Relatorio de metodologia cientifica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Relatorio de metodologia cientifica

on

  • 2,317 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,317
Slideshare-icon Views on SlideShare
2,282
Embed Views
35

Actions

Likes
1
Downloads
4
Comments
0

2 Embeds 35

http://rooseveltfabrantes02.blogspot.com.br 27
http://rooseveltfabrantes02.blogspot.com 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Relatorio de metodologia cientifica Relatorio de metodologia cientifica Document Transcript

    • Universidade Federal do Maranhão Colégio Universitário Curso Técnico de Meio Ambiente Disciplina: Metodologia Cientifica Atividade Avaliativa: Relatório de Aprendizagem apresentado ao Curso Técnico de Meio Ambiente do Colégio Universitário - COLUN, como requisito para a avaliação da Disciplina Metodologia Cientifica ata obtenção e atribuição de nota da Atividade Avaliativa.Lente: Cristiano CapovilaAprendizes: Roosevelt Ferreira Abrantes São Luis – Ma 2011
    • Proposta de Projeto:‘Grafiteiros Ecológicos’ Instituição Proponente: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx – xxx Avenida xxxxx, n°00, quadra 00 – xxxxxxxxxx, xxx – xx Fone: (00) 0000 0000 CNPJ: 00.0000.00000-00 Instituição Realizadora xxxxxxx / xxx-xx Dezembro 2011
    • 2. Identificação da Entidade Proponente Entidade proponente: xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxx xxxxx xxxxxx – xxx; Endereço: rua xxxxxxxx, n°00, quadra 00 – bairro xxxxxxxxx, xxxx xxx– xx; Fone/Fax: (00) 0000 0000 CNPJ: 00.000.000/0000-00 Representantes da Organização: Presidente: xxxx xxxxxxx CPF: 000.0000.0000-00 Secretario – Executivo: xxxxxx xxxxx CPF: 000.00000.0000-00
    • 3. JUSTIFICATIVA Educação Ambiental tem sido um dos temas mais discutidos na atualidade, principalmente quandose trata de falar em sustentabilidade. Em 1987 a Comissão Brutland definiu que desenvolversustentavelmente significa utilizar os recursos hoje disponíveis em benefício da coletividade sem que istocomprometa a utilização destes mesmos recursos pelas gerações futuras. Esses recursos dos quaisfalamos encontram-se disponíveis no nosso meio ambiente. Nesse sentido, temos incansavelmentetrabalhado o tema Educação Ambiental tendo como objetivo maior a missão de transformá-la em valor:qualquer conhecimento apreendido que vise à melhoria do meio-ambiente, seja através de cursos, da arte,da música, enfim, da prática diária de cada cidadão, acarreta em mudança de hábitos, de atitudes e decomportamentos na relação que se estabelece com o meio-ambiente. Essas mudanças podem ser verificadas concretamente em pequenos atos cotidianos, que vão dareflexão individual entre arremessar um saco de lixo em um terreno baldio ou colocá-lo corretamenteacondicionado para a coleta pública aos mega-projetos de desenvolvimento que se inserem e respeitam alegislação ambiental; do ato de jogar uma garrafa PET no mangue a um projeto de reflorestamento erecuperação de um ecossistema. Isso não é uma tarefa fácil! Então, como atingi-la? Como alcançar essameta de mudar hábitos? É com esse objetivo que o Projeto Grafiteiros Ecológicos vem contribuir na conscientização esensibilização dos jovens nas questões ambientais, questões essas que vêm levando o espaço ondevivemos a sérias complicações, tais como efeito estufa, aquecimento global, falta de consciência ecológicae ambiental, poluição visual e estética. A grafitagem é hoje um eficaz meio de comunicação – entendo aquicomunicação como à transmissão e recepção de uma mensagem – que trabalha uma linguagem alternativacompreendida