0
PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX
<ul><li>OS TRANSPORTES. OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. OS CENSOS. A EDUCAÇÃO </li></ul>
SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX 1850 1900 A
A  INDEPENDÊNCIA DO BRASIL (1822) DEIXOU PORTUGAL SEM OS LUCROS DOS PRODUTOS BRASILEIROS AO ENTRAR NA SEGUNDA METADE DO SÉ...
NAPOLEÃO AS  INVASÕES FRANCESAS  DEIXARAM O PAÍS QUASE DESTRUÍDO
D. MIGUEL D. PEDRO A  GUERRA CIVIL  ENTRE OS DOIS IRMÃOS, D. PEDRO E D. MIGUEL, DEIXOU  PORTUGAL DIVIDIDO EM TERMOS SOCIAIS
OS REIS DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX FIZERAM  REFORMAS (mudanças) PARA  DESENVOLVER  PORTUGAL TRANSPORTES AGRICULTURA I...
NOVOS TRANSPORTES A MALA- POSTA CARRUAGEM RÁPIDA TRANSPORTAVA PESSOAS E CORREIO AO LONGO DO CAMINHO HAVIA LOCAIS PARA AS P...
O COMBOIO NA ÁREA DOS TRANSPORTES, O  COMBOIO  FOI A GRANDE NOVIDADE DO SÉCULO XIX TRANSPORTE  DE  MUITAS PESSOAS E  MERCA...
O BARCO A VAPOR O BARCO  A  VAPOR  TORNOU  AS  VIAGENS  MARITIMAS  MUITO  MAIS RÁPIDAS
O AUTOMÓVEL O AUTOMÓVEL ERA UM TRANSPORTE  DE LUXO. SÓ AS PESSOAS COM MUITO DINHEIRO O PODIAM COMPRAR. Gostaram do meu aut...
NOVOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SELO  ADESIVO MARCO DE CORREIO
PLACAS TOPONIMICAS (Identificam os nomes das ruas, o que facilitava a entrega das cartas)
TELEFONE TELÉGRAFO (Permitia enviar mensagens  Num sistema de pontos e traços)
A maioria das crianças continuaram a não ir à escola porque precisavam de ajudar os pais na agricultura O ENSINO Construír...
LICEUS Iam do 5º ano ao 12º ano Construíram-se muitos Liceus nas cidades Construíram-se escolas Técnicas que preparavam os...
UNIVERSIDADES Criaram-se novos cursos,  virados para a vida prática Os estudantes universitários eram, sobretudo, filhos d...
PASSOS MANUEL Em 1836 foi escolhido por D. Maria II para ministro do reino O pai, um lavrador pouco abastado, fez sacrifíc...
PORTUGAL NA SEGUNDA  METADE DO SÉCULO XIX CRISE  ECONÓMICA <ul><li>INVASÕES FRANCESAS </li></ul><ul><li>GUERRA CIVIL </li>...
NOVOS TRANSPORTES <ul><li>MALA-POSTA </li></ul><ul><li>COMBOIO </li></ul><ul><li>BARCO À VELA </li></ul><ul><li>AUTOMÓVEL ...
ENSINO CONSTRUÇÃO <ul><li>ESCOLAS PRIMÁRIAS </li></ul><ul><li>LICEUS </li></ul>REFORMAS NAS  UNIVERSIDADES CURSOS MAIS PRÁ...
<ul><li>A AGRICULTURA. A INDÚSTRIA. A EMIGRAÇÃO </li></ul>
A AGRICULTURA RETIRARAM-SE TERRAS AOS NOBRES E ORDENS RELIGIOSAS. ESSAS TERRAS FORAM COMPRADAS POR BURGUESES RICOS O GOVER...
LEI DO MORGADIO SÓ O FILHO MAIS VELHO (MORGADO) PODIA HERDAR AS TERRAS QUANDO O PAI MORRESSE ANTES DA  2ª METADE DO SÉCULO...
