Engenharia   EThICS     Tecnologia, Inteligência  ENGINEERING Consultoria & Sistemas EThICS 904.007.00               GESTÃ...
EThICS                               GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                       - Táticas, ...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                               GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                       - Táticas, ...
EThICS                                                     GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                            ...
EThICS                                          GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                       ...
EThICS                                               GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                  ...
EThICS                              GESTÃO DO CONHECIMENTO   ENGINEERING                                       - Táticas, ...
EThICS                       GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                - Táticas, Métodos e Proce...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                 GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                         - Tátic...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                 GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                         - Tátic...
EThICS                                     GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                            ...
EThICS                                   GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                           - T...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                 GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                         - Tátic...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                         - Tática...
EThICS                                     GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                            ...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                        - Táticas...
EThICS                                                   GESTÃO DO CONHECIMENTO     ENGINEERING                           ...
EThICS                  GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                          - Táticas, Métodos e Processos - EThI...
EThICS                              GESTÃO DO CONHECIMENTO  ENGINEERING                                      - Táticas, Mé...
Engenharia   EThICS     Tecnologia, Inteligência  ENGINEERING Consultoria & Sistemas EThICS 904.007.00                    ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Táticas, Métodos e Processos para a Gestão do Conhecimento

1,614

Published on

Módulo: EThICS 904.007.00_Táticas, Métodos e Processos
Tópico: GESTÃO DO CONHECIMENTO
Assunto: Táticas, Métodos e Processos para a Gestão do Conhecimento
Escopo:

O que é Conhecimento?
Capacitação para o Conhecimento: Premissas Básicas
Tipos de Conhecimento: Tácito x Explícito
Modos de Conversão do Conhecimento
O Arquétipo do Conhecimento
Ciclo Integrado de Planejamento, Ação e Revisão
Cenário Ambiental da Empresa
O que é a Gestão do Conhecimento?
Processos para o Conhecimento
Reunindo o Conhecimento Existente
Compartilhando o Conhecimento já Existente
Criando Novos Conhecimentos
Diferenças entre os Contextos Organizacionais
Solicitude e Contexto Capacitante
Contexto Capacitante – o “ba”
Referencial Estratégico para o Conhecimento
Processos Individuais de Criação do Conhecimento
Processos Sociais de Criação do Conhecimento
Fases da Criação do Conhecimento
Fases da Criação do Conhecimento
Ações Capacitadoras do Conhecimento
Ações Capacitadoras do Conhecimento
Capacitação para o Conhecimento
Ações Estratégicas para o Conhecimento

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,614
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Táticas, Métodos e Processos para a Gestão do Conhecimento

  1. 1. Engenharia EThICS Tecnologia, Inteligência ENGINEERING Consultoria & Sistemas EThICS 904.007.00 GESTÃO DO CONHECIMENTO - Táticas, Métodos e Processos - Por quê eu devo saber o que eu não sei? Por quê Por quê eles eles devem devem saber o que saber o que eu não sei? eu sei? Antonio Sallum Librelato a.sallum@uol.com.br - (12) 3941 8277 Agosto/20037/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 1
  2. 2. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: I. Nonaka, H. Takeushi – Criação do Conhecimento na Empresa O que é Conhecimento? Platão, em Ménon, Pédon e Teeteto: “Conhecimento é crença verdadeira e justificada” • Para que o Indivíduo A tenha o conhecimento de uma Proposição P, é necessário e suficiente que: (a) P seja verdadeira (condição de verdade); (b) A precisa acreditar que P é verdadeira (condição de crença); (c) A crença de A de que P é verdadeira precisa ser justificada (condição de justificação).7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 2
