Cenários Prospectivos: "Estimulando pessoas a pensarem estrategicamente o futuro"

3,339 views

Published on

Com o objetivo de disseminar as metodologias mais usadas na construção de cenários prospectivos e promover o debate sobre as experiências vinculadas à sua utilização, a SAE PR, em conjunto com o Ipea, realizou o Seminário sobre Metodologias de Construção de Cenários Prospectivos. Confira a apresentação utilizada por Raul Grumbach, presidente da Brainstorming Assessoria de Planejamento e Informática Ltda., neste evento.

Published in: News & Politics
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,339
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
117
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cenários Prospectivos: "Estimulando pessoas a pensarem estrategicamente o futuro"

  1. 1. “Estimulando as pessoas a pensarem estrategicamente o futuro” “Estimulando as pessoas a pensarem estrategicamente o futuro”
  2. 2. Brainstorming Consultoria Endereço: Barra da Tijuca - Rio de Janeiro RJ - Brasil. Telefone / Fax: +55 (21) 2484-4501.+55 (21) 2484-4501. Site: www.brainstorming.com.br E-mail: contato@brainstorming.com.br
  3. 3. Algumas experiências • Superior Tribunal Militar • Tribunal Regional do Trabalho – Belém – Pará • Procuradoria Geral do Estado da Bahia • Exército Brasileiro • Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás • Secretaria de Administração do Estado da Bahia • Polícia Militar do Distrito Federal • Cinco Ministérios Públicos (MPT, MPBA, MPGO, MPAL, MPPI) • Banco do Brasil • Caixa Econômica Federal e FGTS • Colégio Interamericano de Defesa – Washington - EUA • Ciudad de Cajamarca – Peru • Departamento General de Irrigación - Mendoza - Argentina
  4. 4. MBA em Gerência Estratégica da Informação - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Bacharel em Ciência da Computação - Universidade Federal Fluminense. Diretor de Tecnologia da Informação. Rodrigo Pereira Grumbach Quem somos Msc. com especialização em Prospectiva na Espanha. Diretor Presidente. Raul José dos Santos Grumbach Diretor de Tecnologia da Informação. D.Sc. em Pesquisa Operacional - COPPE/ UFRJ. M.Sc. em Engenharia Industrial - Gatech/ U.S.A. Gerente de P&D. Fernando Leme Franco Mestre em Administração – Beulah Heights University/USA Instrutor Credenciado pela ONU para o Programa EMPRETEC. Gerente de Projetos Joe Weider da Silva
  5. 5. Pós Doutor em Física e MBA em Meio Ambiente; Professor/Pesquisador da Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Ex pesquisador do INPE; Consultor Carlos Eduardo dos Santos Leal Doutor e Mestre em Ciências Navais; MBA em Inteligência Estratégica; MBA em Gestão Internacional; Marco Antônio Soares Garrido Quem somos MBA em Gestão Internacional; Consultor Doutor em Políticas Públicas, Estratégia e Desenvolvimento; Mestre em Economia; Consultor Sergio Wright Maia Doutora em Engenharia de Produção; Mestre em Administração; Consultora Narcisa Maria Gonçalves dos Santos
  6. 6. Afrânio de Oliveira Silva Quem somos Fernando Sampaio Costa Doutor, Mestre e Bacharel em Ciências Militares MBA em Marketing MBA em Gestão Empresarial PMP, Doutor em Tecnologia/Gestão da Informações, Mestre em Tecnologia/Gestão da Informação, Graduado em Ciência da Computação. Adriano César Santana Afrânio de Oliveira SilvaMBA em Gestão Empresarial Consultor Bernardo Herrero Msc em Estudos Prospectivos (UNED – Espanha) Diplomado em Business Intelligence (Universidade Austral – IIFA, Argentina) e (CIEX, Brasil) e em planejamento estratégico na Espanha Representante na Argentina Walter Hugo Torres Bustamante Doutor em Economía e Desenvolvimento Industrial -Escuela de Postgrado-UNT Mestre en Administración de Negocios- Escuela de Postgrado-UNT, Perú Representante no Peru
