Your SlideShare is downloading. ×
Blue coat 4 steps_high_performance_wan_internet-por-br
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Blue coat 4 steps_high_performance_wan_internet-por-br

161

Published on

Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho.

Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
161
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. White Paper Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho >
  • 2. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Visibilidade e controle são essenciais para uma estratégia eficiente de desempenho de WAN Problemas com o desempenho de aplicativos e redes na WAN e em links de internet são causados por muitos e variados motivos – congestionamento, latência, modelo de protocolo, aumento repentino de tráfego que causa interrupções – tudo isso contribui. Novos fatores tornam o cálculo ainda mais complicado: redes sociais, tablets e smartphones pessoais, aplicativos na nuvem, o aumento no número de vídeos e até mesmo o tráfego IPv6 que cresce em redes shadow. É tentador reagir a esses problemas adotando um único conjunto de tecnologias que corrija determinados aspectos do desempenho. Em vez de fazer isso, recomendamos que você aproveite a experiência e a tecnologia da Blue Coat para executar os quatro passos simples descritos neste artigo: -> Analise sua rede – Aqui, o foco é entender as metas da sua empresa e como elas estão relacionadas à WAN e à internet. Quais são os seus aplicativos principais? Que projetos estão planejados? Que problemas você identificou? -> Avalie as condições da rede – Este passo direciona a atenção para a natureza do tráfego da WAN e da internet. Que quantidade de largura de banda é consumida por que aplicativos? Como está o desempenho dos aplicativos principais? Essa avaliação irá mensurar o consumo de largura de banda no nível de aplicativos e conteúdo, identificando os maiores consumidores. -> Formate o desempenho da rede – Alguns passos simples que usam tecnologias da Blue Coat muitas vezes podem resolver problemas graves de desempenho e capacidade. Um exemplo é a contenção do tráfego de aplicativos que causam interrupções, incluindo vídeos de redes sociais e outros tipos de navegação recreativa na web, além de backups e atualizações de antivírus (AV). -> Relate o ROI e as oportunidades – Com as tecnologias da Blue Coat, você pode ajudar a gerência de TI e os proprietários das linhas de negócio a entender o alinhamento das despesas com os negócios. Mostre que aplicativos e conteúdos estão consumindo seu orçamento de manutenção da WAN. Demonstre o impacto da definição de políticas – que, muitas vezes, recuperam de 30% a 50% da largura de banda consumida pelo tráfego recreativo – para fornecer um ROI simples. Por fim, mostre uma combinação de tráfego e possíveis economias possibilitada pelas tecnologias de aceleração para ajudar a racionalizar o orçamento e os próximos passos. No geral, você mostra que tem entendimento e controle da infinidade de problemas relacionados à disponibilização de aplicativos na WAN. 1 < >
  • 3. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Primeiro passo: pesquise a sua rede Focar na estrutura e no estado atuais da sua rede é um exercício inicial fundamental. Ajuda a descrever as limitações e os requisitos para o exercício de avaliação. A quantos sites você se conecta? Você está usando MPLS com diferentes classes de serviço? Você usa a WAN para transmitir o tráfego recreativo entre sites remotos e uma área central na internet? A estrutura da rede determina como o tráfego flui e fornece informações sobre possíveis problemas de desempenho. Também é importante entender o conjunto principal de aplicativos. Geralmente, há uma variada combinação de aplicativos na rede, com diferentes características de desempenho. O valor desses aplicativos para a empresa e suas prioridades também variam muito. É necessário identificar os aplicativos que são particularmente importantes para a sua empresa e os que estão apresentando problemas de