Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola

5,630 views

Published on

Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,630
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
83
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola

  1. 1. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />
  2. 2. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />Muito se tem discutido sobre as potencialidades em torno das Tecnologias da Informação e Comunicação - TIC e suas aplicações na educação. Nesse debate, discute-se e problematiza-se como a nova infra-estrutura da informação e da comunicação pode contribuir para ampliar ou renovar os cânones tradicionais da produção do conhecimento levando-se em conta que os meios informáticos oferecem acessos a múltiplas possibilidades de interação, mediação e expressão de sentidos, propiciados, tanto pelos fluxos de informação e diversidade de discursos e recursos disponíveis – textuais, visuais e sonoros – como pela flexibilidade de exploração.<br />A integração da tecnologia de informação e comunicação na educação pública brasileira já passou por várias fases e traz em sua trajetória uma perspectiva inovadora, que distingue o Programa Nacional de Informática em Educação – ProInfo-, da Secretaria de Educação a Distância – SEED -, do MEC, das ações correlatas de outros países e respectivas políticas públicas para o setor. Aprende-se a conhecer, aprendendo a fazer e a refletir sobre esse fazer. <br />
  3. 3. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />Nos anos 80 e início de 90 do século XX, a primeira versão do Programa Nacional de Informática em Educação visava a preparação de professores para o uso da informática com seus alunos e a criação de centros de informática educativa, CIEDs, localizados nas Secretarias Estaduais de Educação, os quais se dedicavam a preparar professores e a atender aos alunos das escolas públicas no que diz respeito ao uso do computador. Esse programa formou professores em pequena escala e não conseguiu chegar à sala de aula. <br />Com o uso da tecnologia de informação e comunicação, professores e alunos têm a possibilidade de utilizar a escrita para descrever/reescrever suas idéias, comunicar-se, trocar experiências e produzir histórias. Assim, em busca de resolver problemas do contexto, representam e divulgam o próprio pensamento, trocam informações e constroem conhecimento, num movimento de fazer, refletir e refazer, que favorece o desenvolvimento pessoal, profissional e grupal, bem como a compreensão da realidade.<br />
  4. 4. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />Para alcançarmos o patamar de uma sociedade da leitura, da escrita e da aprendizagem, precisamos enfrentar inúmeros desafios, vários deles no interior da escola. Entre esses, os mais contundentes são: <br />a dessacralização do laboratório de informática e da senha do computador; <br />o acesso à tecnologia de informação e comunicação; <br />o uso dessa tecnologia para a resolução de problemas do cotidiano que favoreçam a articulação entre as áreas de conhecimento, ao mesmo tempo em que propiciem o aprofundamento de conceitos específicos e levem à produção de novos conhecimentos; <br />a flexibilização do uso do espaço da escola e do tempo de aprender; <br />o desenvolvimento da autonomia para a busca e troca de informações significativas em distintas fontes e para a respectiva utilização dos recursos tecnológicos apropriados. <br />
  5. 5. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />Pode parecer banalidade escrever um texto centrado na potencialidade da produção da escrita na escola por meio do uso das TIC, uma vez que a ênfase dada pela escola à leitura e à escrita se direciona à elaboração de algo produzido para ser corrigido e muito pouco como prática para despertar o prazer da escrita para a leitura. Porém, com maior freqüência do que gostaríamos, temos ouvido professores reclamarem de que seus alunos não sabem escrever. <br />Felizmente, aumenta de forma abrupta o contingente de professores inconformados com essa situação, em busca de alternativas para encontrar novos caminhos em que possam empregar a escrita e outras formas de representação para contar a sua história, registrar o seu cotidiano, a sua escola e o seu mundo, compreendendo o passado para agir no presente e construir o futuro. <br />
  6. 6. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />O professor é o consultor, articulador, mediador e orientador do processo em desenvolvimento pelo aluno. A criação de um clima de confiança, respeito às diferenças e reciprocidade encoraja o aluno a reconhecer seus conflitos e a descobrir a potencialidade de aprender a partir dos próprios erros. Da mesma forma, o professor não terá inibições em reconhecer seus próprios conflitos, erros e limitações e em buscar sua depuração, numa atitude de parceria e humildade diante do conhecimento, que caracteriza a postura interdisciplinar.<br />Mas para transformar o sistema educacional é preciso que essa reciprocidade extrapole os limites da sala de aula e envolva todos que constituem a comunidade escolar: dirigentes, funcionários administrativos, pais, alunos, professores e a comunidade na qual a escola encontra-se inserida.<br />
  7. 7. Tecnologia de informação e comunicação (TIC) na escola<br />Fontes:<br />http://www.alaic.net/ponencias/UNIrev_Moraes_e_outros.pdf<br />http://www.eadconsultoria.com.br/matapoio/biblioteca/textos_pdf/texto24.pdf<br />

×