• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Processo de Analise e Solucao de Problemas
 

Processo de Analise e Solucao de Problemas

on

  • 2,697 views

Apresentação dos modelos de condução de Braistorming, utilização de Ishikawa e aplicação do formulário de Análise de Situações - GUT

Apresentação dos modelos de condução de Braistorming, utilização de Ishikawa e aplicação do formulário de Análise de Situações - GUT

Statistics

Views

Total Views
2,697
Views on SlideShare
2,697
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
52
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Processo de Analise e Solucao de Problemas Processo de Analise e Solucao de Problemas Presentation Transcript

    • Análise e Solução de Problemas
    • Análise do Problema• Objetivo Encontrar as “hipóteses” de Causa Raiz de um “problema” e aplicar as Ações Corretivas.
    • Análise do ProblemaProblemas são a base do que nós fazemos.Entender o problema, identificar a causa raiz,E implementar ações corretivas é fundamental.Sendo assim, por quê nós e nossos fornecedorescontinuamos a solucionar os mesmos problemas ousimilares, de novo?
    • Análise do ProblemaTalvez, nós precisemos repensar nosso processo.Talvez, exista uma maneira mais efetiva.Talvez, nós precisemos nos aprofundar mais para identificartotalmente a causa raiz.Talvez nós precisemos aprofundar e aumentar a abrangência?
    • Análise do Problema Diagrama de Causa e EfeitoA) Construção de Diagramas de Causa e EfeitoDevemos seguir quatro passos básicos:1º Passo: decidir a característica da qualidade que se deseja melhorar e controlar.Esta característica pode ser definida através de um gráfico de Pareto;2º Passo: escrever a característica da qualidade à direita da seta central dodiagrama;3º Passo: indicar os fatores mais importantes que influenciam na característicada qualidade, relacionando-os aos 6m´s (máquina, mão de obra, método, meioambiente, material e medição ou a outros fatores ligados à característica que sequer trabalhar).Para cada um dos fatores, podem-se adicionar fatores maisdetalhados, traçando-se ramos, cada vez menores, deste modo, se vai ampliandoo diagrama até que se consigam todas as causas de dispersão;4º Passo: por último, é preciso verificar se todos os fatores que podem causardispersão estão incluídos no diagrama. Se estão e se há um estabelecimentoadequado entre a causa e o efeito, o diagrama está completo?
    • Análise do Problema Diagrama de Causa e EfeitoB) Como Utilizar Diagramas de Causa e EfeitoHá várias maneiras de se utilizar Diagramas, como segue:1ª Construir Diagramas como processo educativo:Ao elaborar um diagrama de Causa e Efeito, receber idéias da maior quantidade de pessoas possível, perguntar a cada um: “Qual é a causa da dispersão?” e“Que relação existe e que efeito tem sobre a qualidade?”. Estas consultas dãolugar a que cada um exponha sua experiência e técnicas e todos os queparticiparem da construção do diagrama aprenderão algo novo, inclusive os queeventualmente não conhecem profundamente o assunto, podem aprender muitocom a elaboração do diagrama, ou simplesmente estudando um diagrama completo.
    • Análise do Problema Diagrama de Causa e Efeito2ª Diagrama de causa efeito para guiar a discussão:Uma discussão não pode atingir os objetivos se os participantes se afastam dotema. Quando há um diagrama de Causa e Efeito como centro das discussões,todos sabem do que está se falando e até onde se está avançando no tratamentodo problema. Com isto se evita um exame superficial da questão, e a repetição dereclamações assim se chega mais rapidamente à conclusão e à medida que se temque adotar. Por isso, se pode definir que um diagrama de Causa e Efeito serve deguia para deliberações.3ª Buscar cuidadosamente causas e ordenar os resultados do diagrama.Toda vez que descobrir uma característica de qualidade nova, busquecuidadosamente o fator que a provoca. Este é um dos princípios do controle daqualidade. Encontra-se o fator real, repetem-se os passos que se seguiu para achar a causa sobre o diagrama de Causa e Efeito. Se, buscando o fator, o diagrama odesorienta, ou se não pode precisar o fator real, quer dizer que as causasapresentadas no diagrama não são as verdadeiras causas da dispersão. Então,deve-se reconstruí-lo em conformidade com os passos que definitivamente seguiu. Se o verdadeiro fator não está escrito sobre o diagrama, não deixe de escrevê-lo.
    • Análise do Problema Diagrama de Causa e Efeito4ª Um diagrama da de Causa e Efeito deixa visível o nível de tecnologia dominado.O fato do pessoal poder elaborar em detalhes um diagrama de Causa e Efeitorevela o conhecimento final do processo de produção, em outras palavras, quantomais elevado seja o nível tecnológico dos trabalhadores, melhor será o resultado dodiagrama de Causa e Efeito.5º Diagramas de Causa e Efeito defeituosos.De modo geral, uma causa está composta por muitos elementos complexos. A partirdaí os diagramas podem assumir uma forma bastante complicada. Se o diagramase mostra complexo, com muitas ramificações, demonstra que os conhecimentosque se tem do processo de fabricação são muito superficiais. De maneira análoga,não se deve considerar que um diagrama com cinco ou seis causas tenha suaforma correta.
