L E T R A S

  • 429 views
Uploaded on

Fomos à procura de letras

Fomos à procura de letras

More in: Technology , Travel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
429
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. As Letras falam? O que dizem as letras…
  • 2. De casaco vestido e com os olhos bem abertos, saímos da escola e fomos à procura de letras e tentar descobrir qual a sua função. Onde estão as letras e para que servem?
  • 3. E descobrimos que as letras estão em toda a parte, que servem para nos informar, transmitir mensagens, comunicar e explicar muitas coisas. As letras falam connosco. Querem saber como? Então vejam lá… Assim que saímos da escola, elas lá estavam, por toda a parte…
  • 4. Nas matriculas dos caros...
  • 5. A informar que a nossa escola está em obras…
  • 6. “ Olha, olha… ali na varanda!!! Para informar que a casa está à venda…
  • 7. andam nos carros… Dão o nome às ruas , … e até nas ambulâncias
  • 8. Servem para ensinar o caminho… Para mandar parar os carros… E dizer de quem é o sinal…
  • 9. Podem estar na estrada… No contentor do lixo… … ou nas tampas da água.
  • 10. Nas paredes… Nas portas dos restaurantes… E nas entradas das fábricas…
  • 11. Na porta do nosso clube… Do supermercado da tia da Rita… … e nos camiões.
  • 12. Nos nomes dos restaurantes…. … e das fábricas.
  • 13. Nos nossos brinquedos… Nas nossas camisolas… … e até nas nossas mochilas!!!
  • 14. Mas querem saber o melhor; as letras são comuns a muitas palavras e podem ser utilizadas vezes sem fim, como nós descobrimos quando parámos à frente da fábrica dos fogões. Ora vejam lá…
  • 15. No nome da fábrica havia letras que eram comuns a quase todos os nomes dos meninos da sala. Só não havia o G de Gonçalo, de Gustavo e de Guilherme. Mas havia O , e G o nçalo tem O , havia U de G u stav o e E de G u ilh e rm e . Descobrimos também que as letras, se estão sozinhas, não conseguem dizer muitas coisas. Só conseguem falar connosco se andarem em pequenos grupos, por determinada ordem, muito juntinhas e de mãos dadas!
  • 16. Esta actividade surgiu depois do “Jornal de Letras” ter publicado uma notícia acerca do nosso projecto. Eles aderiram com muito entusiasmo e continuam a descobrir muitas coisas acerca das letras e da importância que elas têm na nossa vida. A actividade ainda está muito longe de terminar pois todos os dias se descobrem coisas novas. Eles estão muito curiosos e percebem que a leitura não é uma coisa de “velhotes”, como dizia o Sebastião, mas que é imprescindível no nosso dia-a-dia. Jardim de Infância de S. Bento – Valejas Ano lectivo 2009/2010
  • 17. Este é o artigo acerca do nosso projecto…