Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa

on

  • 3,965 views

1. Conhecimento como Fator de Produção ...

1. Conhecimento como Fator de Produção
Conceito de conhecimento. Onde está o conhecimento? 2. Visão do EGC/UFSC -
Processos de conhecimento e Sistemas de Gestão de Conhecimento. 3. Cooperação com setor empresarial: Empresa e sociedade são “laboratórios” para a GC. Modalidade APP-UE. 4. Pesquisas EGC e Projetos Exemplo
Perfil das pesquisas e projetos de teses e dissertações em andamento. Metodologias EGC


Statistics

Views

Total Views
3,965
Views on SlideShare
3,955
Embed Views
10

Actions

Likes
0
Downloads
57
Comments
0

1 Embed 10

http://www.slideshare.net 10

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa Presentation Transcript

    • III WORKSHOP EM MODELAGEM E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO LNCC - Petrópolis, Rio de Janeiro – 7/12/2009 Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa Roberto C. S. Pacheco Universidade Federal de Santa Catarina PROGRAMA DELNCC – Roberto Pacheco 7/12/09 III Workshop PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E GESTÃO DO CONHECIMENTO - EGC
    • Tópicos Conhecimento como Fator de Produção Conceito de conhecimento. Onde está o conhecimento? Visão do EGC Processos de conhecimento e Sistemas de Gestão de Conhecimento Cooperação com setor empresarial Empresa e sociedade são “laboratórios” para a GC. Modalidade APP-UE Pesquisas EGC e Projetos Exemplo Perfil das pesquisas e projetos de teses e dissertações em andamento. Metodologias EGC III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • 1. Conhecimento como Fator de Produção Conceito de conhecimento Onde está o conhecimento? III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • O que é conhecimento? John Locke 1689 Fritz Machlup Michael Polany Marshal McLuhan Peter Drucker 1962 1964 1964 e 1988 1964 e 1988 Conhecimento A mídia é a Trabalhador do Conhecimento é a Conhecimento como mensagem conhecimento percepção da commodity tácito (sabemos concordância ou mais do que podemos expressar) Surgimento de uma Conhecimento é discordância de • Conhecimento nova sociedade central, recurso duas idéias prático caracterizada por sua fundamental que intelectual • Conhecimento tácito não pode ser conectividade e não conhece • Conhecimento passado pelas redes. geografia. intuitivo espiritual/religioso reproduzi-lo ou demonstrativo indesejável armazená-lo em uma base. Sociedade do sensitivo conhecimento Trajetória do conceito de conhecimento: De objeto percebido a fator de transformação em nossa sociedade III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • O que é conhecimento? Theodor Nelson 1963 e 1965 Daniel Bell John Naisbitt Alvin Toffler 1973 1980 1982 Sociedade pós- A terceira onda e a Megatrends Hypertexto como industrial O que nos levaria texto não nova cultura baseada em da sociedade sequencial e Sociedade da industrial para a interativo informação informação sociedade da Hypermidia informação Das mudanças nas tendências tecnológicas Trajetória do conceito de conhecimento: percepção e evolução dos elementos transformadores de nossa sociedade III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • O que é conhecimento? BITNET (NSF) Internet Pranav Mistry e Leonard Ray Tomlinson Hypercard Ira Fuchs Tim Berners-Lee Pattie Maes Kleinrock 1971 Bill Atckinson 1981 1991 2009 1963 (PhD) 1987 MIT Media Lab ARPANET Criador do conceito Conexão entre CERN – 1º site computadores das Sexto Sentido Rede de de @ Usabilidade em criado na Computação comunicação Invenção do universidades internet sistemas Ubíqua baseada digital Premiere, que CUNY e Yale computacionais em metadados permitiu envio de 1969: primeiro mensagem sobre a computador na rede Internet Trajetória do conceito de conhecimento: da concepção à criação das tecnologias de conectividade e à computação ubíqua III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Desafios tecnológicos (e éticos) MIT Media Lab – Sexto Sentido III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Onde Está o Conhecimento? “Escada do conhecimento” de North-Rivas (Barney, 1991). Competitividade Competência + única (“melhor que as outras”) Fazer + atuação adequada Saber Fazer + Vontade Conhecimento + Utilização + contextualização Informação + experiências + expectativas Dados + Significado Sinais + Sintaxe GESTIÓN DEL CONOCIMIENTO. UNA GUÍA PRÁCTICA HACIA LA EMPRESA INTELIGENTE por North Klaus - Roque Rivas LibrosEnRed, 2008 Obs: Adaptado III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • 2. Visão do EGC/UFSC Conceito de conhecimento Onde está o conhecimento? III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Onde está o conhecimento? Organização Competências Grupo Organizacionais Conhecimentos Indivíduo Competências Processos de Conhecimentos Habilidades Essenciais Atitudes Conhecimento “O sistema de aprendizagem organizacional é composto pelo conhecimento em processo contínuo de evolução armazenado nas pessoas, grupos e na organização e se constitui na infraestrutura fundamental que apóia a formulação e a implementação