Ursinho dudu quer um amigo (adaptado)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ursinho dudu quer um amigo (adaptado)

on

  • 2,845 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,845
Views on SlideShare
2,821
Embed Views
24

Actions

Likes
1
Downloads
27
Comments
0

3 Embeds 24

http://liviallldinamizadora.blogspot.com 19
http://colegiovitaldeoliveira.blogspot.com 4
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Ursinho dudu quer um amigo (adaptado) Ursinho dudu quer um amigo (adaptado) Document Transcript

  • O URSINHO DUDU QUER UM AMIGO (ADAPTADO)
  • NARRADOR-Dudu era um urso que morava em uma floresta, mas ele era muito solitário. Cansadoda solidão resolveu sair pela floresta à procura de um amigo que pudesse conversar e brincar. Nooutro dia quando galo cantou Dudu resolveu levantar, lavou seu rosto numa flor que estava cheia deorvalho, trancou sua casa e saiu pela floresta. Quando encontrou uma velhinha com uma cesta cheiade laranjas. E disse:DUDU: - Bom dia senhora.SENHORA: - Bom dia!DUDU: -A senhora quer ser minha amiga?SENHORA:- Eu colho laranjas, você quer colher laranjas comigo para me ajudar?DUDU; Não gosto de colher laranja.SENHORA: Então você não serve para ser meu amigo. Tchau!NARRADOR: Dudu continuou a sua caminhada, quando de longe, ele viu uma gata que vinha pelodançando. E disse:DUDU: - Bom dia Gata.GATA:- Bom dia!DUDU-quer ser minha amiga?GATA-Sou professora de dança veja. Obs.: A gata faz uma demonstração para o urso da dançaDUDU-não gosto de dançar.GATA-então você não serve para ser meu amigo, Tchau!NARRADOR - e a gata foi pelo caminho e o urso continuou a sua caminhada, quando viudevagarzinho ele viu um caracol e uma tartaruga e disse:DUDU - Bom dia, Caracol e Tartaruga.TARTARUGA E CARACOL - Bom diaDUDU-Quer minha amizade?TARTARUGA E CARACOL - Estamos correndo na floresta quer correr conosco?DUDU-não gosto de correr.TARTARUGA E CARACOL - Então você não serve para ser nosso amigo,Tchau!NARRADOR-e os dois foram saindo e Dudu ficou ali sozinho.O dia estava ensolarado, belas nuvens, joaninhas, pássaros voando e borboletas enfeitando o céu.Quando viu uma bela borboleta que voava e a chamou:DUDU: -Borboleta vem cá. Vem cá.NARRADOR - A borboleta foi descendo ao encontro do ursinho e perguntou:BORBOLETA - O que você quer?DUDU - Quero um amigo você quer ser minha amiga?BORBOLETA - Vivo enfeitando os céu e os jardins, vem voar comigo?DUDU-Não sei voar.BORBOLETA - Então você não serve para ser meu amigo ,Tchau!NARRADOR- voltou para céu deixando Dudu, muito triste,mas de repente ele ouviu passos estavaficando cada vez mais forte. Era um canguru, Dudu logo foi falando:DUDU - Bom dia!CANGURU - Bom diaDUDU - quer ser meu amigo?NARRADOR-O canguru olhou bem para ele e disseCANGURU - Quero nãoDUDU - Por quê?CANGURU - Por que você e muito feioNARRADOR – e foi saindo sumindo pela floresta deixando Dudu nervoso com tanta grosseria.Mas continuou a sua caminhada, quando de longe viu uma formiga que vinha carregando umaenorme folha nas costa e foi logo falando:DUDU - Boa tarde formiga!FORMIGA - Boa tarde!DUDU - Quer ser minha amiga?
  • FORMIGA - vivo carregando folhas e alimento quer trabalhar comigo?DUDU - não gosto de trabalharFORMIGA - Então você não serve para ser meu amigo Tchau!NARRADOR - E a formiga continuou seu trabalho e Dudu resolveu voltar para casa, já estavacansado, andou o dia todo e nada tinha conseguido. Chegou em casa e deitou e ficou lá pensando, oque teria de errado com ele, ninguém quis a sua amizade. Logo adormeceu. MÚSICA DA NATUREZA RELÓGIOO dia amanheceu o galo cantou bonito e forte Dudu levantou e lavou seu rosto numa flor que estavacheia de orvalho e ficou pensando se ia procurar novamente um amigo, pois estava cansado do diaanterior. Pensou, pensou e resolveu voltar, quem sabe hoje teria mais sorte. Foi pelo caminho eficou surpreso não conhecia aquela parte sombria, feia, com morcegos cheios de fumaça da floresta.Quando viu uma misteriosa moça que estava, com um véu cobrindo seu rosto. Ele ficou muitocurioso, aproximou-se e disse -DUDU-Bom dia moça.MOÇA-Bom diaDUDU - o que faz aqui neste lugar estranho?MOÇA- moro aqui e você?DUDU- Estou muito sozinho e resolvi procurar um amigo, você quer ser minha amiga ?MOÇA-quero sim, mas com uma condição.DUDU - Condição? Qual?MOÇA -Quero um beijo de amor .DUDU – Beijo de amor nem te conheço?MOÇA - Tenho uma surpresa para vocêNARRADOR - Dudu pensou e resolveu aceitar o beijo, da moça misteriosa.DUDU - Aceito, mas tire o véu para que eu possa admirar a sua beleza!MOÇA - não, só depois do