• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Desafio Aprendizado de Processos Gerenciais
 

Desafio Aprendizado de Processos Gerenciais

on

  • 8,606 views

 

Statistics

Views

Total Views
8,606
Views on SlideShare
8,606
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
68
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Desafio Aprendizado de Processos Gerenciais Desafio Aprendizado de Processos Gerenciais Document Transcript

    • Universidade Anhanguera – Uniderp Centro de Educação a Distância Curso Superior Tecnologia em Gestão PúblicaATIVIDADE AVALIATIVA DESAFIO DE APRENDIZAGEM Disciplina: Processos Gerenciais Prof.Me. Pedro Hiane São Luis-Ma 2011
    • Atividade Avaliativa Desafio de Aprendizagem Disciplina: Processos Gerenciais Prof.Me. Pedro Hiane Atividade Avaliativa: Desafio de Aprendizagem apresentado ao Curso Superior Tecnologia em Gestão Pública da Universidade Anhanguera Uniderp, como requisito para a avaliação da Disciplina Processos Gerenciais ata obtenção e atribuição de nota da Atividade Avaliativa.
    • São Luis-Ma 2011
    • Etapa n° 1:1° PASSOCurso C.S.Tecnologia em Gestão Publica Período 2011/2 LetivoSemestre 2º Sem Disciplina PROCESSOS GERENCIAISNome Tutor NomePresencial Prof° MoisesNome Professor Pedro HianeEADNome Aluno(a) Nome RA Número Roosevelt F. Abrantes 298764 Dilma Duarte 314278 Leonel Pinthon 328859 Thays Sousa 3456792° PASSO Relatório (Conceituação da PLT): 1. O que é Empresa: É um órgão social vivo, sujeito a mudanças continuas, onde ocorre o fenômeno da produção de bens ou serviços. As empresas são organismos sociais que visão ao lucro. Elas funcionam como sistemas abertos, que importam insumos do ambiente externos que são convertidos em saldos ou resultados que retorna ao ambiente e proporcionam a retroação necessária capaz de fornecer a indicação de como a empresa precisa adaptar-se adequadamente ao ambiente. 2. O que é Administrador: O administrador não é um mero supervisor de pessoas, na era da informação, esse profissional deve reunir inúmeras competências, com a finalidade de alcançar resultados, suas
    • habilidades repousam em habilidades conceituais, humanas e técnicas, que precisam ser ajustadas ao nível da organização na qual esta inserida. 3. O que é Ambiente Empresarial: O ambiente representa o contexto no qual as empresas existem e operam. As empresas selecionam e percebem diferentemente as variáveis ambientais mais relevantes para seus interesses e procuram manter certa coerência e consonância em relação ao que percebem em seus ambientes. Uma empresa é constituída de um complexo de condições e fatores externos que envolvam e influenciam todas as empresas em conjuntos (englobando variáveis tecnológicas, políticas, econômicas, legais, sociais, demográficas e ecológicas). 4. O que é Estratégia Empresarial: Constituem o conjunto de objetos e de políticas principais capazes de guiar e orientar o comportamento global da empresa no longo prazo, em relação ao seu ambiente externo. Toda empresa traça seu plano estratégico para lidar com as oportunidades e ameaças ambientais e melhor aplicam suas forças e potencialidades. Os principais componentes da estratégia empresarial são: o ambiente de tarefa, a empresa, e seus recursos e a adequação entre ambos. O planejamento estratégico ainda se apóia em três ápices: analise ambiental, analise empresarial, formulação de estratégias capazes de compartilhar as condições externas do ambiente.3° PASSO Quadro Comparativo:Assunto Definição-fonte Definição-fonte 4 Definição-fonte 3 1(PLT)Empresa É um órgão social Uma empresa é Empresa é um tipo vivo, sujeito a uma pessoa jurídica com específico de organização que se mudanças continuas, o objetivo de exercer caracteriza pelo fato