    • Análise do Problema BrainStormingÉ uma técnica utilizada nos trabalhos em equipe para : despertar idéias, enumerarcausas prováveis de um problema e possíveis soluções. Pode ser aplicada naelaboração do diagrama de causa e efeito ou isoladamente para um determinadoproblema.A) AplicaçãoApós a identificação de um tema, ou problema, o coordenador do grupo deveráexplicar as regras e os procedimentos aos participantes. Em seguida, o grupo secoloca diante de um quadro negro ou flip chart, onde um de seus membros anotará as idéias, conforme forem surgindo ditadas pelos demais, assim a listagem ficavisível e ao relê-la continuamente, o grupo gerará a livre associação para criaçãode novas idéias.Uma vez registradas as idéias, deve-se organizá-las; por exemplo,por características comuns (um diagrama de Causa e Efeito já é uma forma deorganização das idéias). Parte-se então para a avaliação das idéias para que sejam identificadas as mais proponentes, a fim de se estabelecer e monitorar o plano de ações.
    • Análise do Problema BrainStormingB) RecomendaçõesDeve haver ordem específica na participação. Os membros vão citando suas idéias,em voz alta, para que todos as ouçam e para que possam ser anotadas à vista detodos, tomando-se os seguintes cuidados:Supressão de julgamento, críticas e autocríticas;Privilegiar a quantidade e não a qualidade;É válido pegar carona (complementar informações);Pode-se adotar um “grau de criatividade” na participação.3.3. RESPONSABILIDADESO Diagrama de Causa e Efeito e Brainstorming podem ser aplicados por qualquerColaborador para a solução de problemas.
    • Análise do Problema Análise de SituaçõesA Análise de Situações verifica cada situação por quatro diferentes ângulos:1º - reconhecendo situações que exigem sua atenção pessoal;2º - separando situações em panes distintas que podem ser manejadas;3º - estabelecendo prioridade para aquelas situações que apresentam maiorimportância;4º - colocando o processo de análise mais adequado àquelas situações.1ª Etapa - Separar os AssuntosPor vezes, uma situação pode se mostrar tão complexa que deverá ser separada,de maneira a poder ser tratada racionalmente. Um exemplo disso é quando umasituação se apresenta dividida em partes, cada uma delas a exigir uma abordagemdiferente: uma Análise de Problema sumária, uma rápida Análise de Decisão emfunção das medidas interinas a serem tomadas, e o início de uma ampla Análise deDecisão destinada a escolher a ação corretiva para a situação.
    • Análise do Problema Análise de Situações3ª Etapa – Estabelecer PrioridadesApesar dos fatores que influenciam esta escolha variarem de assunto para assunto, três grandes dimensões devem ser consideradas, ao se determinar prioridades:Gravidade: Qual a importância do objetivo afetado por esta situação? Qual agravidade do impacto da situação no objetivo considerado?Urgência: Qual a necessidade de uma ação imediata? Que prazos deixarão de sercumpridos? Que oportunidades serão perdidas, se nenhuma medida for tomadaagora?Tendência: Qual é a tendência do problema? Tende a intensificar-se, ou pelocontrário, parece estar se resolvendo automaticamente? Que problemas futurosserão criados? O problema poderá ser tratado mais facilmente no futuro? O estabelecimento da gravidade, urgência e tendência de cada situação asseguraa alocação de recursos (tempo, mão-de-obra, máquinas, material, energia,inteligência, criatividade, etc.) à situação da mais alta prioridade.
    • Análise do Problema Análise de SituaçõesPARÂMETROS G.U.T.GRAVIDADE: Impacto causado pelo problemaURGÊNCIA: É a pressão do tempo para se resolver o problema : requer açãoimediata; pode esperar; não tem pressa?TENDÊNCIA: É como o problema se comportará se não for feito nada : aumentará;permanecerá como está; diminuirá?
    • Análise do Problema Análise de SituaçõesPRIORIZAÇÃOGravidade (G) Urgência (U) Tendência (T)O prejuízo que poderá A Solução do Problema Se não for feito nada aocorrer será : deve ser : situação deve :Gravíssimo Imediata Piorar Muito5 5 54 4 43 3 32 2 2Mínimo Quando Puder Desaparecer1 1 1Nota : A prioridade é obtida pelo produto dos parâmetros de Gravidade (G),Urgência (U) e Tendência (T).
    • Análise do Problema Análise de Situações4ª Etapa – PriorizaçãoApós o cálculo de GxUxT, podemos então estabelecer a prioridade de cada situaçãopelo maior índice obtido.Caso existam várias situações com GxUxT=125, é provável que houvesse um errono estabelecimento dos índices pelo responsável ou time. Neste caso, umareavaliação destes valores é recomendada.Quanto ao resultado de duas ou mais situações apresentar os mesmos valores,deve-se dar prioridade maior ao que tiver maior Gravidade. Se os índices deGravidade forem iguais, utiliza-se o de Urgência.
    • Dúvidas?
    • Exercícios?
    • Obrigado!