pela juventude que habita os bairros periféricos das grandes cidades. Essas mensagens são repassadas através da arte que se pinta em fachadas, muros escolares eespaços comunitários, dentre outros, fazendo-os conhecer cada vez mais sobre temas específicos darealidade e aumentando as boas práticas no seu próprio habitat. Essas ações vêm contribuindosensivelmente na ampliação da participação sócio-ambiental e na formulação de propostas para ofortalecimento da preservação e conservação do meio ambiente em todos os espaços comunitários esociais. Neste ponto, consideramos que a grafitagem é uma das possíveis soluções são viáveis paraamenizar os riscos que o meio ambiente da área vem sofrendo ao longo do tempo, partindo da idéia dedesenvolver com grafiteiros da própria comunidade figuras de grafite com mensagens de preservação ecuidado com o meio ambiente, lapidando estes jovens a serem protagonistas e ao mesmo tempomultiplicadores ambientais através da arte do grafite.4. OBJETIVO GERAL
    • Contribuir para a minimização de espaços que são utilizadas como depósitos de lixo na área Itaqui-Bacanga através da arte da grafitagem voltada especificamente para a conscientização ambiental edestinação correta do lixo.5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS a) Trabalhar a arte da grafitagem como meio de comunicação de mensagens relacionadas à educação ambiental; b) Utilizar espaços comunitários (muros, fachadas, placas, etc.) como veículos de campanhas de preservação ambiental; c) Fomentar a participação de jovens grafiteiros como multiplicadores da educação ambiental.6. PÚBLICO-ALVO: Moradores do entorno de áreas em Vila Embratel, Vila Bacanga, Anjo da Guarda, Vila Ariri e VilaMaranhão utilizadas como depósitos de lixo ou próximas a estes.7. METODOLOGIA E ESTRATÉGIA  Panfletagem sobre preservação ambiental com os mobilizadores do PROJETO SEMEAR;  Leituras e discussões sobre o tema a ser trabalhado com os participantes;  Contato com jovens das comunidades onde será desenvolvida a grafitagem;  Contato com os proprietários das áreas escolhidas para a aplicação da grafitagem;  Evento de aplicação da grafitagem com apoio dos mobilizadores do Projeto SEMEAR.8. RESULTADOS  Educação ambiental difundida através de grafitagem em muros da área Itaqui-Bacanga  Espaços contemplados com os trabalhos de grafitagem  Grafiteiros envolvidos com as ações de educação ambiental  Grafiteiros das comunidades contempladas envolvidos com as ações de educação ambiental9. DURAÇÃO DO PROJETO:02 (dois) anos10. ANÁLISE DO PROBLEMA:
    • 1. PROBLEMA ⇒ Adolescentes/jovens e suas famílias com práticas inadequadas de destinação dos resíduos sólidos e uso não racional da água.2. CAUSAS ⇒ Pouca informação sobre políticas de preservação do meio ambiente; ⇒ Escolas com pouco enfoque em relação à educação ambiental; ⇒ Falta de campanhas públicas realizadas por parte do poder público com objetivo de preservação do meio ambiente; ⇒ Pouca consciência crítica sobre a problemática ambiental.3. CONSEQUÊNCIAS ⇒ Meio ambiente poluído; ⇒ Crianças, adolescentes, jovens e famílias alheias ao processo de preservação do meio ambiente; ⇒ Comunidade com pouca informação sobre importância a conservação do meio em que vivem. ⇒ Proliferação de doenças em decorrência de prática de higiene inadequada; ⇒ Uso indevido da água potável.4. MEIOS PARA ATUAR NO PROBLEMA ⇒ Capacitação em Educação Ambiental ⇒ Capacitação em Grafitagem ⇒ Seminário, intervenções e Exposições11. CRONOGRAMA DE ATIVIDADESAtividade Maio Junho Semanas 1ª 2ª 3ª 4ª 1ª 2ª 3ª 4ª1. Vila Embratel1.1 ARTICULAÇÃO COM 01/10PROPIETARIOS DOSMUROS
