Your SlideShare is downloading. ×
0
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Avaliação da Pós-Graduação brasileira: diplopia avaliador x avaliado

944

Published on

Apresentamos nossas visões sobre algumas questões referentes à pós-graduação multi/interdisciplinar do Brasil, tanto na posição de quem é avaliado como de quem avalia no sistema CAPES.

Apresentamos nossas visões sobre algumas questões referentes à pós-graduação multi/interdisciplinar do Brasil, tanto na posição de quem é avaliado como de quem avalia no sistema CAPES.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
944
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PG multi e interdisciplinar:Diplopia: avaliado e avaliador<br />Roberto C. S. Pacheco<br />pacheco@egc.ufsc.br<br />Mesa-redonda: <br />Programas de PG strictosensu interdisciplinares: especificidades e avaliação<br />XII Encontro Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa das IES Particulares<br />Canoas, 15/09/2011<br />
  • 2. Agenda<br />Alguns (poucos) números sobre a PG<br />5 questões que talvez interessem às IES privadas no âmbito da PPG Multi/Inter<br />
  • 3. As IES privadas na PG SS brasileira<br />Fonte: Geocapes<br />
  • 4. Crescimento da PG SS Brasileira(No de cursos por G. Área)<br />Fonte: Geocapes<br />Redução no total de cursos em relação ao período anterior<br />Aumento acima de 10% em relação ao período anterior<br />Há dez anos a MULDISCIPLINAR é a grande área de maior crescimento relativo na PPG SS brasileira<br />
  • 5. Multi/Inter na PG brasileira (% de cursos por Grande Área)<br />11% dos cursos na Multidisciplinar<br />Fonte: Geocapes<br />Ao lado de AGRARIAS e ENGENHARIAS, é a 4ª Grande área em termos de total de cursos de PPG SS no Brasil.<br />
  • 6. Questões para a PG Multi/Inter<br />Como está a PG Multi/Inter no Brasil?<br />Como se pode criar um PPG Multi/Inter?<br />Como fazer funcionar um PPG Multi/Inter?<br />Quais são as principais ameaças e oportunidades para PPG Multi/Inter?<br />Quais são alguns dos principais desafios para os PPG Multi/Inter nos próximos anos?<br />
  • 7. Por que uma diplopia?<br />Qual é a nossa visão sobre a área MULTIDISCIPLINAR (e, mais precisamente, da CAInter)?<br />De um Avaliador que também é avaliado OU <br />de um Avaliadoque também avalia?<br />
  • 8. 1. Como está a PPG Multi/INTER?<br />Sobre a PG Multidisciplinar/Interdisciplinar brasileira<br />
  • 9. Visão dos próprios programas (2008)<br />Fonte: Pacheco, Fernandes, Phiippi Jr e Silva Neto (2011)<br />
  • 10. 1. Como está a PG Multi/Inter?<br />Como avaliado<br />Com mais força do que as águas contrárias<br />Como avaliador<br />Crescendo muito....<br />Em busca da identidade (acadêmica e institucional)<br />Gerenciando conflitosadvindos da diversidade (ex. metodologias, visões de mundo, formações disciplinares)<br />Consciente de seu papel e relevância na solução de problemas complexos da sociedade contemporânea<br />Consciente da necessidade de uma forte formação disciplinar em cooperação com sua proposta multi/interdisciplinar<br />Com crescimento em quantidade maior do que em qualidade<br />Com dificuldades na avaliação (especialmente de ordem operacional)<br />Com diversidade de focos e compromissos<br />Consolidando-se como uma área de referência e articulada com as demais áreas<br />
  • 11. 2. Como criar um ppgMulti/INTER?<br />Sobre o processo de criação de um PPG Multidisciplinar/Interdisciplinar<br />
  • 12. 2. Como criar um PPG Multi/Inter<br />Como avaliado<br />Fazendo o tema de casa....<br />Como avaliador<br />Crescendo muito....<br />Com um grupo de pessoas com formação diversificada, coeso e comprometido com o sonho...<br />Que atuando juntos antes de começar o curso <br />Definindo seu foco de formação e pesquisa como um objeto multi/interdisciplinar<br />Com apoio da própria IES<br />Estudando o sistema de avaliação e visões da CAInter<br />Com identidade multi/interdisciplinar (objeto, estrutura acadêmica, disciplinas, etc.)<br />Tendo quadro docentede formação diversificada (porém, nas áreas afetas ao objeto do curso).<br />Com histórico multi/inter(e não com motivações puramente estruturais)<br />Com apoio institucional<br />Definindo perfis de ingressantes e de egressos associados ao seu objeto<br />
