Filo platyhelminthes   patologias
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Filo platyhelminthes patologias

on

  • 1,554 views

Lembrando que todo e qualquer material que for salvo e utilizado deve solicitar a autorização e conferir os créditos ao Autor.

Lembrando que todo e qualquer material que for salvo e utilizado deve solicitar a autorização e conferir os créditos ao Autor.

Statistics

Views

Total Views
1,554
Views on SlideShare
1,551
Embed Views
3

Actions

Likes
1
Downloads
7
Comments
0

1 Embed 3

http://www.lupepicasso.com.br 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Filo platyhelminthes   patologias Filo platyhelminthes patologias Presentation Transcript

  • INSTITUTO EDUCACIONAL LUPE PICASSO/DOM BOSCO SANTOS Disciplina de BiologiaProf. Rodrigo Ávila
  • PATOLOGIAS PLATYHELMINTHES
  • Esquistossomose  Schistosoma mansoni (Trematoda) Dimorfismo sexual  “Barriga d’água”  Hospedeiro Intermediário: Caramujo Biomphalaria  Hospedeiro Definitivo: Homem  Locais de Contaminação: águas limpas de riachos e lagoas
  • Esquistossomose
  • Esquistossomose CICLO EVOLUTIVO  “Nadou e coçou é porque pegou”  Início: Falta de Saneamento Básico  Eliminação de fezes contaminadas (ovos) diretamente no solo  Ovos transportados até riachos e lagos (chuva)
  • Esquistossomose Ovo (S. mansoni) contendo o MIRACÍDIO
  • Esquistossomose CICLO EVOLUTIVO  Eclosão dos ovos Liberação Larvas Ciliadas (Miracídios)  Nadam até alcançarem os caramujos Biomphalaria  Desenvolvimento: Miracídios Cercárias  Penetração das Larvas Cercárias Pele/ Mucosa (Homem)
  • Esquistossomose Biomphalaria
  • Esquistossomose Cercária
  • Esquistossomose Penetração das Larvas
  • Esquistossomose CICLO EVOLUTIVO  Larvas Alteração Perdem a Cauda  Transformam-se em Schistosomulas  Chegam aos vasos sanguíneos  Alcançam o Fígado  Desenvolvimento até a forma adulta
  • Esquistossomose CICLO EVOLUTIVO  Reprodução dos Vermes Adultos  Liberação de grande quantidade de ovos  Perfuração da Parede do Intestino  Eliminação pelas fezes (recomeço do ciclo)
  • Esquistossomose
  • Esquistossomose SINTOMAS  Vermelhidão na região de penetração das larvas  Coceira  Aumento de tamanho do baço e do fígado  Acúmulo de líquido na cavidade abdominal
  • Esquistossomose PROFILAXIA  Tratamento dos doentes  Melhoria nas condições de Saneamento Básico  Evitar banhar-se em locais contaminados  Combate ao caramujo Biomphalaria
  • Esquistossomose
  • Teníase  Agente Etiológico: Taenia solium Taenia saginata  Parasitas do Intestino Humano  Taenia solium Ventosas Ganchos Rostro (coroa de ganchos) Fixação Intestino Hospedeiro
  • Teníase  Taenia saginata Cabeça quadrangular Ausência de rostro  Vermes Heteróxenos  Hospedeiro Definitivo: Homem (reprodução sexuada)  Hospedeiro Intermediário: Porco (Taenia solium) Bovinos (Taenia saginata) Ventosas
  • Teníase
  • Teníase Ciclo Evolutivo Eliminação de Fezes contendo anéis fecundados (proglótide) Liberação dos Ovos Ingestão dos Ovos pelos Bovinos ou Suínos Rompimento dos ovos no Intestino Liberação dos embriões Atravessam a mucosa do Intestino Vasos Sanguíneos Alojamento no Tecido Muscular HOSPEDEIRO INTERMEDIÁRIO (Porco ou Bovino)
  • Ciclo Evolutivo Desenvolvimento p/ Larvas Cisticerco (canjiquinha) Ingestão Larvas Cisticerco (Carne crua ou malcozida) Fixação Parede Intestinal (escólex) Desenvolvimento em Taenia adulta Reprodução Sexuada (Autofecundação) HOSPEDEIRO DEFINITIVO (Homem) Liberação dos Ovos nas fezes
  • Teníase Canjiquinhas em Carne
  • Teníase PROFILAXIA  Tratamento dos doentes;  Fiscalização rigorosa das carnes em matadouros;  Não consumir carnes provenientes de açougues clandestinos, procurando cozinha-las corretamente.  Educação Sanitária e melhoria nas condições de Saneamento Básico
  • Teníase
  • Cisticercose  Agente Etiológico: Taenia solium  Hospedeiro Intermediário: Homem  Hospedeiro definitivo: Suíno  Contaminação: Ingestão de ovos de *Taenia solium (água ou alimentos)  Rompimento dos ovos (Intestino) Liberação de Embriões Vasos sanguíneos Instalação Músculos Larvas Cisticercos Liberação nas Fezes
  • Cisticercose Neurocisticercose Forma mais grave da doença Instalação das larvas cisticercos no S.N.C Encéfalo ou Globo ocular Dores de cabeça, distúrbios visuais e até convulsões.
  • Cisticercose
  • Cisticercose Profilaxia Melhoria nas condições de saneamento básico Ingestão de água filtrada ou fervida Higienização adequada de Frutas e Verduras
  • Hidatidose Agente Etiológico: Echinococcus granulosus “Taenia do cão” Hospedeiro definitivo: canídeos Hospedeiros intermediários: bovinos, carneiros e cabras
  • Hidatidose
  • Referências Bibliográficas Imagens  http://www.childrensonlinebooks.com/bi284/parasites/parasites.htm  http://www.oocities.org/br/hestevesneto/24adm/platelmintos/classific acao.htm  http://www.dec.ufcg.edu.br/saneamento/Esquisto.html  http://www.planetainvertebrados.com.br/index.asp?pagina=especie s_ver&id_categoria=27&id_subcategoria=&com=1&id=65&local=2
  • Referências Bibliográficas Imagens  http://www.nhm.ac.uk/nature-online/species-of-theday/scientific advances/disease/schistosoma-mansoni/  http://www.esacademic.com/dic.nsf/eswiki/173352  http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/IFN_Esquisto.htm  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=308 04
  • Referências Bibliográficas Imagens  http://www.coladaweb.com/biologia/reinos/as-tenias-(solitarias)- teniase  http://lib.jiangnan.edu.cn/asm/259-Introduce.htm  http://rmedica.blogspot.com.br/2012/06/taenia-solium-ciclo- biologico.html  http://reinodosparasitos.blogspot.com.br/2013/05/o-complexo- teniasecisticercose-e.html
  • Referências Bibliográficas Imagens  http://pt.wikipedia.org/wiki/Ten%C3%ADase  http://www.netcina.com.br/2012/10/teniase-e-cisticercose- doencas.html  http://www.somosassim.com.br/geral/consumo-de-carne-sem- fiscalizacao-pode-ser-prejudicial-a-saude