de estratégias de uma organização (Vera & Crossan, 2005, p. 123).” – Steil, 2009 III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Como está o conhecimento? GESTÃO DO CONHECIMENTO GC + MC EC + GC Gerir Memorizar Armazenar Transferir Utilizar Reutilizar Codificar Conhecimento MÍDIA DO ENGENHARIA DO CONHECIMENTO CONHECIMENTO Distribuir Criar Compartilhar Adquirir Aprender EC + MC O Espaço Semântico das Pesquisas do EGC III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • O que é Gestão do conhecimento? Processo 1960’s 1988 Aprendizagem Organizações de organizacional aprendizagem Como uma organização Como uma organização aprende? deve aprender? Teoria Prática ...1995 1998 Conhecimento Gestão do conhecimento organizacional Como disseminar e incrementar o conhecimento Como é o conhecimento nas nas organizações? organizações? Conteúdo STEIL, A. 2007 EASTERBY-SMITH, Mark; LYLES, Marjorie. Introduction: Watersheds of organizational learning and knowledge management. In: EASTERBY- SMITH; LYLES, Marjorie (eds). Handbook of Organizational Learning and Knowledge Management. Malden: Blackwell, p.1-15, 2005. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Organização de conhecimento • Dimensões estruturantes. A GC Pessoas organizacional deve contemplar três dimensões: – Processos: organizam tarefas e atividades da organização; – Pessoas: congregam as competências (incluindo o conhecimento - principal fator de geração de valor organizacional); e – Tecnologia: deve servir aos processos e às pessoas – Conhecimento: insumo e produto organizacional III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Organização de conhecimento • Estratégia Organizacional – Sistemas, métodos e diretrizes da GC devem apoiar, de forma sistêmica, a estratégia da organização. Pessoas III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Organizações de Conhecimento • Diretrizes Organizacionais – A GC deve apoiar diretrizes organizacionais, tais como • Inovação: políticas e procedimentos de criação e melhoramento de processos, produtos e serviços; • Aprendizagem: diretrizes de capacitação e criação de conhecimento; e • Comunicação: procedimentos e tecnologias de comunicação organizacional. Pessoas • Fatores de impacto à GC – Conhecimentos implícitos e explícitos da organização; – Cultura organizacional; – Infra-estrutura e política de planejamento e gestão da tecnologia III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Como organizar a Gestão do conhecimento? • O que são SGC? – Sistemas de Gestão do Conhecimento são sistemas técnico-sociais projetados para apoiar o fluxo de explicitação, disseminação e gestão do conhecimento organizacional. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Como devem ser os SGCs? • Estratégicos. Em sintonia com o plano estratégico organizacional • Contexto-orientados. Orientados às estratégias prioritárias da organização (e.g., inovação, qualidade, etc.) • Integrados à cultura. Respeitando e melhorando a cultura organizacional (e.g., aprendizagem, liderança, etc.) • Sistêmicos. Devem contemplar as três dimensões da GC: processos, pessoas e tecnologia • Antropocêntricos. Devem determinar a tecnologia e as soluções de sistemas de conhecimento necessárias (e não o contrário, quando a tecnologia que define o SGC) III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Como conceber SGCs? Contexto Modelo de Modelo de Modelo de Organização Tarefa Agente Conceito Modelo de Modelo de Conhecimento Comunicação Artefato Contexto + Conceito Modelo de Projeto Schreiber, G. et al. Knowledge Engineering and Management: the CommonKADS Methodology. MIT Press, Cambridge, Massachusetts, 2002. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • 3. Cooperação com o setor Empresarial Empresa e sociedade são “laboratórios” para a GC. Modalidade APP-UE III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • APPs-UE - Visão Geral • Conhecimento como • Desafios organizacionais fator gerador de valor organizacional variados envolvendo conhecimento • Processos e ativos de conhecimento podem ser • Experiências pontuais sistematizados em SGCs em GC • SGC são produto de • Dissociação entre desenvolvimentos da arquiteturas tecnológicas engenharia, da gestão e e GC da mídia. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Principal Caso 1. Como nosso valor maior - “Bem Estar Bem” – é vivido e percebido em todo o sistema Natura (por funcionários, por gestores, por representantes e vendedoras) ? Questões de Pesquisa da APP-UE 1) Quais diretrizes institucionais são normalmente utilizadas por organizações para explicitação (i.e., tangibilização e institucionalização) de conhecimentos implícitos de sua cultura, enquanto fatores de diferencial competitivo? 2) Como a identidade organizacional se relaciona com o planejamento estratégico da empresa enquanto sua visão de futuro? 3) Como a identidade organizacional imaginada pelos fundadores é compreendida e difundida entre seus colaboradores? 