apostila de etica , postura e imagem profissiona

28,667 views

Published on

Published in: Travel, Education
1 Comment
37 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
28,667
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
28
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
1
Likes
37
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

apostila de etica , postura e imagem profissiona

  1. 1. Instrutor(a) : Rozilane Mendonça Recursos Humanos E Administração Módulo IÉTICA E POSTURA PROFISSIONAL
  2. 2. SUMÁRIOAULA IÉTICA PROFISSIONALAULA IICÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONALAULA III.POSTURA E IMAGEM PROFISSIONALANEXOSANEXO IANEXI IIANEXO IIIANEXO IV 2
  3. 3. Aula I Ética profissional Definição: Conjunto de normas morais pelas quais o indivíduo deve orientar seucomportamento na profissão que exerce.A Ética é de fundamental importância em todas asprofissões, e para todo ser humano, para que possamos viver relativamente bem emsociedade.Com o crescimento desenfreado do mundo globalizado, muitas das vezes deixamosnos levar pela pressão exercida em busca de produção, pois o mercado de trabalho está cadavez mais competitivo e exigente, e as vezes não nos deixa tempo para refletir sobre nossasatitudes. Temos que ter a consciência de que nossos atos podem influenciar na vida dos outrose que nossa liberdade acarreta em responsabilidade.De forma ampla a Ética é definida como aexplicitação teórica do fundamento último do agir humano na busca do bem comum e darealização. Ética Profissional: Quando se inicia esta reflexão? Esta reflexão sobre as ações realizadas no exercício de uma profissão deve iniciar bemantes da prática profissional. A fase da escolha profissional, ainda durante a adolescência muitas vezes, já deve serpermeada por esta reflexão. A escolha por uma profissão é optativa, mas ao escolhê-la, oconjunto de deveres profissionais passa a ser obrigatório. Geralmente, quando você é jovem,escolhe sua carreira sem conhecer o conjunto de deveres que está prestes ao assumirtornando-se parte daquela categoria que escolheu. Toda a fase de formação profissional, o aprendizado das competências e habilidadesreferentes à prática específica numa determinada área, deve incluir a reflexão, desde antes doinício dos estágios práticos. Ao completar a formação em nível superior, a pessoa faz umjuramento, que significa sua adesão e comprometimento com a categoria profissional ondeformalmente ingressa. Isto caracteriza o aspecto moral da chamada Ética Profissional, estaadesão voluntária a um conjunto de regras estabelecidas como sendo as mais adequadas parao seu exercício. Mas pode ser que você precise começar a trabalhar antes de estudar ou paralelamente aosestudos, e inicia uma atividade profissional sem completar os estudos ou em área que nuncaestudou, aprendendo na prática. Isto não exime você da responsabilidade assumida ao iniciaresta atividade! O fato de uma pessoa trabalhar numa área que não escolheu livremente, o fatode “pegar o que apareceu” como emprego por precisar trabalhar, o fato de exercer atividaderemunerada onde não pretende seguir carreira, não isenta da responsabilidade de pertencer,mesmo que temporariamente, a uma classe, e há deveres a cumprir. Um jovem que, por exemplo, exerce a atividade de auxiliar de almoxarifado durante o dia e,à noite, faz curso de programador de computadores, certamente estará pensando sobre seufuturo em outra profissão, mas deve sempre refletir sobre sua prática atual. 3
  4. 4. Ética Profissional: Como é esta reflexão? Algumas perguntas podem guiar a reflexão, até ela tornar-se um hábito incorporado ao dia-a-dia. Tomando-se o exemplo anterior, esta pessoa pode se perguntar sobre os deveresassumidos ao aceitar o trabalho como auxiliar de almoxarifado, como está cumprindo suasresponsabilidades, o que esperam dela na atividade, o que ela deve fazer, e como deve fazer,mesmo quando não há outra pessoa olhando ou conferindo. Pode perguntar a si mesmo: Estou sendo bom profissional? Estou agindo adequadamente?Realizo corretamente minha atividade? É fundamental ter sempre em mente que há uma série de atitudes que não estão descritasnos códigos de todas as profissões, mas que são comuns a todas as atividades que umapessoa pode exercer. Atitudes de generosidade