desempenho. Primeiro, identifique aplicativos importantes para assegurar que a configuração da avaliação irá separá-los: -> Aplicativos principais – Definimos estes aplicativos como os mais importantes para a operação básica da empresa. Exemplos: ERP, CRM, finanças, controle de processos (fabricação), processamento de crédito e inventário (varejo), prontuários e imagens de pacientes (saúde) ou registros e negociações de transações de clientes (finanças). -> Comunicações unificadas – Teleconferência e videoconferência interativas e mensagens instantâneas empresariais costumam ser bastante afetados pela latência. Esses recursos precisam de largura de banda suficiente para serem executados da forma correta. Exemplos: sistemas de teleconferência e videoconferência da Polycom, da Cisco e da Avaya, além de aplicativos de comunicações unificadas, como o Microsoft Lync. -> Aplicativos de dados de consolidação de servidor e armazenamento – Incluem serviços de arquivo, armazenamento, backup, recuperação de desastres, distribuição de atualizações de software e serviços de rede (DNS, DHCP e Auth). Independentemente de estar relacionado ao acesso a arquivos Microsoft, ao NetApp ou ao tráfego de sincronização do EqualLogic, esse tráfego pode consumir muita largura de banda – e ainda ser limitado pelo tráfego pesado subjacente recreativo ou de redes sociais. -> Transmissão de vídeo empresarial em tempo real ou sob demanda – Estes aplicativos são um dos tipos que mais crescem na rede porque as empresas estão usando vídeos em treinamentos e comunicações. As empresas podem estar usando servidores de vídeos internos, sistemas de gerenciamento do aprendizado (LMS) na nuvem ou até mesmo o canal da empresa no YouTube, que figuram entre os aplicativos que mais consomem largura de banda na rede. Uma única transmissão típica tem de 1 a 2 Mbps. -> Tráfego da web – Isto cobre, literalmente, o mundo fora da empresa. A internet é a parte mais dinâmica da rede, cobrindo uma vasta gama de tipos de aplicativos e de tráfego. É preciso mais do que inteligência no nível da rede para fazer a diferenciação; tudo funciona na porta 90/443. • Aplicativos na nuvem-SaaS – Amazon, Salesforce.com, Taleo, Microsoft Office 365, LMS com vídeo... a lista é longa. • Acesso à VPN – para usuários remotos que acessam aplicativos e dados empresariais a partir de um local externo. Isso pode exigir a segmentação da largura de banda para controlar o uso. • Presença da empresa na web – para organizações que hospedam seus próprios servidores web. • Tráfego na web empresarial/de consumo – uso empresarial de sites para fins de consumo ou recreação. Exemplos: sites de redes sociais empresariais ou canais do YouTube. • Acesso geral à web – literalmente, todo o resto: vídeos de gatinhos no YouTube, tráfego pesado de jogos e vídeos no Facebook e em outros sites de redes sociais, cobertura esportiva, notícias, atividades bancárias, etc. Esse acesso costuma consumir uma grande parcela da largura de banda geral. 2 < >
  • 4. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Segundo passo: avalie as condições da rede No primeiro passo, identificamos problemas ambientais e de aplicativos dos quais você está ciente. Aqui, nosso foco é ver como essas prioridades são compatíveis com o que está acontecendo na rede e identificar problemas dos quais você talvez NÃO esteja ciente. Estes são os problemas que costumamos ver neste passo: -> Uso predominante de vídeos da internet e aplicativos de jogos – vídeos do YouTube e do Facebook, sites de esportes e sites de passatempo. -> P2P e serviços de transmissão de música – aplicativos agressivos que obstruem a largura de banda e criam congestionamentos problemáticos. -> Impacto dos tablets e smartphones pessoais – com mais smartphones e tablets na rede, atualizações de SO e downloads de conteúdos estão começando a ter um grande impacto no consumo da largura de banda. -> Backups que causam interrupções, sincronização de dados ou atualizações de AV – embora estes sejam aplicativos claramente empresariais, sua