  3. 3. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Capacitação para o Conhecimento Premissas Básicas 1. Conhecimento é crença verdadeira e justificada, é individual e social, é tácito e explícito. 2. O conhecimento depende da perspectiva individual. 3. A criação do conhecimento é arte, não ciência.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 3
  4. 4. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: I. Nonaka, H. Takeushi – Criação do Conhecimento na Empresa Tipos de Conhecimento: Tácito x Explícito Conhecimento Tácito Conhecimento Explícito (Subjetivo) (Objetivo)Conhecimento pessoal, específico a um contexto.Reside num indivíduo. Se vincula aos sentidos, à capacidade de expressão corporal, à percepção Conhecimento formal, codificado, transferido de individual, às experiências físicas, às regras uma pessoa à outra de forma sistemática. práticas e à intuição e ao insight. Centrado em modelos mentais. Transferido através do convívio entre mestre e Transferido através de documentos, imagens e aprendiz, do fazer junto, da mentorização, da outros processos deliberados de comunicação. experimentação. Conhecimento da experiência Conhecimento da racionalidade (corpo) (mente) Conhecimento simultâneo Conhecimento seqüencial (aqui e agora) (lá e então) Conhecimento análogo Conhecimento digital (prática) (teoria)7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 4
  5. 5. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: I. Nonaka, H. Takeushi – Criação do Conhecimento na Empresa Modos de Conversão do Conhecimento EXTERNALIZAÇÃO 1 SOCIALIZAÇÃO Tácito Conhecimento Conhecimento Conceitual Compartilhado Do Conhecimento... 2 3 4 COMBINAÇÃO INTERNALIZAÇÃO Explícito Conhecimento Conhecimento Sistêmico Operacional Explícito Tácito Para o Conhecimento...7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 5
  6. 6. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Verna Allee – The Knowledge Evolution O Arquétipo do Conhecimento Arquétipo: modelo ou padrão passível de ser reproduzido em simulacros ou objetos semelhantes; idéia que serve de base para a classificação dos objetos sensíveis; qualquer modelo, tipo, paradigma. Há uma hierarquia evolutiva entre dados, informação, conhecimento, significado, filosofia, sabedoria e união. Cada nível é inserido num contexto maior. DADOS INFORMAÇÃO A perspectiva de cada ordem CONHECIMENTO sucessiva de complexidade é maior SIGNIFICADO e mais inclusiva que a anterior, FILOSOFIA permitindo-nos integrar ordens SABEDORIA prévias de conhecimento. UNIÃO7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 6
  7. 7. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Verna Allee – The Knowledge Evolution O Arquétipo do Conhecimento Nível de Conceito/Transformação Conhecimento São como icebergs flutuando em um imenso mar de Informação. Se transformam DADOS em Informação quando ligados e organizados com outros dados. ARQUÉTIPO DO CONHECIMENTO Transforma-se em Conhecimento quando analisada, ligada a outras informações INFORMAÇÃO e comparada com o que já é conhecido. Opera num contexto social maior de Significados que abrange padrões e forças CONHECIMENTO arquetípicas, bem como nossas interpretações e polarizações sociais e culturais. Inserido num domínio maior e mais abstrato de Filosofia, que é o amplo território SIGNIFICADO de pressupostos, crenças e teorias sobre como as coisas funcionam. A Filosofia e o pensamento sistêmico que tipificam este nível são inseridos na FILOSOFIA mais inclusiva perspectiva de valores da Sabedoria. Abrange nossos valores e propósitos. Cobre a totalidade de nossa visão do SABEDORIA mundo. É um estado de sentimento de unicidade, expansivo, aberto e includente do UNIÃO todo, habilitado pelo intelecto, que nos permite compreender e mudar nossos valores em relação ao bem último.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 7
  8. 8. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Autoria de Antonio Sallum LibrelatoCiclo Integrado de Planejamento, Ação e Revisão Meio Meio Ambiente Ambiente Interno Externo INTELIGÊNCIA COMPETITIVA, GESTÃO DA INFORMAÇÃO & GESTÃO DO CONHECIMENTO Dados e Percepções RACIOCÍNIO PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO AÇÕES ESTRATÉGICO ESTRATÉGICO TÁTICO OPERACIONAL OPERACIONAIS Perfil Plano Plano Plano Operacional Resultados Estratégico Estratégico Tático Resultados Esperados Obtidos 7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 8
