I - FACTORES DE METAMORFISMO

  • 7,363 views
Uploaded on

 

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
7,363
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
415
Comments
1
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Quartzo
  • 2. Quartzo
  • 3. Quartzo
  • 4. Conjunto de transformações mineralógicas, químicas e estruturais que ocorrem no estado sólido, em determinadas rochas, quando estas são sujeitas a certos factores, ex: condições de tensão e temperaturas elevadas. Quartzo
  • 5. Ocorre associado a certos contextos tectónicos: ✰ zonas de subducção; ✰ zonas de formação de cadeias montanhosas (orogénese) Quartzo
  • 6. ROCHAS METAMÓRFICAS SURGEM FREQUENTEMENTE DOBRADAS GÉNESE NUM ESTADO DE DEFORMAÇÃO DÚCTIL Quartzo
  • 7. ✽ TEMPO ✽ TENSÃO/PRESSÃO; ✽ CALOR/TEMPERATURA; ✽ FLUIDOS (DE CIRCULAÇÃO) Quartzo
  • 8. Importantes vestígios do passado da Terra permitem estudar: • as condições a que foram sujeitas; • as rochas iniciais que sofreram metamorfismo;
  • 9. É possível encontrar vestígios de fósseis (deformados); Sendo complexas permitem estabelecer os limites dos continentes primitivos; Devido à forma como a sua estrutura se apresenta permite a queda e/ou deslizamento de blocos rochosos; o estudo e conhecimento de afloramentos metamórficos devem ser considerados no âmbito do ordenamento do território/ocupação antrópica de zonas rochosas metamórficas.
  • 10. FACTORES DE METAMORFISMO Alteram os materiais Textura Composição mineralógica esmagamento devido à pressão aumento da temperatura provoca: - fusão de materiais - formação de novos minerais minerais tipomorfos ou minerais indicadores de metamorfismo)
  • 11. É um dos fenómenos relevantes para a formação de rochas metamórficas; Os fenómenos metamórficos ocorrem de forma muito lenta, sendo os efeito do metamorfismo atingidos só ao fim de dezenas de milhões de anos.; Possibilita a reorganização mineralógica e os reajustamentos texturais e estruturais das rochas; Quanto maior o tempo de duração e actuação dos outros factores: • maior o aumento de pressão e temperatura • maior o grau de metamorfismo
  • 12. Longo metamorfismo (elevada pressão e temperatura) – Rochas metamórficas de granulometria grosseira Curto metamorfismo (temperatura e pressão baixas) - Rochas metamórficas de grão fino
  • 13. As rochas metamórficas são formadas a diferentes profundidades; À medida que aumenta a profundidade as rochas são sujeitas a forças geradoras de estados de tensão; Uma das forças geradoras de tensão é a PRESSÃO; A 3Km de profundidade pode ocorrer metamorfismo, desde que a temperatura seja a ideal;
  • 14. • Resulta do peso exercido pela coluna de rochas suprajacentes e pelos movimentos tectónicos; • Modifica a estrutura, o arranjo dos minerais; • Pode ser : •Confinante ou litostática •Não litostática, dirigida ou orientada.
  • 15. Deve-se ao peso das camadas rochosas suprajacentes; Afecta o volume das rochas; É aplicada de igual modo em todas as direcções diminuindo o volume da rocha porque os seus minerais passam a ocupar menos espaço; Aumenta com a profundidade; Antes da compressão Depois da compressão
  • 16. Provoca alterações nas redes cristalinas; Induz a formação de minerais com: - mesma composição química - estrutura cristalina diferente (mais compacta) - originando rochas mais densas (os átomos e iões ficam mais próximos na malha cristalina); As rochas sedimentares à medida que vão aprofundando ficam sujeitas a um aumento progressivo deste tipo de tensões;
  • 17. A actuação das forças não é igual em todas as direcções; Corresponde às pressões exercidas por movimentos tectónicos – compressivos, distensivos e de cisalhamento; Antes da compressão Depois da compressão
  • 18. Ocorre apenas numa direcção – DIRECÇÃO DE ESFORÇO
  • 19. Afecta de forma significativa a composição mineralógica e a textura das rochas; O aumento da temperatura provoca agitação dos átomos que facilita as reacções entre si. Maior agitação das partículas menor a viscosidade facilita a ocorrência de reacções Para que ocorra metamorfismo a temperatura varia entre os 100 a 800ºC;
  • 20. Calor interno da Terra – remanescente da formação da Terra e do decaimento dos minerais radioactivos • Aumenta com a profundidade – gradiente geotérmico; • Gradiente geotérmico ALTO – crista médias oceânicas, crosta e manto superior BAIXO – zonas de subducção
  • 21. • Calor fornecido pelas intrusões magmáticas •Invade as rochas encaixantes e provoca reacções metamórficas; • Calor produzido pelas fricções dos movimentos orogénicos
  • 22. Circulam no interior das rochas – circulação intra-rocha, e são responsáveis por muitas das alterações químicas e mineralógicas que ocorrem durante o metamorfismo; Reagem com as rochas • trocando átomos e/ou iões podendo levar à substituição completa de um outro, alterando a composição podendo manter ou não o arranjo original da rocha; • transportam substâncias em solução; • dissolvem inúmeras substâncias, facilitando e provocando reacções. • Alguns possuem a capacidade de acelerar os processos metamórficos;
  • 23. Durante o metamorfismo de uma rocha pode ocorrer formação de fluidos proveniente da rocha original; - Argilito (rocha sedimentar) rocha rica em água (retida nos poros, ou fazendo parte da sua constituição; - durante a sua metamorfização desidrata progressivamente, em função do aumento da pressão e da temperatura, originando um fluido indutor do metamorfismo
  • 24. FIM