natureza agressiva pode levar a picos repentinos de uso da largura de banda. Esses picos podem sobrepujar aplicativos mais importantes, criando problemas graves de desempenho para os usuários finais. Por que uma avaliação? Uma avaliação de rede da Blue Coat oferece uma visão de alto nível e detalhes da quantidade de tráfego na rede. O mecanismo de classificação Blue Coat PacketShaper identifica automaticamente mais de 700 aplicativos e analisa dezenas de milhões de sites em 84 categorias. Toda essa inteligência é transformada em sete agrupamentos de alto nível baseados na Árvore de Classes Modelo. -> Conteúdo em risco – se a sua solução de segurança na web não estiver dando conta das crescentes ameaças na web ou se suas políticas de filtragem de conteúdo estiverem desatualizadas, isso será identificado. O resultado do segundo passo é o Relatório de avaliação. A avaliação irá mensurar e exibir o consumo de largura de banda no nível de aplicativos e conteúdo, identificando seus maiores consumidores. Também é uma boa ideia coletar os seguintes conjuntos de informações do dispositivo Blue Coat quando a avaliação tiver sido concluída: -> Presença de tráfego em risco na rede. Essa presença talvez não seja identificada no relatório de avaliação se não for gerada uma quantidade suficiente de tráfego. No entanto, pequenas quantidades de tráfego podem indicar um problema. À medida que desenvolvermos o relatório de avaliação, isso passará a ser uma parte padrão do relatório. -> Tempos de resposta de aplicativos importantes (identificados no primeiro passo). Se você tiver separado os aplicativos importantes, as estatísticas de gerenciamento do tempo de resposta poderão fornecer um desempenho de referência do atraso total desses aplicativos e separar o atraso da rede do atraso do servidor. As medições de qualidade de VOIP incluem distorção, latência, perda e MOS. 3 < >
  • 5. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho SAP 4% Acesso remoto 2% VoIP 2% Informações 10% Reuniões online 2% Em risco 5% E-mail 10% Comércio 5% Serviços de arquivamento 4% Lazer 4% Saúde 3% Backup 4% Sociedade 2% Bancos 2% Vídeos do Facebook 8% BBC 5% Jogos do Facebook 7% Mural do Facebook 2% Mensagens instantâneas 1% Outros 5% YouTube 14% -> Quantidade e consumo de largura de banda por aplicativos multimídia ou servidores de dados pesados (relatório típico mostrado aqui). Isso é particularmente importante para identificar se tecnologias de aceleração – compactação e otimização de vídeo e armazenamento em cache – podem gerar economias significativas. Terceiro passo: formate o desempenho da rede Depois que você receber o relatório de avaliação, precisará trilhar o curto caminho para solucionar problemas graves de desempenho. Os tomadores de decisões da área de TI devem assegurar a alocação adequada de recursos de rede com base nas prioridades da empresa. Estabelecendo um conjunto bem definido de políticas, você pode demonstrar o uso em conformidade e aproveitar ao máximo os recursos da rede. Escolhas inteligentes ao fazer o provisionamento desses recursos devem levar em consideração o impacto do tráfego recreativo e malicioso, garantindo a disponibilidade e o desempenho de aplicativo fundamentais e bloqueando hosts infectados. Picos repentinos de uso podem interromper aplicativos empresariais importantes sem aviso, fazendo com que seja difícil planejar com antecedência. Mas o provisionamento inteligente pode garantir que aplicativos fundamentais obtenham a largura de banda de que necessitam, quando for necessário – e assegurar a continuidade dos negócios. As tecnologias da Blue Coat permitem que você defina políticas que equilibram os imperativos empresariais e o uso da internet. Você pode evitar interrupções nos negócios causadas por downloads de músicas e vídeos e pela navegação na web sem negar o acesso. Separe um percentual da largura de banda para aplicativos de alta prioridade para assegurar a disponibilidade durante picos sem 4 < >