e cooperação no trabalho em equipe, mesmo quando a atividadeé exercida solitariamente em uma sala, ela faz parte de um conjunto maior de atividades quedependem do bom desempenho desta. Uma postura pró-ativa, ou seja, não ficar restrito apenas às tarefas que foram dadas a você,mas contribuir para o engrandecimento do trabalho, mesmo que ele seja temporário. Se sua tarefa é varrer ruas, você pode se contentar em varrer ruas e juntar o lixo, mas vocêpode também tirar o lixo que você vê que está prestes a cair na rua, podendo futuramenteentupir uma saída de escoamento e causando uma acumulação de água quando chover. Vocêpode atender num balcão de informações respondendo estritamente o que lhe foi perguntado,de forma fria, e estará cumprindo seu dever, mas se você mostrar-se mais disponível, talvezsorrir, ser agradável, a maioria das pessoas que você atende também serão assim com você, eseu dia será muito melhor. Muitas oportunidades de trabalho surgem onde menos se espera, desde que você estejaaberto e receptivo, e que você se preocupe em ser um pouco melhor a cada dia, seja qual forsua atividade profissional. E, se não surgir, outro trabalho, certamente sua vida será mais feliz,gostando do que você faz e sem perder, nunca, a dimensão de que é preciso sempre continuarmelhorando, aprendendo, experimentando novas soluções, criando novas formas de exerceras atividades, aberto a mudanças, nem que seja mudar, às vezes, pequenos detalhes, masque podem fazer uma grande diferença na sua realização profissional e pessoal. Isto tudo podeacontecer com a reflexão incorporada a seu viver. E isto é parte do que se chama empregabilidade: a capacidade que você pode ter de ser umprofissional que qualquer patrão desejaria ter entre seus empregados, um colaborador. Isto éser um profissional eticamente bom.Ética Profissional: Pontos para sua reflexão: É imprescindível estar sempre bem informado, acompanhando não apenas as mudançasnos conhecimentos técnicos da sua área profissional, mas também nos aspectos legais e 4
  5. 5. normativos. Vá e busque o conhecimento. Muitos processos ético-disciplinares nos conselhosprofissionais acontecem por desconhecimento, negligência. Competência técnica, aprimoramento constante, respeito às pessoas, confidencialidade,privacidade, tolerância, flexibilidade, fidelidade, envolvimento, afetividade, correção de conduta,boas maneiras, relações genuínas com as pessoas, responsabilidade, corresponder àconfiança que é depositada em você...Comportamento eticamente adequado e sucesso continuado são indissociáveis! Testando seu aprendizadoComente a figura abaixo:____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Faça um resumo sobre ética profissional________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 5
  6. 6. ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Aula II Código de ética profissional Código de Ética é um documento de texto com diversas diretrizes que orientam aspessoas quanto às suas posturas e atitudes ideais, moralmente aceitas ou toleradas pelasociedade com um todo, enquadrando os participantes a uma conduta politicamente correta eem linha com a boa imagem que a entidade ou a profissão quer angariar, inclusiveincentivando à voluntariedade e à humanização destas pessoas e que, em vista da criação dealgumas atividades profissionais, é redigido, analisado e aprovado pela sua entidade declasse, organização ou governo competente, de acordo com as atribuições da atividadedesempenhada, de forma que ela venha a se adequar aos interesses, lutas ou anseios dacomunidade beneficiada pelos serviços que serão oferecidos pelo profissional sobre o qual ocódigo tem efeito. Código de ética Recursos Humanos • Não tornar pública nenhuma informação obtida por via de testes de personalidade e outros meios de acesso à individualidade; • Jamais aceitar propinas ou assemelhados de fornecedores de serviços, candidatos a emprego ou de quaisquer outras fontes, naturalmente vinculadas ao processo de trabalho na área; • Guardar absoluta confidencialidade a respeito de manifestações espontâneas da parte daqueles(as) que buscam em RH a orientação para problemas pessoais e profissionais; • Guardar absoluta confidencialidade a respeito dos planos e decisões da empresa que envolvam as pessoas que nelas trabalham, mesmo