  9. 9. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Albrecht, Karl: “Radar Corporativo” Cenário Ambiental da Empresa Geofísico Cliente/ Consumidor Jurídico Competitivo EMPRESA Político Econômico Social Tecnológico7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 9
  10. 10. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” O que é a Gestão do Conhecimento? Gestão do Conhecimento é uma estratégia consciente de: Obter o conhecimento correto, para as pessoas certas, no tempo certo e Ajudar as pessoas a compartilhar e colocar em ação o conhecimento, objetivando a melhoria do desempenho organizacional. O que a Gestão do Conhecimento NÃO é Gestão do Conhecimento NÃO é: Abundância de dados e de informação Gestão da informação Bancos de dados Tecnologia da Informação Controle da criação e da transferência do conhecimento7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 10
  11. 11. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Processos para o Conhecimento A ANATOMIA DOS PROCESSOS DE CONHECIMENTO 1. LOCALIZAÇÃO E 2. TRANSFERÊNCIA E 3. CRIAÇÃO CAPTAÇÃO COMPARTILHAMENTO Transferir ou trocar Gerar novos Localizar e capturar o conhecimentos tácitos conhecimentos tácitos conhecimento e explícitos entre e explícitos através de existente. indivíduos e grupos. indivíduos e grupos.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 11
  12. 12. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Reunindo o Conhecimento Existente 1. LOCALIZAÇÃO E CAPTAÇÃO DO CONHECIMENTO Desenvolvendo um "Mapa do Tornando o Conhecimento Tácito Conhecimento" Acessível Pode-se criar um inventário do conhecimento existente através do desenvolvimento de um mapa real, isto é, de um "Mapa do O conhecimento tácito pode se tornar Conhecimento", ou de "Páginas Amarelas", ou acessível assegurando-se a sua identificação. de um banco de dados apropriadamente construído.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 12
  13. 13. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Compartilhando o Conhecimento já Existente 2. TRANSFERÊNCIA E COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO Compartilhando em Uma Via Compartilhando em Dupla Via Transferência do conhecimento explícito de Troca de conhecimento explícito e tácito uma pessoa, um grupo, um departamento, entre um grupo de pessoas através da uma unidade ou de uma companhia para interação "face-a-face" e do diálogo intensivo. outra.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 13
  14. 14. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Criando Novos Conhecimentos 3. CRIAÇÃO DO CONHECIMENTO Exercendo as Ações Capacitadoras Passando pelas Fases da Criação (1) Instilar a Visão, (2) Gerenciar as (1) Compartilhamento do Conhecimento Conversas, (3) Mobilizar os Ativistas, (4) Criar Tácito, (2) Criação de Conceitos, (3) o Contexto Adequado, (5) Globalizar o Justificação de Conceitos, (4) Construção de Conhecimento Local. Protótipos, (5) Nivelação do Conhecimento.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 14
  15. 15. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento”Diferenças entre os Contextos Organizacionais DIMENSÕES DA SOLICITUDE CONTEXTO HIPERCOMPETITIVO CONTEXTO CAPACITANTE Grau de solicitude Baixo. Alto. Há tendência ao isolamento e às Há CONVIVÊNCIA entre as pessoas, Convívio ações individuais. Os conceitos não os conceitos e as experiências. são compartilhados. Perspectiva quanto aos "Olhar para o conceito". "Olhar com o conceito". conceitos Com os interesses do grupo. Com Comprometimento das pessoas Com seus próprios interesses. idéias, experiências, conceitos ou seres humanos. Acumulação competitiva. Criação de Compartilhamento cooperativo. O feudos de conhecimento. conhecimento tácito é compartilhado. Atitude quanto ao Conhecimento explícito só Há disposição para a criação e a conhecimento compartilhado mediante transações. transferência de conhecimentos, Conhecimento tácito praticamente cientes de que outros farão o impossível de ser compartilhado. mesmo. solicitude 2. boa vontade, desejo de atender da melhor maneira possível a alguma solicitação; empenho, interesse, atenção.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 15
