I - SAÚDE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

I - SAÚDE

on

  • 2,144 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,144
Views on SlideShare
2,086
Embed Views
58

Actions

Likes
0
Downloads
119
Comments
0

5 Embeds 58

http://1taisaudeinfantil.blogspot.pt 45
http://1taisaudeinfantil.blogspot.com.br 5
http://www.weebly.com 5
http://www.1taisaudeinfantil.blogspot.pt 2
http://1taisaudeinfantil.blogspot.de 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

I - SAÚDE I - SAÚDE Presentation Transcript

  • 1 1ºTAIMÓDULO I – Noções I - SAÚDE básicas de saúde
  • O que é Saúde?2  Em 1948, a Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu saúde como sendo um estado de completo bem-estar físico, mental e social, não consistindo apenas na ausência de doença.  A OMS diz também que todos temos o direito de gozar do melhor estado de saúde que é possível, sem distinção de raça, religião, credo politico e condição económica ou social. Profª: Sandra Nascimento
  • O que é Saúde?3  A saúde do indivíduo depende do equilíbrio entre os fatores que constituem e influenciam o sistema. Ambientais (local onde vive; níveis de poluição) Biológicos Económicos (peso; sexo; (emprego) idade) SAÚDE Sociais, Genéticos culturais e religiosos Profª: Sandra Nascimento
  • O que é Saúde?4  Fatores sociais  A nossa saúde não é independente do local onde vivemos e das condições nele existentes. A falta de saneamento básico (esgotos), de recolha de resíduos e de condições de higiene favorece o aparecimento de doenças, como por exemplo a cólera e o tifo. Profª: Sandra Nascimento
  • O que é Saúde?5  Fatores mentais  O stress pode criar uma maior probabilidade de desenvolver certas doenças, como por exemplo doenças cardiovasculares. Profª: Sandra Nascimento
  • O que é Saúde?6  Fatores físicos  A condição física influencia o estado mental e social. A ausência de bem-estar físico pode impedir o desenvolvimento de funções sociais, como estudar, conviver, praticar desporto, etc. provocando um mal-estar físico. Profª: Sandra Nascimento
  • Saúde individual e comunitária7  A saúde é uma questão individual e comunitária.  Uma questão individual porque influencia a capacidade de cada um de nós para trabalhar, estudar, divertir-se ou amar.  Uma questão comunitária porque a falta de saúde de uma pessoa pode afetar a saúde de outras e o próprio funcionamento da sociedade. A falta de saúde pode implicar uma menor produtividade, o que se reflete na economia de um país. Profª: Sandra Nascimento
  • Quais os indicadores do estado de8 saúde de uma população?  Para medir a saúde de uma população utilizam-se indicadores – indicadores do estado de saúde. Entre os mais utilizados, encontram-se:  Taxa de mortalidade infantil – número de crianças que morrem no primeiro ano de vida, por cada mil nados vidos.  Esperança média de vida - número médio de anos que uma pessoa pode esperar viver à nascença.  Taxa de obesidade – números de indivíduos com excesso de peso por cada cem habitantes.  Taxa de doenças infeciosas – número de indivíduos infetados, por cada cem mil habitantes. Profª: Sandra Nascimento
  • Alguns indicadores…9 Indicador PAÍSES POBRES PAÍSES RICOS Esperança de vida 45 anos 74 anos Mortalidade infantil (por 1000 nascimentos) 100 5 Água potável 44% 99% Literacia dos adultos 38% 99% Taxa média de crescimento anual da população 2,6% 0,3% Indicadores médios da qualidade de vida para os vinte países mais ricos e pobres. Profª: Sandra Nascimento
  • Esperança média de vida10 1900 2000 PAÍSES Homens Mulheres Homens Mulheres ÍNDIA 22,6 23,3 60,3 60,5 RÚSSIA 42,7 43,7 77,4 84,2 SUÉCIA 56,6 59,5 77,0 82,1 ESTADOS 45,6 48,3 74,7 79,3 UNIDOS Esperança de vida ao nascer, para alguns países, em 1900 e 2000 Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde11  Os hábitos individuais saudáveis  uma alimentação equilibrada  limpeza diária do corpo essencial para prevenir doenças  higiene oral é muito importante na prevenção de cáries e infeções na boca  prática de exercício físico de uma forma regular e orientada trás benefícios físicos e psicológicos aos indivíduos Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde12  A melhoria das condições de higiene e salubridade  a descoberta de que certos microorganismos são os causadores de doenças infeciosas, levou os cientistas e as autoridades a dar prioridade à eliminação dos focos de contágio  as medidas anti-sépticas em meio hospitalar  colocação de sistemas de saneamento, de tratamento e distribuição de água potável tem permitido eliminar importantes fontes de contagio  A recolha regular e tratamento dos resíduos também têm vindo a contribuir para uma melhoria das condições de higiene das populações Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde13  Campanhas de vacinação  as vacinas são o meio mais eficaz e seguro de proteção contra algumas doenças infeciosas. A vacinação além da proteção pessoal, traz também benefícios para a comunidade, pois é uma forma de interromper a transmissão de doenças entre as pessoas.  Em Portugal, foi criado um programa nacional de vacinação (PNV). Cumprir o calendário de vacinação recomendado pelo PNV é, mais do que um direito, um dever. Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde14 0-1 15 18 10-13 Toda a 2 meses 3 meses 4 meses 5 meses 6 meses 5-6 anos meses meses meses anos vidaTuberculose BCG 1 VHB a) Hepatite B VHB 1 VHB 2 VHB 3 (1-2-3)Poliomielite VAP 1 VAP 2 VAP 3 VAP 4 Difteria, tétano e tosse DTP 1 DTP 2 DTP 3 DTP 4 DTP 5 convulsaHaemophilus HIB 1 HIB 2 HIB 3 HIB 4influenzae bMeningococ MenC 1 MenC 2 MenC 3 oC Sarampo, Papeira e VASPR 2 VASPR 1 Rubéola b) Tétano e TD (10-10 TD Difteria anos) Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde15  Rastreios  são testes médicos efetuados a indivíduos pertencentes a grupos de risco, com o objetivo de diagnosticar doenças numa fase inicial da sua evolução. Os rastreios mais frequentes são os das doenças cardiovasculares, a diabetes, a tuberculose, a Sida e as doenças oncológicas (tumores da pele, próstata, colo do útero e mama). Profª: Sandra Nascimento
  • Medidas de promoção para a saúde16  Campanhas de sensibilização  alertam as populações para determinadas doenças e/ou comportamentos de risco e incentivam a adoção de estilos de vida mais saudáveis. Profª: Sandra Nascimento