que estes venham a significar algum desconforto ou assemelhado, na medida em que houver expressa deliberação das instâncias superiores nesse sentido; • Administrar a política de remuneração e de benefícios da empresa com base em dados de mercado, reais e comprováveis através de pesquisas técnicas e tratadas conforme os procedimentos estatísticos universalmente praticados; • Jamais transigir quanto a possíveis práticas de discriminação , de qualquer natureza, assim como em relação às minorias sociais; • Jamais usar a perícia de formação e/ou exercício profissional para manipular sentimentos, emoções e percepções humanas em causa própria ou de terceiros; • A empresa que emprega o profissional de RH deve ter seus interesses defendidos em primeiro lugar nos assuntos concernentes à área. Segredos de um profissional ético. 6
  7. 7. 01 Ser honesto em qualquer situação.02 Não faz algo que não possa assumir em público.03 É humilde, tolerante e flexível. Muitas idéias aparentemente absurdas podem ser a soluçãopara um problema. Para descobrir isso, é preciso trabalhar em equipe, ouvindo as pessoas eavaliando a situação sem julgamentos precipitados ou baseados em suposições.04 Ser ético significa, muitas vezes, perder dinheiro, status e benefícios.05 Dar crédito a quem merece. Nem sonhar em aceitar elogios pelo trabalho de outra pessoa.Cedo ou tarde, será reconhecido o autor da idéia e o profissional ficará com fama de mau-caráter.06 Pontualidade vale ouro. Se sempre se atrasar, será considerado indigno de confiança epode perder boas oportunidades de negócio.07 Evita criticar os colegas de trabalho ou culpar um subordinado pelas costas. Se tiver decorrigir ou repreender alguém, faça-o em particular, cara a cara.08 Respeita a privacidade do vizinho. É proibido mexer na mesa, nos pertences e documentosde trabalho dos colegas e do chefe. Também devolva tudo o que pedir emprestadorapidamente e agradeça a gentileza com um bilhete.09 Ofereçe apoio aos colegas. Se souber que alguém está passando por dificuldades, espereque ele mencione o assunto e ouça-o com atenção.10 Fazer o que disse e prometeu. Quebrar promessas é imperdoável.11 Agir de acordo com seus princípios e assume suas decisões, mesmo que isso implique ficarcontra a maioria. Testando seu aprendizadoCite 2 códigos de ética do recursos humanos, e comente-os.________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Quais os segredos de um profissional ético que mais te chama atenção? Por quê?________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Você se considera um profissional ético? Explique. 7
  8. 8. ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Aula III Postura profissional Conceito: A postura profissional é o comportamento adequado dentro das organizações, naqual busca seguir os valores da empresa para um resultado positivo.A importância da qualidade As mudanças no mundo, em geral, estão cada vez mais contínuas aceleradas e,principalmente, diversificadas. Isso se deve ao fenômeno da globalização, aos avançostecnológicos, à preocupação com a saúde e o meio ambiente, entre outros fatores. Tanto os profissionais como as empresas precisam adequar seu perfil para atender a essasnovas mudanças, inclusive se ajustando às exigências do mercado, cada vez maiores. Parasuperar os novos desafios impostos pela realidade e atender às expectativas dos clientes, asempresas precisam de profissionais competentes e que realizem suas atividades comqualidade. Mas, afinal, o que é qualidade? Qualidade, na linguagem corporativa, é uma das condiçõespara se ter sucesso e, hoje em dia, significa um dos diferenciais competitivos mais importantes.Ou seja, é um conjunto de características que distinguem, de forma positiva, um profissional ouuma empresa dos demais e que agregam valor ao seu trabalho. Para se manter competitivo no mercado e ter um diferencial, o profissional precisa realizarsuas atividades corretamente. Apenas a qualidade técnica, porém, não assegura o lugar nomercado. O grande desafio do profissional de qualquer área de atuação é saber se relacionarbem (tratar as pessoas adequadamente, mostrar-se disponível e acessível, ser gentil), ter umcomportamento compatível com as regras e valores da empresa e se comunicar bem (se fazerentender pelos outros, escrever