FIM DA LEI DO MORGADIO TODOS OS FILHOS PODIAM  HERDAR AS TERRAS QUANDO O PAI MORRESSE. AUMENTOU O NÚMERO  DE  PROPRIETÁRIO...
Os  BALDIOS  ( terras que não tinham dono e que serviam para pasto  dos animais e para fornecer lenha ) foram ocupados por...
Antes da segunda metade do século XIX existia a técnica do  POUSIO  ( os solos agrícolas eram divididos em parcelas e uma,...
Na segunda metade do século XIX a parcela em pousio passou a ser cultivada com batata, que não desgasta a terra, o que fez...
CHARRUA DE FERRO DEBULHADORA CEIFEIRA MECÂNICA <ul><li>Aumento da produção agrícola </li></ul><ul><li>Grande desemprego do...
A  INDÚSTRIA A DESCOBERTA DA MÁQUINA A VAPOR FEZ NASCER A INDÚSTRIA TRANSFORMA AS MATÉRIAS-PRIMAS EM PRODUTOS… …  NAS FÁBR...
AS PRIMIRAS FÁBRICAS EM PORTUGAL APARECERAM NAS ZONAS DE  PORTO / GUIMARÃES  E  LISBOA / SETÚBAL  E USAVAM O CARVÃO PARA F...
COM A INDÚSTRIA APARECE UMA NOVA CLASSE SOCIAL:  OS OPERÁRIOS (Conjunto de pessoas que trabalham nas fábricas)
O  TRABALHO NAS FÁBRICAS FEZ DESENVOLVER O TRABALHO INFANTIL
ERA UM TRABALHO MUITO DURO E PERIGOSO OS MINEIROS RECEBIAM MUITO POUCO E TRABALHAVAM MUITO PRINCIPAIS ZONAS DE MINERAÇÃO E...
SAÍDA DE MUITOS CAMPONESES DOS CAMPOS PARA AS CIDADES DEVIDO AO DESEMPREGO E À POBREZA . O ÊXODO RURAL
NAS CIDADES, OS CAMPONESES PROCURAVAM TRABALHO, SOBRETUDO NAS FÁBRICAS, MAS NEM SEMPRE CONSEGUIAM…
QUANDO NÃO CONSEGUIAM EMPREGO NAS CIDADES, OS CAMPONESES EMIGRAVAM, PROCURANDO UMA VIDA MELHOR NOUTRO PAÍS
NO SÉCULO XIX O  BRASIL FOI O PRINCIPAL DESTINO DOS EMIGRANTES PORTUGUESES
AGRICULTURA NO SÉCULO XIX <ul><li>FIM DA LEI DO MORGADIO </li></ul><ul><li>BURGUESES E ALGUNS CAMPONESES TORNAM-SE DONOS D...
INDÚSTRIA  NO SÉCULO XIX OPERÁRIOS NOVA  CLASSE SOCIAL ZONAS  INDUSTRIAIS <ul><li>PORTO / GUIMARÃES </li></ul><ul><li>LISB...
ÊXODO RURAL E EMIGRAÇÃO SAÍDA DE MUITOS CAMPONESES DO CAMPO PARA A CIDADE ÊXODO RURAL EMIGRAÇÃO SAÍDA DO PAÍS ONDE SE NASC...
<ul><li>A VIDA NO CAMPO E NA CIDADE </li></ul>
ACTIVIDADES NO CAMPO AGRICULTURA PASTORÍCIA A VIDA NO CAMPO
OS CAMPONESES NÓS, OS CAMPONESES, NÃO SOMOS DONOS DA TERRA QUE TRABALHAMOS LEVAMOS UMA VIDA DE MISÉRIA E NÃO SABEMOS LER N...
