeça?
    67. 72. E-COMMERCE MPE’s Poderia ser um jornaleiro?
    68. 74. E-COMMERCE MPE’s Que tal uma loja de tapetes?
    69. 75. E-COMMERCE MPE’s
    70. 76. Entre outros exemplos...
    71. 80. Segmentos
    72. 81. Vestuário Apenas 2% das pessoas hoje compram roupas pela web = 1,46 milhões! Cresceu 108% em 2009. Fonte: Iemi 2011
    73. 82. Vestuário <ul><li>Maiores obstáculos: </li></ul><ul><li>- segurança (42%). </li></ul><ul><li>preço (não atrativo para 37%) </li></ul><ul><li>dúvidas sobre a qualidade dos produtos. </li></ul><ul><li>Sugestão: lojas devem abusar de outros recursos expositivos, como vídeos ou realidade aumentada. </li></ul>Fonte: Iemi 2011
    74. 83. <ul><ul><li>Difere dos EUA (hábito anterior e padronização). É a maior categoria em vendas online (14% - 25 Bi US$). </li></ul></ul><ul><ul><li>Amazon e Ebay entrando nesse mercado. </li></ul></ul>
    75. 84. <ul><li>Hábitos de consumo de moda na internet </li></ul><ul><li>Outra pesquisa, feita pela byMK, mostra que a compra pela Internet de moda ainda não faz parte da rotina dos usuários. Os principais fatores são: </li></ul><ul><li>25% - Dúvidas sobre o caimento da peça </li></ul><ul><li>21% - Desconfiança da troca </li></ul><ul><li>21% - Segurança ao colocar os dados </li></ul><ul><li>bancários na loja virtual </li></ul><ul><li>12% - Não sabem a medida </li></ul><ul><li>da roupa </li></ul>Fonte: byMK
    76. 85. <ul><li>Hábitos de consumo de moda na internet </li></ul><ul><li>Dos internautas que compram: </li></ul><ul><li>21% adquirem roupas </li></ul><ul><li>30% maquiagem </li></ul><ul><li>16% jóias </li></ul><ul><li>26% acessórios </li></ul><ul><li>19% calçados </li></ul><ul><li>9% adquirem peças de </li></ul><ul><li>lingerie e praia </li></ul>Fonte: byMK
    77. 86. Cases
    78. 87. <ul><ul><li>Pesquisas por marca, preços, tecidos, etc </li></ul></ul><ul><ul><li>Política de trocas / chat online / frete gratis, etc. </li></ul></ul>
    79. 88. Amazon compra Zappos por quase U$ 1 Bilhão Amazon, a maior loja online do mundo (fatur. U$ 34 bilhões em 2010) comprou a Zappos, a maior loja de calçados do mundo (com faturamento de U$ 1 bilhão em 2008).
    80. 89. Uniqlo - Japão <ul><ul><li>Desde 1984 </li></ul></ul><ul><ul><li>950 lojas mundo </li></ul></ul><ul><ul><li>Prêmio: Grand Prix Titanium em Cannes 2008 </li></ul></ul><ul><ul><li>Global desde 2006 com loja conceito em NY. </li></ul></ul>
    81. 90. <ul><li>Experiência da Uniqlo – Japão </li></ul><ul><ul><li>Que funde entretenimento e utilidade </li></ul></ul><ul><li>(Cannes 2008 - 3min) </li></ul>Uniqlo
    82. 92. <ul><ul><li>Usam lojas físicas para dar maior segurança. “São mais de 200 lojas pra trocar !” </li></ul></ul>
    83. 93. Mercado de Luxo <ul><ul><li>Clubes fechados, para manter exclusividade. </li></ul></ul><ul><ul><li>Descontos de até 90% em produtos de grifes. </li></ul></ul>
    84. 94. De 2008 a 2009 o faturamento aumentou em 10 vezes Classes AA, A e B, sendo que 95% têm entre 20 e 40 anos
    85. 95. Superexclusivo ticket médio = R$ 400,00 / + de 200 fornecedores
    86. 96. <ul><ul><ul><li>Privalia crescimento 300% em 2010. </li></ul></ul></ul>
    87. 97. Eletrodomésticos Eletros 9% 1,8MM
    88. 98. Texto em arial narrow com exemplo de destaque TÍTULO Inclinação de 355º <ul><li>Unidade de negócio separada. </li></ul><ul><li>Troca descontos por divulgação mailing parceiro; </li></ul><ul><ul><li>Índice de confiança – 90% </li></ul></ul><ul><ul><li>Incentivam a socialização: primeiros a usar youtube, orkut e twitter. </li></ul></ul><ul><li>Inv. R$ 25 milhões. </li></ul>
    89. 99. Operação líder de mercado, com Americanas e Submarino. GRUPO B2W Tem operação no México desde 2009 e está iniciando na Argentina e Chile.
