apresentaMUITO ALÉM DO CANVASSEBRAE/PI - Teresina - 01 a 05 de outubro de 2012
A visãoCanvas do Modelo de Negócio                                                                                        ...
A estratégia                                   EstratégiaToda a visão do Canvas será  transposta em um Quadro          de ...
A operação O mais complexo é conseguirmos alinhar visão e estratégia                        com a operação diária do negóc...
ConsultoriaMuito Além do Canvas  O Business Model Canvas é fantástico, mas não é suficiente! Trabalhamos unindo Visão, Estr...
Case - Videolog.tvO Videolog.tv, maior comunidade de produtores de vídeo do Brasil, possui diversos produtos sendo ofertad...
Case - Quatix    A Quatix, empresa de tecnologia com grandes clientes como TV Globo, LanceNet e Mobil, procurou a Bizstart...
DepoimentoEnrico Fonseca da Quatix    Clique aqui para assistir o vídeo.
Convite aos empreendedores de Teresina   Maurilio Alberone da Bizstart        Clique aqui para assistir o vídeo.
www.bizstart.com.br  maurilio@bizstart.com.br(21) 3741-8006 | 8527-3600
Consultoria Bizstart em Teresina
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Consultoria Bizstart em Teresina

1,124 views
1,101 views

Published on

Apresentação da consultoria Bizstart em Teresina

Published in: Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,124
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
78
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Consultoria Bizstart em Teresina

