Your SlideShare is downloading. ×
Navegação
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Navegação

5,085
views

Published on

Um dos elementos da arquitetura de informação

Um dos elementos da arquitetura de informação

Published in: Technology, Business

0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,085
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
213
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Sistema de Navegação Robson Santos, D.Sc.
  • 2.
    • Sistemas de navegação
    • Projetar a estrutura de site requer um balanço cuidadoso de facilidade de acesso com a necessidade de estabelecer categorias e subcategorias de informação para benefício dos usuários.
    • As categorias devem antecipar os tipos de acesso que o público-alvo do site espera. Elas quebrarão repetidamente em níveis hierárquicos até que uma forma de árvore se estabeleça.
    Arquitetura de Informação
  • 3.
    • Sistemas de navegação
    • Teia ou Árvore?
    • Diferenças topológicas
    • Linear
    • Não linear
    • Mista
    Arquitetura de Informação
  • 4. Arquitetura de Informação
    • Sistemas de navegação
  • 5. Arquitetura de Informação
    • Sistemas de navegação
  • 6. Arquitetura de Informação
    • Sistemas de navegação
  • 7. Recursos de Navegação
  • 8.
    • Sistemas de navegação
    • Sistemas de navegação são compostos por uma variedade de elementos.
    • Alguns, como barras navegação gráficas e menus pop-up , são implementadas juntamente com o conteúdo.
    • Outros, como sumários e mapas de navegação, provêem acesso remoto ao conteúdo dentro da estrutura de organização.
    Recursos de Navegação
  • 9.
    • Sistemas de navegação
    • À medida que esses elementos puderem ser colocados em cada página, juntos dão forma a um sistema de navegação que tem importantes implicações ao longo da interface do sistema.
    • Um sistema de navegação bem projetado é um fator crítico na determinação do sucesso de uma interface.
    Recursos de Navegação
  • 10.
    • Elementos de navegação integrados
    • Nos sistemas de navegação os elementos mais importantes são aqueles que estão integrados às telas de conteúdo.
    • À medida que os usuário se movem pelas telas do sistema, esses são os elementos que são vistos usados repetidas vezes. A maior parte desses elementos se agrupam em duas categorias: barras de navegação e menus pull-down .
    Recursos de Navegação
  • 11.
    • Elementos de navegação integrados
    • Barra de navegação
    • De maneira simplista, a barra de navegação é uma coleção de links de hipertexto agrupados em uma tela. Esses links podem ter o aspecto de texto puro ou serem gráficos, com o uso de imagens, entretanto, ao se optar por barras de navegação gráfica, há que se considerar o tempo de carga das imagens que a compõem e o grau de dificuldade para adicionar ou excluir itens nos menus.
    • A opção por usar um tipo ou outro está mais ligada ao aspecto da página do que a questões técnicas.
    Recursos de Navegação
  • 12.
    • Elementos de navegação integrados
    • Barra de navegação
    • A posição da barra de navegação também pode obedecer alguns critérios: posicionar a barra na parte superior da tela possibilita acesso ao sistema de navegação e um senso imediato do contexto do sistema.
    • O posicionamento na parte inferior da página assume que a página deve ser toda lida para que se prossiga com a navegação. O posicionamento no topo e no final geralmente é determinado pelo comprimento da tela.
    Recursos de Navegação
  • 13.
    • Elementos de navegação integrados
    • Quadros
    • Os quadros ( frames ) são uma forma de dividir uma mesma janela em várias outras, permitindo que hiperlinks situados em um quadro alterem o conteúdo apresentado em outro.
    • Ao permitir a separação do sistema de navegação do conteúdo, os quadros podem prover contextualização e consistência para os usuários.
    Recursos de Navegação
  • 14.
    • Elementos de navegação integrados
    • Quadros
    • Contudo, dependendo da resolução utilizada no monitor do usuário, o uso de quadros pode ocasionar a presença de indesejáveis barras de rolagens que ocultam parte do conteúdo da página.
    • Também uma página composta por quadros não é adicionada corretamente em uma lista de favoritos ( bookmark ) pelo fato de ser formada por diversas outras páginas, cada uma acomodada em um quadro com um endereço próprio (URL).