  • 13. 3. Como FAZER FUNCIONAR um ppgMulti/INTER?<br />Sobre o processo de funcionamento de um PPG Multidisciplinar/Interdisciplinar<br />
  • 14. 3. Como fazer funcionar um PPG Multi/Inter?<br />Como avaliado<br />Com muito trabalho coletivo<br />Como avaliador<br />Com qualidade como primeiro fator<br />Com diversidade de métodos e visões (mas com unicidade de objeto)<br />Com muito trabalho em equipe (interno e externo ao programa)<br />Com valores que incluem a humildade de reconhecer seus limites (ex. estar pronto para aprender com os alunos)<br />Com muito envolvimento dos alunos (formamos ímpares!)<br />Afirmação de sua identidade (mesmo que ela contrarie o status quo)<br />Com comprometimento docente e institucional constante<br />Com compromisso com a qualidade da formação dos alunos<br />Com cooperação acadêmica e inserção social de impactos à formação e à produção de conhecimento<br />Com produção intelectual e produção tecnológica de qualidade e nos temas multi/inter afetos ao programa<br />Com práticas pedagógicas e metodológicas adequadas à multi/interdisciplinaridade (ex. 2 professores em sala de aula)<br />
  • 15. 4. Quais as principais ameaças e oportunidades para um ppgMulti/INTER?<br />Análise SWOT Multidisciplinar/Interdisciplinar<br />
  • 16. Visão dos próprios programas (2008)<br />Ameaças<br />Fonte: Pacheco, Fernandes, Phillipi Jr e Silva Neto (2011)<br />
  • 17. 4. Quais as ameaças e oportunidades?<br />Como avaliado<br />Análise SWOT como programa<br />Como avaliador<br />Análise SWOT como área<br />Falta de apoio institucional<br />Com dificuldade de fomento oficial<br />Com dificuldade (decrescente) de inserção dos egressos<br />Acentuado aumento de demanda<br />Com muitas oportunidades acadêmicas e de aplicações<br />Comdificuldades no processo de avaliação(especialmente de ordem operacional)<br />Com demandas urgentes por maior inserção no modusoperandido sistema nacional de CT&amp;I (ex. área no CNPq)<br />Consolidando-se como umaárea de referência e articulada com as demais áreas<br />Com muitas oportunidades institucionais(exs. reconhecimento no PNPG, este Fórum, etc.)<br />
  • 18. 5. Quais SÃO ALGUNS DOS DESAFIOS DA Multi/INTER?<br />Desafios Multidisciplinar/Interdisciplinar<br />
  • 19. 5. Desafios<br />Como avaliado<br />SWOT como programa<br />Como avaliador<br />SWOT como área<br />Consolidar-se como unidade de PG SS<br />Conquistar inserção na IES (graduação, administração, etc.) diante de um modelo universitário baseado na disciplinaridade.<br />Conquistar um espaço na cultura acadêmica disciplinar que reconheça a diferença e a necessidade de sua proposta de pós-graduação<br />Diferenciar-se como INTER e não como ANTI disciplinar (ex. contar com a colaboração com os demais cursos)<br />Base sistemática de consultores (cada vez mais participativa e inclusiva)<br />CAInter como âncora e promotora de associação entre PPG (MINTER, DINTER, etc)<br />Gestão do crescimento exponencial da área(ex. transferência de programas e ampliação da g. área multidisciplinar)<br />Instrumentos: Qualis Eventos, Qualis Tecnológico, Portal de Livros, Sistema Coleta NOVO<br />Plano de comunicação com os PPG e seus coordenadores (ex. RECOPI)<br />Critérios de avaliação. Incluir inserção do egresso, cooperações, maior distinção para o MP, etc.<br />
  • 20. Sugestão de leitura...<br />Como adquirir?<br />EDITORA MANOLE<br />
  • 21. Por que uma diplopia?<br />Espero que a diplopia não tenha parecido ser fruto de outra causa....<br />
  • 22. PG multi e interdisciplinar:Diplopia: avaliado e avaliador<br />Roberto C. S. Pacheco<br />pacheco@egc.ufsc.br<br />Muito Obrigado!<br />Mesa-redonda: <br />Programas de PG strictosensu interdisciplinares: especificidades e avaliação<br />XII Encontro Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa das IES Particulares<br />Canoas, 15/09/2011<br />

×