  • 6. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho desperdiçar recursos. Aplique políticas de formatação para manter o YouTube em 400 kbps... contido! Neste gráfico, vemos um pico no tráfego de YouTube que consome a maior parte de um link T-1, interrompendo outros aplicativos. Uma política de formatação é implementada, controlando o tráfego e restaurando o desempenho de aplicativos importantes. O poder da formatação inteligente Enquanto você tiver o Blue Coat PacketShaper na sua rede, poderá identificar fluxos de tráfego que causam interrupções e aplicar partições de formatação a eles. Aplicativos que causam interrupções, que podem ser vídeos e jogos da internet predominantes, P2P, serviços de transmissão, downloads de conteúdo a partir de dispositivos pessoais, backups de dados ou atualizações de antivírus que causam interrupções, demonstram o poder da formatação no nível dos aplicativos. -> Isole o aplicativo na exibição gráfica em tempo real -> Crie uma partição – 400 kbps -> Aplique a política de formatação -> Veja/capture resultados instantaneamente em um gráfico Conteúdo em risco Se você vir violações de dados ou outro tráfego em risco, suas ferramentas de segurança na web não estão protegendo contra o tráfego malicioso. Solicite uma avaliação da segurança na web do Blue Coat ProxySG, disponível como um aplicativo local, ou do Blue Coat Cloud Service, baseado em SaaS. 5 < >
  • 7. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Exemplos de estratégia de formatação Exemplo Problema comum Impacto da formatação Navegação na web recreativa e tráfego de multimídia Consomem boa parte da largura de banda total – muitas vezes, de 30% a 60%. Formate – crie uma partição para contê-los a 20% de link, que podem ser expandidos para 40% na prioridade baixa ROI – recupere de 20% a 40% da largura de banda OBSERVAÇÃO: este é um tráfego altamente otimizável com armazenamento em cache sob demanda específico e divisão da transmissão de vídeo em tempo real. Aplicativos de dados que causam interrupções (backup, atualizações de antivírus) Picos em tarefas grandes de transferência de dados consomem a largura de banda de outros aplicativos. Formate – crie uma partição para contê-los a 20% de link, que podem ser expandidos para 40% na prioridade média. ROI – restaure o funcionamento de aplicativos de missão crítica. OBSERVAÇÃO: este é um tráfego altamente otimizável; consulte a próxima seção. Aplicativos principais: transações Aplicativos transacionais que são afetados pela latência ficam sem largura de banda. Reserve 20% da largura de banda em uma partição, que pode ser expandida na prioridade alta. ROI – restaura o desempenho de aplicativos de missão crítica, adia possíveis atualizações de manutenção de largura de banda. Aplicativos principais: VDI Sessões de um usuário em um escritório remoto que envolvem aplicativos como transferências de arquivos e vídeos interrompem aplicativos interativos de outros usuáiros. Use subpartições dinâmicas para alocar de forma justa a largura de banda para cada usuário. ROI – restaura o desempenho de aplicativos de missão crítica, adia possíveis atualizações de manutenção de largura de banda VOIP e videoconferência na internet Quando a teleconferência e a videoconferência são usadas na internet, o QoS (quality-of-service) do MPLS não pode ser usado. A largura de banda por sessão ou por chamada (varia de acordo com o tipo de codec) pode ser implementada. ROI – aproveitar a conectividade da internet geralmente reduz estruturas de custos e amplia o alcance dos aplicativos fora da empresa. Quarto passo: reporte o ROI e as oportunidades Agora que você documentou o ambiente e fez uma avaliação das combinações reais de tráfego, tem muito mais condição de fornecer recomendações. É possível que você tenha identificado problemas graves de desempenho que serão corrigidos pela formatação, o que aumenta a credibilidade dos seus planos. Isso consolida a base para este último passo – relatar o ROI da formatação e identificar outras oportunidades de otimização da WAN: Relatar as condições e o ROI Existem dois grandes problemas no gerenciamento dos orçamentos de manutenção da WAN/internet: Você geralmente precisa de mais largura de banda, mas não faz ideia do que a está consumindo. Com a avaliação e as tecnologias de formatação da Blue Coat em mãos, você pode demonstrar como os orçamentos estão sendo consumidos atualmente – e como as políticas de formatação podem impactar a largura de banda. 6 < >
