Figuras de palavras ou tropos

738 views
658 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
738
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
221
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Figuras de palavras ou tropos

  1. 1. TRABALHO DEPORTUGUÊS
  2. 2. FIGURAS DE PALAVRAS OUTROPOS
  3. 3.  As figuras de palavras (outropos) se caracterizam porapresentar uma mudança,substituição ou transposição dosentido real da palavra, paraassumir um sentido figuradomediante o contexto.
  4. 4.  SÃO FIGURAS DE PALAVRAS: a comparação, a metáfora, acatacrese, metonímia ousinédoque, a perífrase ouantonomásia e a sinestesia
  5. 5. COMPARAÇÃO Consiste em comparar dois elementos demeios diferentes. Normalmente, acomparação é estabelecida por umaconjunção comparativa (como, tal qual,assim como e etc.).
  6. 6.  Metáfora. É o desvio da significaçãoprópria de uma palavra, nascido de umacomparação mental ou característicacomum entre dois seres ou fatos.
  7. 7.  Isso acontece em diversassituações e diferentes tipos detexto. Quando afirmamos“Matheus é fera em Matemática”;em momento algum referimosque “Matheus é algum bicho oucoisa parecida”, e sim que elesabe muito sobre esse assunto.
  8. 8.  Leia o poema “Inutilidades”, de José Paulo Paes: “Ninguém coça as costas da cadeira. Ninguém chupa a manga da camisa. O piano jamais abandona a cauda. Tem asa, porém não voa, a xícara. De que serve o pé da mesa se não anda? E a boca da calça, se não fala nunca? Nem sempre o botão está na sua casa. O dente de alho não morde coisa alguma. Ah! Se trotassem os cavalos do motor... Ah! Se fosse de circo o macaco do carro... Então a menina dos olhos comeria Até bolo esportivo e bala de revólver”.
  9. 9.  Neste texto, o poeta brinca em usar alinguagem denotativa para expressões quesão conotativas. Quando ele menciona “pé damesa”, ele sabe que “pé” não está no seusentido real, mas mesmo assim ele graceja,complementando o período com a expressão“se não anda”. E assim ele faz em todo opoema, questionando através da brincadeiraos termos que empregamos quando faltampalavras para expressar o que se quer dizer.
  10. 10.  Metonímia. Consiste em usar uma palavrapor outra, com a qual se acha relacionada.Por exemplo: 1°) o efeito pela causa Os aviões semeavam a morte. [ = bombasmortíferas ] 2°) o autor pela obra: Nas horas de folga lia Camões. [ Camões = aobra de Camões ] 3°) o continente pelo conteúdo: Tomou uma taça de vinho. [= o vinho contidona taça]
  11. 11.  4°) o instrumento pela pessoa que o utiliza: Ele é um bom garfo. [ = comedor ] 5°) o sinal pela coisa significada: Que as armas cedam à toga [ isto é, que aforça militar acate o direito] 6°) o lugar pelos seus habitantes ou produtos: "A América reagiu e combateu." (LatinoCoelho) 7°) o abstrato pelo concreto: A mocidade é entusiasta [ mocidade = moços ] Etc...
  12. 12.  Perífrase. É uma expressão que designa osseres através de algum de seus atributos, oude um fato que os celebrizou. Exemplos: Das entranhas da terra jorra o ouro negro. [ =o petróleo] O rei dos animais foi generoso. [ = o leão] Observação: À estatística só interessam perífrases comvalor expressivo.
  13. 13.  Sinestesia. É a transferência de percepçõesda esfera de um sentido para a de outro, doque resulta uma fusão de impressõessensoriais de grande poder sugestivo.Exemplos: Sua voz doce e aveludada era uma carícia emmeus ouvidos. [voz: sensação auditiva; doce:sensação gustativa; aveludada: sensaçãotátil] Em seu olhar gelado percebi uma ponta dedesprezo.
  14. 14.  CATACRESE É utilização de um termo fora de seusentido literal, por não haver uma palavraapropriada para expressar o que sepretende. Nesse caso o uso da palavra jáestá incorporado à língua, para suprir afalta de um termo exato. É, naverdade, uma metáfora de uso corrente.
  15. 15. Exemplos:"asa da xícara" "batata da perna""maçã do rosto" "pé da mesa""braço da cadeira" "coroa do abacaxi"
  16. 16.  ANTONOMÁSIA: É a substituição de um nome por uma expressão queidentifica a coisa ou pessoa, salientando suasqualidades ou um fato notável pelo qual ela éconhecida. Veja alguns exemplos de antonomásia muito comunsno cotidiano: “O repórter de canudos” – Euclides da Cunha.“O engenheiro da palavra” – João Cabral de Melo.“O rei do cangaço” – Lampião.“O rei do pop” – Michael Jackson.“O rei do futebol” – Pelé.“O Rei” – Roberto Carlos.

×