Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this document? Why not share!

Projecto curricular 1 ano pdf

on

  • 15,261 views

 

Statistics

Views

Total Views
15,261
Views on SlideShare
15,261
Embed Views
0

Actions

Likes
5
Downloads
428
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Projecto curricular 1 ano  pdf Projecto curricular 1 ano pdf Document Transcript

  • PR OJECTO CURRICUL AR DE SALA Coordenadora pedagógica: Natália Correia Educadora: Liliana Rodrigues Educadora estagiária: Elisabete Heleno Ajudantes de acção educativa: Patrícia Rocha Paula Fernandes
  • índice 1. Introdução............................................................................................................................1, 2, 3 2. Caracterização da sala de actividades..................................................................................4, 5,6, 2.1. Planta da sala.......................................................................................................................7 3. Caracterização da equipa educativa ........................................................................................8 4. Crianças em idade de 1 ano....................................................................................................9, 10, 11 5. Caracterização do grupo...........................................................................................................12 6. Mapa de progressão de idades.................................................................................................13 7. Rotina diária..............................................................................................................................14 8. Actividades extra- curriculares....................................................................................................15 9. Actividades livres e espontâneas.................................................................................................16 10. Actividades estruturadas com vista ao desenvolvimento global...................................................17, 18 12. Planificações mensais........................................................................................................... Setembro..........................................................................................................................19 Outubro.............................................................................................................................20 Novembro..........................................................................................................................21 Dezembro..........................................................................................................................22 Janeiro...............................................................................................................................23 Fevereiro...........................................................................................................................24 Março................................................................................................................................25 Abril...................................................................................................................................26 Maio...................................................................................................................................27 Junho...............................................................................................................................28 13.Metodologia de avaliação............................................................................................................29, 30 14. Conclusão.............................................................................................................................31 15. Bibliografia..............................................................................................................................32
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Introdução O projecto curricular de sala é conjunto de estratégias de concretização e desenvolvimento do Currículo nacional e do Projecto Curricular de Escola, adequadas ao contexto de cada turma. O documento em mãos permite conhecer a equipa educativa, os conteúdos a abordar, as estratégias educativas, e os objectivos a alcançar. O projecto do educador é um projecto educativo/ pedagógico que diz respeito ao grupo e contempla as opções e intenções educativas do educador e as formas como prevê orientar as oportunidades de desenvolvimento e aprendizagem de um grupo in Orientações curriculares para educação de infância 2ª edição, 2002, pág. 44. O projecto educativo da instituição tem como tema Palmo e meio a Crescer e para cada ano lectivo foi seleccionado um sub- tema. Para o ano lectivo 2010/2011 foi escolhido o tema de valores e segurança A escolha do tema foi feita pela equipa educativa de creche e jardim de infância tendo como ponto de partida as necessidades e interesses dos grupos. Neste documento estão expostas as actividades, as estratégias e os objectivos específicos. Estes objectivos específicos surgem, necessariamente de objectivos gerais, que para o corrente ano lectivo são: - Proporcionar um ambiente educativo seguro e acolhedor; 1 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 - Estimular o desenvolvimento cognitivo, psicossocial e psicomotor; - Estimular as crianças no que diz respeito às regras de segurança na rotina diária; - Incutir valores nas crianças; O documento encontra-se subdividido por temas. Começamos por caracterizar a sala de actividades. Neste tópico do projecto é explicado a divisão da sala e consequente descrição das áreas de interesse. De seguida a caracterização