  • 8. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Quando você mostra que as políticas de formatação geralmente recuperam de 30% a 50% da largura de banda consumida pelo tráfego recreativo, o ROI fica simples e óbvio. Posteriormente, você pode mostrar a combinação de tráfego e possíveis economias possibilitada pelas tecnologias de aceleração para ajudar a racionalizar o orçamento e os próximos passos. No geral, você está mostrando que tem entendimento e controle da infinidade de problemas relacionados à disponibilização de aplicativos na WAN. a. Relatório sobre o consumo do orçamento da largura de banda – Mostrar que aplicativos e conteúdos consomem o orçamento de manutenção da WAN (antes da formatação) ajuda a gerência de TI a entender o alinhamento das despesas com os negócios. Se for necessário ter mais largura de banda, os gerentes poderão embasar seus argumentos de forma mais eficiente. b. Cálculo do ROI da formatação 1. Recuperação da largura de banda consumida pelo tráfego recreativo: se a recreação e a multimídia estavam consumindo 50% da largura de banda e a formatação pode reduzir esse consumo para 20%, o ROI é aproximadamente 30% das despesas da WAN. É claro que os percentuais irão variar de acordo com as condições, mas esse costuma ser o ROI mais simples de ser calculado. 2. Redução dos tíquetes de problemas e MTTR mais curto: faça uma estimativa da redução das reclamações devido ao desempenho aprimorado e da redução do MTTR em consequência da visibilidade aprimorada. Com que rapidez você consegue identificar e corrigir problemas de desempenho? 3. Garantia de aplicativos de missão crítica: calcule um seguro de desempenho comparado aos custos anuais dos aplicativos mais importantes. Identifique oportunidades de aceleração e de redução da largura de banda As tecnologias de otimização de WAN da Blue Coat são muito úteis para acelerar o desempenho de aplicativos importantes e reduzir a largura de banda exigida por aplicativos que utilizam muitos dados. O acesso centralizado a arquivos é um exemplo de como aplicativos que utilizam muitos dados, muitas vezes com protocolos mal elaborados, têm um desempenho ruim na WAN. As tecnologias de aceleração de protocolos e redução de dados aceleram consideravelmente o desempenho do usuário final, reduzindo consideravelmente os requisitos de largura de banda. Os vídeos empresariais são outro exemplo de aplicativos difícieis de oferecer devido à grande quantidade de largura de banda consumida. As tecnologias de armazenamento em cache de vídeo sob demanda e as tecnologias de transmissão em tempo real podem aumentar consideravelmente a largura de banda e possibilitar o fornecimento de vídeo empresarial nos links da WAN existentes. Esta é uma visão geral dos principais aplicativos e iniciativas e de como as tecnologias da Blue Coat podem aprimorar o desempenho: 7 < >
  • 9. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho PROBLEMA DO APLICATIVO OU INICIATIVA DA TI PRINCIPAIS BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELA BLUE COAT Problemas de desempenho desconhecidos na WAN: Problemas de desempenho periódicos e crônicos em aplicativos empresariais importantes, geralmente causados por WANs totalmente utilizadas • A Blue Coat oferece uma visão em tempo real de todos os aplicativos e conteúdos da web na rede e da quantidade de largura de banda que está sendo consumida por cada um, além de controlar o desempenho do usuário final • Permite que você controle despesas orçamentárias, solucione problemas em aplicativos em tempo real • Resolva problemas imediatamente com QoS (quality-of-service) avançado e recupere de 20% a 40% da largura de banda