Your SlideShare is downloading. ×
Tecnologia de Informação e Comunicação no ensino de Biblioteconomia no Brasil: conteúdos e práticas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Tecnologia de Informação e Comunicação no ensino de Biblioteconomia no Brasil: conteúdos e práticas

960
views

Published on

Apresentado no Con

Apresentado no Con


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
960
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Tecnologia de Informação e Comunicação no ensino de Biblioteconomia no Brasil: conteúdos e práticasRonaldo Ferreira de Araújo – Twitter: @ronaldfarMestre em Ciência da Informação(UFMG)Professor e Coordenador de PesquisaBiblioteconomia (ICHCA/UFAL)
  • 2. Agenda• Considerações iniciais• A pesquisa• Primeiros resultados• Considerações finais
  • 3. Considerações iniciais
  • 4. Considerações iniciais• As novas tecnologias de informação e comunicação (TIC)têm protagonizado diversas mudanças na sociedade,estando cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas.• Na educação percebemos a inserção de temáticas ligadasàs tecnologias tanto no currículo dos cursos como naprópria (re)estruturação dos mesmos a partir daconstituição de espaços de aprendizado como em salas elaboratórios, a partir da aquisição de novos equipamentose recursos tecnológicos.
  • 5. Considerações iniciais• Para a Biblioteconomia, as décadas de 1980, 1990 e2000 foram marcadas por estudos que comprovam essainserção e indica a forte relação entre o ensino debiblioteconomia e a tecnologia.• Os estudos abordam a inserção das tecnologias noprocesso de ensino aprendizado dos cursos debiblioteconomia de três maneiras:
  • 6. Considerações iniciaisa) por uma perspectiva histórica: legislação, formação,evoluções e tendências (MUELLER, 1985, 1988; WILSON,1986; DIAS, PITELLA & PONTELLO, 1996; SANTOS, 1998;SOUZA, 2000, OLIVEIRA et al, 2009);b) a partir do uso da tecnologia de informação, dainformática, da internet e dos sistemas de informação nocomplemento das atividades de ensino (PIMENTEL, 1990;BLATTMANN & FACHIN, 1998)
  • 7. Considerações iniciaisc) no relato de experiências por meio de estudos localizadosem determinados cursos, universidades ou regiões(MIRANDA, ROBREDO & CUNHA, 1986; GARDINI, KREMER EABREU, 1990; GIANNASI, 1995)
  • 8. A Pesquisa
  • 9. A pesquisa• Investiga e contextualiza a inserção e o uso das TIC noensino de biblioteconomia no cenário nacional, refletindosobre os currículos, as práticas e as percepções(professores e alunos)• Fundamentação teórica e metodológica: Sociologia doCurrículo (MOREIRA, 1990) e Análise de Conteúdo(BARDIN, 1995)• Trata-se de um pesquisa de caráter exploratório com:
  • 10. A pesquisaa) abordagem de cunho quantitativo-descritivo com coletade dados sobre os cursos de biblioteconomia do Brasil coma finalidade de constituir uma base de dados contendo: Cursos (identificação, ano); instituição (nome; unidade/departamento); região do país; disciplinas da área de tecnologia; professores da área de tecnologia.
  • 11. A pesquisab) Caráter analítico focalizado na medida em que atenta-se aspectos temáticos e/ou informacionais de análise; aspectos históricos dos cursos e reflexões sobre suasmatrizes curriculares; questões que refletem sobre o conteúdo das disciplinasselecionadas (programa, ementa, bibliografia); uso das tecnologias de informação e comunicação navisão dos professores e alunos.
  • 12. Primeiros resultados
  • 13. Primeiros resultados• A pesquisa está sendo desenvolvida a partir de extratospor regiões. Após a conclusão em todas as regiões osdados serão agregados e apresentados de formasistematizada compreendendo assim à abrangêncianacional.• Apresenta-se os dados preliminares relativos ao primeiroextrato que corresponde à Região Nordeste coletados apartir da orientação de um Trabalho de Conclusão deCurso (TCC).