  7. 7. Análise Prospectiva É a busca da identificação de diversos futuros possíveis (cenários prospectivos), dentro de um horizonte temporal específico, com o propósito de definir estratégias capazes de: Preparar a organização para o enfrentamento (ou aproveitamento) dos acontecimentos fora de sua competência; e/ou Alterar, em favor da organização, as probabilidades de ocorrência dos acontecimentos abrangidos por sua esfera de competência
  8. 8. Brainstorming Método Delphi Método Grumbach Método dos Impactos Cruzados Simulação Monte Carlo
  9. 9. • Cenários Prospectivos são combinações da ocorrência ou não de variáveis discretas, chamadas de Eventos, que descrevem diversos futuros possíveis. Método Grumbach
  10. 10. • O evento combina o comportamento de uma variável do ambiente externo, com um patamar de tomada de decisão estratégica da organização. Evento • O evento transforma a variável do ambiente externo em uma variável binária, do tipo variável de Bernoulli.
  11. 11. 80 100 120 140 160 180 200 US$ Preço Médio do Barril de Petroleo Evento Qual a probabilidade de que o preço médioQual a probabilidade de que o preço médio do barril de petróleo, nos próximos 10 anos,do barril de petróleo, nos próximos 10 anos, fique em um patamar superior a US$ 40,00fique em um patamar superior a US$ 40,00 0 20 40 60 jan-97 jan-98 jan-99 jan-00 jan-01 jan-02 jan-03 jan-04 jan-05 jan-06 jan-07 jan-08 jan-09 jan-10 jan-11 jan-12 jan-13 jan-14 jan-15 jan-16 jan-17 jan-18 jan-19 jan-20 jan-21
  12. 12. 80 100 120 140 160 180 200 US$ Preço Médio do Barril de Petroleo Evento Qual a probabilidade de que o preço médioQual a probabilidade de que o preço médio do barril de petróleo, nos próximos 10 anos,do barril de petróleo, nos próximos 10 anos, fique em um patamar superior a US$ 65,00fique em um patamar superior a US$ 65,00 0 20 40 60 jan-97 jan-98 jan-99 jan-00 jan-01 jan-02 jan-03 jan-04 jan-05 jan-06 jan-07 jan-08 jan-09 jan-10 jan-11 jan-12 jan-13 jan-14 jan-15 jan-16 jan-17 jan-18 jan-19 jan-20 jan-21
  13. 13. 80 100 120 140 160 180 200 US$ Preço Médio do Barril de Petroleo Evento Qual a probabilidade de que o preço médioQual a probabilidade de que o preço médio do barril de petróleo, nos próximos 10 anos,do barril de petróleo, nos próximos 10 anos, fique em um patamar superior a US$ 85,00fique em um patamar superior a US$ 85,00 0 20 40 60 jan-97 jan-98 jan-99 jan-00 jan-01 jan-02 jan-03 jan-04 jan-05 jan-06 jan-07 jan-08 jan-09 jan-10 jan-11 jan-12 jan-13 jan-14 jan-15 jan-16 jan-17 jan-18 jan-19 jan-20 jan-21
  14. 14. O método foi desenvolvido por Theodore Gordom e Olaf Hemer. Seu propósito é remover os impedimentos que ocorrem em uma sala de conferências quando se busca um consenso entre especialistas. Tenta minimizar problemas de: MÉTODO DELPHI Tenta minimizar problemas de: •Pressão da Maioria •Personalidade Dominante •Interesses Particulares •Polarização
  15. 15. Consultas aos Peritos MÉTODO DELPHI Os peritos responde sobre a Probabilidade de ocorrência e a Pertinências de cada evento. Efetuam, também uma Auto-avaliação de seu conhecimento sobre o Assunto.
