A Traducao como Acto de Comunicacao, Rosario Durao

  • 934 views
Uploaded on

Aula apresentado no âmbito da disciplina de «Língua, Discurso e Tradução» do mestrado em Tradução da FLUL, a convite da Prof. Doutora Margarita Correia

Aula apresentado no âmbito da disciplina de «Língua, Discurso e Tradução» do mestrado em Tradução da FLUL, a convite da Prof. Doutora Margarita Correia

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
934
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Rosário Durão “ World of Communication”, Dawn Hudson Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Mestrado em Tradução Unidade curricular de «Língua, Discurso e Tradução» Docente: Prof. Doutora Margarita Correia 27 de Novembro de 2008, 20-22 horas
  • 2. ÍNDICE
    • Perguntas
    • Características dominantes do mundo actual
    • Para um entendimento formal do que é a tradução
    • Sendo assim... A reavaliação dos mestrandos
    • O ponto de vista da convidada
      • Algumas definições
      • O contexto da tradução profissional
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 3. ÍNDICE
      • A tradução como comunicação profissional internacional
      • Esquema da comunicação profissional internacional
      • O duplo olhar dos comunicadores profissionais internacionais
      • Os profissionais e a documentação
      • A documentação e os seus especialistas
    • NOTA 1 : O título da aula e desta apresentação é da autoria dos mestrandos.
    • NOTE 2 : O texto em cinza refere-se às respostas fornecidas pelos mestrandos.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 4. PERGUNTAS DOS MESTRANDOS
    • P: Qual foi o tema da sua tese?
      • R: «Tradução Científica e Técnica: Proposta para a Formação de Tradutores Pluricompetentes Especializados na Produção de Documentação Científica e Técnica do Inglês para o Português». A tese foi orientada pelo Prof. Doutor Carlos Castilho Pais e apresentada à Universidade Aberta.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 5. PERGUNTAS A PROPÓSITO DO TÍTULO DA TESE
    • P: Porque terei falado em pluricompetências e a que pluricompetências pensam que a tese se refere?
      • R:
        • Competências linguísticas
        • Competências culturais
        • Competências de pesquisa
        • Capacidade de pensar como o autor original
        • Capacidade de aproximar o leitor do autor original.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 6. PERGUNTAS A PROPÓSITO DO TÍTULO DA TESE
    • P: Porque terei falado em «produção de documentação» e não em «tradução»?
      • R: Fi-lo porque a tradução é um processo mental. O que resulta e se vê é um texto, ou melhor, um documento, escrito numa determinada língua.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 7. PERGUNTAS SOBRE OS MESTRANDOS
    • P: Porque decidiram fazer um mestrado em tradução?
      • R:
        • A licenciatura não valeu de nada
        • Para se especializarem numa área de tradução
        • Porque gostam de línguas estrangeiras e gostam de estar em contacto com estrangeiros
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 8. PERGUNTAS SOBRE OS MESTRANDOS
    • P: O que esperam fazer quando acabarem o mestrado?
      • R:
        • Investigação
        • Tradução
        • Trabalhar numa empresa
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 9. PERGUNTAS SOBRE OS MESTRANDOS
    • P: Como se integra o mestrado no vosso plano de carreira?
      • R:
        • É uma porta aberta para novas oportunidades
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 10. PERGUNTAS AOS MESTRANDOS SOBRE O OBJECTO DE ESTUDO E SUA APLICAÇÃO
    • P: O que é para vós a tradução?
      • R:
        • Comunicação intercultural
        • Forma de aproximação e compreensão
        • Conhecer a cultura dos outros
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 11. PERGUNTAS AOS MESTRANDOS SOBRE O OBJECTO DE ESTUDO E SUA APLICAÇÃO
    • P: O que é para vós um tradutor?
      • R:
        • Ponte entre culturas
        • Mediador intercultural e interlinguístico
        • Alguém que compreende e sabe fazer compreender
        • Especialista
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 12. OS MESTRANDOS EM CONTEXTO
    • P: Como descrevem o mundo actual?
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 13.
    • P: Como descrevem o vosso lugar no mundo actual?
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 14.
    • P: Carreguem na ligação em baixo e assistam ao vídeo «Did you know 2.0». Enquanto o fazem, verifiquem se a vossa percepção do mundo actual e da maneira como se situam nele se altera. Tomem nota das principais diferenças.