    • onde ocorre o uma atividade do seu fim último ser fenômeno da particular, pública, ou a maximização dos seus lucros; em produção de bens ou de economia mista, que última análise, numa serviços. As produz e empresa todos os empresas são oferece bens e/ou serviço restantes objetivos organismos sociais s, com o objetivo de são na verdade meios que visão ao lucro. atender a alguma utilizados para maximizar os lucros. Elas funcionam como necessidade humana. No caso de uma sistemas abertos, que O lucro, na visão empresa pública, o importam insumos do moderna das empresas fim último poderá ser ambiente externos privadas, é conseqüência ligeiramente diferente que são convertidos do processo produtivo e o e estar mais associado os em saldos ou retorno esperado pelos objetivos de resultados que investidores. As rentabilidade social. retorna ao ambiente e empresas de titularidade proporcionam a do Poder Público têm a retroação necessárias finalidade de capaz de fornecer a obter rentabilidade social. indicação de como a As empresas podem empresa precisa ser individuais ou coletiv adaptar-se as, dependendo do adequadamente ao número de sócios que as ambiente. compõem.Administr O administrador não A administração, A administração e oador é um mero supervisor também chamada empreendedorismo de pessoas, na era da gerenciamento ou gestã são características informação, esse o de empresas, supõe a comuns da sociedade profissional deve existência de uma humana, e tem uma reunir inúmeras instituição a ser grande importância competências, com a administrada ou gerida, no contexto histórico finalidade de alcançar ou seja, uma Entidade e social. É o ato de resultados, suas Social de pessoas e trabalhar com e competências recursos que se através de pessoas repousam em relacionem num para planejar, habilidades determinado ambiente, organizar, dirigir e conceituais, humanas físico ou não, orientadas controlar o uso de e técnicas, que para um objetivo comum, recursos, para realizar precisam ser estabelecido pela a objetivos tanto da ajustadas ao nível da empresa. Empresa, aqui organização quanto organização na qual significa o de seus membros. esta inserida. empreendimento, os esforços humanos organizados, feitos em
    • comum, com um fim específico, um objetivo. As instituições (empresas) podem ser públicas, sociedades de economia mista ou privadas, com ou sem fins lucrativos.Ambiente O ambiente De acordo com a analise A Análise AmbientalEmpresari representa o contexto do ambiente empresarial, e as técnicas deal no qual as empresas um plano Estratégico avaliação das suas existem e operam. As deve ser adotado para variáveis. Com isso, empresas selecionam manter a sobrevivência e ele pretende e percebem o sucesso da empresa contribuir não só à diferentemente as dependem da sua sintonia compreensão do tema variáveis ambientais com o ambiente. A mas, também, à mais relevantes para dependência da empresa disseminação do uso seus interesses e em relação ao seu destas técnicas nas procuram manter ambiente torna vital um organizações. A certa coerência e esforço permanente de análise do ambiente consonância em monitoramento dos organizacional relação ao que ambientes externo e procura explicar os percebem em seus interno. Análise do efeitos do ambiente ambientes. uma Ambiente é o processo de futuro nas empresa é constituída identificação de organizações. O de um complexo de Oportunidades, Ameaças, entendimento das condições e fatores Forças e Fraquezas que transformações externos que afetam a empresa no ambientais é uma envolvam e cumprimento da sua peça chave para a influenciam todas as Missão. realização de um bom empresas em Plano Estratégico, conjuntos(engloband Oportunidades são pois esta terá maior o variáveis situações externas, atuais possibilidade de tecnológicas, ou futuras que, se antecipar as políticas, adequadamente oportunidades e econômicas, legais, aproveitadas pela ameaças do ambiente sociais, demográficas empresa, podem em constante e ecológicas. influenciá-la alteração. positivamente. Ameaças são situações externas, atuais ou futuras que, se não
    • eliminadas, minimizadas ou evitadas pela empresa, podem afeta-la negativamente. Forças são características da empresa, tangíveis ou não, que podem ser potencializadas para otimizar seu desempenho. Fraquezas são características da empresa, tangíveis ou não, que devem ser minimizadas para evitar influência negativa sobre seu desempenho.Estratégia Constituem o Estratégia Empresarial A Gestão EstratégicaEmpresari conjunto de objetos e pode ser caracterizada tem subjacente umal de políticas principais pela conjugação conjunto de ações, ao capazes de guiar e produto/mercado, isto é, nível administrativo orientar o a especificação dos que possibilitam aos comportamento produtos com