Relatorio gás criptonio

707 views
582 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
707
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
21
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Relatorio gás criptonio

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO – COLUN CURSO TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE DISCIPLINA: GESTÃO DA QUALIDADE DO AR PROFa. CONCEIÇÃO VASCONCELOS ROOSEVELT FERREIRA ABRANTES SÃO LUÍS 2013
  2. 2. ROOSEVELT FERREIRA ABRANTESEstudo prévio sobre o Gás Criptônio Trabalho apresentado à disciplina de Gestão da Qualidade do Ar, do terceiro modulo, ministrada pelo Profa. Conceição Vasconcelos para obtenção de nota. SÃO LUÍS 2013
  3. 3. O GÁS CRIPTÔNIO A nomenclatura do elemento Criptônio vem do grego Krípton, que significa oculto.O nome é apropriado uma vez que o gás é raro na atmosfera terrestre, da ordem de 1 ppm(partes por milhão). As regiões vulcânicas têm maiores chances de fornecer Criptônio,nestes locais, o elemento pode ser extraído dos gases vulcânicos e das águas termais.Mas o planeta Terra não precisa ser o único local para a existência de Criptônio, pesquisasrevelam a presença de 0,3 ppm de Criptônio na atmosfera do planeta Marte. Propriedadesfísicas do Criptônio: gás nobre incolor, inodoro, insípido, de pequena reatividade (gásinerte). Propriedades periódicas do Criptônio: possui símbolo Kr, número atômico 36,massa atômica 83,8 u, pertence à família 18 ou 8 A (Gases Nobres).Fonte: www.wikipedia / Imagem: O Gás Criptônio é raríssimo na AtmosferaHISTÓRIA DO CRIPTÔNIO Foi descoberto em 1898, por William Ramsay e Morris Travers, em resíduos deevaporação do ar líquido. Em 1960, a Oficina Internacional de Pesos e Medidas definiu ometro em função do comprimento de onda da radiação emitida pelo isótopo Kr-86 emsubstituição à barra padrão. Em 1983 a emissão do criptônio foi substituída pela distânciapercorrida pela luz em 1/299.792.458 segundos.CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS: O criptônio é um gás nobre incolor, inodoro, insípido, de muito pequenareatividade, caracterizado por um espectro de linhas verde e vermelha-alaranjada muitobrilhante. É um dos produtos da fissão nuclear do urânio. O criptônio sólido é branco, deestrutura cristalina cúbica centrada nas faces, igual aos demais gases nobres.Para propósitos práticos, pode-se considerá-lo um gás inerte, mesmo que existamcompostos seus formados com o flúor. Além disso, pode formar hidratos com a água, deforma que seus átomos ficam enclausurados na rede de moléculas de água. Também setêm sintetizado solvatos com hidroquinona e fenol. 3
  4. 4. ABUNDÂNCIA E OBTENÇÃO É um gás raro na atmosfera terrestre, da ordem de 1 ppm. É encontrado entre osgases vulcânicos e águas termais e em diversos minerais em quantidades muitopequenas. Pode-se extraí-lo do ar por destilação fracionada. Na atmosfera do planetaMarte se tem encontrado o criptônio na concentração de 0,3 ppm.COMPOSTOS Já foram preparados, em condições especiais, alguns compostos de criptônio, dosquais o único que forma uma molécula neutra e estável é o difluoreto de criptônio (KrF2).ISÓTOPOS O criptônio natural é constituído por 6 isótopos e foram caracterizados 17 isótoposradioativos. O isótopo Kr-81 é produto de reações atmosféricas com outros isótoposnaturais, é radioativo e tem uma vida média de 250.000 anos. Como o xenônio, o criptônioé extremamente volátil e escapa com facilidade das águas superficiais, por isso é usadopara datar antigas águas subterrâneas ( 50.000 a 800.000 anos ). O isótopo Kr-85 é um gás inerte radioativo de 10,76 anos de vida média, produzidona fissão do urânio e do plutônio. As fontes deste isótopo são os testes nucleares(bombas), os reatores nucleares e o reprocessamento das barras de combustíveis dosreatores. Tem-se detectado um forte gradiente deste isótopo entre os hemisférios norte esul, sendo as concentrações detectadas no polo norte 30% mais altas do que as do polosul.Fonte: www.mundoescola.com.br / imagem: Os vulcões também fornecem o gáscriptônio. 4
  5. 5. PRINCIPAIS APLICAÇÕES: 1. A mistura dos gases, Neônio e Argônio, é responsável pela iluminação das lâmpadas incandescentes e fluorescentes. 2. A mistura citada acima é utilizada nos sistemas de iluminação de aeroportos e, diga-se de passagem, a luz vermelha emitida tem alcance bem maior que das lâmpadas comuns. 3. A iluminação emitida pelos gases Ne e Ar é usada também no cinema, está presente nos projetores cinematográficos e, ainda, na forma de flash fotográfico para fotografar em altíssima velocidade. 4. O laser de Criptônio é usado na medicina para cirurgia da retina dos olhos.OUTRAS APLICAÇÕES: A definição do metro era, entre 1960 e 1983, baseada na radiação emitida peloátomo excitado de criptônio; na verdade, o metro era definido como 1.650.763,73 vezes ocomprimento de onda da emissão vermelha-alaranjada de um átomo de Kr-86.É usado, isolado ou misturado com neônio e argônio: em lâmpadas fluorescentes; emsistemas de iluminação de aeroportos, já que o alcance da luz vermelha emitida é maiorque a comum inclusive em condições climatológicas adversas; e nas lâmpadasincandescentes de filamento de tungstênio de projetores cinematográficos. O isótopo Kr-81m é usado no estudo do pulmão pela medicina nuclear.O crípton-85 é usado em análises químicas incorporando o gás em sólidos, processo noqual se formam criptonatos cuja atividade é sensível às reações químicas produzidas nasuperfície da solução. 5
  6. 6. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS____________________________Enciclopedia Libre– acessado em 14/01/2013 as 13:54__________Los Alamos National Laboratory – Kriptón– acessado em 13/01/2013 as 21:45_____________Argonne National Laboratory - kriptón– acessado em 11/01/2012 as 15:15ROCHA-FILHO, Romeu C.; CHAGAS, Aécio Pereira. Sobre os nomes dos elementosquímicos, inclusive dos transférmios. Quím. Nova, São Paulo, v. 22, n. 5, 1999 . Disponívelem:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010040421999000500022&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 10 Set2007 – acessado em 13/01/2013 as 22:34_________________________www.brasilescola.com – acessado em 11/01/2013 as 16:05_____________________www.mundoeducacao.com – acessado em 11/01/2013 as 22:16 6
  7. 7. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS____________________________Enciclopedia Libre– acessado em 14/01/2013 as 13:54__________Los Alamos National Laboratory – Kriptón– acessado em 13/01/2013 as 21:45_____________Argonne National Laboratory - kriptón– acessado em 11/01/2012 as 15:15ROCHA-FILHO, Romeu C.; CHAGAS, Aécio Pereira. Sobre os nomes dos elementosquímicos, inclusive dos transférmios. Quím. Nova, São Paulo, v. 22, n. 5, 1999 . Disponívelem:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010040421999000500022&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 10 Set2007 – acessado em 13/01/2013 as 22:34_________________________www.brasilescola.com – acessado em 11/01/2013 as 16:05_____________________www.mundoeducacao.com – acessado em 11/01/2013 as 22:16 6

×