Projeto merenda escolar

  • 2,627 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
2,627
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
26
Comments
1
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINSSETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOS ALIMENTAÇÃO SAUDAVEL: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA COLINAS - 2011
  • 2. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINS SETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOS JUSTIFICATIVAA escola é um lugar privilegiado para a promoção da saúde e desempenha papelfundamental na formação de valores hábitos e estilos de vida, entre eles o daalimentação. O Programa Nacional de Alimentação Escolar vem assegurando aos seuseducandos o fornecimento de uma alimentação mais rica, sadia, nutritiva e de qualidade,colaborando, assim, para a sua formação social e cognitiva. Os cardápios são elaboradosde forma consciente e pautados na realidade da Unidade Escolar, cujos itens utilizados eprioritários são os produtos básicos como: arroz, feijão, soja, carne, hortifrutigranjeiros(muitos desses itens produzidos pela própria escola, com o apoio e cuidado dos alunos eprofessores), ovos, macarrão e outros, diferente do que acontecia anteriormente, quandoa bolacha e os industrializados eram a base da Merenda Escolar.A pretensão deste projeto é de evidenciar as abordagens pedagógicas relacionadas àeducação alimentar e nutricional nos espaços formais de educação básica. Há, nessainvestigação, a percepção de um número significativo de várias publicações sobre otema na área de saúde que investigam, majoritariamente, o aspecto assistencialista dooferecimento de alimento no espaço escolar. Neste contexto trabalharemos um projetoeducacional sobre o Alimento Saudável por meio da informação, da organização e docaminho do alimento desde sua produção, perpassando pelo fornecimento de insumosda produção até a escolha do cardápio do consumidor final que é um importanteinstrumento de conscientização, por ter a escola um papel fundamental, que ajuda aformar os hábitos alimentares. Os educadores e educandos são conscientes de que otema se insere ou deve ser inserido, no campo da prática pedagógica, observando acuriosidade dos alunos a respeito dos alimentos e a valorização crescente em nosso paíspela cultura “Fest-food”. Foi elaborado este projeto abordando a promoção daalimentação saudável nas escolas, com o objetivo de reforçar questões inerentes a saúdee a alimentação nas atividades curriculares da escola.
  • 3. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINS SETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOS OBJETIVO GERALPromover o consumo de alimentos saudáveis e a consciência de sua contribuição para apromoção da saúde de uma forma atraente, lúdica e educativa. OBJETIVOS ESPECIFICOS • Relatar cuidados com a higiene alimentar e conservação dos alimentos relacionando seus benefícios para a saúde humana; • Identificar os diferentes tipos de vitaminas que encontramos nos alimentos e suas funções; • Adquirir noções de lugar (dentro/fora); • Interpretar textos; • Produzir textos; • Adquirir noções de tamanho (maior/menor) • Realizar atividades artísticas que envolvam (pintura, recorte, colagem, expressão oral e corporal) • Pesquisar os valores nutricionais dos alimentos contemplados nos cardápios; • Executar a preparação de receitas saudáveis; • Desenvolver os sentidos por meio da cozinha experimental; • Determinar a origem de alguns alimentos; • Cultivar hortaliças; • Aprender a escolher alimentos nutritivos e de boa qualidade e a importância de bons hábitos alimentares; • Realizar visita a uma feira livre; • Realizar uma feira gastronômica com a comunidade escolar;
  • 4. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINS SETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOSCONTEÚDO- Ampliação de vocabulário;- Produção, leitura e interpretação de textos; (fragmentos de textos retirados de obras deautores consagrados falando do tema em questão)- Leitura de imagens (desenvolvendo o senso artístico)- Hábitos de higiene alimentar- tipos de vitaminas e funções- Conservação dos alimentos- Hábitos alimentares saudáveis- Origem dos alimentos- Estatística- Pesos e medidas- Expressão corporalPROCEDIMENTOS METODOLOGICOS- Aula expositiva;- Pesquisar os benefícios de alguns alimentos;- Palestra com nutricionista (abordagem: vitaminas e funções, conservação de alimentose hábitos alimentares saudáveis) (parceria com a prefeitura)- Visita a feira livre e supermercados (comparando preços)- Calcular o valor observando os produtos utilizados em cada cardápio;- Calcular os valores nutricionais (Kal e proteínas)- Pesquisa de preços no comercio local;- Produção de textos (poemas, paródias e parlendas envolvendo a alimentação);- Teste de aceitabilidade (Explorar as áreas de conhecimento conforme as dificuldadesapresentadas)- Interpretação de textos (fragmentos de textos retirados de obras de autoresconsagrados falando do tema em questão);- Dramatizações; (O educando deverá criar peças teatrais referente ao tema)
  • 5. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINS SETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOS- Atividades físicas (jogos, ginásticas e danças aliadas a boa alimentação);- Recorte, colagem, modelagem e pintura;- Criar painéis com as poesias, acrósticos, paródias, cordéis, figuras ilustrativas (a partirdas produções de texto);- Elaborar cardápios a partir do recurso da U.E.;- Cozinha experimental; - Criar o dia “D” da feira gastronômica (desenvolvendo a criatividade do aluno, ahigienização no momento da manipulação e o perfil empreendedor);RECURSOS:- Cartazes;- Livros;- Gravuras- Cozinha experimental- Desenho- Recorte, colagem, modelagem e pintura ( variados tipos de papéis)- Lápis de cor, canetinha, tinta guache etc.- Folhas xerocopiadas para preencher.- Filmes e DVDs- Internet- Revistas- Livros- Jornais- Papel sulfite- Papel madeira- Verduras e frutas- Pirâmide Alimentar
  • 6. GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA EDUCAÇÃO E CULTURA DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE COLINAS DO TOCANTINS SETOR REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO FINANÇAS E PADRÕES MINIMOSAVALIAÇÃOA avaliação será realizada de forma individual, acompanhando o desenvolvimentopessoal do aluno, através da observação e constatação de mudança de comportamento ede novas relações estabelecidas por eles a partir dos trabalhos propostos.BIBLIOGRAFIAFNDE – Caderno de Legislação PNAE – 2009Revista Nova Escola – Janeiro e Fevereiro – 2010Google. Projetos Pedagógicos.