    • 1.2 REUNIÃO COM 02/10PROPRIETARIOS DOSMUROS1.3 VERIFICAÇÃO DO 03/10ESPAÇO PARA PRODUÇÃODO GRAFITES1.4 LEITURA E DISCUSSÃO 04/10DO TEMA A SERTRABALHADO;APRESENTAÇÃO DOS GRAFITEIROS1.5 APLICAÇÃO DA AÇÃO 05/10 08 E(PLANFETAGEM/BATE- 09/10PAPO/GRAFITAGEM)2. Vila Bacanga1.1 ARTICULAÇÃO COM 05/10PROPIETARIOS DOSMUROS1.2 REUNIÃO COM 06/10PROPRIETARIOS DOSMUROS1.3 VERIFICAÇÃO DO 07/10ESPAÇO PARA PRODUÇÃODO GRAFITES1.4 LEITURA E DISCUSSÃO 08/10DO TEMA A SERTRABALHADO;APRESENTAÇÃO DOS GRAFITEIROS1.5 APLICAÇÃO DA AÇÃO 12 a(PLANFETAGEM/BATE- 14/11PAPO/GRAFITAGEM)3. Anjo da Guarda1.1 ARTICULAÇÃO COM 11/10PROPIETARIOS DOSMUROS1.2 REUNIÃO COM 12/10PROPRIETARIOS DOSMUROS1.3 VERIFICAÇÃO DO 15/10ESPAÇO PARA PRODUÇÃO
    • DO GRAFITES1.4 LEITURA E DISCUSSÃO 16/10DO TEMA A SERTRABALHADO;APRESENTAÇÃO DOS GRAFITEIROS1.5 APLICAÇÃO DA AÇÃO 10 a(PLANFETAGEM/BATE- 19/10PAPO/GRAFITAGEM)4. Vila Ariri4.1 ARTICULAÇÃO COM 22/10PROPIETARIOS DOSMUROS4.2 REUNIÃO COM 23/10PROPRIETARIOS DOSMUROS4.3 VERIFICAÇÃO DO 24/10ESPAÇO PARA PRODUÇÃODO GRAFITES4.4 LEITURA E DISCUSSÃO 25/10DO TEMA A SERTRABALHADO;APRESENTAÇÃO DOS GRAFITEIROS4.5 APLICAÇÃO DA AÇÃO 26 a(PLANFETAGEM/BATE- 28PAPO/GRAFITAGEM)5. Vila Maranhão5.1 ARTICULAÇÃO COM 19/11PROPIETARIOS DOSMUROS5.2 REUNIÃO COM 20/11PROPRIETARIOS DOSMUROS5.3 VERIFICAÇÃO DO 21/11ESPAÇO PARA PRODUÇÃODO GRAFITES5.4 LEITURA E DISCUSSÃO 22/11DO TEMA A SERTRABALHADO;APRESENTAÇÃO DOS GRAFITEIROS
    • 5.5 APLICAÇÃO DA AÇÃO 26 a(PLANFETAGEM/BATE- 28/11PAPO/GRAFITAGEM)11. ORÇAMENTOInsumos Und. Valor unitário Quantidade TotalnecessáriosSPRAY ESM UND 10.60 25 265.00SINT.PRETOCOLORGINSPRAY ESM SINT. UND 10.60 25 265.00VERMELHOCOLORGINSPRAY ESM SINT. UND 10.60 25 265.00BRANCO COLORGINSPRAY ESM SINT. UND 10.60 25 265.00AZUL MEDIOCOLORGIMSPRAY ESM SINT. UND 10.60 25 265.00VERDE COLOGINLATEX BRANCO LT 10.30 10 103.00NEVE VERLATEX LTCORANTE AMERELO UND 2.10 25 52.50LIQUIDO XADREZSPRAY USO GERAL UND 11.40 25 285.00ALUMINIO P/ RODASCOLOGINSPRAY ESM UND 10.60 25 265.00SINT.AMARELOCOLOGINSPRAY LUMINOSO UND 17.60 25 425.00AZUL COLOGINBANDEJA P/ PINTURA UND 5.40 05 27.00VERMELHA ATLASTHINNER TOZAN 4116 GL 27.50 02 55.20
    • GLSPRAY USO GERAL UND 11.40 25 285.00MARRON BARROCOCOLOGINMASCARA UND 3.00 16 48.00DESCATAVEL8720P/POEIRA /NEVO3MLIXA P / MASSA 100 UND 0.28 10 2.803MTINTA EM PO PCT 2.80 05 14.00BRANCO NEVEHIDRACOR PTCSUPERCAL DA PCT 3.40 10 34.00HIDRATINTAS 5 KLPINCIL P/ LETRA UND 3.20 02 6.40ARTIST. REF456 Nº16condorPINCEL P/ LETRA UND 3.57 02 7.14ARTIST. REF.456 Nº18CONDORPINCEL P/ LETRA UND 4.60 02 9.20ARTIST.REF.456 Nº20BANDEJA P/PINTURA UND 8.00 04 32.00VERM.GRANDEREF.1534SPRAY USO GERAL UND 11.40 25 285.00BEGE COLOGINSPRAY ESM SINT UND 10.60 25 265.00LARANJAESMALTE SINTETICO LT 10.00 10 100.00PRETO VERLANILLTDLATEX BRANCO LT 58.80 O2 116.00NEVE VERLANYL LTPINCEL P/ LETRA UND 1.30 02 2.60ARTIST.REF456 Nº 02CONDORPINCEL P/ LETRA UND 1.47 02 2.94
    • ARTIST.REF456 Nº04CONDORPINCEL P/ LETRA UND 1.65 02 3.30ARTIST.REF456 Nº06CONDORPINCEL P/ LETRA UND 1.85 02 3.70ARTIST.REF456 Nº08CONDORPINCEL P/ LETRA UND 1.95 02 3.90ARTIST.REF456 Nº10CONDORPINCEL P/ LETRA UND 2.35 02 4.70ARTIST.REF456 Nº12CONDORPINCEL P/ LETRA UND 2.75 02 5.50ARTIST.REF456 Nº14CONDORROLO DE ESPUMA 5 UND 1.90 08 15.20CM CONDORBROXA GRANDE UND 4.20 04 16.80RETANGULARCONDORROLO DE ESPUMA UND 3.80 08 30.4015CM CONDORROLO DE ESPUMA UND 2.10 08 16.009CM CONDORTINTA ACRILICA 3,6LT LT 20.00 10 200.00LAPIS HB UND 3.00 05 15.00LAPIS 2B UND 2.90 05 14.50LAPIS 3B UND 2.00 05 10.00LAPIS 6B UND 2.00 05 10.00PIGMENTO UND 2.50 25 62.50PAPEL CANSON UND 8.00 02 16.00ESTILETES GRANDES UND 2.00 05 10.00ESTILETES UND 2.00 05 10.00PEQUENOSLANCHE UND 1.50 10(P)X30(3) 450.00TRANSPORTE UND 1.70 10(P)X02 POR 30 1.020.00 DIAS