  1. 1. apresentaMUITO ALÉM DO CANVASSEBRAE/PI - Teresina - 01 a 05 de outubro de 2012
  2. 2. A visãoCanvas do Modelo de Negócio Criado para: Criado por: Em: Dia Mês No. Ano Iteração: Parcerias-Chave Atividades-Chave Propostas de Valor Relacionamentos com Segmentos de Clientes Quem são nossos Parceiros-Chave? Quais Atividades-Chave são necessárias para Qual valor entregamos aos clientes? Clientes cada um dos nossos Segmentos de Clientes Para quem estamos criando valor? Que tipo de relação Quais são nossos Fornecedores-Chave? entregar nossa(s) Proposta(s) de Valor? Quais problemas dos clientes estamos ajudando a resolver? Quem são nossos clientes mais importantes? Quais Recursos-Chave estamos adquirindo dos parceiros? esperam de nós ? Nosso Canais de Distribuição? Quais produtos e serviços estamos oferecendo para cada Quais os que nós estabelecemos? Mercado de Massa Quais Atividades-Chave os parceiros realizam? Relacionamentos com Clientes? Segmento de Cliente? Mercado de Nicho Como eles são integrados com o resto do nosso modelo de Segmentado motivação para parcerias: Fontes de Receita? Quais necessidades dos clientes estamos satisfazendo? Diversificado Otimização e ecnonomia Redução do risco e incerteza categorias características: negócio? Multi-Plataforma Aquisição de recursos e atividades particulares Produção Resolução de Problemas Novidade Performance Quão caros eles são? Platforma/Rede exemplos: Customização Assistência Pessoal “Ter a tarefa realizada” Assistência pessoal dedicada Design Auto-serviço Marca/Status Serviços automatizados Preço Comunidades Redução de Custo Co-criação Redução de Risco Acessibilidade Conveniência/Usabilidade Recursos-Chave Canais Quais Recursos-Chave nossas Propostas de Através de que canais nossos segmentos de clientes Valor requerem ? querem ser alcançados? Nossos Canais de Distribuição? Relacionamentos com Clientes? Como é que estamos alcançando eles agora? Fontes de Receita? Como nossos canais são integrados? tipos de recursos Físicos Quais oss que funcionam melhor? Intelectuais (patentes de marca, direitos autorais, dados) Humanos Quais são os mais eficientes em termo de custo? Financeiros Como estamos integrando-os com as rotinas do cliente? fases do canal: 1. Conhecimento Como podemos aumentar a conhecimento por parte do cliente sobre nossos produtos e serviços ? 2. Avaliação Como podemos ajudar os clientes a avaliar nossas Propostas de Valor? 3. Compra Como permitimos a compra de nossos produtos e serviços por parte dos clientes? 4. Entrega Como é que vamos entregar nossas propostas de valor para os clientes? 5. Pós-venda Como podemos proporcionar suporte pós-venda ao cliente? Estrutura de Custo Fontes de Renda Quais são os custos mais importantes no modelo de negócio? Para que valor são os nossos clientes realmente dispostos a pagar? Quais Recursos-Chave são os mais caros? Para o que eles pagam atualmente? Quais as Atividades-Chave são as mais caras? Como eles estão pagando atualmente? seu negócio é mais: Direcionado por Custo (estrutura mais enxuta de custos, proposta de valor de preço baixo, automação máxima , ampla terceirização ) Como é que eles preferem pagar? Direcionado por Valor ( focado na criação de valor e na proposição de valor ) Quanto é que cada fonte de receita pode contribuir? exemplo de características: Tipos: Preço Fixo Precificação Dinâmica Custos-Fixo(salários, aluguéis, utilidades) Ativo de Venda Lista de Preço Negociação( barganha) Custos Variáveis Taxa de Uso Dependente da funcionalidade do Gestão de Receita Economias de escala Taxa de Assinaturea Produto Mercado em Tempo Real Economias de escopo Empréstimos/Aluguéis/Leasing Dependente de Segmento de Cliente Licenciamento Dependente de Volume Taxas de corretagem Publicidadewww.businessmodelgeneration.com Traduzido por:www.bmgenbrasil.com This work is licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported License. To view a copy of this license, visit http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/ or send a letter to Creative Commons, 171 Second Street, Suite 300, San Francisco, California, 94105, USA. Documentaremos a sua visão utilizando o Canvas e aplicando conceitos de Design Thinking, Oceano Azul, Cruzando o Abismo, Pirâmide de Maslow, entre outros.
  3. 3. A estratégia EstratégiaToda a visão do Canvas será transposta em um Quadro de Estratégias e Análise de Riscos Priorizados, para que a visão seja implementada de forma estruturada e Riscos efetiva.
  4. 4. A operação O mais complexo é conseguirmos alinhar visão e estratégia com a operação diária do negócio! Por isso, trabalhamos com um quadro onde extraímos asatividades necessárias para que o produto e/ou negócio sejamconstruídos seguindo o ciclo Construir-Medir-Aprender do método Lean Startup.
  5. 5. ConsultoriaMuito Além do Canvas O Business Model Canvas é fantástico, mas não é suficiente! Trabalhamos unindo Visão, Estratégia e Operação para que você consiga executar imediatamente, e de forma eficiente, aquilo que foi documentado em seu Canvas.
  6. 6. Case - Videolog.tvO Videolog.tv, maior comunidade de produtores de vídeo do Brasil, possui diversos produtos sendo ofertados a diferentes segmentos do mercado, além de alguns outros em desenvolvimento.O grande desafio foi organizar de forma clara a visão de todo o negócio com oauxílio do Canvas, de forma a priorizar os produtos mais rentáveis e estratégicos. Devido à equipe enxuta, a operação foi desenhada de forma a trazer mais foco para as atividades diárias e melhorar a eficiência do negócio.
  7. 7. Case - Quatix A Quatix, empresa de tecnologia com grandes clientes como TV Globo, LanceNet e Mobil, procurou a Bizstart para ajudá-los na transposição da visão de negócio para o operacional da empresa. Construímos o Canvas da empresa, destacando seus principais produtos eserviços, identificamos os maiores riscos do negócio e definimos estratégias para solucioná-los. Por fim, através do ciclo Construir-Medir-Aprender, do método Lean Startup, trabalhamos em um quadro operacional para levar tudo isso às atividades diárias da empresa.
  8. 8. DepoimentoEnrico Fonseca da Quatix Clique aqui para assistir o vídeo.
  9. 9. Convite aos empreendedores de Teresina Maurilio Alberone da Bizstart Clique aqui para assistir o vídeo.
  10. 10. www.bizstart.com.br maurilio@bizstart.com.br(21) 3741-8006 | 8527-3600

×