DIVERSÕES DOS CAMPONESES PROCISSÕES
BAILES JOGOS TRADICIONAIS
OS HOMENS, DEPOIS DE RECEBEREM, IAM GASTAR O  DINHEIRO QUASE TODO NA TABERNA
MELHORIAS NAS CIDADES DO SÉCULO XIX ÁGUA CANALIZADA A VIDA NA CIDADE
RECOLHA DO LIXO ILUMINAÇÃO PÚBLICA
TRANSPORTES PÚBLICOS AMERICANO CHORA
A VIDA DA BURGUESIA NA CIDADE
CLASSE LIGADA AO COMÉRCIO, ERA MUITO RICA E INFLUENTE, OCUPANDO CARGOS NO  GOVERNO
O SEU VESTUÁRIO REFLECTIA A  SUA RIQUEZA
 
DECIDIAM AS QUESTÕES DE HONRA EM DUELOS
DIVERTIAM-SE… … NO “PASSEIO PÚBLICO” … NO FUTEBOL (homens)
… NA PRAIA … NOS BAILES … NOS CAFÉS
OS BURGUESES VIVAM EM GRANDES PALACETES
O “BRASILEIRO” ALGUMAS PESSOAS DO POVO QUE ENRIQUECERAM NO BRASIL  REGRESSARAM A PORTUGAL E TENTAVAM IMITAR O ESTILO DE VI...
A VIDA DO POVO NA CIDADE
MUITAS PESSOAS DO POVO ERAM MUITO POBRES, TENDO DE RECORRER À SOPA DOS POBRES PARA SE ALIMENTAR
NA CIDADE AS PESSOAS DO POVO TINHAM MUITAS ACTIVIDADES
 
VIVIAM EM BAIRROS MUITO POBRES “ PÁTIOS” - LISBOA “ ILHAS” - PORTO BAIRROS OPERÁRIOS
 
O CAMPO <ul><li>ACTIVIDADES </li></ul><ul><li>AGRICULTURA </li></ul><ul><li>PASTORICIA </li></ul>CAMPONESES <ul><li>MUITO ...
A CIDADE <ul><li>ÁGUA CANALIZADA </li></ul><ul><li>RECOLHA DO LIXO </li></ul><ul><li>TRANSPORTES PÚBLICOS </li></ul>MELHOR...
<ul><li>A ARTE E CULTURA </li></ul>
OS ARQUITECTOS INPIRARAM-SE,  PARA FAZER AS SUAS OBRAS,  NOS GREGOS, ROMANOS, ÁRABES E NA ÉPOCA DOS DESCOBRIMENTOS PALACET...
TEATRO  D. MARIA II INFLUÊNCIA GREGA E  ROMANA
ESTAÇÃO DE COMBOIOS DO ROSSIO INFLUÊNCIA ARTE MANUELINA
AZULEJO NOVOS MATERIAIS
PALÁCIO DA BOLSA  (Cúpula) FERRO  E VIDRO
PONTE  D. LUÍS - PORTO FERRO
JOSÉ MALHOA NA PINTURA OS PRINCIPAIS  TEMAS ERAM O  RETRATO , AS  PAISAGENS  E A  VIDA DO POVO PINTURA
“ OS BÊBADOS”
“ PRAIA DAS MAÇÃS”
COLUMBANO BORDALO PINHEIRO
“ GRUPO DO LEÃO”
SILVA PORTO
“ GUARDANDO O REBANHO”
“ COLHEITA”
RAFAEL BORDALO PINHEIRO CERÂMICA
“ ZÉ POVINHO”
“ PRATO DE FRUTAS”
CAMILO  CASTELO BRANCO LITERATURA
JÚLIO DINIS
RAMALHO ORTIGÃO
EÇA DE QUEIRÓS
 
 
A ARTE E  CULTURA <ul><li>NOVOS MATERIAIS </li></ul><ul><li>AZULEJO </li></ul><ul><li>FERRO </li></ul><ul><li>VIDRO </li><...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Portugal Na Segunda Metade Do Século XIX

75,870

Published on

Apresentação sobre a segunda metade do séc. XIX, do Prof. Eduardo Figueira

Published in: Education
1 Comment
21 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
75,870