    • GRAFITEIROS UND 200.00 15(GRAFITES)X 3.000.00 200.00TOTAL 9.879,8812. MONITORAMENTO & AVALIAÇÃODescrição sumária Indicadores/metas Meios de verificaçãoObjetivo geral • Situação do espaço - fotosContribuir para a minimização de realização da - vídeosde espaços que são atividade no marco - jornalutilizadas como depósitos de zero/situação do - relatório de avaliaçãolixo na área Itaqui-Bacanga espaço de realizaçãoatravés da arte da grafitagem da atividade após ovoltada especificamente para projetoa conscientização ambientale destinação correta do lixo.Objetivos específicos a.1) Educação ambiental - fotosa) Trabalhar a arte da difundida através de - vídeografitagem como meio de grafitagem em muros da área - jornalcomunicação de mensagens Itaqui-Bacanga em - lista de freqüência dasrelacionadas à educação outubro/07 atividadesambiental; a.2) 05 oficinas realizadas emb) Utilizar espaços 05 bairros até outubro/07comunitários (muros, b.1) 15 (quinze) espaçosfachadas, placas, etc.) como contemplados com osveículos de campanhas de trabalhos de grafitagem atépreservação ambiental; outubro/07c) Fomentar a participação de c.1) 08 (oito) grafiteirosjovens grafiteiros como envolvidos com as ações demultiplicadores da educação educação ambiental atéambiental. outubro/07 c.2) 15 (quinze) grafiteiros das comunidades contempladas envolvidos com as ações de educação ambiental até outubro/07
    • Atividades • 100% do orçamento - orçamento utilizado no projeto - cronograma • 100% das ações de - notas fiscais acordo com o cronograma • 100% das aquisições de bens e serviços de acordo com o orçamento13. Conclusão: Este projeto visa contribuir para a elevação do nível de informação das comunidades da Área Itaqui-Bacanga acerca da importância da manutenção de um meio ambiente comunitário saudável com enfoquena preservação da água, coleta dos resíduos sólidos e promoção do Desenvolvimento Sustentável Comunitário. A preservação do meio ambiente é condição fundamental para a garantia da existência e melhoriada qualidade de vida do ser humano. Através das ações desse projeto almeja-se atingir a participação ativade 10 (dez) comunidades da área Itaqui – Bacanga que estão mais vulneráveis de água potáveis, limpezaurbana, bem como a preservação do espaço em que vivem. O projeto visa alcançar esse objetivo através das ações cursos, oficinas, apresentações eseminários. Sendo no primeiro ano nas áreas de Vila Embratel, Vila Maranhão, Rio Grande, Rio dosCachorros e Porto Grande, sendo estas as comunidades contempladas no primeiro ano. O público alvo doprojeto deste primeiro ano serão 130 participantes (sendo eles adolescentes e jovens de 16 a 24 anos). Nosegundo ano serão as comunidades de Marcanã, Taim, S.Joaquim, Riacho Doce e Residencial Primavera,atendendo o mesmo público alvo e tendo 125 participantes. O projeto terá duração de 02 (dois) ano e parasua implementação serão estabelecidas parcerias com a Associação Comunitária do Itaqui-Bacanga/ACIB. O recurso utilizado para realização do projeto será de patrocínio. A avaliação e o monitoramento doprojeto serão realizados pela Plan, parceiros, e participantes do projeto. Capacitação se dará através deoficinas de informação e capacitações em grafitagem, dança de rua ministrada aos 255 (duzentos ecinqüenta e cinco) participantes com o objetivo de instrumentalizá-los a fim de que estes se tornemreferência, bem como multiplicadores desses conhecimentos.