0
TESTES	  COM	  PROTÓTIPOS	  A	  voz	  do	  usuário	  
Robson SantosDoutor em Design,PUC-Rio, Departamento de Artes e DesignMestre em Design,PUC-Rio, Departamento de Artes e Des...
ABORDAGENS	  DE	  AVALIAÇÃO	  
Avaliação “rápida e suja”Prática comum na qual os projetistas obtêm um feedback informal dos usuáriosou consultores.Qualqu...
Estudos de campoRealizados em ambientes reais com o objetivo de aumentar o entendimentodo que usuários fazem naturalmente ...
TESTE	  DE	  USABILIDADE	  
Procedimentos•    Definir objetivos e interesses que guiam o teste;•    Decidir quem serão os participantes;•    Recrutar ...
Roteiro de testeDividir o roteiro em quatro seções•  Dados sobre o participante•  Perguntas de abertura•  Perguntas foco/t...
Cada grupo deve ter:•  FACILITADOR•  COMPUTADOR•  OBSERVADOROs demais atuarão como participantes no outro grupo.
ATIVIDADE	  PRÁTICA	  
DESAFIO	  Como	  u4lizar	  a	  tecnologia	  de	  redes	  sociais	  e	  computação	  distribuída	  para	  atender	  a	  nec...
•  Par4r	  dos	  resultados	  do	  estudo,	  feito	  em	     lanhouses,	  sobre	  hábitos	  de	  uso	  de	  redes	     soc...
Necessidades	  Desafios	                     locais	                       Oportunidades	                            Ideias...
Muito obrigado!    Robson SantosUsabilidade mentor & UX strategist   www.interfaceando.com        @interfaceando
Testes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótipos
Testes e avaliação de protótipos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Testes e avaliação de protótipos

1,115

Published on

Abordagens e diretrizes para realização de testes com protótipos

Published in: Design

Transcript of "Testes e avaliação de protótipos"

  1. 1. TESTES  COM  PROTÓTIPOS  A  voz  do  usuário  
  2. 2. Robson SantosDoutor em Design,PUC-Rio, Departamento de Artes e DesignMestre em Design,PUC-Rio, Departamento de Artes e DesignBacharel em Desenho IndustrialEscola Superior de Desenho Industrial/UerjEspecialista em Usabilidade e Experiência do Usuáriono grupo Itaú Unibanco
  3. 3. ABORDAGENS  DE  AVALIAÇÃO  
  4. 4. Avaliação “rápida e suja”Prática comum na qual os projetistas obtêm um feedback informal dos usuáriosou consultores.Qualquer envolvimento com usuários será altamente informativo e pode-seaprender muito observando o que as pessoas fazem e conversandoinformalmente com elas.Testes em laboratórioAbordagem dominante nos EUA durante os anos 1980, ganhou força no Brasil apartir da década de 1990.Envolvem avaliar o desempenho dos usuários típicos na realização de tarefascuidadosamente preparadas, por sua vez, típicas daqueles para os quais osistema foi projetado.
  5. 5. Estudos de campoRealizados em ambientes reais com o objetivo de aumentar o entendimentodo que usuários fazem naturalmente e de como a tecnologia causa impactonessas atividades.Avaliação preditivaEspecialistas aplicam seu conhecimento a respeito de usuários típicos,geralmente guiados por princípios e guidelines de usabilidade.
  6. 6. TESTE  DE  USABILIDADE  
  7. 7. Procedimentos•  Definir objetivos e interesses que guiam o teste;•  Decidir quem serão os participantes;•  Recrutar participantes;•  Selecionar e organizar tarefas a serem testadas;•  Preparar o ambiente de teste;•  Preparar a equipe de teste;•  Definir qual recompensa será oferecida ;•  Realizar teste piloto e fazer mudanças necessárias
  8. 8. Roteiro de testeDividir o roteiro em quatro seções•  Dados sobre o participante•  Perguntas de abertura•  Perguntas foco/tarefas•  Perguntas de encerramento
  9. 9. Cada grupo deve ter:•  FACILITADOR•  COMPUTADOR•  OBSERVADOROs demais atuarão como participantes no outro grupo.
  10. 10. ATIVIDADE  PRÁTICA  
  11. 11. DESAFIO  Como  u4lizar  a  tecnologia  de  redes  sociais  e  computação  distribuída  para  atender  a  necessidades  locais  da  cidade  de  Manaus?  
  12. 12. •  Par4r  dos  resultados  do  estudo,  feito  em   lanhouses,  sobre  hábitos  de  uso  de  redes   sociais  •  Criar  persona  e  cenários  •  Iden4ficar  desafios  sociais  locais  •  Iden4ficar  oportunidades  de  atuação  •  Gerar  ideias  e  criar  conceito  •  Criar  provas  de  conceito  •  Avaliar  os  conceitos  com  usuários  
  13. 13. Necessidades  Desafios   locais   Oportunidades   Ideias   Conceitos   Comunicação  do  conceito  
  14. 14. Muito obrigado! Robson SantosUsabilidade mentor & UX strategist www.interfaceando.com @interfaceando
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×