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
1,252
Comments
1
Likes
21
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Portugal Na Segunda Metade Do Século XIX"

  1. 1. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX
  2. 2. <ul><li>OS TRANSPORTES. OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO. OS CENSOS. A EDUCAÇÃO </li></ul>
  3. 3. SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX 1850 1900 A
  4. 4. A INDEPENDÊNCIA DO BRASIL (1822) DEIXOU PORTUGAL SEM OS LUCROS DOS PRODUTOS BRASILEIROS AO ENTRAR NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX, PORTUGAL ENFRENTAVA UMA GRAVE CRISE ECONÓMICA E SOCIAL
  5. 5. NAPOLEÃO AS INVASÕES FRANCESAS DEIXARAM O PAÍS QUASE DESTRUÍDO
  6. 6. D. MIGUEL D. PEDRO A GUERRA CIVIL ENTRE OS DOIS IRMÃOS, D. PEDRO E D. MIGUEL, DEIXOU PORTUGAL DIVIDIDO EM TERMOS SOCIAIS
  7. 7. OS REIS DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX FIZERAM REFORMAS (mudanças) PARA DESENVOLVER PORTUGAL TRANSPORTES AGRICULTURA INDÚSTRIA D. MARIA II (1834 – 1853) 19 anos D. PEDRO V (1853 – 1861) 8 anos D. LUÍS I (1861 – 1889) 28 anos D. CARLOS (1889 – 1908) 19 anos REFORMAS
  8. 8. NOVOS TRANSPORTES A MALA- POSTA CARRUAGEM RÁPIDA TRANSPORTAVA PESSOAS E CORREIO AO LONGO DO CAMINHO HAVIA LOCAIS PARA AS PESSOAS DESCANSAREM E SE TROCAREM OS CAVALOS
  9. 9. O COMBOIO NA ÁREA DOS TRANSPORTES, O COMBOIO FOI A GRANDE NOVIDADE DO SÉCULO XIX TRANSPORTE DE MUITAS PESSOAS E MERCADORIAS VIAGENS MAIS RÁPIDAS E CONFORTÁVEIS
  10. 10. O BARCO A VAPOR O BARCO A VAPOR TORNOU AS VIAGENS MARITIMAS MUITO MAIS RÁPIDAS
  11. 11. O AUTOMÓVEL O AUTOMÓVEL ERA UM TRANSPORTE DE LUXO. SÓ AS PESSOAS COM MUITO DINHEIRO O PODIAM COMPRAR. Gostaram do meu automóvel? Foi caríssimo…
  12. 12. NOVOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SELO ADESIVO MARCO DE CORREIO
  13. 13. PLACAS TOPONIMICAS (Identificam os nomes das ruas, o que facilitava a entrega das cartas)
  14. 14. TELEFONE TELÉGRAFO (Permitia enviar mensagens Num sistema de pontos e traços)
  15. 15. A maioria das crianças continuaram a não ir à escola porque precisavam de ajudar os pais na agricultura O ENSINO Construíram-se muitas escola primárias porque 90% da população era analfabeta A Cartilha Maternal , do Professor João de Deus, foi O primeiro livro escolar JOÃO DE DEUS
  16. 16. LICEUS Iam do 5º ano ao 12º ano Construíram-se muitos Liceus nas cidades Construíram-se escolas Técnicas que preparavam os estudantes para um trabalho no comércio ou Indústria