os quais a gestores, de uma global da empresa no empresa pretende atingir organização, mantê-la longo prazo, em seus objetivos e dos integrada no seu meio relação ao seu mercados onde ela envolvente ambiente ambiente externo. pretende operar para e na orientação do Toda empresa traça colocá-los ou vendê-los. desenvolvimento da seu plano estratégico sua atividade, para lidar com as Também pode-se assegurando-lhe a oportunidades e entender a Estratégia capacidade de poder ameaças ambientais e Empresarial pela escolha vir a atingir os seus melhor aplicam suas dos vetores de objetivos e a sua forças e crescimento que indicam missão. A estratégia, potencialidades. Os qual direção a empresa nesse contexto, tal principais seguirá, tendo por base como a organização e componentes da sua conjugação o seu ambiente, não é estratégia empresarial produto/mercado algo estático ou
    • são: o ambiente de escolhida, ou sua acabado, antes pelo tarefa, a empresa, e "vantagem competitiva", contrário, encontra-se seus recursos e a ou seja, o perfil de em contínua adequação entre competência da empresa mudança, ambos. O em relação aos seus desempenhando a planejamento concorrentes. função crucial de estratégico ainda se integrar a estratégia, apóia em três ápices: Portanto se Estratégia é a organização e analise ambiental, mobilização de todos os ambiente em um todo analise empresarial, recursos da empresa no coeso, rentável e formulação de âmbito global, visando sinérgico para os estratégias capazes de atingir objetivos a longo agentes que estão compartilhar as prazo, Estratégia diretamente condições externas do Empresarial é o conjunto envolvidos ou ambiente. dos objetivos, porventura finalidades, metas, indiretamente diretrizes fundamentais e influenciados pela os planos para atingir atividade. esses objetivos, postulados de forma a definir em que atividades se encontra a empresa (negócio) que tipo de empresa ele é ou deseja ser (missão).Considerações Finais:Empresa - É um conjunto de meios técnicos, humanos e financeiros,organizados com vista à concretização de um determinado fimeconômico. Administrador - Saber utilizar princípios, técnicas eferramentas administrativas, saber decidir e solucionar problemas, tervisão de futuro. Ambiente Empresarial - O ambiente de umaorganização é composto por forças e instituições externas a ela quepode afetar o seu desempenho. Estratégia Empresarial - É umconjunto de processos usados para gerir uma empresa visando amelhor forma de alcançar a excelência; definição dos caminhos,
    • cursos, programas de ação que serão utilizados para alcançar os objetivos e desafios estabelecidos. Implicações Éticas: Entendemos que o conhecimento a respeito das teorias administrativas; possam agregar informações aos indivíduos e a sociedade. Tornando-os mais conscientes dos processos administrativos, e conseqüentemente serão mais conscientes nos aspectos causados no meio ambiente. Referências Bibliográficas:Chiavenato Idalberto - Administração Pierre Louze - www. Malhatlantica.pt/lmn/definicao_empresa.htm-http://pt.wikipedia.org/wiki/empresahttp://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/o-que-eseradministrador/40607/http://www.meuartigo.brasilescola.com/administração/oadministrador.htmhttp://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/O%20Perfil%20do%20administrador%20no%20presente.htmhttp://www.gpeari.min-financas.pt/relacoes-internacionais/assuntoseuropeus/mercado-interno -europeu / ambiente - empresarial Toffler Alvinhttp://www.strategia.com.br/Estrategia/estrategia.htm Francisco VelezRoxo e Humberto Fernandes Gonçalves/ 16/05/2007http://www.portaldomarketing.com.br/Artigos/Estrategia_Empresarial.htmwww.strategia.com.brhttp://www.unimep.br/phpg/mostraacademica/anais/4mostra/pdfs/572.pdf.Etapa 2: Processo Administrativo: Planejamento.Introdução: Este trabalho tem como objetivo definir e compreender o que éPlanejamento, para orientar e administrador a ter resultados satisfatóriosdentro de sua empresa. Também é relevante comparar e esclarecer a seusadministrados, todos os procedimentos administrativos, tais como planejar,organizar, coordenar e controlar, possibilitando ao ambiente organizacionalsua fluidez, cabendo um planejamento continuado de seus objetivosdefinidos.