bem, saber ouvir). Por fim, vale ressaltar: estamos falando de um conceito dinâmico, ou seja, cada empresatem o seu. Fique atento: o que representa qualidade para uma empresa não necessariamenteo é para outra. Portanto, ao iniciar qualquer experiência profissional, procure entender quaissão as competências valorizadas naquele ambiente de trabalho. Investir nelas é o primeiropasso para realizar suas tarefas com qualidade.As novas exigências Aqueles que pretendem ingressar no mercado de trabalho já devem ter escutado deprofessores, pais ou pessoas mais experientes que “a concorrência está cada vez maisacirrada” e que “é preciso se preparar”, e os recém-chegados ao mundo corporativo já podemter constatado esse fato. Mas o que isso significa na prática? Há quem ache que “se preparar” está diretamente ligado à escolha do curso superior e aodesempenho na faculdade, mas não é de todo verdade: isso é o primeiro passo, mas não 8
  9. 9. garante uma vaga no mercado. Dia após dia, surgem novas tecnologias e formas de seexecutar melhor uma tarefa e, com elas, relações de trabalho que exigem uma nova posturaprofissional — a de desenvolver as “habilidades” necessárias para enfrentar os desafiospropostos. Na verdade, algumas dessas habilidades só ganharam destaque recentemente,enquanto outras apenas mudaram de foco, atualizando-se. Vejamos algumas delas: 1) Espera-se que todo profissional tenha um preparo básico, mas o novo profissional deve demonstrar também esforço e interesse incansáveis para aprender. 2) É necessário ter um ânimo permanente, disposição para o trabalho e para correr atrás do que se quer. 3) O profissional de hoje deve demonstrar disponibilidade e boa administração do seu tempo e das suas tarefas. 4) Muitas organizações começam a mostrar interesse em investir na capacitação de seus funcionários, mas, para isso, é preciso uma sólida relação de confiança mútua. 5) A ética é fundamental no trabalho. Sem seriedade, nenhuma relação profissional pode dar certo. Há, ainda, outras características que certamente podem contar pontos positivos na hora dacontratação ou mesmo na convivência diária no ambiente de trabalho: uma boa rede decontatos; persistência (uma vez que a vontade, por si só, às vezes não basta); cuidado com aaparência; assiduidade e pontualidade.O bom profissional A Conexão Profissional, na terceira edição da série Desafios para se tornar um bomprofissional, trata de mais um dos desafios dos recém-chegados ao mundo corporativo: aatenção aos processos e às rotinas nas organizações. Ao integrar uma equipe de trabalho, um dos primeiros passos a serem dados é procurarcompreender a rotina da organização. Ter uma visão global das atividades que a organizaçãodesenvolve é indispensável para um bom desempenho e, principalmente, para a conquista daautonomia. Para tanto, é fundamental atenção contínua aos processos. Com isso, você podecompreender o seu papel na equipe e na organização, além de entender como os setoresinteragem e qual a função e inter-relação de cada um, considerando o conjunto. Conhecer a rotina de sua equipe e da empresa permite otimizar e sistematizar suasatividades. Além disso, você pode administrar melhor o seu tempo, identificar e solucionareventuais problemas com mais agilidade, bem como propor alternativas para aprimorar aqualidade do trabalho, sempre com o foco nos resultados. Sem a compreensão dos processos, é menos provável perceber o seu papel naorganização. Resultado: mais desperdício, menos produtividade. Evite sempre trabalhar no“piloto automático”. Isso pode acarretar retrabalho, gasto desnecessário de energia e recursos,não-cumprimento de prazos, burocratização e baixa competitividade. Em síntese: prejuízo paravocê e para a empresa. Portanto, para satisfazer às exigências do mercado, é cada vez mais importante possuiruma visão global do ambiente de trabalho. Conhecer a rotina da organização e manter atençãoaos processos só trazem ganhos para ambas as partes: para o profissional, maiorcompetitividade e possibilidade de agilizar soluções e, para a empresa, equipes maisintegradas e que falam a mesma língua. Para o conjunto, melhores resultados. 9
