Noções de versificação 2

16,767 views

Published on

0 Comments
15 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
16,767
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
808
Comments
0
Likes
15
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Noções de versificação 2

  1. 1. O texto poético Prof. Rosa MendesNoções de versificação Ano letivo: 2011-2012
  2. 2. O Texto lírico/poético caracteriza-se por:Aspectos de Conteúdo:1. Existência de um sujeito que revela e explora umavivência interior.2. Um mundo filtrado pela experiência de um sujeitoNota:Não é o próprio autor que se expressa no poema, mas sim o “eupoético” ou “sujeito poético” que assume neste texto o papelequivalente ao do narrador no texto narrativo. O “eu poético” também é uma criação literária, uma ficção).Aspectos Formais/Linguísticos:1. Escrita em verso (mais frequentemente)O poema apresenta uma mancha gráfica diferente da prosa2. Predomínio da primeira pessoa gramatical3. Musicalidade.4. Linguagem subjetiva
  3. 3. Análise do poema faz-se ao nível da:Estrutura externa de uma poema diz respeito aaspectos formais do mesmo, por isso estrutura externa éequivalente a análise formal. Neste tipo de análise,devem considerar-se os seguintes itens: número de estrofes,número de versos que constituem cada estrofe, nome de cadauma das estrofes, número de sílabas métricas, nome de cadaum dos versos, tipos de rimas, ritmo.Estrutura interna, consiste na análise doconteúdo da mensagem, na qual o poema pode ser divididoem partes, tem de haver uma justificação para a divisão feita,relacionam-se as diferentes partes (adições, oposições,associações e paralelismo léxico-semântico), encontram-se otema e o assunto, relaciona-se o título com o conteúdo, etc.Tudo o resto depende muito do tipo de poema em causa, doautor e ainda do período literário em que se insere.
  4. 4. Noções de Versificação – Estrutura Externa Recorda ou aprende algumas noções específicas da poesia: Verso: cada uma das linhas do poema, que pode ter sentido completo ou não. Estrofe: conjunto de versos que formam uma unidade gráfica; as estrofes encontram-se separadas por um espaço em branco. Estrutura estrófica: as estrofes podem ser classificadas consoante o número de versos que a constituem.
  5. 5. Estrutura EstróficaConforme o número de versos que asconstituem, as estrofes recebem nomesdiferentes:1 - Monóstico2 - Dístico3- Terceto4 - Quadra5 - Quintilha6- Sextilha7- Sétima8- Oitava9 - Nona10 - DécimaMais de 10 - Irregular
  6. 6. RIMAconsiste na semelhança de sons, normalmente nas sílabas finais dosversosESQUEMA RIMÁTICOatribui-se uma letra a cada rima (som), pela ordem das letras do alfabeto:Rima cruzada: os versos rimam alternadamente, o 1º com o 3º e o 2ºcom o 4º, etc – abab;Rima emparelhada: os versos rimam seguidos – aabb;Rima interpolada: dois versos que rimam são separados por dois oumais versos de rima diferente – abba ; abcda, etc.
  7. 7. Classificação da rima quanto ao seu lugar no versoExemplos:As horas pela alameda aArrastam vestes de seda, aVestes de seda sonhada bPela alameda alongada. bA rima é emparelhada porque rimam dois versos seguidos( aa/bb/)
  8. 8. Nunca julgues que quem canta aÉ feliz porque é ilusão:bNem sempre diz a garganta aO que sente o coração. bA rima é cruzada porque os versos rimamalternadamente (abab ; abcb)
  9. 9. Ó meu relógio de sol, a Agulha de marear.b Minha rota sobre o mar,b Faixa da luz do farol! a A rima é interpolada nos 1º e 4º versos porque estãoseparados por dois (ou mais) versos de rima diferente.