    • Desenvolvimento do Planejamento:É a ação administrativa, que tem como objetivo elaborar ações para atingiras metas da empresa. E são divididas em três etapas: • Planejamentoestratégico: é o planejamento onde envolve toda a empresa como umsistema único e aberto. È projetado a longo prazo, envolve toda a empresa,é definido pela cúpula da empresa e é voltado para a eficácia daorganização. • Planejamento tático: é a função administrativa quedetermina e orienta antecipadamente o que se deve ou não fazer paraalcançar os objetivos da empresa. • Planejamento operacional: é o plano deação onde se determina e orienta como se devem executar as tarefas. Éprojetado para um resultado imediato, para o alcance de metas específicas epara uma eficiência imediata. Considerações Finais:O Professor Tutor Roberto Shinyashiki analisa a importância da visão dofuturo, onde um empreendedor vê oportunidades e desafios, onde a maiorianão vê nada ou vê somente problemas. O Professor Tutor Paulo Barreto dosSantos analisa a importância de se planejar em todos os níveis de umainstituição ou em qualquer atividade humana ou pessoal, para o alcance deseus objetivos e metas. No PLT onde o autor é Idalberto Chiavenato,analisa a importância de se planejar com visão no futuro, e seguindo os trêsníveis de planejamento: estratégico, tático e operacional, para o alcance dosobjetivos da empresa que quer ter sucesso no mercado. Implicações Éticas:A aplicação do planejamento dentro de uma organização, traz benefíciospara toda a sociedade, pois uma empresa bem organizada produz produtosou serviços de qualidade, que geram riquezas. Referências bibliográficas:Veja o futuro antes dos outros. Planejamento Estratégico aplicado à micro epequenas empresas. Disponível iki2 acessado em 26 de setembro de 2010.O desafio do administrador do futuro. Disponível em:h/www.artigos.com/artigos/sociais/administracao/planejamento-econtrole-751/artigo/ , acessado em 26 de setembro de 2010. Chiavenato, Idalberto.Administração/Idalberto Chiavenato. – Rio de Janeiro: Elsevier; São Paulo:Anhanguera,2010.em:http://www.planestrategico.com.br/index.php?lingua=1&pagina=shinyash
    • Etapa 3: Processo Administrativo: OrganizaçãoPlanejamento é um plano de ação futura onde determina e estabelece osobjetivos á serem atingidos antecipadamente de que forma devem seralcançadas. Organização tem a função de reunir e disponibilizar todos osrecursos e competências para que o planejado tenha condição de serexecutado e transformado em resultados satisfatórios.Planejamento da tarefa: Estamos promovendo um bingo beneficente paraarrecadar fundos para “Casa de Apoio Longa Vida”, associação que abrigamulheres portadoras do câncer de mama. Para tanto, desenvolve açõeseducacionais, recreativas, de integração social e lazer, visando ao bem-estardas pacientes que participam da Casa de Apoio.Etapa 1: Arrecadar o maior número possível de doações para o evento, taiscomo: Para Sorteio: Eletroeletrônicos; Frangos e vinhos; Cestas dealimentos; Cestas de higiene; e Outros.Para as barracas: Ingrediente para bolo; Ingrediente para pasteis;Ingrediente para torta; Carne para churrasco; BebidasPara o Evento: Cartelas com 50 números; Canetas; Pratos e coposdescartáveis; Material de limpeza; e Outras.Etapa 2: Junto com a Associação desenvolver um documento “Oficio dedoação” para levar nas indústrias e nos comércios da cidade em busca deofertas, em troca divulgar o nome da empresa durante o Evento. O bingoserá realizado no dia 16 de Outubro de 2011 ás 16h30min, na Associaçãodos Moradores da Vila Embratel, localizada na Avenida Sarney Filho, Nº33- Bairro da Vila Embratel na Área Itaqui-Bacanga, para maioresinformações (98) 3228-2754.Etapa 3: Colar cartazes de informativo sobre o evento nos pontoscomerciais, divulgação na rádio e nos ônibus da cidade.Etapa 4: Montar equipes para trabalhar no evento. Barracas; Bingo;Limpeza e Segurança; e AnimaçãoOrganização da tarefa: A associação disponibilizou apenas o local para oevento e as barracas. • Roosevelt: Responsável por todo material necessáriopara a realização do bingo. • Leonel: Responsável em arrecadar todas asdoações para o evento. • Thaisa: Responsável em encontrar voluntários
    • para trabalhar no evento, • Dilma: Responsável na divulgação e animaçãodo bingo. Considerações finais:Através do bingo a Associação terá mais fundos lucrativos, para a melhoriaem geral. Trazendo benefícios para as pacientes, podendo ajudar na comprade medicamentos, perucas, próteses mamárias externas e produtos dehigienização pessoal. Deixando a Associação com ambiente mais agradávele as pacientes com alegria e prazer de viver. Implicação Ética:O conhecimento de todos os processos administrativos junto com asorganizações ajuda e agrega valores na sociedade e para o individuo. Sendoassim as empresas de hoje conscientes com a reciclagem do lixo, cuidadoscom a grama e a poluição causada, com tudo isso os indivíduos serão aindamais conscientes em estar protegendo e cuidando do meio ambiente.Etapa 4: Processos Administrativos: Direção.Direção, o nível institucional corresponde ao nível organizacional maiselevado da empresa e se situa na periferia da organização, isto é, na camadaorganizacional da empresa que se defronta com o ambiente externo. Afunção administrativa de direção no nível institucional da empresa éresponsável pela condução e pela orientação da ação empresarial por meioda dinamização das atividades realizadas em rodas as áreas e níveis daempresa. O grupo estabeleceu cada etapa da organização dessa forma:Discutimos qual seria a melhor forma para agregar valores para aAssociação de Mulheres portadoras de câncer, para trazer mais benefícios,melhorias e qualidade de vida para essas mulheres. Dilma: ficouresponsável pela realização do bingo e da compra de materiais. Thaisa:ficou responsável em arrecadar todas as doações para o evento. Roosevelt:ficou responsável pela convocação de voluntários para trabalhar no evento.Leonel: ficou responsável pela divulgação do bingo. O trabalho foidirecionado para fins lucrativos da associação, e foi uma decisão do grupotodo de como fazer, a divisão das tarefas, as metas a serem cumpridas paraa realização do bingo e ter o sucesso almejado.