da sala de 1 ano é feita através de uma planta, na qual os espaços estão representados através de figuras geométricas, que o aproximam do que é na realidade. O ponto seguinte do projecto curricular dedica-se à caracterização das crianças nesta faixa etária, ponto no qual são explicitadas as características das crianças com esta idade, o seu desenvolvimento cognitivo, psicossocial, psicomotor e desenvolvimento da linguagem. A caracterização do grupo e o mapa de progressão de idades é feita de seguida, descrevendo- se quantas crianças fazem parte do grupo, como são dívidas quer por sexo, quer em características e evolução de meses ao longo do ano lectivo. A Rotina diária, a descrição de actividades extra curriculares, livres e espontâneas e estruturadas são os tópicos abordados de seguida. Após a descrição dos temas anteriores são colocadas as planificações mensais, terminando o documento com a metodologia de avaliação e a conclusão. O trabalho de sala e as actividades planificadas terão este tema como ponto de partida, atendendo acima de tudo às 2 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 necessidades básicas das crianças, não descurando os seus interesses. No final do ano será feita uma avaliação de cada criança individualmente e do trabalho feito na sala. 3 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Caracterização da sala de actividades A sala de um ano localiza-se no piso superior do edifício principal do centro Social Paroquial de Carnide. A sala fica do lado esquerdo da porta do átrio. A sala de um ano tem uma janela virada para a rua ( parque infantil da instituição) e outra janela virada para a clara bóia com acesso ao refeitório do jardim de infância. A luz natural que incide sobre a sala pode dizer- se que é satisfatória para a faixa etária que a sala alberga. As crianças do grupo tem diariamente a possibilidade de vislumbrar a rua, sendo que a janela está numa altura de acordo com a altura média das crianças. No que concerne à concepção física da sala esta é maioritariamente pintada de branco, apesar de a parede principal da sala, vista da porta estar pintada de azul marinho. A sala dispõe de uma bancada de apoio com arrumação e um lavatório com água corrente fria e quente. Na sala as paredes laterais estão, a da direita da porta com os cabides para arrumação dos pertences das crianças e a da esquerda da porta com um placard de cortiça para afixação de trabalhos e situações vividas na sala. A sala é ampla e continuará desta forma durante todo o ano lectivo para que as crianças disponham de espaço para progressão 4 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 motora. Apesar disso será composta pelas seguintes áreas de interesse: Área dos jogos e das construções: Nesta área estará um móvel que servirá de suporte para caixas de legos e peças de encaixe que estarão ao alcance das crianças. Estará também uma mesa que será o apoio para os jogos de mesa. Esta área é importante, pois a brincadeira com jogos , blocos e carros dá às crianças umas boas experiências, que envolvem o corpo, in Educação de bebés em infantários - cuidados e primeiras aprendizagens Área da garagem: Esta área de interesse não será colocada desde o início do ano. È uma área que contempla e alarga as aprendizagens adquiridas na área dos jogos e construções. È uma área com uma base de garagem e carros de vários tamanhos. Área da biblioteca: Esta área será apresentada gradualmente ao grupo e será num espaço mais acolhedor. A área da biblioteca será composta por livros e dois sofás. A importância desta área de interesse deve - se ao facto de Quando as crianças têm estas experiências precoces com regularidade, isto facilita a aprendizagem da leitura nos primeiros anos de escolaridade in Educação de bebés em infantários - cuidados e primeiras aprendizagens Área do tapete: Nesta área será feito o acolhimento diário, conto de histórias, apresentação de actividades várias. O 5 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 tapete será também o auxílio para os momentos de transição durante a rotina diária. Àrea polivalente: Esta área alberga o espaço amplo da sala, com equipamento de espuma para promover o desenvolvimento motor das crianças e uma mesa que apoiará as actividades de expressão plástica. Área da casinha: Esta área será colocada na sala no mês de Abril. Nesta altura do ano lectivo a maioria das crianças do grupo já completou os 24 meses, estando portanto apta para o desenvolvimento de actividades de faz de conta mais elaboradas. Os materiais e acessórios desta área serão introduzidos de uma forma crescente e estão relacionados com a cozinha e momentos do dia a dia das crianças. Aqui as crianças [ devem] encontrar e explorar bonecos e objectos relacionados com a cozinha e peças de vestuário in Educação de bebés em infantários - cuidados e primeiras aprendizagens Área o cantinho : Está área de interesse terá uma espécie de sofá, algumas almofadas e um véu para além de proporcionar conforto às crianças, ser também um espaço que privilegia a privacidade. Nas salas de creche e importante que exista um espaço privado, um pequeno espaço fechado de três lados apenas com um lado aberto disponível para que as crianças possam entrar e sair, tal como salientou Greenmam ( 1988) cantos e buracos e seus equivalentes não são meramente decorativos, mas antes necessidades psicológicas ( pág 149) 6 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Área polivalente: O centro da sala é um espaço aberto com o chão livre, só desta forma se consegue fazer esta distinção entre esta área e as restantes áreas de interesse. Um centro aberto deixa as crianças verem quais são as actividades disponíveis na sala. Um centro aberto possibilita a flexibilidade máxima e deixa que as crianças