Universidade do estado do rio de janeiro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Universidade do estado do rio de janeiro

on

  • 178 views

Projeto Rompendo as Barreiras da Exclusão Digital em Programa Rompendo Barreiras: Luta pela Inclusão.

Projeto Rompendo as Barreiras da Exclusão Digital em Programa Rompendo Barreiras: Luta pela Inclusão.

Statistics

Views

Total Views
178
Views on SlideShare
178
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Universidade do estado do rio de janeiro Universidade do estado do rio de janeiro Presentation Transcript

  • UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIROCENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADESFACULDADE DE EDUCAÇÃODEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA ECONTINUADAPROGRAMA ROMPENDO BARREIRAS:Luta pela InclusãoEquipeCoordenação Geral:Rosana GlatCoordenação Pedagógica: Valeriade Oliveira SilvaBolsista : Sandra de Castro
  • ROGRAMA ROMPENDOBARREIRAS: Luta pela Inclusão:Projeto Rompendo as Barreiras daExclusão Digital
  • Durante muito tempo o deficiente visual sótinha acesso à leituras através do sistemaBraille, sendo bem alto o custo de uma ediçãonesse formato, atualmente com o avançotecnológico o cego pode estar inserido nomundo digital. Existem hoje vários meios parafacilitar a informação, algumas ferramentasestão disponíveis de forma gratuita na redevirtual.
  • Não podemos aceitar que em plenoséculo XXI alunos deficientes fiquemfora dos recursos digitais de acesso àinformação, à pesquisas online,alémde participações em redes sociais,fazendo com que estudantesdeficientes sejam tratados comigualdade, recebendo informaçõesatualizadas.
  • Decreto 5.296 de 2 de dezembro de 2004“Regulamenta as Leis nº 10.048, de 8 denovembro de 2000 que dá prioridade deatendimento às pessoas que específica e, a10.098, de 19 de dezembro de 2000, queestabelece normas gerais e critérios básicospara a promoção de acessibilidade daspessoas portadoras de deficiência ou commobilidade reduzida e dá outras providências.”.
  • A maioria das pessoas atendidas pelo Projeto Rompendo asbarreiras da Exclusão digital são deficientes visuais (DV), mastambém temos a presença de casos de surdez e pessoas comproblemas motores. Pensando nessa demanda, as atividadespromovidas pelo projeto viabilizam a inclusão digital de seususuários, através do uso de programas específicos como oNVDA, MOTRIX, DOSVOX, JAWS, DASILVA.
  • .O Programa Rompendo Barreira: Luta pelaInclusão, através do projeto ROMPENDO ASBARREIRAS DA EXCLUSÃO DIGITAL, buscatornar acessível todas essas novas tecnologias,incentivando o deficiente a utilização dos meiosvirtuais, para isso trabalhamos com digitalizaçãode textos para serem decodificados pelosLeitores de Tela e Ferramentas de apoio,disponibilizamos os computadores em nossassalas, além do auxílio de estagiários.
  • Recebemos e auxiliamos o usuário que querutilizar o computador e caso ele não sejaainda autônomo na utilização detecnologias digitais damos todo o suportepara sua busca virtual, que pode ser umapesquisa ou uma leitura de e-mail.
  • Leitura de textos com orientaçãopedagógica à usuária Maria Dalva,graduanda de massoterapia doSENAC, que tem baixa visão
  • Pesquisa de texto online auxiliandoa mesma usuária
  • Além da formação inicial dosbolsista e dos atendimentos dosusuários que buscam o ProgramaRompendo Barreiras, tambémpromovemos palestras e cursos deformação de profissionais deeducação para o domínio detecnologias assistivas de acessodigital.
  • O que esperamos com nosso projeto é que todospossam ser incluídos não apenas no meioacadêmico, mas também em toda a sociedade,esperamos que haja acessibilidade para todosatravés do Desenho Universal, onde cada pessoaseja vista de forma única e, com isso todos sejaminclusos numa sociedade igualitária