    • Considerações Finais:Para um planejamento e uma ação acontecer, é preciso direcionar todas asetapas que a organização terá que seguir: Valores, Missão e Visão. A visãofaz com o que o indivíduo sempre esteja alerta para aproveitar asoportunidades. Ele consegue ver além do horizonte, pois enxerga o mundocomo poderia ser. Implicações Éticas:A organização e a direção como ferramenta de trabalho para a realização deum evento, traz benefícios para toda a sociedade e para as pessoas quereceberão tais benefícios. Referências bibliográficas:Chiavenato, Idalberto. Administração/Idalberto Chiavenato – Rio deJaneiro: Elsevier; São Paulo : Anhanguera, 2010. “Por que as ferramentasgerências podem falhar”, do Prof. Sérgio Tittanegro, disponível no site doSare(publicaçõesAnhanguera):www.unianhanguera.edu.br/index.php/rcger/artcle/view/7371 em 28 de setembro de 2011, acessado. Etapa 5: Processo Administrativo: Controle.Introdução:Controle EmpresarialO Controle Empresarial requer uma ferramenta de grande relevância para ocontrole da gestão, pois, a cada dia que passa o fluxo de informações dentrode uma empresa fica maior e mais complexo, tornando difícil a tomada dedecisão. A empresa moderna precisa de um contador altamente qualificadoe ativo no sistema, nos processos, gerando informações para servirem debase para tomadas de decisões. O sistema organizacional moderno, quequer sobreviver, competir e expandir necessita de profissionais queconsigam ter uma visão ampla, aplicando princípios sadios, que abrangemtodas as atividades empresariais, desde o planejamento inicial até aobtenção do resultado final. É necessário, que as empresas busquem adotarmetodologias de trabalho que sejam dinâmicas e que lhes proporcionemmaior competitividade, velocidade e baixo custo. Teorizar esse conteúdoevidencia a dificuldade de se combinar tecnologia e talentos, pois,disseminar conhecimento e estar à busca constante da qualidade total na
    • produção, com agilidade, compromisso com a sociedade e antenado para aconcorrência globalizada, constitui um grande desafio à eficiência e àeficácia da moderna gestão. Este novo cenário permite a utilização deferramentas que irão tornar disponível ao tomador de decisões asinformações necessárias para aumentar o controle e o conhecimento do seunegócio, bem como demonstrar o efeito de cada componente de custo oureceita na análise dos resultados empresariais. Uma nova frente de trabalhose abre com este novo papel, que está além das aplicações rotineiras dacontabilidade colocando o contador em uma nova postura junto ao seucliente para estabelecer estratégias para melhorar os pontos fortes e fracos enortear uma nova rota a seguir. A atualidade direciona o sucesso dequalquer organização empresarial para as mãos do gestor que apresentar acapacidade e a sensibilidade para eliminar fronteiras que separem pessoas,tarefas e lugares em prol da eficácia de todo o sistema.Controle de EmpresaPara que serve o controle? E porque planejar? Para verificar os detalhes,prevenir erros, padronizar a qualidade de produtos e serviços, avaliar odesempenho das pessoas. É preciso planejar sempre, para obter a buscapelos resultados.Controle Estratégico: O controle no nível institucional da empresa,denominado controle estratégico ou controle organizacional, envolve toda atotalidade da empresa, direcionado a longo prazo. As características queidentificam o controle estratégico dentro de uma empresa são: nível dedecisão, dimensão de tempo e abrangência. Visa atender duas finalidades:correção de falhas e prevenção de novas falhas e erros. Existem as fases docontrole organizacional que são: estabelecimento de padrões, avaliação dodesempenho organizacional, comparação do desempenho ou resultado compadrões e ação corretiva.Controle Tático: O controle exercido no nível intermediário das empresasé o controle tático, também denominado controle departamental ou controlegerencial. E direcionado para médio prazo ou para o exercício contábil, emgeral de 12 meses de duração. Existem vários tipos de controles táticos, istoé, de controles efetuados no nível intermediário das empresas. Os tipos decontroles táticos mais importantes são: o controle orçamentário, oorçamento programa e a contabilidade de custos.