circulem pelas diferentes áreas . J. Ronald Lally e Joy Stewart (1990) - pág. Planta 5 4 8 7 6 3 9 10 10 2 12 11 16 7 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 13 14 15 1 Legenda: 1- Porta 7- Área do tapete 13- Armário/ lavatório 2- Parede dos cabide 8- Janela com vista para a rua 14 - Área do cantinho 3- Mesa de apoio 9- cesto de arrumação de livros 15 - Armários 4- Armário dos jogos 10- sofás Área da biblioteca 16- Área polivalente 5- Janela com visa para a clara boia 11- Placard de cortiça 6- Área dos jogos/ garagem 12- Casinha Caracterização da equipa educativa A equipa educativa é composta por uma educadora licenciada em educação de infância pela Escola Superior de Educação em Lisboa. È da responsabilidade da educadora planear, organizar e avaliar o trabalho das crianças, bem como organizar e dinamizar a equipa educativa e a rotina da sala. A educadora Liliana Rodrigues cumprirá o horário das 9h00 às 17h00 de 2ª a 6ª feira. Durante a semana haverá dois dias em que o horário será das 8h30 às 16h30 permitindo desta forma um contacto mais próximo com os pais no período de recepção das crianças. A par da educadora existem duas s ajudantes de acção educativa e uma educadora de infância em situação de estágio profissional . A educadora estagiária é licenciada pela Escola Superior de Educação de Lisboa. A ajudante de acção educativa X tem como formação base, o 8º ano, o curso de auxiliar de educação, leccionado pela instituição 8 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Cáritas e diversas participações em colóquios relacionados com a 1ª infância. O ajudante de acção educativa Y tem como formação base o 12º ano com curso de apoio à gestão. Os horários das ajudantes de acção educativa são rotativos, das 7h30 às 16h30, das 10h às 19h00, das 10h30 às 19h30 Crianças em idade de sala de 1 ano O grupo é composto por dezasseis crianças com alguma diversidade no ponto de vista da faixa etária quer ao nível do desenvolvimento psicomotor, quer ao nível do desenvolvimento cognitivo e psicossocial. Atendendo a esta diversidade etária ter se à sempre de ter em atenção os pontos que caracterizam cada criança. Conforme o explicitado no parágrafo acima ficam, então as características do grupo. Desenvolvimento cognitivo: As crianças nesta faixa etária encontram se, segundo Jean Piaget no estádio sensório motor, sendo que aprendem acerca de si próprios e do Mundo que os rodeiam através da sua actividade sensorial e motora, desde a fase de bebés até, aproximadamente aos 24 meses, as crianças se vão tornando cada vez mais seres com objectivos. 9 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Nesta faixa etária, as crianças revelam muita curiosidade à cerca do que as rodeia, por isso variam muito as suas acções e atingem objectivos através da sucessão tentativa e erro, À medida que se aproximam dos 24 meses conseguem representar momentaneamente os acontecimentos, realizando combinações mentais que lhes permitem variar uma série de acções, abandonando de certa forma a repetitividade ocasional dessas mesmas acções. As crianças entre os 12 e os 24 meses adquirem, ao longo desta etapa da sua vida a capacidade de imitação diferida, sendo que começam a ser capazes de imitar acções que não estão a visualizar no momento, iniciando portanto algumas brincadeiras de faz de conta. Envolvendo pessoas e situações imaginárias. Desenvolvimento físico: As crianças entre os 12 e os 20 meses alternam o gatinhar e o andar para se deslocarem. Numa fase de início de marcha ainda procuram muito o apoio de móveis e outras estruturas para adquirir confiança das deslocações. Esta necessidade de apoiar as mãos vai diminuindo à medida que acresce a confiança em si mesmo e no espaço físico envolvente. À medida que se aproximam dos 24 meses são capazes de correr, chutar e começar a saltar. Desenvolvimento psicossocial: As crianças estão numa fase muito egocêntrica, que segundo Piaget é a incapacidade para ver as coisas de um ponto de vista que não o próprio . O egocentrismo é uma forma de centração [ ] as crianças estão tão centradas no seu próprio ponto de vista, que não conseguem 10 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 considerar o ponto de vista dos outros. In O Mundo da criança, 2011, pág 316 O egocentrismo social é, sem dúvida a razão da existência de conflitos, de disputas de objectos e algumas birras . È, também nesta faixa etária que a ansiedade perante a separação da figura parental aumenta. Quanto ao nível emocional os sentimentos de empatia, ciúme e embaraço aparecem entre os 12 e os 24 meses. Desenvolvimento da linguagem: A criança aos 14 meses, na generalidade aponta para tudo, perguntado Qué ito ou dizendo Da para eu quero isto . Aos 17 meses, ele aponta para os locais correctos, quando se lhe pergunta onde está o teu nariz , A língua? , o umbigo? : in O Mundo da criança 2001, pág 214. Á medida que se vão aproximando os 20, 24 meses a criança tem a capacidade de dizer cinquenta palavras, compreendo muitas mais. Aos 24 meses, na generalidade já é capaz de usar muitas frases de 2 palavras, não balbuciando quase nunca, demonstrando uma enorme vontade de falar. 11 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Caracterização do grupo O grupo da sala de uma ano é composto maioritariamente por crianças de sexo masculino, sendo que no total há dez rapazes no grupo e seis crianças do sexo feminino. 