Reunião sobre Primeira Infância: Estratégia para a Redução da Morbimortalidade Materna e Infantil

  • 447 views
Uploaded on

2º Bloco de Reunião sobre políticas públicas para Primeira Infância, promovida pela SAE/PR em 14 de fevereiro de 2012. Apresentação sobre Programa "Trevo de Quatro Folhas".

2º Bloco de Reunião sobre políticas públicas para Primeira Infância, promovida pela SAE/PR em 14 de fevereiro de 2012. Apresentação sobre Programa "Trevo de Quatro Folhas".

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
447
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
4
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide
  • Por meio de entrevistas com as mães que perderam seus filhos na chamada autópsia verbal, verificou-se que muitas das causas dos óbitos eram devidas à falta de apoio para exercer a maternidade
  • Depositado na conta do Fundo Municipal dos Direitos da criança e do Adolescente.
  • Depositado na conta do Fundo Municipal dos Direitos da criança e do Adolescente.
  • Práticas de interação da mãe e do pai com a criança.
  • Acolhimento afetivo – pensar no nome, preparação do cantinho do bebê, como esta criança será recebida.
  • Acolhimento afetivo – pensar no nome, preparação do cantinho do bebê.
  • Acolhimento afetivo – pensar no nome, preparação do cantinho do bebê.
  • Acolhimento afetivo – pensar no nome, preparação do cantinho do bebê.

Transcript

  • 1. TREVO DE QUATRO FOLHAS Estratégia para a Redução da Morbimortalidade Materna e Infantil Sobral – Ceará Francisca Júlia dos Santos Sousa
  • 2. NECESSIDADES SOCIAIS:
    • Análise dos óbitos
    • Identificação de vários problemas que se referiam às condições de vida das mulheres durante a gestação e os períodos iniciais dos cuidados com a criança.
    • Ausência de apoio social
  • 3.
    • Garantir apoio social às gestantes, puérperas e crianças em risco clínico e social;
    • Reduzir a mortalidade materna e infantil no município.
    OBJETIVOS:
  • 4. Estratégias: Redução dos óbitos maternos, fetais e infantis evitáveis Gestão do cuidado nas 4 fases de atenção Materno-infantil Apoio de Madrinhas, Padrinhos e Mãe Social. Apoio técnico e operacional ao Comitê de Prevenção da Mortalidade Materna, Perinatal e Infantil Mobilização Intersetorial
  • 5. Apoio Social: Madrinha/Padrinho Social Pessoas da sociedade civil ou empresas que contribuem mensalmente para viabilizar o apoio social às famílias. Essa contribuição é feita ao F MDCA e pode ser descontada do imposto de renda.
  • 6. Apoio Social: Mãe Social P essoa da comunidade selecionada, capacitada e remunerada para atuar no domicílio ou hospital, como cuidadora de gestantes, puérperas e crianças em risco clínico e social, sem apoio familiar.
  • 7.
    • Mãe Social
    • Funções da Mãe Social:
    • Apoiar gestantes, puérperas e mães de crianças menores de 2 anos (que não possuem apoio familiar) na realização das tarefas domésticas e na orientação dos cuidados com o bebê.
    • Garantir à família condições para:
    • - o exercício da maternagem e paternagem;
    • fortalecer o vínculo mãe/bebê/família.
  • 8.
    • Atuação da Mãe Social
    • Período de trabalho: 8 horas diárias no domicílio.
    • Tempo de permanência: de acordo com as necessidades da família.
    • Supervisão: visitas domiciliares para acompanhamento do trabalho das Mães Sociais pela equipe do Trevo.
    • Integração com a ESF.
    • Kit da Mãe Social
  • 9. Capacitação de Mães Sociais
  • 10. Capacitação de Mães Sociais
    • CONTEÚDOS:
    • Comportamento ético junto à família;
    • Cuidados com a gestante, puérpera e recém-nascido e menor de 2 anos, aleitamento materno, desenvolvimento infantil;
    • Cuidados com o ambiente doméstico.
  • 11. Capacitação de Mães Sociais
    • OBJETIVOS
    • Tornar a Mãe Social apta a:
    • Desenvolver ações para o fortalecimento do vínculo da gestante e do futuro pai com o bebê;
    • Oferecer condições para o acolhimento afetivo do bebê;
    • Respeitar o momento vivenciado pela família com a chegada da criança;
  • 12. Capacitação de Mães Sociais
    • Tornar a Mãe Social apta a:
    • Observar os aspectos do desenvolvimento da criança;
    • Identificar situações de risco de atraso no desenvolvimento;
    • Criar oportunidades para a interação da família com a criança;
    • Evitar acidentes na infância.
  • 13. Capacitação de Mães Sociais Durante as oficinas de capacitação observa-se o desempenho de cada uma, para definir se o perfil da candidata está de acordo com o que se espera para o trabalho da mãe social.
  • 14. Conclusões O Trevo de Quatro Folhas constitui uma estratégia que se caracteriza pela mobilização da sociedade, gerando uma responsabilidade social diante da mortalidade infantil e materna, indicadores que nitidamente expressam as desigualdades sociais da sociedade.
  • 15. Obrigada!!! Contatos: (88) – 3611 6639 (88) – 3611 2171 [email_address] www.sobral.ce.gov.br/sec/saude