    • Controle Operacional: É o subsistema de controle realizado no nível deexecução das operações. Seu objetivo é mediatista e focado no cotidiano daempresa: avaliar e controlar o desempenho das tarefas e operações a cadamomento. Em resumo, o controle operacional é o subsistema de controleefetuado no nível mais baixo da organização empresarial, é direcionadopara curto prazo e para ação corretiva. A ação corretiva incide sobre aprópria tarefa ou operação realizada. Pode, porém, também ser feita pormeio de quatro tipos de intervenção no nível operacional: reavaliação erevisão do planejamento, da organização, da direção ou ainda do própriocontrole. Os principais tipos de controle operacionais são: a produção emlinha de montagem, controle de estoques, programação just-in-time, osquadros de produtividade, a automação e o controle de qualidade.Controle do Administrador: O administrador, precisa conviver com arotina e com a certeza do dia-adia do nível operacional, ou com oplanejamento, a organização, a direção e o controle das atividades de seudepartamento ou divisão no nível intermediário. Ainda com o processodecisório no nível institucional voltado para a incerteza e para ascontingências, oportunidades, ameaças e restrições do ambiente externoque a empresa pretende servir. O trabalho do administrador é procurarmanter a organização, superando as ameaças e perigos. Ele pode produzirbons resultados em uma organização e não conseguir em outra, sendonecessário se ajustar aos objetivos futuros. Em administração, isso significaque a empresa precisa estar sempre em mudança para ficar sempre nomesmo lugar, no primeiro lugar na cabeça do cliente.Controle do Ambiente Empresarial: O ambiente é extremamentecomplexo: as empresas vivem em um mundo humano, social, político eeconômico em constante mudança. O ambiente de tarefa, que é o ambienteespecifico, e imediato de cada empresa, constitui o meio especifico eparticular de cada empresa tomada individualmente e que lhe é maisimediato e relevante (englobando consumidores ou usuários, fornecedoresde recursos, concorrentes quanto a consumidores e fornecedores, além dosgrupos reguladores). O ambiente representa o contexto no quais asempresas existem e operam.O ambiente geral é constituído de um conjuntoamplo e complexo de condições e fatores externos que envolvem einfluencia difusamente todas as empresas. Ao lidar com o ambiente aempresa passa a lidar com a incerteza e com a imprevisibilidade. Todaempresa faz parte integrante do seu ambiente. A analise ambiental é oestudo das diversas forças do ambiente, as relações entre elas no tempo eseus efeitos sobre a organização. Reconhecimento do ambiente de tarefa:Quais são os clientes; Quais são os fornecedores; Quais sãos osconcorrentes e Quais são as agencias regulamentadoras.
    • Considerações Finais:O Artigo Acadêmico - Tema: Controle Vantagem competitiva por meio dagestão de custos, Roberto Zelioli Junior, Alessandra Cristina Fahl. Resumeeste estudo de caso, descreve a gestão de custos como uma vantagemcompetitiva importante na administração de qualquer empresa e suautilização pela direção proporciona uma visão estratégica refinada daoperação. A competitividade é uma característica que impacta diretamentena lucratividade do empreendimento. Assim, a busca de todo empreendedoré a obtenção de lucro, o que fomenta a competitividade, a qual passanecessariamente por aspectos internos que envolvem o planejamento, ocontrole e a análise de custos. Para o desenvolvimento desse trabalho foirealizada uma visita a uma empresa de móveis para escritórios onde asinformações coletadas e discutidas com o entrevistado permitiram constatarque a aplicação de metodologias para cálculo dos custos é de relevânciasignificativa à formação dos preços de venda.Obs. Aqui esta parte do planejamento tático, aplicado em uma organização.Um controle orçamentário, que constitui um sistema que busca definir,antecipadamente as despesas e custos fixos e variáveis, a serem incorridosno exercício contábil da empresa por departamento ou unidadeorganizacional. Implicações Éticas:O Controle da cultura organizacional e das relações de poder dosfundadores empresariais Walter César Camuri. Resume os temas cultura epoder organizacionais, atrelados à figura dos fundadores empresariais, têmsido objetos de muitos estudos, e reunido conceitos e idéias, bem comoprovocado interpretações a respeito do que realmente significam dentro doambiente organizacional. Observa-se assim, a ampla existência dedefinições quanto ao tema, bem como também as múltiplas posturasadotadas para o alcance do desempenho por meio da constituição destasculturas e das relações de poder inerentes. A figura dos fundadoresempresariais como transmissores de suas motivações e projetos pessoais,no desenvolvimento da organização, tem contribuído para a análise dopoder e da importância destas culturas.Obs: Ela parte dos problemas que emergem em nossa vida individual ecoletiva. Ora, a reflexão ética brota deste contexto como uma espécie derevisão, ou seja, trata-se de se perguntar sobre a validade dos princípios que