beijo de amor.DUDU ta bom,NARRADOR – E Dudu fechou os olhos, os dois foram aproximando, e a moça misteriosa tirou ovéu, era uma horrível Bruxa, feia, velha e nariguda que tinha uma verruga na ponta do nariz. MasDudu estava muito curioso para saber quem era a moça misteriosa, ele abriu um dos olhos antes dobeijo. Quase morreu de susto, Dudu caiu e saiu desesperado pela floresta com medo da feiúra dabruxa. Que correu atrás de Dudu gritando e rindo.BRUXA - Volte meu amor sou uma princesa enfeitiçada. O urso correu mais que pode e escondeuatrás de uma pedra que tinha no meio da floresta e ficou ali esperando passar o medo, foi saindo eescondendo atrás das árvores com medo que a bruxa estivesse escondida. E continuou pela florestasuas pernas ainda estavam bambas de tanto correr da bruxa. Dudu estava mais cauteloso, quandoviu pelo caminho um cachorro e falou-DUDU-Bom dia cachorroCACHORRO-Bom diaDUDU - Quer ser meu amigo?CACHORRO - Você sabe jogar cartas ?DUDU - não gosto de jogar cartasCACHORRO - você quer aprender ?DUDU - não gosto de jogarCACHORRO - Então você não serve para ser meu amigo
  • NARRADOR - E foi saindo deixando Dudu sem ação. Dudu, ele continuou sua caminhada,quandoencontrou na floresta viu um jacaré que vinha com andado todo faceiro, jogando o rabo para lá epara cá e logo disse.DUDU - Bom dia jacaréJACARÉ - Bom diaDUDU- Quer ser meu amigo ?JACARÉ - eu moro no lago você vem morar comigo?DUDU - morar só no lago, estou fora.JACARÉ - Então você não serve para ser meu amigo.NARRADOR-e foi saindo todo faceiro, sem dar moral para o ursinho. Dudu pensou em voltar paracasa quando de longe ele ouviu um violão, era uma sapa que vinha pelo caminho e disse:DUDU - sapa você quer ser minha amiga?SAPA - Gosto de comer pizza de besouros com queijo, você quer comer comigo?DUDU - pizza de besouros? Não gosto que nojo.SAPA-então você não serve para ser meu amigo.NARRADOR - E Dudu foi pelo caminho resmungando, pizza de besouros, nem pensar, credo,quando ouviu um uivo ,era o lobo, que vinha pelo caminho e logo Dudu disse:DUDU - Boa tarde LoboLOBO - Boa tardeDUDU - quer ser meu amigo?LOBO - Sou cantor famoso veja (o lobo canta música escolhida pelo grupo de teatro)DUDU - não sei cantarLOBO - Então você não serve para ser meu amigo.NARRADOR - Dudu estava cansado, o sol estava muito quente, ele sentou em uma pedra queencontrou pelo caminho, para descansar um pouco e viu que vinha de longe um porca pelo caminhotreinando boxe e disse:DUDU - Boa tarde PorcaPORCA Boa tardeDUDU - Quer ser minha amiga?PORCA - luto boxe quer lutar comigo ?DUDU - não gosto de boxe e perigosoPORCA - então você não serve para ser meu amigo.NARRADOR - Dudu continuou sua procura quando de um galho de árvore um macaco pulou eDudu logo disse:DUDU - Boa tarde macacoMACACO - Boa TardeDUDU - quer ser meu amigo?MACACO - como banana, quer bananas?DUDU - não gosto de bananasMACACO - Então você não serve para ser meu amigo.NARRADOR-e o macaco já pulou num galho e Dudu ficou triste, mais uma vez ele não tinhaconseguido nada.Dudu estremeceu, ouviu um urro, era um leão que vinha pela floresta . Dudu pensou em corrermais não deu tempo o leão chegou e disse:LEAO- o que você esta fazendo em minha floresta?NARRADOR - Dudu tremulo respondeuDUDU - quero um amigo, quer ser meu amigo?LEAO – amigo eu não preciso de amigo, sou rei dos animais e suma daqui,porque se não você vaivirar churrasco.suma.NARRADOR - Dudu correu com medo de ser devorado. Dudu resolveu ir para casa, o dia foimuito perigoso, bruxa pelo caminho, boxeador, leão, quando ouviu uma voz que vinha de longe quecantava. Era outro urso que estava no lago pescando. O urso quando viu Dudu disse:
  • GUGU - Boa tardeDUDU- Boa tarde,tchauGUGU – Ei volte aqui venha pescar comigo no lagoDUDU - Estou indo para casa, estou cansado. Estava procurando um amigo, mas nada conseguidesisti.GUGU- qual e seu nome?DUDU - DUDUDUDU- E o seu ?GUGU - GUGU eu também estou procurando um amigo. Quer ser meu amigo?DUDU - Você também esta a procura de um amigo ?NARRADOR -Dudu saiu feliz da vida, pulando , gritando,porque encontrou finalmente um amigo.GUGU - SIMDUDU - Quero simNARRADOR - E os dois ursinhos se abraçaram de felicidade por agora serem amigos e saírampela floresta a cantar.URSINHOS AMIGOS PARA SEMPRE SEREMOS IGUAIS A DOIS IRMÃOS ALEGRESSEREMOS.ESTA A HISTÓRIA DO URSINHO DUDU QUER UM AMIGO.OBS: Moral da história pode ser falado que aprendemos com as diferenças e que Duduperdeu muitas oportunidades de não aceita-las e etc. E pode fazer outros comentáriosconforme o ponto de vista do narrador.