    • Did you know 2.0 (2 de Junho de 2007)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 15. CARACTERÍSTICAS DOMINANTES DO MUNDO ACTUAL
    • Predomínio da comunicação imediata
    • Em breve, quase toda a humanidade terá acesso instantâneo a todo o tipo de informação
    • Desenvolvimento acelerado das TIC
    • Prevê-se que, em 2015, a quantidade de transacções comerciais internacionais suplante a quantidade de transacções nacionais
    • Comunicação em rede
    • Tecnologia e Comércio
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 16. PARA UM ENTENDIMENTO FORMAL DO QUE É A TRADUÇÃO
    • A «Classificação nacional das áreas de educação e formação ( CNAEF )», da DGERT – Direcção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho, sugere um triplo entendimento da formação em tradução e, por conseguinte, também, da tradução :
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 17.
    • 1) TRADUÇÃO = LÍNGUAS ESTRANGEIRAS
      • Línguas e Literaturas Estrangeiras (222) área que «diz respeito ao estudo da sua composição e estrutura.» (DGERT)
      • Inclui, explicitamente, as formações em Tradução. (DGERT)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 18.
    • 2) TRADUÇÃO = COMPOSIÇÃO
      • Áudio-Visuais e Produção dos Media (213) área que diz «respeito às técnicas necessárias à produção de livros, jornais, programas de radio e televisão, filmes, vídeos, música gravada e à reprodução gráfica (...) também se refere aos métodos de reprodução a cores, à fotografia e à computação gráfica, (...) à associação de imagens, texto e ilustrações para a produção de livros, revistas, anúncios, documentos publicitários, etc.» (DGERT)
      • Inclui os programas que incidem sobre composição de texto, composição de texto informatizada, produção assistida por computador, produção multimedia , entre outros. (DGERT)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 19.
    • 3) TRADUÇÃO = COMUNICAÇÃO / INFORMAÇÃO
      • Jornalismo e Reportagem (321) área que diz «respeito ao estudo da teoria e da prática do jornalismo/reportagem no âmbito dos media, bem como ao estudo do processamento e conteúdo de mensagens. Inclui a recolha de informação e a redacção de notícias, comentários, artigos de fundo de interesse público, etc.» (DGERT)
      • Inclui os programas que incidem sobre ciências da comunicação, comunicação de massas (redacção e conteúdo), informação (redacção e conteúdo), jornalismo (imprensa), entre outros. (DGERT)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 20. SENDO ASSIM ... A REAVALIAÇÃO DOS MESTRANDOS
    • P: A tradução é?
      • R:
        • Um suporte para tudo.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 21.
    • P: Os tradutores são?
      • R:
        • Transmissores.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 22.
    • P: O contexto é?
      • R:
        • A base em que se situam os tradutores
    • Os tradutores sem contexto não são tradutores.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 23. O PONTO DE VISTA DA CONVIDADA
    • Algumas definições
      • Uma definição de tradução : «uma actividade humana que, por essa razão, se encontra em constante transformação (...), uma actividade de natureza, essencialmente, prática, um fenómeno, uno e indecomponível, de comunicação, que compreende a reformulação intralinguística, a conversão interlinguística e a transmutação intersemiótica de informação, ou conteúdos (geralmente apresentados sob a forma de documentos) de qualquer natureza, relacionados com um determinado contexto, para um contexto diferente e com uma ou mais finalidades específicas, por intermédio de um ou mais tradutores. O desempenho desta acção requer conhecimentos e competências especiais.» (Durão 2007: 21-22)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 24.
      • Definições de tradutor :
        • « Tradutores são os indivíduos que concluíram um curso superior em Tradução não vocacionado para a especialização em áreas específicas do saber.»
        • « Tradutores especializados são os tradutores cuja formação superior tenha incidido sobre a Tradução científica, técnica ou de outra área, ou áreas, de especialidade.»
        • « Tradutores especialistas são as pessoas cuja formação superior tenha incidido, simultaneamente, sobre a Tradução e sobre uma ou mais áreas de especialidade adicionais (científicas, técnicas ou outras).» (Durão 2007: 24-25)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 25.
        • Tradutores profissionais são aqueles «que, após terem concluído um curso de Tradução ou um curso no âmbito da Comunicação ou de outro campo do conhecimento, que contemple, explicitamente, a Tradução, desempenham a actividade de forma regular, remunerada, responsável e segundo os princípios éticos básicos e transversais às profissões, em geral, e à profissão de tradutor, em particular.» (Durão 2007: 26).
        • Os tradutores profissionais actuam no seio de uma complexa rede de intervenientes e relações profissionais (  Fig. 1 ).