    • subjazem implicitamente às ações individuais e coletivas e às instituiçõespor elas produzidas. Referencias Bibliografias:CHIAVENATO, Idalberto. Administração: teoria, processo e pratica. 4 ºed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007, v.1. (PLT) Willian H. Newman. Açãoadministrativa: as técnicas de organização e gerencia. São Paulo: Atlas, p.394-396 Idalberto Chiaveneto. Recursos Humanos: O Capital Humano dasOrganizações. São Paulo: Atlas 2004. Etapa 6: Administração da Ação Empresarial.1º Artigo:O trabalho do Gerente Executivo na Empresa: A construção desse mercadofuturo se dará pelo preparo das empresas em suas competências essenciais.No entanto, muitas vezes, nem mesmo grandes empresas têm apossibilidade de construir o futuro; menor chance quando pensadas aspequenas empresas; talvez, com exceção daquelas de alta tecnologia. Aprópria história do Pensamento Administrativo é um relato das soluçõesgerenciais encontradas pelas mega organizações para problemas concretospor elas enfrentados. Aqui podemos incluir a roda de trabalho em equipe,onde precisa ter os fatores de desempenho que são: Assessoria; Inovação;Promoção.Desenvolvimento: Organização.Administrador: Com administradores, capacitados podemos criar riqueza elevar o bem estar às pessoas em uma determinada organização, empresapublica, privada como também instituições sem fins lucrativos. É preciso,preparar, capacitar, e fundamentar o ensino dos administradores em suasatividades de trabalho. Partindo de uma entrega do administrador para umaorganização, será uma eficácia a formação e treinamentos dosadministradores, dependendo de sua doação. Para o autor estes papéis emconjunto formam o cargo administrativo. No entanto, dizer que os papéisformam um todo integrado, não é dizer que todos os administradores dãoigual atenção a cada papel. Quanto, mais o administrador se preocupar emsaber ou aprender a fazer as coisas (habilidades de executar), mais eleestará se preparando para atuar no nível operacional da empresa. Quantomais se preocupar em desenvolver conceitos (habilidades de pensar e
    • diagnosticar), mais ele estará preparando para atuar no nível institucionalda empresa.Ambiente Empresarial: As escolhas individuais na organização podem serinfluenciadas, pela determinação de algumas premissas decisórias (critériosem que se baseiam as decisões). Entender o comportamento da organizaçãoestudando a maneira em que as pessoas decidem e como a administraçãopode influenciar num processo. Na proposta do autor não visa substituir aeconomia pela psicologia como base para uma teoria organizacional, ”nasua visão a organização é um sistema de decisão onde a pessoa participa deforma racional e consciente, escolhendo entre alternativas mais ou menosracionais”. Simon caracteriza a organização como um sistema socialcooperativo, onde as pessoas interagem de forma coordenada (pelosgerentes), na busca de objetivos. Comuns sempre com ameaças externas,onde não devem existir conflitos de natureza interna, tornando se umaabordagem conservadora e antiquada, pois entende o desequilíbrio comoum mal indesejado ao sistema cooperativo, implicando que as diferenças deinteresses não são aceitáveis pela teoria do equilíbrio.Estratégia Empresarial: Tendo em vista que a organização, campocaracterístico da ação administrativa, é uma realidade de altacomplexidade, grande interdependência e rápida mudança, são os modelosanteriores deficientes em representar a realidade. Para enfrentar tal situaçãoexiste a perspectiva do diagnóstico organizacional, isto é, diagnósticobaseado na representação dos principais componentes de uma organização.A importância deste enfoque é ainda maior ao se considerar que “não háprocedimentos organizações”. A organização é um todo; a organização éum conjunto de partes em constantes inter-relacionamentos; a organizaçãoé orientada para finalidades; a organização está em interdependência com oambiente. Para tanto a estratégia pode ser ofensiva, defensiva, analítica,dependendo de como lidar com os três problemas mencionados. Aestratégia empresarial pode ser avaliada de acordo com um conjunto decritérios empresariais.2º Artigo:Aplicação de ferramentas na gestão de processos da organização. Empresa:Um dos principais fatores no desempenho de uma organização, consiste naobtenção da eficiência operacional, em relação aos concorrentes quepossibilite oferecer produtos e serviços, diferenciados no mercado. Todaempresa necessita de recursos para poder funcionar e alcançar objetivos. Osrecursos são os meios empregados para possibilitar as ações e operações da