  17. 17. UNIVERSIDADES Criaram-se novos cursos, virados para a vida prática Os estudantes universitários eram, sobretudo, filhos de burgueses. MEDICINA QUÍMICA ARQUITECTURA
  18. 18. PASSOS MANUEL Em 1836 foi escolhido por D. Maria II para ministro do reino O pai, um lavrador pouco abastado, fez sacrifícios para que Passos Manuel tirasse o curso de Direito <ul><li>Incentivou os cursos </li></ul><ul><li>práticos nas Universidades </li></ul><ul><li>Criou a Academia das </li></ul><ul><li>Belas Artes </li></ul><ul><li>Reformulou o plano de </li></ul><ul><li>estudos das escola primárias </li></ul>EM HOMENAGEM A PASSOS MANUEL, UM DOS MAIS ANTIGOS LICEUS DE PORTUGAL TEM O SEU NOME
  19. 19. PORTUGAL NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX CRISE ECONÓMICA <ul><li>INVASÕES FRANCESAS </li></ul><ul><li>GUERRA CIVIL </li></ul><ul><li>PERDA DO BRASIL </li></ul>REINADOS LIBERAIS REFORMAS <ul><li>TRANSPORTES </li></ul><ul><li>AGRICULTURA </li></ul><ul><li>INDÚSTRIA </li></ul><ul><li>ENSINO </li></ul>
  20. 20. NOVOS TRANSPORTES <ul><li>MALA-POSTA </li></ul><ul><li>COMBOIO </li></ul><ul><li>BARCO À VELA </li></ul><ul><li>AUTOMÓVEL </li></ul>NOVOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO <ul><li>SELOS </li></ul><ul><li>MARCOS DE CORREIO </li></ul><ul><li>PLACAS TOPONÍMICAS </li></ul><ul><li>TELEFONE </li></ul><ul><li>TELÉGRAFO </li></ul>
  21. 21. ENSINO CONSTRUÇÃO <ul><li>ESCOLAS PRIMÁRIAS </li></ul><ul><li>LICEUS </li></ul>REFORMAS NAS UNIVERSIDADES CURSOS MAIS PRÁTICOS PASSOS MANUEL <ul><li>MINISTRO DE D. MARIA II </li></ul><ul><li>PRINCIPAL </li></ul><ul><li>RESPONSÁVEL PELAS </li></ul><ul><li>TRANSFORMAÇÕES </li></ul><ul><li>NO </li></ul><ul><li>ENSINO </li></ul>
  22. 22. <ul><li>A AGRICULTURA. A INDÚSTRIA. A EMIGRAÇÃO </li></ul>
  23. 23. A AGRICULTURA RETIRARAM-SE TERRAS AOS NOBRES E ORDENS RELIGIOSAS. ESSAS TERRAS FORAM COMPRADAS POR BURGUESES RICOS O GOVERNO TIROU-ME AS TERRAS… DIZEM QUE EU NÃO AS CULTIVO … E COM TODA A RAZÃO, COMIGO A PRODUÇÃO TRIPLICOU!
  24. 24. LEI DO MORGADIO SÓ O FILHO MAIS VELHO (MORGADO) PODIA HERDAR AS TERRAS QUANDO O PAI MORRESSE ANTES DA 2ª METADE DO SÉCULO XIX TERRENO AGRÍCOLA DA FAMILIA TAVARES ESTA LEI DO MORGADIO É UMA… CENSURADO JOÃO TAVARES 65 ANOS DONO DAS TERRAS JOÃO TAVARES 65 ANOS - morre JOSÉ TAVARES 40 ANOS (Filho mais velho – Morgado) RUI TAVARES 35 ANOS (Filho do meio) PEDRO TAVARES 33 ANOS (Filho mais novo) JOÃO TAVARES 40 ANOS HERDA AS TERRAS RUI TAVARES 35 ANOS AJUDA O IRMÃO PEDRO TAVARES EMIGROU PARA O BRASIL