10 8 6 Rapazes 4 Raparigas 2 0 O grupo é maioritariamente composto por crianças vindas da sala do berçário. È portanto um grupo que na sua essência já se conhece. Neste ano lectivos entraram quatro crianças novas. Os membros novos já estão perfeitamente adaptados quer aos adultos, quer aos colegas. Esta boa adaptação permite também que nesta fase do ano lectivo já estejam também muito bem adaptados à rotina diária e dinâmica da sala. As crianças da sala interagem bem entre elas. Nesta fase do ano lectivo já se conhecem os grupos, os pares mais próximos, as brincadeiras e objectos preferidos entre si. Estão numa fase de exploração de objectos, espaços e relações o que por vezes provoca algum tipo de conflitos, nomeadamente na disputa por brinquedos 12 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Mapa de progressão de idade Nomes DN Setembr Outubro Novembro Dezembro Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto o FR 23-01-2009 20 21meses 22 meses 23 meses 2 anos 25 meses 26 meses 27 28 meses 29 30 31 meses meses meses meses meses LM 29-01- 2009 20meses 21 22meses 23meses 2 anos 23 meses 24 meses 25 26meses 27 28 29 meses meses meses meses meses ML 05- 02-2009 19 20 21 22 23 2 anos 25 meses 26 27 meses 28 29 30 meses meses meses meses meses meses meses meses meses MC 10-02-2009 19 20 21 22 23 2 anos 25 meses 26 27 28 29 30 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses GM 13-02-2009 19 20 21 22 23 2 anos 25 26 27 28 29 30 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses CF 08-03-2009 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 26 27 28 29 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses RF 08-03-2009 18 19 20 21 22 23 2 anos 25meses 26 27 28 29meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses DN 08-03-2009 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 26 27 28 29 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses FM 19-04-2009 17 18 19 20 21 22 23 eses 2 anos 25 meses 26 27 28 meses meses meses meses meses meses meses meses meses GL 26-05-2009 16 17 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 26 27 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses PT 22-05-2009 16 17 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 26 27 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses HP 03-07-2009 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses RR 07- 07- 2009 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 2 anos 25 meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses meses EA 20 08- 13 14 15 meses 16 meses 17 meses 18 meses 19 meses 20meses 21 meses 22 23 2 anos 2009 meses meses meses meses MV 23- 10 23 1 ano 13 meses 14 meses 15 meses 16 meses 17 meses 18 19 meses 20 21 22 2009 meses meses meses meses meses AP 30- 12- 2009 9 meses 10 11meses 1 ano 13 meses 14 meses 15 meses 16 17 meses 18 19 20 meses meses meses meses meses 13 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Rotina diária A rotina diária corresponde a uma sucessão de acontecimentos que se repetem ao longo do dia. Esta sucessão de acontecimentos é planeada pelo educador tendo em vista a total integração das crianças no tempo/ espaço educativo. Só com esta integração por parte do grupo é possível dar um ambiente de segurança a cada criança individualmente e ao grupo em geral. Esta situação tem por base o principio educacional presente nas Orientações curriculares para a educação de infância, pág. 40- O tempo educativo tem, em geral, uma distribuição flexível embora corresponda a momentos que se repetem com uma certa periodicidade. Assim sendo criou-se a seguinte rotina diária: Horas Rotina 7h30- 9h30 Chegada das crianças 9h30- 9h45 Acolhimento 9h45- 10h30 Actividades planeadas/ brincadeira livre 10h30-10h50 Higiene 11h20- 12h00 Almoço 12h00- 15h00 Repouso 15h00- 15h30 Levantar/ Higiene 15h45- 16h15 Lanche 16h15 - 17h00 Brincadeira livre/ Apoio às saídas 14 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 17h00-19h00- Brincadeira/ Apoio às saídas/ cuidados básicos Actividades extra- curriculares A sala de um ano terá música como actividade extra- curricular. Esta actividade decorrerá durante todo o ano lectivo e será feita por um professor especializado em sessões de música para crianças na 1ª infância. A actividade decorrerá todas as Quartas-feiras das 10h00 às 10h30. 15 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Actividades livres e espontâneas As crianças pertencentes ao grupo encontram se no estádio sensório- motor é, por isso essencial que procurem conhecer o que as rodeia, tocando, sentindo e explorando autonomamente. O educador intervém, propõe actividades e cria o ambiente educativo percepcionando e explorando as necessidades e interesses vindos das crianças. É esta aprendizagem activa e pela acção definida como a aprendizagem na qual a criança, através da sua acção 16 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 sobre os objectos e da sua interacção com pessoas, ideias e acontecimentos, constrói novos entendimentos. In Educar a criança, 3ª edição, pág. 22 por parte das crianças. No contexto de creche é fundamental que as crianças brinquem. Estas brincadeiras deverão ser feitas com os pares, com adultos mas também de forma individual. É através do acto de brincar que as crianças se desenvolvem a todos os níveis, psico- social, físico-motor e cognitivo. A brincadeira em contexto de creche é também um instrumento de trabalho do educador, pois é através dela que o educador consegue perceber o estádio de desenvolvimento das crianças e as suas necessidades mais emergentes. Tal como nomeia Figueiredo (nº 1, pag. 34) O desenvolvimento e a aprendizagem são vertentes indissociáveis do processo educativo .Quer isto dizer que sem aprendizagem não há desenvolvimento e vice-versa. A sala e o ambiente educativo estão adequados à exploração total das crianças. Actividades estruturadas com vista ao desenvolvimento global As actividades estruturadas são propostas pelos adultos, que observam planeiam e agem tendo como objectivo proporcionar situações que estimulem o desenvolvimento global das crianças. Na sala de 1 ano começa já a existir uma receptividade