Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,828
On Slideshare
2,793
From Embeds
35
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
30
Comments
0
Likes
2

Embeds 35

http://rodrigocunha.jor.br 35

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.
  • 2. Convergência das notícias para os dispositivos móveis
    E-readers
    Tablets
    Smartphones
  • 3. Emergência dos dispositivos móveis para distribuição de notícias,
    pareceestargerando:
    um tipo de produtoinformativodiferente, maisestetizado;
    umaalteração nas definições sobre o que é o gênero revista; e
    o desenvolvimento de umageração de softwares específicos para móveis, de aplicativos específicos para cada dispositivo.
  • 4. Celulares no Brasil
    Brasiljá é o 6º mercado
    de celulares no mundo
    UniãoInternacional de Telecomunicações
    Aténovembro, o País atingiria a marca deum celularporhabitante
    PrevisãodaTeleco
    191 milhões
    de celulares (nov)
    Do total de linhas,82,14% sãopré-pagos
    Anatel
    0,98 celular
    porhabitante
    AgênciaNacional deTelecomunicações (Anatel)
  • 5. Formas de disponibilização das revistasemplataformasmóveis
    SMS
    Mobile site
    Aplicativo
  • 6. Formas de disponibilização das revistasemplataformasmóveis
    Mobile site
    Aplicativo
    SMS
    Serviço de assinatura de um canal de notíciaspara o envio de mensagenspara o celular.
    Versão online darevistaadaptadaparatelaspequenas dos dispositivosmóveis.
    Software que é instalado no dispositivoparateracessoaoconteúdo online darevista.
  • 7. Crescimento das revistasbrasileirasemdispositivosmóveis
  • 8. Modelos de revistas nos dispositivos móveis
    a) revistas online que seguem a mesma aparência do impresso (ex. Natureza, Computer Arts, Vídeo Som);
  • 9. Modelos de revistas nos dispositivos móveis
    b) aplicativos de revistas online que disponibilizam o mesmo conteúdo do site (ex. IstoÉ Gente, Galileu, Rolling Stone BR);
  • 10. Modelos de revistas nos dispositivos móveis
    c) aplicativos que disponibilizam o conteúdo da edição impressa de forma otimizada(ex. Época e Veja para iPad);
  • 11. Modelos de revistas nos dispositivos móveis
    d) aplicativos de revistas online em forma de serviços ou produtos(ex. Guia 4 Rodas 1001 Lugares, Veja Comer & Beber, Guia Época SP de Restaurantes, Guia Crescer de Gravidez);
  • 12. Experiência limitada das plataformas móveis (segundo Nielsen, 2009):
    tamanhoreduzidodatela;
    incômodo da entrada;
    atrasonosdownloads; e
    falta de otimização.
    Somando a isso, os diferentes tipos de tecnologia, inclusive a limitação a linguagem flash de alguns dispositivos
  • 13. Mudanças também no perfil da redação:
    inclusão de um novo perfil de profissional, que não é o jornalista e nem o designer:
    o programador
    “Não precisamos de mais pessoas que saibam escrever lead, mas sim códigos”
    SauloRibas, diretor de criaçãodaEditoraGlobo
  • 14. Estágio da pesquisa (marcos teóricos)
    sociologia da leitura/textos (McKenzie, 1985; Chartier, 1998; Ribeiro, 2009)
    materialidades da comunicação (Gumbrecht e Pfeifer, 1994; Felinto, 2001; Andrade e Felinto, 2004)
    convergênciajornalística e mobilidade(Bolter, 1998; Fidler, 1998; Rheingold, 2004; Igarza, 2008)
  • 15. Reflexões finais
    pesquisar sobre o ambiente móvel é mapear um cenário em constante transformação;
    é necessário argumentar os novos papéis dos leitores de revistas nestes novos dispositivos de leitura;
    forçassociais e econômicassão as quedeterminam a lógicainterna do aparelhotécnico; e
    sociologia dos usos e umateoriadarecepçãopodemabarcar o entendimentosobreestefenômeno.
  • 16. Contato
    L. Graciela Natansohn <@graciela71>
    Dra., Professora titular de Comunicação da UFBA
    graciela71@gmail.com
    Rodrigo Cunha <@rodrigocunha85>
    MestrandoemComunicação da UFBA
    rodrigocunha85@yahoo.com.br
    gjol.blogspot.com
    rodrigocunha.jor.br