consumida pelo uso recreativo E-mail (consolidação): problemas de desempenho (devido à latência de protocolos) e o aumento dos custos da largura de banda devido à consolidação exigem a avaliação da otimização da WAN • A aceleração do protocolo MAPI, incluindo o MAPI criptografado, com armazenamento em cache de objetos/bytes que reduz a largura de banda em até 50%-90% Arquivos (consolidação): problemas de desempenho (devido à latência de protocolos) e o aumento dos custos da largura de banda devido à consolidação exigem a avaliação da otimização da WAN (aceleração e armazenamento em cache) • O armazenamento em cache de bytes e objetos e a otimização de protocolos para CIFS e SMBv1/v2 reduzem a comunicação e a latência da WAN; elimina dados redundantes na WAN Armazenamento e backup (consolidação, recuperação de desastres): incapacidade de filiais e data centers concluírem trabalhos de backup e espelhamento de dados em uma janela designada na WAN • O armazenamento em cache de bytes, a compactação e a otimização de protocolos do MACH5 reduzem os dados de replicação/backup na WAN de 50% a 90% Funcionários remotos (DR, planejamento pandêmico): os usuários remotos sofrem com aplicativos lentos quando trabalham fora da empresa ou em casa; muitas vezes, essa é uma estratégia planejada para lidar com desastres locais ou pandemias • Funcionários mais rápidos na estrada e em casa – a Blue Coat acelera o acesso a arquivos, e-mails e aplicativos empresariais importantes • A otimização de WAN da Blue Coat acelera o acesso a arquivos, tornando-o de três a 300 vezes mais rápido, além de reduzir a largura de banda em 99% • O MACH5 possibilita a continuidade dos negócios e a recuperação de desastres (DR) ao acelerar em até 200 vezes o backup e a movimentação de dados do espelhamento de dados na WAN • Acelere o acesso a compartilhamentos de arquivos, e-mails e aplicativos empresariais importantes, reduza a largura de banda com o armazenamento em cache e a compactação • Proteja funcionários remotos contra malware com o Blue Coat WebFilter opcional, acionado pelo Blue Coat WebPulse™ Aplicativos de ERP, CRM e empresariais: SAP, Oracle e outros sistemas com desempenho abaixo do esperado. Geralmente executados em HTTP/SSL • O armazenamento de objetos em cache (HTTP), a compactação e o otimização de protocolos reduzem os dados na WAN e a comunicação e a latência entre WANs • O MACH5 permite implantações consolidadas e centralizadas de aplicativos empresariais • A otimização de WAN da Blue Coat reduz a largura de banda de 40% a 90% e acelera o ERP de duas a 95 vezes, reduzindo as reclamações de usuários e aumentando a produtividade dos funcionários 8 < >
  • 10. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho PROBLEMA DO APLICATIVO OU INICIATIVA DA TI PRINCIPAIS BENEFÍCIOS OFERECIDOS PELA BLUE COAT Aplicativos na nuvem/SaaS: aplicativos empresariais fornecidos externamente podem ter problemas de desempenho, especialmente quando lidam com grandes consultas ou gerenciamento de documentos (por exemplo, folhas de especificações na Salesforce.com) • O MACH5 da Blue Coat acelera o fornecimento de aplicativos SaaS externos sem a implementação de um aplicativo/VA na infraestrutura da nuvem ou o roteamento do tráfego por meio do data center. Acelere de 15 a 25 vezes os aplicativos baseados na nuvem e reduza a largura de banda e os custos. • Aceleração assimétrica do MACH5 (aplicativo único) – Filiais acessam diretamente os aplicativos SaaS • O Blue Coat PacketShaper ajuda a fornecer visibilidade e QoS para aplicativos na nuvem para garantir o desempenho e a produtividade dos usuários Vídeo empresarial - as empresas estão tendo • A integração de protocolos do MACH5 (aciona apenas uma transmissão), combinada com a divisão das transmissões na dificuldades para oferecer treinamento em filial e o armazenamento em cache de objetos (vídeo), possibilita vídeo, comunicações e marketing em vídeo: iniciativas bem-sucedidas de vídeo corporativo e reduz o impacto as redes não foram desenvolvidas para o do grande número