maior por parte das crianças e como tal as actividades estruturadas oscilam entre 17 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 centros de interesse - actividades encadeadas que partem de um tema comum - propostos pelo adulto e actividade despertadas por brincadeiras e momentos protagonizados pelas crianças. As actividades enquadram-se nas diversas áreas de conteúdo. È a partir delas que se estruturam as actividades em creche e se atingem objectivos: Área da formação pessoal e social - Cuidados básicos de alimentação, higiene e sono; - Interacção adulto- criança; - Interacção criança- criança; - Interacção do círculo criança- escola-família; - Adaptação à rotina diária; -Introdução de pequenas regras; - Fomentação de valores de partilha; - Incentivo ao valor da família: Área do conhecimento do mundo: -Iinteracções com a comunidade escolar; - Visualização do meio ambiente circundante; - Reconhecimento da utilidade de objectos; - Visualização de animais na sala e imediações da instituição; Área de expressão e comunicação: - Apoio e desenvolvimento no processo pré-linguístico/ linguístico; - Audição de canções; - Audição de histórias gravadas; 18 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 - Leitura de histórias; - Estimulo para actividades de expressão plástica, dramática e musical, protagonizadas, na sua maioria pelos adultos - Experiências chave; - Estimulação óculo - manual; 19 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Planificação mensal Setembro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) educador de vista da criança - Área de formação - Adaptação das crianças -Cantar canções - Integrar cada criança - Ser integrada de - Observação directa; pessoal e Social novas no grupo aos individualmente e em Humanos: no novo espaço; forma calma, serena e adultos, à rotina e aos grupo; -Transmitir conforto e confiante num espaço Reacção das crianças ao colegas; - Conversar e acarinhar - Equipa educativa; segurança na relação e rotina novos; espaço sala - Adaptação do grupo à as crianças em - Crianças adulto- criança; - Conhecer os colegas Reacção das crianças à rotina da sala, adaptação momentos chave da - Proporcionar um bom novos na sala; relação criada com os aos novos espaços ( rotina; Materiais: ambiente no tempo da - Interagir/ brincar e seus pares e adultos copa, casa de banho e -Equipamentos da sala; estada da criança, na conhecer os colegas sala) - Livros; sala; de sala; - interacção adulto - - Recipiente de bolas de -Assegurar os cuidados - Seguir uma rotina; criança; sabão básicos de cada criança; - Sentir gosto pela - interacção criança -Proporcionar momentos visualização de criança; de relação criança- histórias; - Área da expressão e - Apresentação de livros criança; - Interagir em grande comunicação - Apresentação de livros na altura do acolhim ento -Diagnosticar e conhecer grupo; na altura do acolhimento; características - Adquirir o seu próprio - Área do conhecimento - Actividade em grande - Apresentar bolas de específicas de cada espaço dentro da sala do mundo grupo- exploração do sabão criança; espaço; - Criar um canto de - Promover o gosto pela - Criação de um relaxamento e refúgio visualização de livros cantinho na sala - Promover momentos em grande grupo; - Proporcionar à criança um espaço de respeito à sua individualidade 20 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Outubro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança - Área de formação - Adaptação do grupo à - Incentivar a relação pessoal e Social rotina, aos espaços, aos adulto- criança; - Canto de canções; - Adaptar-se de forma - Observação directa: adultos- continuação; Humanos: Conversas em grande - Cantar canções tranquila à rotina diária - Percepcionar as inter- grupo; - Comem oração do - Adultos da sala; individualmente e em - Momentos de grande da sala; relações desenvolvidas aniversário - Crianças grupo; grupo comemoração do - Conversar e acarinhar - Desfrutar de pelas crianças; aniversário - Criação de um registo as crianças em - Estruturação de um momentos de - Observar a sua reacção de sala; Materiais: momentos chave da dossier de registos que - Livros de histórias rotina; interacção com os ao toque nas tintas; facilite a relação escola simples; - Comemorar o família; colegas; - Observar o seu - Dossier, aniversário da Maria; - Fotografias das - Desenvolver o contacto - Contactar comportamento face a crianças; escola - família directamente com os momentos de grande - Digitinta; - Promover o gosto e a alimentos e frutos; grupo; - Folhas de papel sensibilidade táctil para - Tocar na tinta; - Observar o cuidado no manteiga; o trabalho com tintas; - Frutos e legumes; - Dar a conhecer os Perceber as regras da manuseam ento dos -Comemoração da legumes de form a real; casa de banho livros; chegada do Outono; -Apresentar alimentos já - Actividade de expressão Área da expressão e - Comemoração do dia - Interessar - se pelos plástica, decalque da conhecidos, já comunicação - domínio da alimentação mão; livros e suas imagens da expressão plástica - trabalho com as outras degustados pelas -Exploração de digitinta, salas; autonomamente através da técnica press- crianças; Comemoração do print; aniversário da instituição; - Desenvolver o sentido - Apresentação de frutos - Verbalização sobre os e legumes às crianças - de tacto e olfacto; cuidados da casa de exploração de texturas, - Trabalhar a segurança - cheiros e paladares banho na lavagem das Na casa de banho mãos e mudança de - Apresentação às -Promover o gosto pelo fralda; crianças da área da manuseam ento de livros -Área do conhecimento - Introdução da área da biblioteca do Mundo biblioteca; 21 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Novembro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança Área de formação - Adaptação à rotina da - Canções, - Terminara a adaptação pessoal e social sala Finalização; - Leitura de histórias; à rotina da sala; - Interiorizar noções de - Observação directa: Humanos: - Introdução verbal de - Conversas ocasionais - Desenvolver noções de ser amigo ; - Aquisição e reprodução regras simples, sobre as regras simples regras da sala; - Reconhecer os seus de valores de interajuda -Adultos da sala; referentes à rotina de da sala; -Crianças; - Ajudar as crianças a familiares através das por parte das crianças; -Crianças das outras sala; - Decoração do átrio da pedir desculpa, a dar um fotografias; - Manuseam ento do salas - Estímulo sobre o creche; - pais abraço; - Utilizar o pincel; pincel; conceito de partilha e - Trabalho de parceria - Proporcionar outras - adquirir valores de interajuda; com a sala 2 anos; formas de pintar; família e interajuda - Criação de A nossa - Estimular o conceito de entre os pares árvore da família Materiais: família; Área da expressão e - Com emoração do São - Actividade de expressão - Proporcionar a comunicação domínio Martinho plástica - Introdução do - Livros da sala; visualização de Material de apoio à da expressão plástica; - Trabalho com as pincel; fotografias dos parentes expressão plástica famílias mais próximos; Logísticos: - Introdução da área da - Decorar a sala; garagem; - Garagem Trabalhar os valores; - Estimular a motricidade física através do sobe , desce na área da garagem. 22 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Dezembro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança Área de formação - Diálogo com as -Reunião no tapete Humanos: - Promover o - Adquirir o gosto pelo Observação directa: pessoal e social crianças e afixação do consecutiva envolvimento directo das trabalho com os pais; - Reacção das crianças à trabalho com as famílias; apresentação das árvores -Adultos da sala; famílias no ambiente - Sentir orgulho em presença de fotografias aos colegas -Crianças; educativo; mostrar aos colegas de familiares na sala; Área de conhecimento do - Decoração do hall da - Afixação das árvores na - Trabalhar as noções de os seus familiares e o - Reacção ao toque na Mundo creche com os enfeites presença das crianças; Materiais: valor de família; trabalho feito; tina; de Natal, - Actividade de expressão -iniciar actividades - Envolver se - Reacção ao lápis de - Elaboração da prenda plástica exploração -Material de apoio à relacionadas com a directamente no cor; Área de expressão e de Natal; livre; expressão plástica; expressão físico trabalho de Natal; comunicação - Elaboração do postal de - Divisão do grupo para -Bolas pequenas de motora; - Experimentar o - Domínio da expressão Natal um momento de espuma; - Proporcionar o 1º trabalho com o lápis físico motora - Sessão de relaxamento relaxamento com bolas; -Lápis de cor; contacto com o lápis de de cor; - Domínio da expressão -Apresentação/ - Exploração livre do lápis -Folhas de papel cor; plástica exploração do lápis de de cor; cor; 23 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Janeiro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança - Promover situações de - Conversas em grande Acolhimento da manhã desenvolvimento aos - Aprender a pedir Observação directa: Área da formação grupo; - Aproveitamento de valores de amizade, desculpa pessoal e social; - Incentivo ao pedido de situações de conflito para Humanos: interajuda e partilha -Encarar o para como Percepcionar a facilidade/ desculpa; estruturar as relações Adultos da sala - Desenvolver a um amigo dificuldade no pedir - Comemoração de interpessoais Crianças motricidade fina através -Saber partilhar desculpa, partilhar um aniversários; Comemoração de do manuseamento do - Manusear com gosto brinquedo, ajudar um Área da expressão e aniversários lápis de cor o lápis de cor colega; comunicação: Materiais: - Iniciar sessões de - Adquirir noções como Perceber a facilidade em - Domínio da expressão Exploração livre do lápis Actividades livres de Lápis de cor e material de expressão físico motora o rastejar e saltar pegar num lápis de cor de plástica; de cor com exploração plástica apoio à expressão - Promover a motricidade cabo grosso acompanhamento do plástica global Reacção das crianças à - Domínio da matemática; adulto; Integração de momentos Jogos de mesa Tornar as crianças cada sessão de expressão - Exploração adulto criança Peças de encaixe vez mais autónom as nos -ser autónoma físico motora - Domínio da expressão acompanhada de jogos Material de apoio à momentos da rotina; físico motora de mesa/ peças de - Sessão de expressão expressão físico motora - Envolver os grupo na encaixe físico motora Percurso Fantoches decoração da sala e Percepcionar em que - Sessão de expressão orientado Imagens em cartão reconhecimento do se situação a criança é mais físico motora Livros de leitura trabalho e menos autónoma face - Domínio da expressão - sessão de relaxamento - Desenvolver a ao adulto plástica Trabalho expressão linguagem através das início do Inverno/ plástica com técnicas já imagens apresentadas na - Desenvolver a Perceber em que ponto decoração do hall da conhecidas pelo grupo sala comunicação verbal da fase do - Domínio da linguagem creche e da sala -Desenvolver a - saber tomar conta do desenvolvimento oral e abordagem à Leitura de histórias linguagem através da material da sala linguístico as crianças se escrita - Histórias com fantoches Apresentação de imagens leitura de histórias encontram -Dossier de arquivo de e respectivo suporte que imagens do dia a - dia ficará ao alcance das crianças; 24 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Fevereiro Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança -Comemoração de - Comemoração de