Bolsa de resíduos camargo corrêa

1,237 views
1,105 views

Published on

Apresentação do programa de Bolsa de Resíduos da construtora Camargo Corrêa

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,237
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Bolsa de resíduos camargo corrêa

  1. 1. BOLSA DE RESÍDUOS Junho / 2012
  2. 2. Temas1. Política Nacional de Resíduos Sólidos2. Resíduos sólidos na construção civil pesada3. Bolsa de Resíduos 2
  3. 3. Política Nacional de Resíduos Sólidos 3 3
  4. 4. Política Nacional de Resíduos SólidosEstrutura da Política Nacional de Resíduos Sólidos:implementação e regulamentação.• Resíduos ≠ Rejeitos• Destinação final ≠ Disposição final• Plano de Gerenciamento• Logística Reversa• Responsabilidade Compartilhada Resíduo Coprocesso Rejeito Redução Reuso Destinação Disposição Reciclagem Tratamento Disposição 4
  5. 5. Política Nacional de Resíduos Sólidos Logística ReversaCONSUMIDORES Efetuar a devolução após usoEfetuar a devolução dos COMERCIANTES /produtos e embalagens DISTRIBUIDORESreunidos ou devolvidos FABRICANTES / Dar destinação adequada IMPORTADORES 5
  6. 6. Política Nacional de Resíduos Sólidos Logística ReversaArt. 33. São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logísticareversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de formaindependente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduossólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de:I - agrotóxicos, seus resíduos e embalagens;II - pilhas e baterias;III - pneus;IV - óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens;V - lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;VI - produtos eletroeletrônicos e seus componentes.2° Passo - Fabricantes de EmbalagensI - PlásticoII - MetálicosIII - Vidro 6
  7. 7. Resíduos sólidos naconstrução civil pesada 7
  8. 8. Resíduos sólidos na construção civil pesadaColeta de Resíduos de Construção e Demolição – RCD 8
  9. 9. Resíduos sólidos na construção civil pesadaGeração Média de Resíduos61.380 kg / dia1.841.270 kg / mês 9
  10. 10. Bolsa de Resíduos 10 10
  11. 11. Bolsa de Resíduos Sucata Metálica (90%) CCCC - Geração Média Mensal (ton) Principais Obras - Geração Média Mensal (ton) 783.81 672.68 Jirau 526.0 Ponte do Rio Negro 60.4 Foz do Chapecó 44.7 42 ton/Obra 26.57 REPAR 31.4 35.38 Eclusa de Tucuruí 30.5 Sucata Metálica Madeira Plástico Papel Madeira (80%) REPAR 304.0 Jirau 91.5 Destinação de Resíduos Metrofor 52.1 34 ton/Obra Barro Alto 47.8Sucata Metálica – Venda a sucateiros Fosfértil Fase III 45.5 Plástico (80%)Madeira – Custo com doação para queima On Shore 9.5 REPAR 8.6Plástico – Custo com doação para reciclagem 1,5 ton/Obra TFPM 5.4Papel – Custo com doação para reciclagem Fosfértil Fase III 3.4 Mineroduto Minas Rio 2.3 Geração e Destinação Papel (80%) REPAR 7.6 de Resíduos Jirau 5.8 1,2 ton/Obra (dados de 2011) Fosfértil Fase III 3.5 On Shore 2.1 Mineroduto Minas Rio 1.5 11
  12. 12. Bolsa de Resíduos Análise de Mercado – Condições Comerciais Atuais Preço Médio / Tonelada de Resíduos CCCC Mercado MG R$420.00 R$370.00 RS R$320.00 PapelPapel R$280.00 PR R$270.00 R$ R$60.7 R$270.00 284,00 0 RJ R$250.00 R$240.00 SP R$220.00 R$200.00 R$500.00 MG R$400.00 R$320.00 SP Aço R$320.00 R$Aço R$300.00 R$131. 269,00 PR R$250.00 10 R$170.00 RS R$160.00 R$140.00 AM R$130.00 PR R$1,250.00 R$1,200.00 MGPlástico Plástico R$1,100.00 R$800.00 R$54.6 RN R$600.00 R$ 0 R$500.00 686,00 RS R$500.00 R$500.00 AM R$300.00 R$110.00 12