de vídeos recreativos fornecimento desses aplicativos; as iniciativas falham ou é necessário gastar de US$ 500 mil • Multiplique consideravelmente a largura de banda: crie ganhos a US$ 2 milhões em largura de banda adicional de dez, cem e mil vezes mais largura de banda de WAN (50 sites, para redes com vídeo 21 usuários cada = mil vezes). Alivia os servidores de mídia de data center de 75% a 90% • Viabilize iniciativas de vídeo corporativo sem atualização de rede Tráfego de redes sociais/recreativo, contenção de largura de banda: solução de problemas de interrupção de aplicativos de missão crítica; consome de 30% a 60% da largura de banda da WAN • O PacketShaper localiza o tráfego recreativo e o controla por meio da categorização baseada em políticas – corrigindo o desempenho de aplicativos importantes e recuperando a largura de banda • O MACH5 otimiza o tráfego da web e de vídeo, reduzindo as complicações do tráfego recreativo • Controle o uso recreativo e os congestionamentos repentinos com as políticas de bloqueamento de QoS Telefonia IP ou videoconferência: o tráfego em uma Wide Area Network com convergência apresenta problemas de qualidade e não é possível fazer o monitoramento adequado e solucionar problemas de desempenho • A visibilidade e QoS garantem o desempenho de aplicativos de teleconferência e videoconferência na WAN. Assegure a quantidade adequada de largura de banda para aplicativos de VoIP e vídeo. • Controle e monitore a qualidade do vídeo e da voz • Aumente a capacidade da rede para oferecer suporte a mais chamadas e aplicativos O gerenciamento do tráfego na internet pode sobrecarregar os recursos da rede e impactar o desempenho dos aplicativos • A visibilidade da atividade do usuário e QoS permite que a TI gerencie o desempenho de entrada e saída do tráfego da internet para garantir o desempenho de aplicativos importantes e/ou a produtividade dos usuários 9 < >
  • 11. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Aumentando o poder da visibilidade e do controle Atualmente, toda empresa precisa encontrar uma forma de atender às crescentes demandas por largura de banda sem elevar despesas. Demonstrar como a visibilidade e o controle podem melhorar o desempenho e reduzir custos com eficiência ajudará os tomadores de decisões da área de TI a entender como o orçamento pode ser alinhado aos objetivos empresariais. A Blue Coat pode ajudá-lo a executar os quatro passos que tornam isso possível. Apêndice A: Folha de cálculo de pré-identificação Use esta planilha como um modelo para estabelecer as condições e os objetivos que deseja atingir com a avaliação da rede: Área Questões a serem consideradas Estrutura e propósito da rede - WAN Suas informações • Que tipo de serviço? MPLS entrelaçado? O acesso à internet é transmitido? • Os sites remotos têm conexões com a internet? Essas VPNs voltam para o data center corporativo ou têm acesso direito à internet? Você já considerou uma internet de ramificação direta? • Quantos sites? Data center x escritório remoto? Qual é a combinação típica de recursos por site remoto e no núcleo? • Quais são os custos anuais da WAN geral? Por site? Estrutura e propósito da rede - Internet central • Quantas quedas de internet você tem? Onde e por quê? • Você hospeda seus próprios servidores da web corporativos? Você tem que tipo de acesso à VPN? Você utiliza aplicativos na nuvem/SaaS ou precisa se conectar a parceiros externos? • Você avaliou o acesso direto à internet no site remoto? Problemas de desempenho conhecidos • Você está enfrentando problemas de desempenho específicos no momento? • Todos os aplicativos estão tendo o desempenho esperado? • A largura de banda é suficiente? Qual é o pico de uso? Você precisa de mais? Aplicativos principais • Quais são os aplicativos que impactam as principais operações da sua empresa? CRM? ERP? Aplicativos transacionais específicos? • Existem subprocessos nesses aplicativos que sejam particularmente importantes para você ou que apresentem possíveis problemas de desempenho? • Você está