Observação directa: Área da form ação pessoal aniversários; aniversários Humanos: -Estimular os momentos e social -Leitura de histórias como Adultos da sala; em pequeno e grande -Partilhar momentos de -Conversa com as -Leitura de histórias momento integrante na Crianças; grupo comemoração de crianças sobre conceitos rotina diária aniversários; verbalizados pelos adultos Área da expressão e Materiais: -Proporcionar às crianças comunicação Pincéis e m aterial de o contacto com as figuras -Adquirir confiança no -Reacção das crianças a apoio à expressão que predominam o seu corpo através das actividades em grande - Domínio da expressão Exploração de pincéis de -Actividades de expressão plástica; carnaval ( palhaço ) actividades de plástica cabo grosso plástica expressão físico -Reacção das crianças a Material de apoio à -Estimular a motricidade motora actividades em pequeno -Digitinta de gelatina expressão físico motora global e o -Mexer em água grupo - Domínio da expressão Decoração da sala para o -Actividade de sessão de Fitas coloridas desenvolvimento motor -Brincar com água físico motora Carnaval expressão físico- motora- - Estimular as crianças -Participar em percurso Logísticos: aos conceitos: cheio/ experiências diferentes -Sessão físico- motora vazio; cima/ baixo; dentro/ -Sessão de relaxamento 1 Alguidar fora -Sessão de relaxamento com fitas coloridas -Exploração da Objectos que flutuam e -Trabalhar a segurança - Domínio da Matemática água que não flutuam através dos momentos de -Brincadeira com água - transição objectos que flutuam e não flutuam 25 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Março Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança 26 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Área de formação pessoal -Comemoração de - Humanos: -Comemorar aniversários; - Ter participação Observação directa: e social aniversários Actividades de expressão - Propor participação das efectiva na -Adaptação ao bacio plástica. -Elaboração do Adulto da sala crianças na elaboração de comemoração dos - Reacção das crianças à Área do conhecimento do -Comemoração do dia do dia do pai Crianças um bolo para os aniversários; actividades de culinária; Mundo Pai- Pais aniversários; - Ter a possibilidade de -Elaboração da prenda -Festa do dia do pai- sala - Estimular actividades de recriar um momento do - Reacção das crianças à Área da expressão e para o dia do pai - partilha de brincadeiras Materiais: expressão dramática quotidiano actividade de comunicação -Comemoração da época de carnaval Materiais de apoio à - Iniciar a adaptação ao (piquenique); dramatização; festiva do Carnaval; -Concepção de um bolo expressão plástica bacio - controlo dos - Festejar o Carnaval; -Domínio da expressão -Actividade de culinária Material de apoio à esfíncteres Ajudar a decorar a sala - Reacção das crianças às dramática -Dramatização de um dramatização de um -Festejar o dia do Pai para a Primavera; personagens -Dramatização de uma piquenique piquenique: tolha, cesto, - Comem orar a época - Iniciar o controlo dos características do -Domínio da actividade do quotidiano alimentos de plástico festiva do Carnaval esfíncteres Carnaval; Matemática - Trabalhar a segurança -Chegou a primavera: Logísticos: através da verbalização - Reacção das crianças à - Domínio da expressão Materiais de apoio à na comemoração do adaptação ao bacio; plástica -Decoração da sala adaptação aos bacios Carnaval - Domínio da expressão -Participação dos pais motora -Sessão de expressão físico motora Abril 27 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança Área da formação -Apresentação de Humanos: -Conhecer novas Observação directa: pessoal e social histórias; -Leitura de histórias -Estimular as crianças ao formas de ouvir -Incentivo à partilha de Adultos da sala gosto por diversas formas histórias; -Comparação entre a objectos Crianças de encara as histórias -Tocar em materiais de maturidade em Área da expressão e - Festejo da época da -Consolidar técnicas de apoio à expressão actividades plásticas do comunicação Páscoa -Actividades relacionadas Materiais: expressão plástica já plástica inicio do ano lectivo a - Adaptação ao bacio com expressão plástica Livros adquiridas -Adquirir o controlo dos esta parte; - Domínio da controlo de esfíncteres Materiais de apoio à -Estimular a brincadeira esfíncteres -Reacção das crianças à linguagem oral e - comemoração de expressão plástica de faz de conta: -Brincar ao faz de - brincadeira de faz de abordagem à escrita aniversários -Apresentação de uma Bolas grandes, médias e estímulo cognitivo conta conta; história de imagens pequenas Dinamizar uma -Percepção da evolução - Domínio da expressão experiência com bolas do controlo de esfíncteres físico motora -Histórias em suporte Logísticos: através da expressão por parte das crianças; digital Casinha: utensílio de físico motora - Domínio da expressão -Fantoches -Actividade de expressão cozinha, bonecos, - Estimular o controlo de dramática motora actividade com vestuário esfíncteres - continuação -Sessão de expressão bolas físico - motora -Apresentação da casinha na sala - Introdução da área da casinha Maio 28 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança -Estímulo ao pedido de -Conversas em pequeno e Humanos: Observação directa: Área de formação pessoal desculpa grande grupo - Estimular as crianças ao e social Adultos da sala pedido de desculpa - Aprender a partilhar -Aquisição das noções de -Incentivo ao valor da -Brincadeiras a pares Crianças - Incentivar os valores de - Aprender a ser amigo partilha Área da expressão e partilha e amizade Mães partilha e amizade -Aprender a ser e estar -Aquisição das noções de comunicação Membros da família das em grupo amizade -Comemoração de -Elaboração de um teatro - crianças - Proporcionar a -Partilhar o seu espaço -Reacção das crianças à - Domínio da linguagem aniversários adultos da sala visualização de um teatro sala com os seus presença dos familiares oral e abordagem à Materiais: de fantoches familiares na sala escrita -Comemoração do dia - Trabalhar directamente -Reacção das crianças ao -Leitura de histórias: Mundial do teatro Fantoches com as famílias efeito alcançado com o - Domínio da expressão -Teatro de fantoches Papel crepe - Comemorar o dia da papel crepe plástica -Elaboração de uma Folhas de papel mãe história -Pintura livre Tintas - Comemorar o dia da -Trabalho com família -Elaboração da prenda da família; mãe Logísticos: Área do conhecimento do Mundo -Pintura com lápis de Sala papel crepe -Convívio na sala entre as -Actividade de expressão mães e as crianças plástica -Festejo do dia da mãe -Trabalho com as famílias Comemoração do dia internacional da família 29 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Junho Áreas de conteúdo Estratégias Actividades Recursos ( humanos, Objectivos do educador Objectivos do ponto Avaliação materiais, logísticos) de vista da criança Observação directa: -Leitura de histórias -Estimular a leitura e a -Obter um maior gosto - Desenvolvimento motor, Área de formação pessoa -Estímulos motores, -Leitura/ apresentação de Humanos: abordagem à escrita; pela leitura de livros; Desenvolvimento e social psicossociais e cognitivos livros nos momentos audição de histórias cognitivo; chave da rotina Adultos da sala -Festejar o dia - Desenvolvim ento Crianças internacional da criança -Brincar e explorar as Psicossocial Comunidade áreas de interesse - Relação das crianças Pais -Proporcionar momentos entre si de brincadeira livre -Com emorar o dia da -Relação das crianças -Comemoração do dia Materiais: - criança com os adultos internacional da criança -Actividade com a Terminar o ano lectivo comunidade escolar Material da sala -Exploração das áreas de Área do conhecimento do interesse com Mundo acompanhamento dos -Brincadeira livre Logísticos: adultos Sala, Área envolvente da -Festa de final de ano instituição -Actividade com a comunidade e pais -Adaptação às refeições no refeitório 30 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Metodologia de avaliação Num contexto de creche e Jardim de infância a avaliação tem uma conotação meramente formativa. O educador de infância avalia cada criança e grupo tendo como objectivo a proposta e a efectividade de situações na rotina e actividades estruturas que promovam o desenvolvimento psicomotor, cognitivo e psicossocial. A par deste objectivo a avaliação é mais um instrumento de comunicação entre o educador e os pais. A avaliação é, primeiramente um suporte de planeamento. O educador necessita de avaliar a situação da sala e do grupo a fim de posteriormente ser capaz de planear as actividades e as formas de agir. Esta avaliação, que é diagnóstica é o ponto de partida para que o trabalho se possa desenvolver. À medida que as situações vão surgindo é necessário fazer uma avaliação das propostas para que se possa trabalhar no intuito de promover o desenvolvimento das capacidades e competências do grupo e de cada criança individualmente. Tendo em conta o que foi referido anteriormente depreende-se que a avaliação é um instrumento de trabalho do educador, através do qual este é capaz de avaliar o seu trabalho e os benefícios causados às crianças. 31 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 A avaliação é também a forma de o educador ir conhecendo as crianças e encaminhá-las na promoção das suas competências. Este ano lectivo a avaliação será feita através da observação directa, das conversas informais com as crianças e preenchimento das fichas de observação semestralmente. È importante salientar, também que a avaliação feita para esta faixa etária é uma avaliação processual e formativa 32 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Conclusão O documento concluído tem como principal objectivo explicitar a forma como decorrerá o presente ano lectivo, tendo por base a caracterização do grupo e da sala. A partir destes dois factores definiram-se objectivos a alcançar quer os objectivos gerais, quer os objectivos específicos, adequados ao grupo e à idade com as respectivas estratégias. È com base neste principio de criação de um projecto curricular de grupo que é possível desenvolver as crianças, promover o desenvolvimento global do grupo e avaliar no fim o trabalho feito e o respectivo desenvolvimento e crescimento de cada elemento da sala. A planificação em creche não pode ser muito rígida, visto que as rotinas, como a alimentação, higiene e sono ocupam grande parte do tempo lectivo, contudo na sala de 1 ano começam já a ser introduzidas algumas regras simples. Deste modo a equipa educativa tirará o máximo proveito das rotinas como meta para atingir os objectivos e promover o desenvolvimento das crianças. 33 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues
  • Centro Social Paroquial de Carnide Ano lectivo 2010/2011 Bibliografia · Orientações curriculares para a educação pré escolar: Lopes da Silva, M. e Núcleo de Educação Pré - escolar Ministério da educação, Dezembro 2002 · Psicologia educacional: Sprinthall N. e Sprinthall, editora Mc Graw- Hill, ano 1993 · O Mundo da Criança: Papalia D. ETAL, editora Mc Graw- Hill ano 2001 · Educar a criança: Hohmann M. e Weikart D. , Fundação Calouste Gulbenkian- 3ª edição, Dezembro 2004 · Educação de bebés em infantários, cuidados e primeiras aprendizagens - 2ª edição : Hohmann M. e Post J.- 2004 · Pesquisas na internet em sites de educação de infância - desenvolvimento global das crianças · Figueiredo, psicologia educacional 34 Projecto curricular da sala 1ano Educadora: Liliana Rodrigues