  16. 16. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento”Diferenças entre os Contextos Organizacionais DIMENSÕES DA SOLICITUDE CONTEXTO HIPERCOMPETITIVO CONTEXTO CAPACITANTE Desconfiança quanto ao uso do conhecimento pelos outros. Há confiança mútua e respeito Confiança entre indivíduos Tendência a agir de forma não- recíproco. confiável. Há preocupação quanto ao seu futuro na organização. Os conhecimentos são manifestados Não há disposição para ouvir e com espontaneidade, através de Empatia entender o outro. Baixa metáforas e analogias. Admite-se a solidariedade. expressão das emoções. Pouca e mediante transações e retornos. Baseada no fato que seu Há facilidade de acesso para a ajuda. futuro depende de suas próprias Disposição e acesso para a Há oferecimento ativo de ajuda. Há habilidades e não da extensão da ajuda demonstração de interesse genuíno ajuda aos outros. Acesso à ajuda é pelo desenvolvimento recíproco. dificultado ou mesmo a ajuda é negada. Há leniência no julgamento das idéias Severidade no julgamento de novas e dos experimentos. Aceitam-se Julgamento de idéias idéias. Críticas sem razão aparente. raciocínios "confusos" e idéias genéricas. Pouca disposição para experimentar A realização de experiências é aceita Coragem novas idéias. Ausência de feedback e incentivada. durante o aprendizado.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 16
  17. 17. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Solicitude e Contexto Capacitante A criação do conhecimento exige: Relacionamentos construtivos e prestimosos entre indivíduos e grupos. Confiança entre os indivíduos. Que os indivíduos compartilhem seus insights e tenham liberdade para discutir suas preocupações. Formação e a auto-organização de microcomunidades. Extirpação da desconfiança, do medo e da insatisfação do processo. Ambiente em que os indivíduos se sintam bastante seguros para explorar os territórios desconhecidos dos novos mercados, dos novos clientes, dos novos produtos e das novas tecnologias.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 17
  18. 18. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Contexto Capacitante – o “ba” A organização tende a ser: Flexível e voltada para o futuro Lugar propício à auto-realização Mais rentável As pessoas: São mais cooperativas e solidárias Se sentem mais seguras e confiantes Promovem mais relacionamentos estáveis São solícitas “Ba” = “lugar” = contexto capacitante = lugar onde se compartilha, se cria e se utiliza o conhecimento = combinação dos espaços físico, virtual e mental e da rede de interações determinada pela solicitude e pela confiança dos participantes.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 18
  19. 19. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Referencial Estratégico para o ConhecimentoELEMENTOS ESTRATÉGICOS ESTRATÉGIA DE SOBREVIVÊNCIA ESTRATÉGIA DE AVANÇO Rentabilidade corrente Rentabilidade futura Não implementada pelos concorrentes Não implementada pelos concorrentes Vantagem Competitiva Os que tentam não conseguem reproduzir Os que tentam não conseguem reproduzir as vantagens originais as vantagens originais Economias de escala Economias de escala potenciais Fontes da Vantagem Economias de escopo Economias de escopo potenciais Competitiva Diferenciação produto/serviço Diferenciação potencial produto/serviço Novos conhecimentos para a inovação dos Valioso, difícil de imitar, difícil de substituir processos/produtos Papel do Conhecimento Exclusivo ou público Capacidade de transferência às vezes é Novos conhecimentos transferíveis mais importante que o conteúdoImportantes Processos de Transferência de conhecimento Criação de conhecimento Conhecimento Melhoria contínua Inovação radical Rentabilidade futura superior à média Resultados Rentabilidade superior à média setorial setorial7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 19
  20. 20. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Processos Individuais de Criação do Conhecimento Impulsos Sensoriais do Meio Ambiente Jean Piajet, 1960 Processo de NÃO Nova SIM Processo de Assimilação Situação? Acomodação Interpretação e Processo de Crescimento e Barreiras Individuais à Compreensão do Mundo Integração Criação de Novos Conhecimentos • Difiuldades de acomodação Cabedal de Experiência • Ameaças à auto-imagem • Outras barreiras individuais Conhecimentos Própria Criação de Crenças sobre o que é Admissão de Novos Conhecimentos Verdadeiro Significados Processo de Mudanças INDIVÍDUO Justificação Existenciais7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 20
  21. 21. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento”Processos Sociais de Criação do Conhecimento Conversão entre conhecimentos tácitos e explícitos e vice-versa Podem ocorrer: De indivíduo para indivíduo De indivíduo para grupos de indivíduos De indivíduo(s) para a organização Inter-organizações A socialização do conhecimento individual exige a justificação pública de crenças individuais Há quatro grandes barreiras à justificação nos contextos grupais: Necessidade de linguagem legítima; Histórias organizacionais; Procedimentos; Paradigmas da empresa.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 21
  22. 22. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Fases da Criação do Conhecimento Compartilhamento do Conhecimento Tácito Criação de Conceitos Justificação de Conceitos Construção de Protótipos Nivelação do Conhecimento7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 22