  10. 10. Imagem profissional “A primeira impressão é a que fica!” Você com certeza já escutou essa expressão, não é mesmo? Esse comportamento das pessoas, de imaginar e tirar conclusões à primeira vista, sobrealgo ou alguém, é bastante comum e geralmente não pode ser evitado, seja pelo instinto dedefesa, seja pela necessidade de identificaros semelhantes e muitas outras razões. Essa boa primeira impressão é transmitida através do nosso comportamento, atitudes,postura, comunicação e apresentação.Preste atenção em algumas dicas que formulamos para você MANTER BOA POSTURA1. Seja simpático e educado.2. Mantenha-se atento ao modo de sentar.3. Escolha criteriosamente a vestimenta.4. Não masque chicletes durante os contatos presenciais com a empresa.5. Não use óculos escuros no interior da sala.6. Observe as normas e orientações do ambiente.7. Seja pontual. Demonstre organização e planejamento.Veja abaixo algumas dicas de COMO TRANSMITIR BOAS ATITUDES1. Aja sempre de acordo com seus princípios éticos e mantenha-se em paz com suaConsciência. Jamais minta, qualquer que seja a etapa do processo seletivo - issopoderá prejudicar você e a empresa que oferece a vaga.2. Conduza todas as etapas do processo seletivo de forma natural. Se não há nada aesconder, não há porque ficar com medo ou assustado. Não represente um papel, nemtente parecer algo que você não é.3. Não fale mal de outras empresas em que você trabalhou / estagiou, nem de seuscompanheiros, de seus ex-chefes e colegas de trabalho.4. Não omita informações. Não ironize ou desconsidere o selecionador.5. Mesmo depois de ser aprovado no processo seletivo é importante manter umapostura ética dentro e fora da empresa, respeitando normas, procedimentos, clientesinternos e externos.6. O comportamento ético não se restringe à organização em que você trabalha, mas,em relação a ela, respeite normas, procedimentos e princípios próprios da cultura local.7. Seus compromissos não se restringem à organização em que trabalha: devem também seestender aos clientes, aos fornecedores, à comunidade, à sociedade e ao meio ambiente.ATENÇÃO: O modo como conversamos com os nossos pais e amigos é diferente daqueleusado dentro de uma organização.Sua expressividade é resultado de: 10
  11. 11. · Dicção – arte de dizer, de recitar;· Variação de volume – tom com que nos pronunciamos (alto, moderado, baixo);· Velocidade das falas – forma como nos pronunciamos (rápido, devagar,moderado);· Vocabulário usado – maneira como utilizamos as palavras (gírias, expressões).Veja algumas dicas de COMO TER UMA BOA COMUNICAÇÃO1. Procure enriquecer o seu vocabulário (leia!) e evite utilizar gírias.2. Fale com educação: agradeça, peça licença, não interrompa os outros...3. Fale corretamente, utilizando inflexões de voz adequadas ao contexto. Erros básicos,como eliminar o plural, são imperdoáveis.4. Procure elaborar mentalmente a sua mensagem antes de falar.5. Atente-se aos vícios de linguagem, expressões que se repetem inúmeras vezes emsua fala, como o uso de tipo, né, tá ligado...6. Não fale demais e nem de menos - saiba fazer as intervenções nas horas certas.7. Fale com calma de forma que o receptor compreenda a mensagem que você quer. A má postura é um hábito adquirido na infância e, se não corrigido, carrega-se por toda vida, com várias conseqüências, entre elas os desvios posturais, Érica Verderi (2005). Testando seu aprendizadoComente a figura abaixo:____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________Qual a diferença entre postura e imagem profissional ?____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 11
  12. 12. Anexo I Faça um gráfico analisando a mudança de sua ética, postura e imagem desde o iníciodeste módulo. Divida os círculos abaixo em 6 partes fazendo a divisão coerente das mesmas,levando em consideração os seguintes pontos:Ética na vida pessoal e ética na vida profissional.Postura pessoal e postura profissional.Imagem pessoal e imagem profissional. Ex: Antes Durante DepoisComente-os:________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 12
