Escalonamento de processos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Escalonamento de processos

on

  • 3,922 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,922
Views on SlideShare
3,922
Embed Views
0

Actions

Likes
2
Downloads
83
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Escalonamento de processos Escalonamento de processos Presentation Transcript

  • UFRPE/EADLicenciatura em Computação-6P 2011.1 Tutor: Rodrigo Lins Rodrigues
  •  O ponto principal do sistema operacional é a multiprogramação; Múltiplos programas são mantidos na memória; O escalonamento de processos é a chave para a a multiprogramação; Principal função é selecionar o job que deve ocupar o processador; Existem 3 níveis de escalonamento num S.O:  escalonamento de longo prazo;  escalonamento de curto prazo;  escalonamento de entrada/saída. 2
  •  Escalonamento de longo prazo; Escalonamento de curto prazo; Escalonamento de entrada e saída. 3 View slide
  •  O escalonador de longo prazo determina que programas podem ser admitidos no sistema para o processamento, controlando o número de jobs na memória; O fato do escalonador de longo prazo selecionar aquele job não signifca que ele vai ser executado de imediato; Obs: Um processo é um programa em execução e um job é um programa que foi selecionado para execução, mas ainda não começou a executar 4 View slide
  •  O escalonamento de curto prazo tem o objetivo de decidir qual dos jobs deve utilizar o processador e quando isto deve acontecer; Uma vez admitido, o job torna-se um processo e é adicionado a uma fila no escalonador; 5
  •  Possui a função de decidir que processo deverá acessar um dispositivo de E/S; Ex: Se dois processos requerem acesso à impressora, ao mesmo tempo, o S.O precisa decidir qual deles será o próximo a utilizar a impressora. 6
  •  As políticas de escalonamento utilizam algoritmos que aparecem nas versões preemptiva e não preemptiva; Manter o processador ocupado a maior parte do tempo, balancear o uso da CPU entre processos, privilegiar a execução de aplicações críticas e oferecer tempos de resposta razoáveis para o usuário. 7
  •  Escalonamento não-preemptivo: um processo que entra no processador roda até terminar, sem jamais ser interrompido. Escalonamento preemptivo: esta estratégia é baseada na atividade de preempção, permite a suspensão temporária da execução de um processo. 8
  •  É não preemptivo e baseia-se na estratégia de que o primeiro processo a entrar na fila deverá ser o primeiro a ser atendido. Esse algoritmo é empregado normalmente em sistemas do tpo lote e, em geral, possui um tempo médio de espera alto. 9
  •  Para superar o problema dos altos tempos de espera que o algoritmo FIFO apresenta, foi desenvolvida a política STCF, cuja tradução determina que o job que possui menor tempo, dentre os que estão na fila, será aquele selecionado primeiro. 10
  •  É a mais comum entre os preemptivos; A cada processo atribui-se um intervalo de tempo, chamado de fatia de tempo (time-slice), durante o qual ele poderá usar o processador; 11
  •  O escalonamento baseado em prioridades irá selecionar processos que sejam considerados muito prioritários em detrimento aos demais; Esse tipo de escalonamento pode gerar um problema grave que é o impedimento da execução de processos pouco prioritários. 12