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 26. 27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação Fig. 1. Intervenientes no processo de tradução e suas relações (Durão 2007: 264 [inspirada em Nord 1997])
  • 27.
        • « Fornecedores de serviços de tradução (FST) são todos aqueles que fornecem serviços de tradução, sem terem concluído uma formação superior em Tradução.» (Durão 2007: 25)
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 28.
      • Definição de contexto :
        • O contexto é composto pelo conjunto da envolvente humana do tradutor profissional e das transacções comunicativas nas quais ele participa .
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 29.
      • O contexto da tradução profissional:
        • Na tradução profissional, a comunicação processa-se invariavelmente entre culturas profissionais. As culturas profissionais apresentam semelhanças e diferenças entre si.
        • Os tradutores profissionais são os especialistas da (inter)mediação da comunicação profissional.
        • Os tradutores profissionais pertencem à cultura intermédia de intercâmbio profissional, que, em certos aspectos, se assemelha e, noutros, se distingue das culturas de partida e de chegada (  Fig. 2 ).
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 30. 27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação Fig. 2. Cultura intermédia de intercâmbio profissional (Durão 2007: 216)
  • 31. A TRADUÇÃO COMO COMUNICAÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONAL
    • A tradução profissional pode assumir diversas formas de comunicação profissional:
      • Comunicação profissional nacional (p. ex., entre uma empresa de metalomecânica inglesa e um cliente inglês);
      • Comunicação profissional internacional, intercultural e unilinguística (p. ex., entre uma empresa de metalomecânica inglesa e um cliente americano);
      • Comunicação profissional internacional, intercultural e bilinguística (p. ex., entre uma empresa de metalomecânica inglesa e um cliente português); e
      • Comunicação profissional transnacional (ou global), multicultural e multilinguística (p. ex., entre um empresa de metalomecânica inglesa e clientes ingleses, americanos, portugueses ou outros). (Durão 2007: 269) (  Fig. 3 ).
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 32. ESQUEMA DA COMUNICAÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONAL 27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação Fig. 3. A comunicação profissional internacional (Durão 2007: 267)
  • 33. O DUPLO OLHAR DOS COMUNICADORES PROFISSIONAIS INTERNACIONAIS
    • Ser lucrativa
    • Conter custos
    • Ser a primeira a chegar a implantar o seu produto numa determinada parte do mundo
    • Exportar os seus produtos simultaneamente para diversas partes do mundo
    • Cultivar a lealdade do consumidor
    • Obter a certificação da qualidade dos seus produtos
    • Cumprir as normas nacionais e internacionais
    • Minimizar os riscos dos produtos
    • Língua(s)/Linguagem/ns
    • Estilos de aprendizagem
    • Estilos de comunicação
    • Literacia visual
    • Literacia técnica
    • Literacia informática
    • ( from Hoft 1995: 1-2)
    • As necessidades da empresa
    • As características do utilizador
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação No seu trabalho, os tradutores e outros profissionais da comunicação internacional devem estar atentos, simultaneamente, às necessidades da empresa e às características dos utilizadores.
  • 34. OS PROFISSIONAIS E A DOCUMENTAÇÃO
    • Os advogados defendem e acusam, os docentes ensinam e investigam, os engenheiros civis projectam e dirigem construções, os médicos tratam e curam os doentes, os meteorologistas analizam e prevêem os fenómenos meteorológicos...
    • No desempenho das suas actividades, estes e outros profissionais passam grande parte do seu tempo a escrever.
    • MAS a documentação que produzem nem sempre é eficaz porque não é concebida tendo em atenção o(s) público(s)-alvo, ou seja, as suas expectativas, necessidades e características (p. ex. idade, género, cultura, nível e tipo de literacia, nível de especialização, etc.).
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 35. A DOCUMENTAÇÃO E OS SEUS ESPECIALISTAS
    • Produzir documentação eficaz é algo que compete a um grupo muito específico de profissionais:
    • os Comunicadores Profissionais Internacionais ,
    • nos quais se encontram os
    • tradutores profissionais .
    • Estes são especialistas da documentação profissional eficaz.
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 36. ALGUNS RECURSOS
    • International Technical Communication SIG da STC
    • Multilingual guides
    • rosariodurao.net
    • Tcworld magazine
    • techcomm7e Web (companion site for Michael Markel’s Technical Communication )
    27/11/2008 - 20-22 horas A Tradução como Acto de Comunicação
  • 37.
    • Rosário Durão
    • rosariodurao.net
    • rosariodurao.net/CommunicationStudio
    Obrigada pela vossa presença e pela vossa colaboração!