    Recursos de Navegação
  • 15.
    • Elementos de navegação integrados
    • Menus pull-down
    • O uso de menus pull-down permite que o usuário expanda a informação que aparece em uma linha para apresentar várias outras opções. De forma geral, usuários escolhem uma opção no menu e então pressionam um botão “Ir para” ou “Enviar” para se mover para o local de destino.
    • Os menus, por outro lado, ocultam as opções e forçam o usuário agir antes que possa ver as opções.
    Recursos de Navegação
  • 16.
    • Elementos de navegação integrados
    • Menus pull-down
    • Os menus pop-up são uma versão mais sofisticada dos pull-down , pois à medida que o usuário move o cursor sobre um palavra ou áreas na tela um menu é disparado. O usuário pode selecionar diretamente uma opção deste menu.
    Recursos de Navegação
  • 17.
    • Elementos de navegação remotos
    • Ainda há outros elementos de navegação que não estão agregados às telas de conteúdo, podendo ser chamados de elementos remotos de navegação.
    • Exemplos são: sumários, índices e mapas de sites, pois são externos à hierarquia e permitem uma visão geral do conteúdo do site. Também é possível produzir elementos de navegação remotos apresentados fora da janela principal.
    Recursos de Navegação
  • 18.
    • Elementos de navegação remotos
    • Sumários
    • De forma similar aos livros e revistas, os sumários para um sistema apresentam os níveis mais elevados da hierarquia. Os sumário provê uma visão ampla do conteúdo e facilita o acesso aleatório a porções segmentadas do conteúdo.
    • Um sumário na web pode empregar links de hipertexto para permitir ao usuário o acesso direto às páginas do site.
    • No projeto de um uma ferramenta de navegação como um sumário, a forma é menos importante que a função.
    Recursos de Navegação
  • 19.
    • Elementos de navegação remotos
    • Sumários
    • Algumas recomendações para o projeto de sumários incluem:
    • Reforçar a hierarquia da informação para que o usuário se torne progressivamente familiar com a organização do conteúdo.
    • Facilitar o acesso rápido e direto ao conteúdo para os usuário que sabem o que desejam.
    • Evitar oprimir o usuário com informação demais, pois o objetivo é auxiliá-lo, não assustá-lo.
    Recursos de Navegação
  • 20.
    • Elementos de navegação remotos
    • Índices
    • De maneira similar ao índices encontrados em material impresso, um índice digital apresenta palavras-chave ou frases em ordem alfabetica, sem apresentar a hierarquia. Índices funcionam bem para usuários que já sabem o nome do item que estão buscando.
    • Ao selecionar itens para compor um índice, deve-se ter em mente que um índice deve apontar somente para telas destino, e não para telas de navegação.
    Recursos de Navegação
  • 21.
    • Elementos de navegação remotos
    • Mapa de navegação
    • Mapa de navegação pode ser definido estreitamente como uma representação gráfica da arquitetura do sistema, excluindo os sumários e os índices que utilizam elementos gráficos para melhorar o apelo estético de ferramentas que são primariamente textuais.
    • Um mapa de navegação real apresenta a arquitetura de informação de uma maneira que vai além da representação textual.
    Recursos de Navegação
  • 22.
    • Elementos de navegação remotos
    • Mapa de navegação
    • Os mapas do mundo físico não apresentam a geografia exata da área.
    • Precisão e escala são sacrificadas por sinais contextuais representativos que nos auxiliam a encontrar o caminho em meio a um sem número de auto estradas e cruzamentos.
    • Além disso, quanto maior o nível de abstração, mais intuitivo é o mapa.
    Recursos de Navegação
  • 23.
    • Elementos de navegação remotos
    • Visita guiada
    • Uma visita guiada serve com um boa ferramenta para introduzir novos usuários às áreas de maior conteúdo de um sistema.
    • Uma visita guiada deve apresentar navegação linear, mas a barra de navegação hipertextual pode ser usada para prover flexibilidade adicional.
    • A visita deve combinar imagens das telas mais importantes com texto narrativo que explica o que pode ser encontrado em cada área do sistema.
    Recursos de Navegação
  • 24. Refer ê ncia ROSENFELD, Louis, MORVILLE, Peter. Information architecture for the world wide web . Sebastopol, CA: O'Reilly, 1998.
  • 25. www. ROBSON SANTOS .com [email_address] Visitem meu blog: interfaceando.blogspot.com