Your SlideShare is downloading. ×
Cultura Falada criar palavras, escrever silêncios II ciclo de ateliers de escrita                                         ...
Cultura Faladacriar palavras, escrever silênciosII ciclo de ateliers de escrita       FICHA DE INSCRIÇÃO (por favor, preen...
II ciclo de ateliers de escritacriar palavras, escrever silênciosenquadramentoAs sessões deste II ciclo partirão de palavr...
Formador                              José Rui Rocha (1981), escritor, natural do                              concelho de...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cultura falada II ciclo

231

Published on

ateliers de escrita

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
231
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Cultura falada II ciclo"

  1. 1. Cultura Falada criar palavras, escrever silêncios II ciclo de ateliers de escrita Sábados das 10:00H às 12:00H Setembro Dia 17. Corpo A ilha de Camões Dia 24. Transubstanciação Mitologias Outubro Dia 8. Ideia Cores surreais Dia 22. Silêncio Odes Marítimas Novembro Dia 12. Desejo Xadrez de Sade Inscrição: Dia 19. Tempo 6 ateliers – 65€ Aquiris e outros oceanos 1 atelier – 15€ até 6 de SetembroAuditório da Biblioteca Municipal de Fafe Orientado pelo escritor: José Rui Rocha Inscrições: <kairos.cultura@gmail.com> | 914 854 239 Uma produção: Apoio:
  2. 2. Cultura Faladacriar palavras, escrever silênciosII ciclo de ateliers de escrita FICHA DE INSCRIÇÃO (por favor, preencher com maiúsculas) Dados: Nome Profissão Idade Morada Cod. Postal | Localidade E-mail Telefone | Telemóvel Inscrição: Assinale ATELIERS com um X Todos (6 ateliers) Corpo – a ilha de Camões Transubstanciação - mitologias Ideia - cores surreais Silêncio – odes marítimas Desejo – xadrez de Sade Tempo – aquiris e outros oceanos Pagamento: O pagamento da inscrição deverá ser efectuado através de transferência bancária para o nib: 0035 0352 00001607 430 52 [enviar comprovativo por E-mail]ou na primeira sessão de Cultura Falada a frequentar. Mais informações: <kairos.cultura@gmail.com> http://kairosproducoesculturais.blogspot.com/ José Rui Rocha 969722166 | 914 854 239
  3. 3. II ciclo de ateliers de escritacriar palavras, escrever silênciosenquadramentoAs sessões deste II ciclo partirão de palavras – motivo e temáticas a elascontíguas, privilegiando o tempo de criação escrita e criatividade nesteterritório, e facultando somente o essencial relativamente ao tema a discutir.Serão sessões de carácter prático, onde prática se lê escrita.Ao estabelecer o espaço Cultura Falada a Kairos - Produções Culturaispossibilita o contacto e estudo dos diversos fazeres do território arte e estimulaa criação escrita, criando palavras e escrevendo silêncios. O espaçodesenvolver-se-á duas vezes por mês, incluindo o contacto vídeo comconcertos musicais, teatro, literatura, cinema, dança e demais espaçosartísticos, onde, para além do espectáculo ou apresentação exposta, se facultao debate acerca de criação e criador, pensamento e prática artística. O II ciclode ateliers de escrita promove lugares de formação e experimentaçãoaguçando os recursos dos participantes e o confronto destes com a culturamundialmente celebrada. Com duração de 120 minutos por sessão, estesespaços teórico-práticos são uma oportunidade de melhor estudar e conceberas áreas artísticas, a prática cultural e os seus diferentes fazeres, culminando,em cada um dos ateliers, com a exposição dos textos criados in loco pelosparticipantes. Este espaço de criação adoptará na temática abordada [umapalavra-motivo e um tema a debater] a tonalidade dos trabalhos a criar, a suaestética, carácter e estabelecerá neles, um porto de partida à criação literária eao confronto com os limites das palavras e possíveis ferramentas para osdissipar. Neste segundo ciclo, de seis ateliers, encontramos uma vastaheterogeneidade temática, propósito mantido pela organização, de modo acumprir diferentes expectativas e abranger vontades, vocações e perspectivasprojectadas nas múltiplas áreas da cultura. Sabendo que todas se articulampela ponte cultural que as interliga, devem os participantes integrar todos osateliers programados, porém, porque cada um é igualmente um lugarautónomo e específico, optar por aquele em que melhor se revê e desejaaprofundar. A assiduidade a espaços culturais é fundamental ao cumprirhumano e princípio elementar à mudança a que o Tempo nos impele. Seremostão mais completos quanto melhor descobrirmos as nossas sombras dedesconhecimento e nos dotarmos de um sério sentido crítico. Para se discutircultura, é necessário vivê-la. Cultura Falada é um lugar dessa possibilidade.
  4. 4. Formador José Rui Rocha (1981), escritor, natural do concelho de Vila Nova de Gaia, desenvolveu desde cedo estudos musicais na Academia de Música de São Félix da Marinha cumprindo o curso complementar e estudos em piano e técnica vocal e repertório – canto, licenciando-se em 2003 em Educação Musical. É especializado emLiteratura Dramática pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Tevecomo principais áreas de actividade profissional o ensino da música, teatro,dinâmica de leitura, interpretação, escrita e oralidade e alfabetização. Éfundador e presidente da direcção do Janelas Plurais - Núcleo de ArteDramática – Fafe. Como dramaturgo, viu editados alguns dos seus trabalhos,caso dos textos: “Nuktos / N’Oudeis / Degrau sem superfície com saída aoabismo”, com textos de apresentação do dramaturgo e encenador chilenoRoberto Merino. É responsável por diversas produções teatrais como “Do meumaior ódio nasceu o meu maior amor” – 1999; “António e suspiros de Morte” –2001; “Náiade” – 2003; “Degrau sem superfície com saída ao abismo” – 2005;“Anfitrião Moldado ou a Ilusão Sagrada” – 2008. Realizou com Cândido Limacursos de composição musical; estudou as referências musicais nos romancesde Eça de Queiroz; aprofundou pedagogias musicais com o maestro epedagogo belga, professor Pierre van Hauwe, estudou nas ConferênciasInternacionais de Epistemologia e Filosofia com Edgar Morin, frequentoudiversos colóquios internacionais em torno do teatro, musica e literatura, ondeparticipou igualmente como orador – destacam-se as comunicações: “Darepresentação: Metamorfose e Filosofia no gesto Mimético em Palco e foradele”; “Entre o som e a palavra: a música de António Teixeira e a influênciaitaliana nas Variedades do Judeu”. Foi responsável pela direcção de actores eco-autor do argumento cinematográfico da curta-metragem Mixing Pathsexibida no festival Indie Lisboa 2010 e integrada no projecto escolhas – casado Gaiato. No mesmo ano foi argumentista e produtor da curta-metragem:Suite. É um frequentador assíduo da leitura e escrita. Actualmente desenvolvea sua actividade enquanto criador na Kairos – Produções Culturais, onde editouo seu último trabalho escrito “A dança dos alcatruzes” em livro digital eaudiolivro.

×