Apresentação rui
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentação rui

on

  • 526 views

 

Statistics

Views

Total Views
526
Views on SlideShare
466
Embed Views
60

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

4 Embeds 60

http://sinaisdefuturo.blogspot.com 35
http://sinaisdefuturo.blogspot.pt 22
http://www.sinaisdefuturo.blogspot.com 2
http://sinaisdefuturo.blogspot.ch 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação rui Apresentação rui Presentation Transcript

  • Rui Melo, 9 de Maio de 2011, S. João da Pesqueira O meu testemunho...
  • Quem sou? O meu nome é Rui Melo, tenho 25 anos Nasci em Viseu, no dia 25 de Abril de 1986, com Paralisia Cerebral A Paralisia Cerebral é uma perturbação do controlo da postura e movimento que resulta de uma anomalia ou lesão que atinge o cérebro em desenvolvimento, afectando algumas funções básicas. A mim afectou os membros do lado direito, a fala, a postura e movimentos.
  • Quem sou? Frequentei o Jardim de Infância e a escola até ao 9ºano. Fiz o curso de Secretariado Administrativo, na Associação de Paralisia Cerebral de Viseu (APCV). Vivo em Viseu com os meus pais e um irmão mais novo. A minha família sempre me deu apoio, aceitam-me como eu sou e têm-me ensinado a lidar com as minhas limitações.
  • Não foi fácil aceitar as minhas diferenças face às outras crianças e jovens da minha idade. Ainda hoje sinto que essas diferenças me ferem de uma forma quase que involuntária. Mas vou tentando superar...
  • Porque nasci assim? Será que foi por ter nascido no dia da Revolução dos cravos? Porque é que tenho tantos obstáculos pela vida fora? Porque é que Deus não me ajuda a gostar de mim mesmo, como eu sou, e a usufruir da vida que tenho? Porque é que não encontro uma companheira para mim? As minhas dúvidas
  • São várias as vezes que não compreendo muita coisa à minha volta. Chego a revoltar-me porque existem situações que me levam a pensar que ninguém me compreende, que ninguém sabe aquilo que eu sinto, que ninguém quer realmente ajudar-me. Ao mesmo tempo, eu sei que sou muito fechado dentro de mim próprio, e que nem sempre deixo que as pessoas se aproximem de mim. As minhas dúvidas
  • Houve dias em que pensei desistir, por ver que iria ser muito difícil continuar o caminho que tinha à minha frente.... Mas, a verdade é que existe uma força dentro de cada um de nós, que é capaz de nos transformar e fazer com que vençamos tudo. Basta ACREDITAR NAS NOSSAS CAPACIDADES! A minha luta...
  • Estágio e trabalho numa Tipografia, durante 7 meses Voluntariado: no Centro Social de Rio de Loba, na Cruz Vermelha e no Hospital de S. Teotónio (Serviço de Pediatria) O meu contacto com o mundo do trabalho
  • Neste momento... Estou na APPACDM desde Abril deste ano, a frequentar um curso de Formação Profissional, na área de Empregado de Andares. Está a ser uma boa experiência para mim, conheci novas pessoas e sinto-me activo e útil.
  • Neste momento... Nas actividades práticas, aprendo: a dobrar e seleccionar roupa a usar as máquinas de lavar e secar roupa,
  • a passar a ferro, a arrumar e fazer limpezas Neste momento...
  • Neste momento... Além da parte prática, tenho formação em sala, onde falamos de Língua Portuguesa, Matemática, TIC, Cidadania e outros temas que me ajudam na vida prática.
  • As mudanças... Hoje aceito-me melhor como eu sou e dou valor àquilo que sou capaz de fazer. Estou mais estável, compreendo melhor os outros e sou melhor compreendido. Tenho mais amigos, convivo mais e o coração voltou a bater por alguém... Sinto-me útil e que sou capaz de fazer o mesmo que outros jovens da minha idade.
  • Algumas relações vividas ao longo da minha vida, umas correspondidas outras não, umas que correm bem e outras não, como acontece a qualquer pessoa! Eu e os Afectos Sou um pouco tímido a falar dos meus afectos e tenho alguns medos... Falamos sobre este tema na Formação Profissional, acho que é importante ter informação para estar melhor preparado. É com os amigos que me sinto mais à vontade para falar destes assuntos.
  • Eu e os Afectos Na TEORIA a sexualidade devia ser vivida da mesma forma que as pessoas que não têm deficiência ou incapacidades.
    • MAS... no meu dia a dia deparo-me com obstáculos e medos que me impedem de me relacionar intimamente:
    • Medo de rejeição,
    • Medo de amar e não ser amado da mesma forma,
    • Medo que “do outro lado” não aceitem as minhas diferenças.
    No entanto, penso que tenho direito a viver a sexualidade e os afectos como qualquer pessoa!
  • Sentimentos Às vezes fico FURIOSO! Quando gozam comigo e me rejeitam.
  • Sentimentos Às vezes fico TRISTE e FRUSTRADO! Quando não consigo alcançar os meus objectivos.
  • Sentimentos Às vezes sinto-me DIFERENTE! Mas... todos nós somos!...
  • Sentimentos Mas também tenho momentos de FELICIDADE! Quando ultrapasso as “montanhas” do dia a dia. Quando recebo “mimos” e dizem bem de mim. Quando estou bem comigo e com os outros.
  • A vida pode não ser igual para todos, mas mesmo sendo cheia de obstáculos, estes são um desafio. Assim, se quisermos vencer teremos que lutar todos os dias. É o que eu tenho feito diariamente, como o nascer do sol... Em vez de desistir da vida, de desistir de lutar e resumir a minha existência a estar fechado em casa, dei a volta por cima e hoje consigo ter uma vida minimamente activa. ACREDITANDO EM NÓS conseguimos chegar aos nossos objectivos! Pensamentos
  • Mas para continuar a lutar é preciso que os outros: ACEITEM as minhas diferenças, ACREDITEM nas minhas capacidades e surjam OPORTUNIDADES DE IGUALDADE. Pensamentos
  • Espero... Ter oportunidade de mostrar à sociedade aquilo que sou capaz de fazer, mudando a forma ainda preconceituosa da sociedade olhar a pessoa com deficiência.
  • Espero... Encontrar o meu par e construir a minha própria família. Este é o meu sonho e o meu desafio!...
  • Espero... Que o meu testemunho de vida sirva de exemplo para outras pessoas com problemas, para que não desanimem perante as dificuldades e não desistam de lutar pelos seus objectivos.
  • Em jeito de conclusão... A vida é como uma rosa, para chegar à flor é necessário passar por alguns “espinhos” (no trabalho, na família, nas relações...), mas o importante é viver cada momento aceitando as nossas diferenças. (Rui Melo)
  • TRABALHO REALIZADO POR Rui Melo Alice Tomás Obrigado a todos!