  13. 13. Bolsa de Resíduos Alternativas que Emergem como Modelo de Comercialização Resíduos Aço Madeira Plástico Papel Entulho Venda a critério e esforço da obraPrincipais Alternativas Limitar compradores via Bolsa de Resíduos Terceirizar operação de coleta e separação, mas internalizar a venda Vender a fornecedores dos materiais 13
  14. 14. Bolsa de ResíduosObjetivosCriação de uma rede facilitadora de negócios para o mercado de resíduosnas obras da CCCC www.dr2c4.drresiduo.com.brVantagens•Retorno financeiro através da comercialização de materiais passíveis dereciclagem• Agilização do fluxo de informações e negociação entre as partes• Busca de oportunidades de forma pró-ativa• Soluções sob demanda para a reciclagem dos resíduos• Preços e cotações de materiais de forma regionalizada 14
  15. 15. Bolsa de ResíduosMecanismo• Interface entre as obras que disponibilizam seus resíduos e as empresasque procuram materiais e/ou matérias primas para seus processos• Criação de um sistema de leilão reverso online para compra e venda deresíduosInterfaces•Suprimentos (qualificação de compradores)•Comercial (venda de resíduos e economia com a destinação)•Produção (geração de resíduos e coleta)•Contratual (contrato com compradores)•Meio Ambiente (gerenciamento dos resíduos)•Administrativo (estrutura para o gerenciamento)•Responsabilidade Social (doação de resíduos e ações sociais) 15
  16. 16. Bolsa de Resíduos 16
  17. 17. Bolsa de ResíduosSitewww.dr2c4.drresiduo.com.brAcesso individual para cada obra Compradores cadastrados eA obra inclui os resíduos gerados devidamente licenciados conseguirão enxegar os resíduos das obras Compradores demonstrarão A obra escolhe a melhor opção interesse e farão suas ofertas A obra negocia Resíduo vendido, doado e/ou entregue 17
  18. 18. Site – www.dr2c4.drresiduo.com.brwww.dr2c4.drresiduo.com.br 18
  19. 19. Site – www.dr2c4.drresiduo.com.brGeorreferenciada – Gestão da Logística Reversa 19
  20. 20. Bolsa de ResíduosResultados QualitativosUHE Jirau – EconômicoImportância do gerenciamento de resíduos realizado internamente na obra para o resultadoeconômico do projeto.RNEST – AmbientalA obra passou a controlar e gerenciar todo o processo, antes pagava a uma empresa para talrealização.Ferrosul – SocialTodo ganho econômico oriundos da venda dos resíduos sólidos será revertido em ações sociais.Desenvolvimento de Soluções: Reciclagem de copos plásticos e GaseificadorResultados Quantitativos Receita com a venda de Sucata Aumento de 80% do valor do kg Metálica (4°Trimestre 2011) da Sucata Metálica (Junho 2012) Sem a Bolsa de Resíduos: R$ 308.349,72 R$0.18 Com a Bolsa de Resíduos: R$ 561.542,73 R$0.10 R$0.12 Aumento de 45% da receita com a Set/11 Jan/12 Jun/12 Bolsa 20
  21. 21. Bolsa de ResíduosPróximos Passos• Logística Reversa – Otimização• Animação do Sistema• Calculadora de Externalidades• Metas 2012 • Aumentar a Comercialização dos Resíduos • Aumentar o Cooprocessamento dos Resíduos 21
  22. 22. Obrigado! RICARDO SAMPAIO FERNANDESricardo.sampaio@camargocorrea.com 22

×