  13. 13. ________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Anexo II Aprendendo a aprender Saber que não se sabe já é saber. Se você não sabe que sabe, você pensa que não sabe.Por outro lado, se você pensa que sabe e não sabe, você age como se soubesse. Isso podecausar conseqüências drásticas. Todos nós somos ignorantes. Só que em assuntos diferentes.É impossível ao ser humano saber tudo. Mas reconhecer-se ignorante em alguma coisa Já éum reconhecimento, pois é abrir a porta para o aprendizado. Nossa maior ignorância é não saber que não sabemos. Arrogância é cegueira cognitiva. Énos tornarmos cegos ao conhecimento.Tudo o que nós aprendemos na vida passa por quatrofases, e a ignorância é a primeira fase da aprendizagem. Na fase da ignorância, nós nãosabemos o quanto sabemos. Quando passamos a saber que não sabemos, é porque jáestamos aprendendo e entramos na segunda fase. A segunda fase é estarmos a par de alguma coisa, ou seja,é quando sabemos o quanto nãosabemos. A terceira fase é a do conhecimento. É quando nós sabemos o quanto sabemos. De que modo começa o conhecimento? È com a confusão. Ao passarmos da segunda fase(estar a par) para a terceira (conhecimento), temos que atravessar o território da confusão.Muitos estudantes, quando chegam nesse ponto, largam o livro e não aprendem porque nãosuportam atravessar a confusão, que é a parte do aprendizado. Se os professores, nasescolas, soubessem disso e entendessem a importância dessa etapa do conhecimento, oaprendizado dos alunos seria muitíssimo melhor. Mas não. As pessoas têm medo da confusão(“Meu Deus, não estou entendendo nada. Não consigo. Isso é difícil demais para a minhacabeça!”) porque não querem sair da zona de conforto. Se nossos olhos virem uma coisa inteiramente nova, que nunca viram antes, a primeirapercepção parecerá confusa (“O que é isso?!”). Mas nosso Cérebro tem capacidade praprocessar aquelas informações, desde que estejamos abertos para isso, e logo o que eraconfuso torna-se familiar, o que era incompreensível tornar-se óbvio. Como já vimos, aarrogância (orgulho, soberba) é cegueira cognitiva. Fazer pose de “sabe tudo” é fechar ospróprios canais ao conhecimento. Para se chegar ao conhecimento é preciso estar aberto parao novo e ter vontade de aprender: sem medo (pelo contrario!). 13
  14. 14. Anexo III Não esqueça o principal Conta a lenda que certa mulher pobre com uma criança no colo, passando diante de umacaverna escutou uma voz misteriosa que lá dentro lhe dizia:"Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se,porém, de uma coisa: Depois que você sair, a porta se fechará para sempre. Portanto,aproveite a oportunidade, mas não se esqueça do principal...." . A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas jóias,pôs a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no seu avental. Avoz misteriosa falou novamente:"Você só tem oito minutos." Esgotados os oito minutos, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas, correu para forada caverna e a porta se fechou... Lembrou-se, então, que a criança ficara lá e a porta estavafechada para sempre! A riqueza durou pouco e o desespero, sempre. O mesmo acontece, às vezes, conosco. Temos uns oitenta anos para viver, neste mundo, euma voz sempre nos adverte: "Não se esqueça do principal!" E o principal são os valoresespirituais, a oração, a vigilância, a família, os amigos, a vida! Mas a ganância, a riqueza, osprazeres materiais nos fascinam tanto que o principal vai ficando sempre de lado... Assim,esgotamos o nosso tempo aqui, e deixamos de lado o essencial: "Os tesouros da alma!" Quejamais nos esqueçamos que a vida, neste mundo, passa rápido e que a morte chega deinesperada. E quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerão as lamentações. Portanto, que jamais nos esqueçamos do principal. 14
  15. 15. Anexo IV Deficiências Já andei por tantos caminhos e já vivi tantas coisas, que hoje vejo que o preconceito ediscriminação estão em cada um de nós, e cabe a nós quebrá-los para que possamos vivernuma sociedade mais justa e humana.Hoje posso afirmar que:"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições deoutras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seudestino."Louco" é quem não procura ser feliz."Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria."Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de umirmão."Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara dahipocrisia."Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda."Diabético" é quem não consegue ser doce."Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer."Miserável" somos todos que não conseguimos falar com Deus. 15
  16. 16. 16

×