  23. 23. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Fases da Criação do Conhecimento Fase 1: Compartilhamento do Conhecimento Tácito Os membros de uma equipe (microcomunidade do conhecimento) se reunem e compartilham seus conhecimentos (tácitos, na maioria!) e insights sobre tema de interesse (um produto, por ex.). Fase 2: Criação de Conceitos A equipe cria um novo conceito sobre o tema Fase 3: Justificação de Conceitos A equipe (mais outros, se necessário) submete o conceito a análises e estudos comparativos, contra e a favor, para justificar o conceito. Fase 4: Construção de Protótipos A equipe transforma o conceito em um protótipo ou modelo, como manifestação tangível do conceito. Fase 5: Nivelação do Conhecimento A equipe assume a responsabilidade pelo compartilhamento do novo conhecimento com a organização7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 23
  24. 24. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Ações Capacitadoras do Conhecimento 1. INSTILAR A VISÃO 2. GERENCIAR AS CONVERSAS 3. MOBILIZAR OS ATIVISTAS 4. CRIAR O CONTEXTO ADEQUADO 5. GLOBALIZAR O CONHECIMENTO LOCAL7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 24
  25. 25. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Ações Capacitadoras do Conhecimento 1. Instilar a Visão do Conhecimento Ampla divulgação dos conhecimentos (e valores) a serem buscados, segundo o referencial estratégico de avanço. 2. Gerenciar as Conversas Estímulo ao intercâmbio de idéias, opiniões e crenças. 3. Mobilizar os Ativistas do Conhecimento Atuação para catalisar, coordenar e mercadejar as antevisões. Facilitação e estímulo. 4. Criar o Contexto Adequado Criação de estruturas organizacionais que fomentem relacionamentos sólidos e colaboração eficaz. 5. Globalizar o Conhecimento Local Promoção do intercâmbio para a transferência e nivelamento do conhecimento global.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 25
  26. 26. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Adaptado de: Krogh, Ichijo e Nonaka, “Facilitando a Criação do Conhecimento” Capacitação para o Conhecimento FASES DA CRIAÇÃO DO CONHECIMENTO Compartilhamento do Conhecimento Justificação de Conhecimento Construção deCAPACITAÇÃO PARA O Papéis dos Ativistas do Nivelação do CONHECIMENTO Criação de Protótipos Conceitos Conceitos Conhecimento: Tácito Catalisadores da criação do conhecimento;CAPACITADORES DO Instilar a Visão ♦ ♦♦ ♦ ♦♦ CONHECIMENTO Gerenciar as Coordenadores dos programas Conversas ♦♦ ♦♦ ♦♦ ♦♦ ♦♦ de criação do conhecimento; Mobilizar os Ativistas ♦ ♦ ♦ ♦♦ Criar o Contexto Mercadores de antevisões. Adequado ♦ ♦ ♦♦ ♦ ♦♦ Globalizar o Conhecimento Local ♦♦7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 26
  27. 27. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Autoria de Antonio Sallum Librelato Ações Estratégicas para o Conhecimento Estabelecer a importância do conhecimento em um referencial estratégico equilibrado entre sobrevivência e avanço. Desenvolver a solicitude e o contexto capacitante. Encontrar os ativistas e criar a microcomunidades do conhecimento. Estabelecer as 5 ações capacitadoras do conhecimento. Desenvolver as 5 fases da criação do conhecimento. Usar o conhecimento para exercer as ações estratégicas, táticas e operacionais. Recomeçar.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 27
  28. 28. EThICS GESTÃO DO CONHECIMENTO ENGINEERING - Táticas, Métodos e Processos - EThICS 904.007.00 Autoria de Antonio Sallum Librelato Vamos criar e compartilhar o Vamos criar e conhecimento! compartilhar o Vamos criar e conhecimento! compartilhar o conhecimento! Contexto Solicitude! Capacitante! A razão para a criação e a transferência do conhecimento é a necessidade de agir estratégicamente, tanto pessoal quanto coletivamente. O compartilhamento do conhecimento cria sinergismos para a ação. Compartilhar ajuda a criar confiança entre os membros da organização. É o resultado da boa gestão do conhecimento: Obter o conhecimento correto, para as pessoas certas, no tempo certo e Ajudar as pessoas a compartilhar e colocar em ação o conhecimento, objetivando a melhoria do desempenho organizacional.7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 28
  29. 29. Engenharia EThICS Tecnologia, Inteligência ENGINEERING Consultoria & Sistemas EThICS 904.007.00 SERVIÇOS Consultoria Assessoria Estudo, Análise e Diagnóstico Planejamento Pesquisa & Desenvolvimento Implementação Treinamento Mentoração ENGENHARIA ESTRATÉGIA& TECNOLOGIA ÁREAS DE ATUAÇÃO ORGANIZACIONAL Antonio Sallum Librelato – Diretor (12) 3941 8277 - a.sallum@uol.com.br7/3/2009 Propriedade Intelectual de EThICS Engineering 29

×