Contas em atraso diminuem 14%O endividamento do consumidor palmense subiu 2% em fevereiro de 2011,comparado ao mesmo perío...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Devedores palmenses-peic-fevereiro

255 views
215 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
255
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Devedores palmenses-peic-fevereiro

  1. 1. Contas em atraso diminuem 14%O endividamento do consumidor palmense subiu 2% em fevereiro de 2011,comparado ao mesmo período do ano passado, mas a boa notícia para os lojistas é queas contas em atraso diminuíram 14%. A última Pesquisa de Endividamento eInadimplência do Consumidor – PEIC realizada pela Fecomércio Tocantins em parceriacom a CNC – Confederação Nacional do Comércio mostrou que em fevereiro 66% dasfamílias entrevistadas estão com dívida na praça, dessas, 21% possuem contas ematraso e 4% não terão condições de pagar suas contas este mês.Em fevereiro de 2010 era um total de 64% endividadas, sendo que 35% possuíamcontas em atraso e 2% não tinham condições de quitar os débitos. O endividamentocontinua sendo maior entre as famílias com renda acima de 10 salários mínimos, com77% delas, enquanto as que ganham abaixo de 10 salários mínimos representam 64%.Quando se trata das contas em atraso, as famílias que ganham até 10 salários mínimossão as mais comprometidas com dívidas, chegando a 23%, contra 8% das que ganhamacima dessa média.Sobre o nível de endividamento, a pesquisa mostrou que 6% das famílias entrevistadasse consideram muito endividadas com cheques pré-datados, cartões de crédito, carnêsde lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros. Mas 36,8% acham queestão pouco endividadas e 34,4% dizem não possuir dívidas desse tipo. Em relação asdívidas, o cartão de crédito mantém a colocação no ranking de endividamento com58,3%, seguido do carnê com 39,6%. Confira o quadro abaixo:A pesquisa foi realizada em Palmas na última semana de janeiro com mais de 500famílias entrevistas.(Valéria Campelo – Assessoria de Comunicação Fecomércio-TO – 3228-1900)

×