    90. 100. Entrou no comércio eletrônico em 2008, esperando faturar R$ 280 milhões no primeiro ano e desafiar a liderança da B2W. CASAS BAHIA
    91. 101. ... 1º ano de funcionamento de sua loja virtual atingindo R$ 195 milhões = a 1,5% do faturamento de R$ 13 bilhões. Mais de 4,7 milhões de visitante s/mês e mais de 500 milhões de pageviews anuais . <ul><li>Opção de retirar o produto na loja - representou mais de 30% do volume de vendas em 2009. </li></ul><ul><li>Durante o período, mais de 400 vídeos explicativos foram produzidos, com mais de 3,8 milhões de views. </li></ul>
    92. 102. MAGAZINE LUIZA Faturou em torno de R$ 700 milhões nos canais virtuais em 2010.
    93. 103. MÁQUINA DE VENDAS União da Ricardo Eletro e Insinuante - faturou em torno de R$ 800 milhões na web em 2010.
    94. 104. Loja de departamentos em Amsterdã http://producten.hema.nl/  
    95. 105. Turismo
    96. 108. Automobilístico
    97. 110. Marca automotiva mais lembra na web!
    98. 111. Imobiliário
    99. 112. <ul><li>Benchmarking -> Tecnisa </li></ul><ul><li>Inovação, pioneirismo </li></ul><ul><li>93% consultam web antes de comprar apto </li></ul><ul><li>96% são mulheres </li></ul><ul><li>Primeira empresa a ter um gerente de redes sociais e um diretor de internet </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=nLg8FauZ-oA </li></ul>
    100. 113. LIVRARIAS Livros 17% 3,4 MM
    101. 114. LIVROS <ul><li>Representa 35% do faturamento, </li></ul><ul><li>1,5 milhão de clientes cadastrados. </li></ul>
    102. 115. <ul><li>FNAC </li></ul><ul><li>AMAZON </li></ul><ul><li>Saraiva </li></ul><ul><li>Cultura </li></ul><ul><li>Siciliano </li></ul>
    103. 116. Presentes
    104. 117. Mercado de Luxo
    105. 120. Quem ainda não está ...
    106. 122. Cosméticos e perfumaria
    107. 123. <ul><ul><ul><li>Mercado brasileiro é um dos 3 maiores do mundo - R$ 20 bilhões/ano </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sack's fundada em 2000, vende produtos de 270 marcas e tem mais de 830 mil clientes </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>LVMH anunciou a compra de 70% do site por cerca de R$ 200 milhões a R$ 350 milhões </li></ul></ul></ul>
    108. 124. Outros Formatos!!
    109. 125. <ul><li>400 mil downloads - 38% foram pagos a R$ 11. </li></ul><ul><li>Versão luxo em caixa especial = US$ 80 - vendeu 100 mil </li></ul><ul><li>CD: foram 1,75 milhão de em todo o mundo </li></ul>
    110. 126. Polyvore: co-criação e venda (crowdsourcing)
    111. 127. ModCloth : cliente vira o comprador da empresa.
    112. 129. Uneven feet : sapatos p/ pés tamanhos diferentes
    113. 130. Freitag : bolsas material reciclável
    114. 131. Exboyfriend : revenda jóias
    115. 132. Conclusões <ul><li>Oportunidades x desafios </li></ul><ul><li>PMEs - caminho para atender nichos, dificilmente atendidos pelas grandes redes </li></ul><ul><li>Crescem opções de fornecedores e prestadores de serviços em </li></ul><ul><li>todas as áreas: desenvolvimento, </li></ul><ul><li>monitoramento, etc. </li></ul><ul><li> </li></ul>
    116. 133. @SandraTurchi www.sandraturchi.com.br E-COMMERCE O FUTURO É AGORA!

    ×