José Gomes Ferreira
 
<ul><li>Nasceu no Porto a 10 de Junho de 1900. </li></ul><ul><li>Mudou-se para Lisboa aos quatro anos de idade. </li></ul>...
<ul><li>Seguiu também carreira como compositor, chegando a ter a sua própria obra &quot;Suite Rústica“. </li></ul><ul><li>...
<ul><li>Iniciou-se na poesia em 1931com o poema “ Viver sempre também cansa ”.  </li></ul><ul><li>Foi apenas em 1948 que c...
<ul><li>Em 1978 foi projectada em Lisboa pelo seu filho Raul Hestnes Ferreira, a Escola Secundária de Benfica que viria se...
<ul><li>Foi honrado pelo Presidente Ramalho Eanes como grande oficial da Ordem Militar de Santiago de Espada, vindo mais t...
<ul><li>Em 1990, o Presidente da Câmara de Lisboa, Jorge Sampaio, manifesta uma placa de homenagem ao escritor, na Avenida...
Algumas obras de José Gomes Ferreira <ul><li>Poesia </li></ul><ul><li>1918 - &quot;Lírios do Monte” </li></ul><ul><li>1950...
<ul><li>Ficção </li></ul><ul><li>1960 - &quot;O Mundo Desabitado&quot;  </li></ul><ul><li>1962 - &quot;Os segredos de Lisb...
<ul><li>Crónicas </li></ul><ul><li>1975 - &quot;Revolução Necessária&quot;  </li></ul><ul><li>1977 - &quot;Intervenção Son...
<ul><li>Memórias e Diários </li></ul><ul><li>1965 - &quot;A Memória das Palavras” </li></ul><ul><li>1966 - &quot;Imitação ...
<ul><li>Contos </li></ul><ul><li>1958 -  “Contos” </li></ul><ul><li>1969 - &quot;Tempo Escandinavo&quot; </li></ul>
<ul><li>    Ensaios e Estudos </li></ul><ul><li>1955 - &quot;Folhas Caídas” </li></ul><ul><li>1958 - &quot;Contos Tradicio...
<ul><li>Traduções </li></ul><ul><li>&quot;A Casa de Bernarda Alba&quot; </li></ul><ul><li>1926 - &quot;O Livro das Mil e U...
<ul><li>Discografia </li></ul><ul><li>1971 – “Poesia IV” </li></ul><ul><li>1973 – “Poesia V” </li></ul><ul><li>1973 - &quo...
<ul><li>Vivam Apenas   </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Vivam, apenas  </li></ul><ul><li>Sejam bons como o sol.  </li...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

C:\José Gomes Ferreira

2,954

Published on

Vida e obra do poeta

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,954
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "C:\José Gomes Ferreira "