  10. 10. Tu estás em mim como eu estive no berço a Como a árvore sob a sua crosta b Como o navio no fundo do mar c .Versos brancos ou soltos: não rimam com outros na estrofe.
  11. 11. Métrica – Diz respeito à medida do verso, que se pode quantificar eclassificar.Há poemas em que os versos têm todos a mesma medida,isto é, omesmo número de sílabas métricas, noutros, os versos apresentammedidas diferentes.Escansão – é a desigação que se dá à medição dos versos através da contagem de sílabas métricas.Atencão:As sílabas métricas podem não corresponder às sílabasgramaticais, pois contam-se até à sílaba tónica da última palavrade cada verso.Ex. Pes/ca/dor/da/bar/ca/be /la → 8 sílabas gramaticaisPes/ca/dor/da/bar/ca/be(la) → 7 sílabas métricas
  12. 12. Mas, afinal, o que se mede?Medem-se ou contam-se as sílabas que constituem o verso.Mas atenção, não são as sílabas gramaticais,são as silabas tal comonos soam ao ouvido, conforme são pronunciadas em voz alta. Porvezes podem coincidir, mas devemos tomar mais atenção à pronúnciado verso e não às sílabas da palavra considerada isoladamente.É preciso respeitar algumas regras quando se faz a escansão:1. Só se devem contar as sílabas até à ultima sílaba tónica da última palavra do verso.Se o verso terminar numa palavra exdrúxula,não deves contabilizaras duas últimas sílabas.Ex. Nas/ru/as/da/fei/ra – 5 sílabas métricas2. Se, no verso se sucederem duas vogais átonas, uma átona e umatónica ou uma átona e um ditongo e puderem ser pronunciadas em apenas uma emissão de som, temos uma liberdade poética que só é concedida aos poetas.Faz-se a elisão, ou seja, só se conta como uma sílaba métrica,sempre que duas ou três vogais puderem ser pronunciadas numa sóemissão de som.Ex.Lá/pa/ra o/nor/te é/me/lhor – 7 sílabas métricas
  13. 13. Exemplo:• O/ po/e/ta/ é/ um/ fin/gi/dor - 9 sílabas gramaticais• Fin/ge/ tão/ com/ple/ta/men/te – 8 sílabas gramaticais• Que/ che/ga/ a/ fin/gir/ que/ é/ dor – 9 sílabas gramaticais• A/ dor/ que/ de/ve/ras/ sen/te. – 8 sílabas gramaticaisO/ poe/ta é/ um/ fin/gi/dor - 7 sílabas métricasFin/ge/ tão/ com/ple/ta/men/te – 7 sílabas métricasQue/ che/ga a/ fin/gir/ que é/ dor - 7 sílabas métricasA/ dor/ que/ de/ve/ras/ sen/te. - 7 sílabas métricas
  14. 14. Classificação dos versos quanto ao número de sílabasmétricas: • Monossílabo : 1 sílaba • Dissílabo : 2 sílabas • Trissílabo : 3 sílabas • Tetrassílabo: 4 sílabas • Pentassílabo ou Redondilha Menor: 5 sílabas • Hexassílabo ou Heróico Quebrado: 6 sílabas • Heptassílabo ou Redondilha Maior: 7 sílabas • Octossílabo: 8 sílabas • Eneassílabo: 9 sílabas • Decassílabo: 10 sílabas • Hendecassílabo: 11 sílabas • Dodecassílabo ou Alexandrino: 12 sílabas
  15. 15. Como proceder à analise formal de um poema?• URGENTEMENTE• É urgente o Amor, Indicar o número versos e de estrofes;• É urgente um barco no mar. Classificar as estrofes quanto ao número• de versos ;• É urgente destruir certas palavras  Referir os tipos de rima;• ódio, solidão e crueldade, Classificar o número de versos quanto ao• alguns lamentos, número de sílabas métricas.• muitas espadas.•  Poema composto por 14 versos, divididos• É urgente inventar alegria, em quatro estrofes, distribuídos por 1• multiplicar os beijos, as searas, dístico e 3 quadras• é urgente descobrir rosas e rios• e manhãs claras.  Presença de rima:• Interpolada (2ª estrofe) e• Cai o silêncio nos ombros, Cruzada ( 3ª e 4ª estrofes)• e a luz impura até doer. e• É urgente o amor, Versos soltos (1ª estrofe)• É urgente permanecer.

×