  25. 25. FIM DA LEI DO MORGADIO TODOS OS FILHOS PODIAM HERDAR AS TERRAS QUANDO O PAI MORRESSE. AUMENTOU O NÚMERO DE PROPRIETÁRIOS AGRÍCOLAS TERRENO AGRÍCOLA DA FAMILIA TAVARES NA 2ª METADE DO SÉCULO XIX JOÃO TAVARES 65 ANOS DONO DAS TERRAS JOÃO TAVARES 65 ANOS - morre JOSÉ TAVARES 40 ANOS RUI TAVARES 35 ANOS PEDRO TAVARES 33 ANOS
  26. 26. Os BALDIOS ( terras que não tinham dono e que serviam para pasto dos animais e para fornecer lenha ) foram ocupados por donos de terras e aproveitados para a agricultura NOVAS ÁREAS CULTIVADAS
  27. 27. Antes da segunda metade do século XIX existia a técnica do POUSIO ( os solos agrícolas eram divididos em parcelas e uma, à vez, ficava em descanso durante dois anos ). NOVAS TÉCNICAS AGRÍCOLAS
  28. 28. Na segunda metade do século XIX a parcela em pousio passou a ser cultivada com batata, que não desgasta a terra, o que fez aumentar a produção agrícola
  29. 29. CHARRUA DE FERRO DEBULHADORA CEIFEIRA MECÂNICA <ul><li>Aumento da produção agrícola </li></ul><ul><li>Grande desemprego dos camponeses </li></ul>NOVAS INSTRUMENTOS AGRÍCOLAS
  30. 30. A INDÚSTRIA A DESCOBERTA DA MÁQUINA A VAPOR FEZ NASCER A INDÚSTRIA TRANSFORMA AS MATÉRIAS-PRIMAS EM PRODUTOS… … NAS FÁBRICAS … UTILIZANDO MÁQUINAS…
  31. 31. AS PRIMIRAS FÁBRICAS EM PORTUGAL APARECERAM NAS ZONAS DE PORTO / GUIMARÃES E LISBOA / SETÚBAL E USAVAM O CARVÃO PARA FAZER TRABALHAR AS MÁQUINAS.
  32. 32. COM A INDÚSTRIA APARECE UMA NOVA CLASSE SOCIAL: OS OPERÁRIOS (Conjunto de pessoas que trabalham nas fábricas)
  33. 33. O TRABALHO NAS FÁBRICAS FEZ DESENVOLVER O TRABALHO INFANTIL
  34. 34. ERA UM TRABALHO MUITO DURO E PERIGOSO OS MINEIROS RECEBIAM MUITO POUCO E TRABALHAVAM MUITO PRINCIPAIS ZONAS DE MINERAÇÃO EM PORTUGAL NO SÉCULO XIX COM A NECESSIDADE DE CARVÃO POR PARTE DAS FÁBRICAS, DESENVOLVEU-SE A EXPLORAÇÃO MINEIRA EM PORTUGAL
  35. 35. SAÍDA DE MUITOS CAMPONESES DOS CAMPOS PARA AS CIDADES DEVIDO AO DESEMPREGO E À POBREZA . O ÊXODO RURAL
  36. 36. NAS CIDADES, OS CAMPONESES PROCURAVAM TRABALHO, SOBRETUDO NAS FÁBRICAS, MAS NEM SEMPRE CONSEGUIAM…
  37. 37. QUANDO NÃO CONSEGUIAM EMPREGO NAS CIDADES, OS CAMPONESES EMIGRAVAM, PROCURANDO UMA VIDA MELHOR NOUTRO PAÍS