utilizando VDI? Citrix, VMware, MSFT? Quais são seus planos para essas tecnologias ao longo dos próximos dois anos? • Que problemas de desempenho estão causando mais dificuldades para o grupo de sistemas de rede? Comunicações unificadas – aplicativos de teleconferência e videoconferência interativas e de mensagens instantâneas empresariais • Você usa voz sobre IP? Videoconferência ou telepresença? De que fornecedor? • Você usa uma marcação de MPLS separada e marketing para voz e vídeo? Algum problema de desempenho? • Você usa VoIP e videoconferência na internet? • E mensagens instantâneas empresariais ou comunicações unificadas? Você espera um aumento nas videoconferências em área de trabalho? 10 < >
  • 12. Quatro passos para obter WAN e internet de alto desempenho Área Questões a serem consideradas Aplicativos de dados de consolidação de servidor e armazenamento Suas informações • Você tem acesso centralizado a arquivos? Compartilhamentos de arquivos Microsoft, SharePoint, intranet ou outro tipo? Esse é um front end da web? • Que software antivírus você usa? Qual é a frequência das atualizações? Você usa caches ou outros métodos para fazer a distribuição? • Que tipo de arquitetura de armazenamento você usa? Você mantém storage arrays em sites remotos? De que fornecedor? • Que pacotes de backup e de recuperação de desastres você executa? Qual é a frequência das alterações e sincronizações de dados? Quais são as janelas de backup? • Que problemas de desempenho estão causando mais dificuldades para o grupo de sistemas de rede? Transmissão de vídeo empresarial em tempo real ou sob demanda • Atualmente, você usa vídeo em tempo real ou sob demanda para treinamento, comunicações ou outras finalidades empresariais? Tráfego da web • Aplicativos na nuvem-SaaS: Sua empresa utiliza aplicativos na nuvem? Quais são os principais? • Você tem planos de implantar vídeo ou expandir seu uso? • Os vídeos são fornecidos pelos data centers corporativos ou por provedores baseados na nuvem? • Acesso à VPN: que tipos de VPN são usadas? Existem problemas de desempenho? • Presença da empresa na web: A empresa hospeda sua própria presença na web? Ela fica no mesmo link de outros tráfegos da web? Alguma preocupação em relação ao desempenho? • Tráfego da web empresarial/de consumo: Você usa redes sociais ou tem seu próprio canal no YouTube? Algum outro tipo de tráfego da web de consumo faz parte das comunicações, do marketing ou de outras atividades da sua empresa? • Acesso geral à web – o que é bloqueado pela filtragem de conteúdo? Você acha que deve conter determinadas partes do tráfego recreativo, como jogos ou vídeos de redes sociais? Iniciativas recentes e futuras • Você está planejando implementar aplicativos principais novos ou significativamente alterados? • Sua empresa tem planos de utilizar a transmissão de vídeos sob demanda ou em tempo real para treinamento, comunicações ou outras finalidades? • Você está avaliando ou usando aplicativos baseados na nuvem? • Você utiliza videoconferência ou telepresença baseada em sala? • Você usa que comunicações unificadas? • Como você utiliza as redes sociais? 11 < >
  • 13. Blue Coat Brazil • 1.866.30.BCOAT • +55 11 3443 6879 Direto +55 11 3443 7474 Fax • www.bluecoat.com Copyright © 2012 Blue Coat Systems, Inc. Todos os direitos reservados no mundo inteiro. Nenhuma parte deste documento pode ser reproduzida de qualquer forma ou traduzida para qualquer mídia eletrônica sem o consentimento por escrito da Blue Coat Systems, Inc. As especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. As informações contidas neste documento são consideradas precisas e confiáveis. No entanto, a Blue Coat Systems, Inc. não assume responsabilidade pelo seu uso. Blue Coat, ProxySG, PacketShaper, CacheFlow, IntelligenceCenter e BlueTouch são marcas registradas da Blue Coat Systems, Inc. nos EUA e em outros países. Todas as outras marcas comerciais mencionadas neste documento são propriedade de seus respectivos proprietários. v.WP-4STEPS-HIGH-PERFORMANCE-WAN-INTERNET-V1c-0412

×