4) As comunicações internas e externas são facilitadoras à difusão da identidade organizacional? O que poderia ser feito para uma eventual melhoria? III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Principal Caso 2. Como identificaremos, desenvolveremos e criaremos competências para as ações estratégicas futuras de nossa empresa? Questões de Pesquisa da APP-UE 1) Como se definem e se identificam competências organizacionais enquanto diferenciais de negócios de uma empresa? 2) Quais são as competências organizacionais já identificadas[1] na Natura[2] e qual é sua relação com sua identidade organizacional (conforme explicitada por seus dirigentes) e seu planejamento estratégico? 3) Como identificar as competências organizacionais futuras para a Natura a partir destas relações (item b) e dos estudos na literatura (item a)? [1] Entende-se por competências já identificadas as competências existentes, implícitas ou explícitas, que servirão de “exercício” para compreensão dos estudos referentes à pergunta anterior. Estas competências estarão associadas à área foco identificada na etapa de construção do PTD. [2] Com relação às competências não identificadas, sua explicitação está além do escopo de uma APP, requerendo projeto específico, conforme descrito na pergunta de pesquisa 3d. O objetivo aqui consiste em explicitar as bases metodológicas e contextuais à Natura a partir das quais um projeto pode ser efetivado. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Estágios de implementação para obtenção de Resultados em GC APPs Estágio 3 Estágio 1 Estágio 2 Projeto e Estágio 4 Estágio 5 Início Desenvolvimento Lançamento Expandir Institucionaliza Primeiros Estratégia da iniciativa e Apoiar Passos Piloto Educação Avaliação Comunicação Estratégia Recompensas e Medidas e Reconhecimento Indicadores Tecnologia APQC´s road map to knowledge management results: stages of implementation 2003. Descrição do método disponível em:<http:// www.apqc.org>. III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Estágio 1: Primeiros Passos Implícito Explícito APP1: APP2: APP3: Bases para o Identidade Competências Observatório APP4: Desenvolvimento Taxonomia de uma estratégia Organizacional Organizacionais Conhecimento de GC Natura Para a Natura, após diversas tratativas, sugeriram-se 4 APPs diferenciadas quanto à relação com conhecimento implícito e explícito. http://webensino.egc.ufsc.br •
    • Como uma APP-UE é desenvolvida? Fonte: EGC/UFSC – Coordenação, 2009 III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • 4. Pesquisas do EGC e Projetos Exemplo Perfil das pesquisas Projetos em andamento Metodologia: visão sistêmica, concepção de GC e Aplicação da EC http://webensino.egc.ufsc.br •
    • 2007 www.wordle.net http://webensino.egc.ufsc.br •
    • 2008 www.wordle.net http://webensino.egc.ufsc.br •
    • 2009 www.wordle.net http://webensino.egc.ufsc.br •
    • Denise L. C. Muñoz, Gestão do Conhecimento, Mestrado Estratégias de inovação sustentável em organizações com sustentabilidade empresarial 1. Apresentação do Problema de Pesquisa Gerir com êxito o feedback positivo de estimular a inovação, através do compartilhamento e da criação de conhecimento e utilizando os novos conhecimentos resultantes do processo de inovação para alimentar a base de conhecimento organizacional (DE SOUSA, 2006). 30
    • Denise L. C. Muñoz, Gestão do Conhecimento, Mestrado Estratégias de inovação sustentável em organizações com sustentabilidade empresarial 1. Apresentação do Problema de Pesquisa Quais as estratégias de inovação sustentável utilizadas por organizações comprometidas com a sustentabilidade empresarial? 31
    • Como conceber um SGC Do Problema à solução III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09 32
    • III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Exemplo Como analisar as denúncias sobre acidentes de consumo que chegam ao INMETRO, de forma integrada ao que ocorre no Sistema Nacional de Defesa do Consumidor? III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • CESM Sistema Nacional de Defesa do Consumidor III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • GC: Processos e Fontes de Info FORNECEDORES E DPDC FONTES EXTERNAS Acompanha Comunicado Recall à DPDC mento pela DPDC Formulário 2 mil registros Internet Comunicados das empresas Relatórios de plano e mídia BD recalls Notícias Relatórios periódicos do recall CONSUMIDORES E INMETRO Acidente de Comunicado Ações do consumo ao INMETRO INMETRO Taxonomia 1 mil registros Comunicados dos consumidores Descrição do acidente BD acidentes Dados do produto e de implicações III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Eng. Conhecimento III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • Competências no Brasil www.portalinovacao.mct.gov.br III Workshop LNCC – Roberto Pacheco 7/12/09
    • III WORKSHOP EM MODELAGEM E DIFUSÃO DO CONHECIMENTO LNCC - Petrópolis, Rio de Janeiro – 7/12/2009 Conhecimento com Fator de Produção e a Relação Universidade-Empresa Roberto C. S. Pacheco pacheco@egc.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina PROGRAMA DELNCC – Roberto Pacheco 7/12/09 III Workshop PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E GESTÃO DO CONHECIMENTO - EGC