    • empresa e proporcionar eficiência e eficácia no alcance dos resultadosdesejados.Administrador: Cabe aos lideres proporcionar um ambiente para a criaçãode sistemas e reflexão e estimular, discutir os modelos mentais,desenvolver a inteligência coletiva, da organização.Ambiente Empresarial: A competitividade e as mudanças no ambienteexterno proporcionam as organizações, não somente uma necessidadeestratégica, mas sim uma necessidade no sentido de aprendizado emresposta, as transformações globais. O campo do aprendizado é oaperfeiçoamento da capacidade individual com o desejo de trabalhar emconjunto para criar um novo conhecimento.Estratégia Empresarial: Criar condições numa organização para que elafuncione. Permitindo que todo o processo de decisão seja feito no maiscurto espaço de tempo, garantindo que o problema seja resolvido: Criaruma equipe e trabalhar com ela. Descrever o problema do cliente interno eexterno. Identificar todas as causas possíveis. Escolher e verificar açõescorretivas permanentes. Implementar as ações corretivas permanentes. Considerações Finais:Conforme a tecnologia apresenta mudanças ou característica diferentes,todo o processo administrativo precisa sofrer mudanças e ajustamentos,principalmente no nível operacional. E, assim, quando a empresa mudaseus objetivos em função de todas essas mudanças, ela também muda a suaestratégia empresarial para melhor atingi-los. Sempre que a estratégiaempresarial apresenta mudanças e características diferentes, todo oprocesso administrativo precisa sofrer mudanças e ajustamentos em suatotalidade, podendo variar de um nível para outro, consoante à ênfase namudança estratégica esteja voltada para o ambiente ou a tecnologia.Situação Real, sobre a atuação do administrador. A sorveteria, Água naBoca, existente há três anos, no mercado, se preocupa com suas vendas nosdecorrentes invernos. O administrador precisa controlar os gastos, paragarantir seu caixa nesta temporada de ano, ele precisa controlar os gastos,para a empresa não entrar no negativo, terá que planejar uma forma, ummeio de preparar um produto para alavancar suas vendas neste período.Sendo assim, o administrador ira se preparar para estas mudanças e assimmotivar-se com o alinhamento do caixa.
    • Texto 1. Considerações Finais:O administrador, precisa estar focado na busca de informações,contribuindo para o crescimento da empresa. A estratégia da açãoempresarial de todo processo administrativo de planejar, organizar, dirigir econtrolar. O administrador, precisa estar preparado, para sofrer mudanças eajustamentos no nível institucional da empresa.Texto 2. Considerações Finais:O administrador é aquele que busca informações para implantar em umaorganização, deve estar sempre atualizado, é quem decide e faz a diferençaacontecer no meio empresarial. Tem que estar a frente do planejamentopara obter um resultado imediato. Em toda sua atividade, ele vai ter quedecidir e fazer, pois o administrar significa tomar decisões, definir entre asvarias alternativas, o melhor curso de ação. O administrador vai sedefrontar com situações que exija tomar determinada decisão. Deverasempre decidir o que fazer quem deve fazer, quando, onde e muitas vezes,como fazer. Terá que ter habilidades para enfrentar e resolver os problemasque vira pelo caminho, mas sempre terá que ter o propósito de tomar umacorreta e eficaz decisão. Implicações éticas:A gestão ética influencia no comportamento dos stakeholders internos e natomada de decisão, nas atividades da organização onde o conceito ético temque ser analisado sobre o conflito de valores, sendo orientam a tomada dedecisão na relação, com os colaboradores de uma determinada organização,em que os valores foram construídos por meio de éticas consistentes eapóiam instrumentos da gestão ética que valorizam e apóiam os dilemaséticos da organização de modo a incorporar os valores da culturaorganizacional. Referencias Bibliografias:OLIVEIRA, D.P.Rde. Planejamento Estratégico: Conceitos, Metodologia ePraticas. São Paulo: Atlas, 1998. INSTITUTO ETHOS. Formulação eImplantação de Código de Ética em Empresas. Instituto Ethos de Empresase Responsabilidade Social, São Paulo, 2000. Disponível em: . Acesso em:22 nov. 2001. • PASSOS, Elizabete. Éticas nas Organizações. São Paulo:Atlas 2004.