  1. 1. José Gomes Ferreira
  2. 3. <ul><li>Nasceu no Porto a 10 de Junho de 1900. </li></ul><ul><li>Mudou-se para Lisboa aos quatro anos de idade. </li></ul><ul><li>Estudou nos liceus de Camões e de Gil Vicente . </li></ul><ul><li>Colaborou com Fernando Pessoa , ainda muito jovem, num soneto para a revista Ressurreição . </li></ul><ul><li>Formou-se em Direito em 1924, tendo trabalhado mais tarde como Cônsul na Noruega entre 1925 e 1929. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Seguiu também carreira como compositor, chegando a ter a sua própria obra &quot;Suite Rústica“. </li></ul><ul><li>Em 1930 regressa a Portugal e dedica-se à carreira jornalística. </li></ul><ul><li>Foi colaborador de vários jornais e revistas, tais como Presença, Seara Nova e Gazeta Musical e de Todas as Artes. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>Iniciou-se na poesia em 1931com o poema “ Viver sempre também cansa ”. </li></ul><ul><li>Foi apenas em 1948 que começou a publicação séria do seu trabalho, com Poesia I e com colaboração em Homenagem Poética a António Gomes Leal . </li></ul><ul><li>Em 1961 ganhou, com Poesia III, o Grande Prémio da Poesia da Sociedade Portuguesa de Escritores. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Em 1978 foi projectada em Lisboa pelo seu filho Raul Hestnes Ferreira, a Escola Secundária de Benfica que viria ser Escola Secundária de José Gomes Ferreira em sua homenagem. </li></ul><ul><li> Ainda em 1978 tornou-se Presidente da Associação Portuguesa de Escritores. </li></ul><ul><li>Em 1979 foi candidato, da APU, por Lisboa, nas eleições legislativas intercalares desse mesmo ano. </li></ul><ul><li>Associou-se ao PCP em Fevereiro do ano seguinte. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Foi honrado pelo Presidente Ramalho Eanes como grande oficial da Ordem Militar de Santiago de Espada, vindo mais tarde a receber o grau de grande oficial da Ordem da Liberdade. </li></ul><ul><li>Em 1983, ano em que foi homenageado pela Sociedade Portuguesa de Autores, foi submetido a uma delicada intervenção cirúrgica. </li></ul><ul><li>A 8 de Fevereiro de 1985, dois anos depois da intervenção cirúrgica, faleceu vítima de uma doença prolongada. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Em 1990, o Presidente da Câmara de Lisboa, Jorge Sampaio, manifesta uma placa de homenagem ao escritor, na Avenida Rio de Janeiro, a sua última morada. </li></ul><ul><li>No ano do Centenário do nascimento do Poeta (1900 - 2000), a Videoteca da Câmara Municipal de Lisboa produziu um documentário biográfico sobre José Gomes Ferreira, intitulado “Um Homem do Tamanho do Século”. </li></ul><ul><li>A vida e obra de José Gomes Ferreira atravessam praticamente todo o século XX. Dizia José Gomes Ferreira &quot;Até 2000 ainda espero…Depois desisto”. </li></ul>
  8. 9. Algumas obras de José Gomes Ferreira <ul><li>Poesia </li></ul><ul><li>1918 - &quot;Lírios do Monte” </li></ul><ul><li>1950 - &quot;Poesia II&quot; </li></ul><ul><li>1956 - &quot;Eléctrico&quot; </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Ficção </li></ul><ul><li>1960 - &quot;O Mundo Desabitado&quot; </li></ul><ul><li>1962 - &quot;Os segredos de Lisboa&quot; </li></ul><ul><li>1978 - &quot;Caprichos Teatrais” </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Crónicas </li></ul><ul><li>1975 - &quot;Revolução Necessária&quot; </li></ul><ul><li>1977 - &quot;Intervenção Sonâmbula&quot; </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Memórias e Diários </li></ul><ul><li>1965 - &quot;A Memória das Palavras” </li></ul><ul><li>1966 - &quot;Imitação dos Dias - Diário Inventado” </li></ul><ul><li>1990 - &quot;Passos Efémeros - Dias Comuns I&quot; </li></ul>
  12. 13. <ul><li>Contos </li></ul><ul><li>1958 - “Contos” </li></ul><ul><li>1969 - &quot;Tempo Escandinavo&quot; </li></ul>
  13. 14. <ul><li>  Ensaios e Estudos </li></ul><ul><li>1955 - &quot;Folhas Caídas” </li></ul><ul><li>1958 - &quot;Contos Tradicionais Portugueses” </li></ul><ul><li>1970 - &quot;José Régio” </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Traduções </li></ul><ul><li>&quot;A Casa de Bernarda Alba&quot; </li></ul><ul><li>1926 - &quot;O Livro das Mil e Uma Noites&quot; </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Discografia </li></ul><ul><li>1971 – “Poesia IV” </li></ul><ul><li>1973 – “Poesia V” </li></ul><ul><li>1973 - &quot;Entrevista 12 - José Gomes Ferreira&quot; </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Vivam Apenas </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Vivam, apenas </li></ul><ul><li>Sejam bons como o sol. </li></ul><ul><li>Livres como o vento. </li></ul><ul><li>Naturais como as fontes </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Imitem as árvores dos caminhos </li></ul><ul><li>que dão flores e frutos </li></ul><ul><li>sem complicações. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Mas não queiram convencer os cardos </li></ul><ul><li>a transformar os espinhos </li></ul><ul><li>em rosas e canções. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>E principalmente não pensem na Morte. </li></ul><ul><li>Não sofram por causa dos cadáveres </li></ul><ul><li>que só são belos </li></ul><ul><li>quando se desenham na terra em flores. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Vivam, apenas. </li></ul><ul><li>A Morte é para os mortos!   </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×