  16. 16. IMPACTOS CRUZADOS O método, desenvolvido por Theodore Gordom e Olaf Hemer, consiste em uma revisão das probabilidades estimadas a priori, em função do impacto que a suposta ocorrência de um evento causa na probabilidade de ocorrência dos demais.
  17. 17. No método Grumbach identificamos basicamente 3 cenários: • Cenário Ideal • Cenário Mais Provável Análise Prospectiva • Cenário Mais Provável • Cenário Alvo
  18. 18. Cenário Ideal Cenário Alvo Proatividade Presente Alvo Cenário Mais Provável
  19. 19. COMO ATUAR?
  20. 20. Interações estratégicas ocorrem quando nenhum dos atores tem controle total sobre os eventos, devendo, neste caso, considerar as possíveis ações tomadas pelos outros. A decisão, tomada por um determinado ator, interage com as decisões adotadas pelos demais, mesmo que tomadas separadamente. Interações Estratégicas
  21. 21. TEORIA DOS JOGOS O propósito da Teoria dos Jogos é nos ajudar a compreender as diferentes formas de agir das pessoas, das empresas e dos governos em uma variedade de situações de interação estratégica.
  22. 22. TEORIA DOS JOGOS Entendemos que a Teoria dos Jogos deve ser utilizada para negociar a montagem de alianças entre a instituição e outros Atores, visando a viabilizar a ocorrência de um Cenário Alvo, ou seja, construindo o futuro
  23. 23. TEORIA DOS JOGOS A teoria dos jogos Jogos cooperativos - John von Neumann e Oskar Morgenstern 1944 - “The Theory of Games and Economic Behavior”. Qual a estratégia para ganhar umQual a estratégia para ganhar um jogo de par ou impar continuado? Não existe estratégia para ganhar um jogos de par ou impar, existem estratégias para não perder.
  24. 24. TEORIA DOS JOGOS John Nash
  25. 25. EQUILÍBRIO DE NASH “Diz-se que uma combinação de estratégias constitui um equilíbrio de Nash quando cada estratégia é a melhor resposta possível às estratégias dos demais jogadores, e isso é verdade para todos os jogadores”. Ronaldo Fiani
  26. 26. Cenário Ideal Ator A Cenário 2 Cenário Ideal Ator B Cenário 3 TEORIA DOS JOGOS : Cenário Alvo Ator A Ator B Cenário 5 Cenário 9 Cenário 6 Cenário Ideal Ator C Cenário Ideal Ator D Cenário 7 Cenário 10 Cenário 11 Cenário 8 Cenário 12 Cenário 14 Cenário 15 Cenário Mais Provável Cenário Alvo Ator C Ator D
  27. 27. Cenário Ideal Ator A Cenário 2 Cenário Ideal Ator B Cenário 3 Ator A Ator B TEORIA DOS JOGOS : Cenário Alvo Cenário 5 Cenário 9 Cenário 6 Cenário Ideal Ator C Cenário Ideal Ator D Cenário 7 Cenário 10 Cenário 11 Cenário 8 Cenário 12 Cenário 14 Cenário 15 Cenário Mais Provável Cenário Alvo Cenário Mais Provável Cenário 11 Ator A Ator C Ator D
  28. 28. Método Grumbach
  29. 29. Método Grumbach se fundamenta em conceitos de: • Planejamento Estratégico com Visão de Futuro baseada em Cenários Prospectivos, empregando Simulação Monte Carlo; Método Grumbach - 2013 • Análise de Parcerias Estratégias, levando em conta princípios da Teoria dos Jogos; e • Gestão Estratégica com monitoramento de indicadores, e de fatos novos obtidos pela Inteligência Estratégica.
  30. 30. BrainstormingWeb • PUMAWEB - Planejamento Estratégico; • LINCEWEB - Inteligência Estratégica; • JAGUARWEB - Execução da Estratégia;• JAGUARWEB - Execução da Estratégia; • CENARIOWEB - Cenários Prospectivos; • RISCOWEB – Gestão de Risco.
  31. 31. Método Grumbach
  32. 32. CONSTRUIR O FUTURO “O futuro é fundamentalmente incerto. Para alguns, a incerteza é uma justificativa para não pensar no futuro; para outros, elapara não pensar no futuro; para outros, ela é fonte de oportunidades”. Dr. Fenando Leme Franco

×