  • 14. Primeiros resultados • Universidades Federais • Foram analisados o PPP de 7 cursos; • Bacharelado; 8 Semestres. • Turnos: Dois cursos matutinos (UFPE, UFMA); dois vespertinos (UFRN, UFC); dois noturnos (UFAL, UFES) e apenas um (UFPB) oferece o curso nos turnos vespertino eTotal de 9 cursos noturno.
  • 15. Primeiros resultados 1950 1965 1969 1997 1999 2007UFPE UFC UFMA UFRN UFAL UFSE UFPB
  • 16. Primeiros resultados• A justificativa da maioria dos cursos envolve questões que asociedade enfrenta frente ao crescimento exponencial dainformação e a necessidade eminente em organizá-la,recuperá-la e disseminá-la; e o uso intensivo das TICs.• Os objetivos dos cursos estão em consonância com umaformação que alcance o perfil almejado de seus formandosbem como suas habilidades e competências.
  • 17. Primeiros resultados• Quanto aos espaços de atuação do profissional algunsfocam espaços mais tradicionais e outros dão ênfase aos novosespaços que surgem no cenário informacional.• Média de Carga Horária (CH) dos cursos é de 2.874 horas, aUFRN possui a maior CH de 3.230 horas e a UFES a menor com2.460 horas.
  • 18. Primeiros resultados• 6 áreas de conhecimento em Biblioteconomia (I Encontro dedirigentes de Escolas Universitárias de Biblioteconomia doMercosul - Porto Alegre, 1996): Fundamentos teóricos daBiblioteconomia e da Ciência da Informação; Processamento daInformação; Pesquisa; Recursos e Serviços da Informação;Gestão de Unidades de informação; Tecnologia da Informação;• CH de disciplinas de cunho tecnológico a média obtida é de223 horas, sendo que a UFES possui a menor com 120 horasapenas e UFC e UFPB com a maior, 300 horas;• 25 disciplinas obrigatórias; 6 optativas (eletivas).
  • 19. Disciplina Incidência (%)Tecnologia da informação (I e II) 4 12,9Informática aplicada a Biblioteconomia (I e II) 2 6,5Redes E Serviços De Informação (I e II) 2 6,5Informática documentária (I e II) 2 6,5Introdução à Iinformática 2 6,5Automação de Unidades de Informação 1 3,2Automação em sistemas informáticos 1 3,2Automação Em Unidades De Informação 1 3,2Elementos de informática 1 3,2Fontes Especializadas De Informação 1 3,2Geração De Bancos E Bases De Dados 1 3,2Geração e uso de bases de dados para unidades de informação 1 3,2Informação e processos tecnológicos* 1 3,2Informática aplicada a biblioteconomia e ciência da informação 1 3,2Informática aplicada a documentação 1 3,2Planejamento e Elaboração de Bases de Dados 1 3,2Recuperação da Informação na Internet* 1 3,2Sistemas de informação e Internet* 1 3,2Softwares Aplicativos 1 3,2Tecnologia de disseminação da informação 1 3,2Tecnologias e Gerenciamento da Informação 1 3,2Tópicos Especiais de Informática Aplicada à Administração* 1 3,2Tópicos Especiais em Tecnologias da informação* 1 3,2 *Unidades De Informação Especializadas* 1 3,2 Disciplinas optativasTotal 31 100
  • 20. Primeiros resultadosNuvem de termos mais incidentes (Nome da disciplina + ementa)
  • 21. Considerações finais
  • 22. Considerações finais• O presente trabalho reflete o esforço na relação pesquisa eensino, uma vez que a prática do ensino é o próprio objeto deestudo nesta pesquisa.• Procura-se além de uma melhor compreensão das TICs noensino de Biblioteconomia no Brasil, contribuir com suareflexão teorico-metodológica na busca de (re)formulações deconteúdos e práticas.• Desdobramentos…
  • 23. Obrigado! ronaldfa@gmail.comReflexão…Reflexão… Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende. Guimarães Rosa (Grande Sertão: veredas - 1956)