  38. 38. NO SÉCULO XIX O BRASIL FOI O PRINCIPAL DESTINO DOS EMIGRANTES PORTUGUESES
  39. 39. AGRICULTURA NO SÉCULO XIX <ul><li>FIM DA LEI DO MORGADIO </li></ul><ul><li>BURGUESES E ALGUNS CAMPONESES TORNAM-SE DONOS DE TERRAS </li></ul>NOVOS PROPRIETÁRIOS AGRICOLAS <ul><li>FIM DO POUSIO </li></ul>NOVAS ÁREAS DE CULTIVO <ul><li>OCUPAÇÃO DOS BALDIOS </li></ul>NOVAS TÉCNICAS AGRÍCOLAS NOVOS INSTRUMENTOS AGRÍCOLAS <ul><li>CHARRUA DE FERRO </li></ul><ul><li>DEBULHADORA </li></ul><ul><li>CEIFEIRA MECÂNICA </li></ul><ul><li>MUITO DESEMPREGO </li></ul>AUMENTO DA PRODUÇÃO
  40. 40. INDÚSTRIA NO SÉCULO XIX OPERÁRIOS NOVA CLASSE SOCIAL ZONAS INDUSTRIAIS <ul><li>PORTO / GUIMARÃES </li></ul><ul><li>LISBOA / SETÚBAL </li></ul>DESENVOLVIMENTO DA EXPLORAÇÃO MINEIRA
  41. 41. ÊXODO RURAL E EMIGRAÇÃO SAÍDA DE MUITOS CAMPONESES DO CAMPO PARA A CIDADE ÊXODO RURAL EMIGRAÇÃO SAÍDA DO PAÍS ONDE SE NASCEU PARA OUTRO PRINCIPAL DESTINO: BRASIL
  42. 42. <ul><li>A VIDA NO CAMPO E NA CIDADE </li></ul>
  43. 43. ACTIVIDADES NO CAMPO AGRICULTURA PASTORÍCIA A VIDA NO CAMPO
  44. 44. OS CAMPONESES NÓS, OS CAMPONESES, NÃO SOMOS DONOS DA TERRA QUE TRABALHAMOS LEVAMOS UMA VIDA DE MISÉRIA E NÃO SABEMOS LER NEM ESCREVER… TRABALHAMOS DO NASCER AO PÔR-DO-SOL, MAS DE VEZ EM QUANDO, DIVERTIMO-NOS…
  45. 45. DIVERSÕES DOS CAMPONESES PROCISSÕES
  46. 46. BAILES JOGOS TRADICIONAIS
  47. 47. OS HOMENS, DEPOIS DE RECEBEREM, IAM GASTAR O DINHEIRO QUASE TODO NA TABERNA
  48. 48. MELHORIAS NAS CIDADES DO SÉCULO XIX ÁGUA CANALIZADA A VIDA NA CIDADE
  49. 49. RECOLHA DO LIXO ILUMINAÇÃO PÚBLICA
  50. 50. TRANSPORTES PÚBLICOS AMERICANO CHORA
  51. 51. A VIDA DA BURGUESIA NA CIDADE
  52. 52. CLASSE LIGADA AO COMÉRCIO, ERA MUITO RICA E INFLUENTE, OCUPANDO CARGOS NO GOVERNO
  53. 53. O SEU VESTUÁRIO REFLECTIA A SUA RIQUEZA
  54. 55. DECIDIAM AS QUESTÕES DE HONRA EM DUELOS
  55. 56. DIVERTIAM-SE… … NO “PASSEIO PÚBLICO” … NO FUTEBOL (homens)
  56. 57. … NA PRAIA … NOS BAILES … NOS CAFÉS
  57. 58. OS BURGUESES VIVAM EM GRANDES PALACETES
  58. 59. O “BRASILEIRO” ALGUMAS PESSOAS DO POVO QUE ENRIQUECERAM NO BRASIL REGRESSARAM A PORTUGAL E TENTAVAM IMITAR O ESTILO DE VIDA DOS BURGUESES
  59. 60. A VIDA DO POVO NA CIDADE
  60. 61. MUITAS PESSOAS DO POVO ERAM MUITO POBRES, TENDO DE RECORRER À SOPA DOS POBRES PARA SE ALIMENTAR
  61. 62. NA CIDADE AS PESSOAS DO POVO TINHAM MUITAS ACTIVIDADES
  62. 64. VIVIAM EM BAIRROS MUITO POBRES “ PÁTIOS” - LISBOA “ ILHAS” - PORTO BAIRROS OPERÁRIOS
  63. 66. O CAMPO <ul><li>ACTIVIDADES </li></ul><ul><li>AGRICULTURA </li></ul><ul><li>PASTORICIA </li></ul>CAMPONESES <ul><li>MUITO POBRES </li></ul><ul><li>ANALFABETOS </li></ul><ul><li>DIVERSÕES </li></ul><ul><li>PROCISSÕES </li></ul><ul><li>BAILES </li></ul><ul><li>JOGOS TRADICIONAIS </li></ul>
  64. 67. A CIDADE <ul><li>ÁGUA CANALIZADA </li></ul><ul><li>RECOLHA DO LIXO </li></ul><ul><li>TRANSPORTES PÚBLICOS </li></ul>MELHORIAS BURGUESES <ul><li>RICOS COMERCIANTES </li></ul><ul><li>OCUPAVAM CARGOS NO GOVERNO </li></ul><ul><li>VIVIAM EM PALACETES </li></ul>POVO <ul><li>TINHAM MUITAS PROFISSÕES NA CIDADE, TODAS MAL PAGAS </li></ul><ul><li>VIVIAM EM BAIRROS POBRES </li></ul>
  65. 68. <ul><li>A ARTE E CULTURA </li></ul>
  66. 69. OS ARQUITECTOS INPIRARAM-SE, PARA FAZER AS SUAS OBRAS, NOS GREGOS, ROMANOS, ÁRABES E NA ÉPOCA DOS DESCOBRIMENTOS PALACETE DO PRINCÍPE REAL INFLUÊNCIA ÁRABE ARQUITECTURA
  67. 70. TEATRO D. MARIA II INFLUÊNCIA GREGA E ROMANA
  68. 71. ESTAÇÃO DE COMBOIOS DO ROSSIO INFLUÊNCIA ARTE MANUELINA
  69. 72. AZULEJO NOVOS MATERIAIS
  70. 73. PALÁCIO DA BOLSA (Cúpula) FERRO E VIDRO
  71. 74. PONTE D. LUÍS - PORTO FERRO
  72. 75. JOSÉ MALHOA NA PINTURA OS PRINCIPAIS TEMAS ERAM O RETRATO , AS PAISAGENS E A VIDA DO POVO PINTURA
  73. 76. “ OS BÊBADOS”
  74. 77. “ PRAIA DAS MAÇÃS”
  75. 78. COLUMBANO BORDALO PINHEIRO
  76. 79. “ GRUPO DO LEÃO”
  77. 80. SILVA PORTO
  78. 81. “ GUARDANDO O REBANHO”
  79. 82. “ COLHEITA”
  80. 83. RAFAEL BORDALO PINHEIRO CERÂMICA
  81. 84. “ ZÉ POVINHO”
  82. 85. “ PRATO DE FRUTAS”
  83. 86. CAMILO CASTELO BRANCO LITERATURA
  84. 87. JÚLIO DINIS
  85. 88. RAMALHO ORTIGÃO
  86. 89. EÇA DE QUEIRÓS
  87. 92. A ARTE E CULTURA <ul><li>NOVOS MATERIAIS </li></ul><ul><li>AZULEJO </li></ul><ul><li>FERRO </li></ul><ul><li>VIDRO </li></ul>ARQUITECTURA PINTURA <ul><li>TEMAS </li></ul><ul><li>RETRATO </li></ul><ul><li>PAISAGENS </li></ul><ul><li>VIDA DO POVO </li></ul><ul><li>PRINCIPAIS PINTORES </li></ul><ul><li>JOSÉ MALHOA </li></ul><ul><li>COLUMBANO BORDALO PINHEIRO </li></ul><ul><li>SILVA PORTO </li></ul>CERÂMICA <ul><li>PRINCIPAL CERAMISTA </li></ul><ul><li>RAFAEL BORDALO PINHEIRO </li></ul>LITERATURA <ul><li>PRINCIPAIS ESCRITORES </li></ul><ul><li>EÇA DE QUEIRÓS </li></ul><ul><li>CAMILO CASTELO BRANCO </li></ul><ul><li>JÚLIO DINIS </li></ul><ul><li>RAMALHO ORTIGÃO </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×