0
MOTIVAÇÃOAureliano Barrosaurelianobarros@gmail.com
A palavra motivação deriva do latim motivus, movere, que significa mover.Em seu sentido original, a palavra indica o proce...
TEMPO =permanência damotivaçãoDIREÇÃO =objetivo docomportamentomotivadoINTENSIDADE =força dosmotivosPROPRIEDADES DA MOTIVA...
Surge: A partir da experiência de Hawthorne (E. Mayo). Ocorrecomo um movimento contrário à Teoria Clássica daAdministração...
1. O trabalho é uma atividade tipicamente grupal: a produção éinfluenciada pelas normas do grupo e pelos incentivos salari...
Decorrências da Teoria das Relações HumanasO HOMEM SOCIAL1- Os trabalhadores são criaturas sociais complexas, dotadosde se...
Motivação Humana• A motivação procura explicar por que as pessoas se comportam;• O ser humano é motivado, não por estímulo...
Níveis/Estágios de Motivação• Necessidades fisiológicas:• Relacionadas a sobrevivência do indivíduo. Nível maisbaixo.• Nec...
Etapas do Ciclo MotivacionalSatisfaçãoEquilíbrioEstímulo ouincentivoNecessidadeTensãoComportamentoou ação
Faliu nos negócios aos 31 anos de idade;Foi derrotado em eleição para o Legislativo aos 32;Faliu outra vez aos 34 anos;Sup...
Introdução à AdministraçãoAntonio Cesar Amaru MaximianoMOTIVOS INTERNOS E EXTERNOSMOTIVOS INTERNOS:necessidades, aptidões,...
PIRÂMIDE DE MASLOWNECESSIDADES DEAUTORREALIZAÇÃONECESSIDADES DEESTIMANECESSIDADESSOCIAISNECESSIDADES DESEGURANÇANECESSIDAD...
CONSEQUÊNCIAS DA FRUSTRAÇÃOFUGA OU COMPENSAÇÃO•Busca de atividade ou recompensa alternativa.RESIGNAÇÃO•Conformidade, apati...
FATORES HIGIÊNICOSOU EXTRÍNSECOSFATORESMOTIVACIONAIS OUINTRÍNSECOS• TRABALHO EM SI.•••••••REALIZAÇÃO DE ALGO IMPORTANTE.EX...
Introdução à AdministraçãoAntonio Cesar Amaru MaximianoPresença deFatoresMotivacionaisAusência deFatoresHigiênicosSATISFAÇ...
FATORES MOTIVACIONAISFATORES MOTIVACIONAISPRESENTES• Trabalhoque envolvedesafio, responsabilidadee tomadade decisão.• Poss...
NECESSIDADESSOCIALMENTEADQUIRIDASUsos e costumesValoresPropagandaFolcloreReligiãoFATORES SOCIAIS QUE INFLUENCIAM ASNECESSI...
ESTÍMULOSMOTIVOSINTERNOSTEORIA DA EXPECTATIVA EXPLICA RELAÇÃOENTRE ESTÍMULOS INTERNOS E EXTERNOSTEORIA DA EXPECTATIVA
EstímuloExpectativa dereceber arecompensaEntrar nauniversidadePESSOAESFORÇOInfluenciado pelo valoratribuído à recompensa e...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Motivacao (1)

561

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
561
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
26
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Motivacao (1)"

  1. 1. MOTIVAÇÃOAureliano Barrosaurelianobarros@gmail.com
  2. 2. A palavra motivação deriva do latim motivus, movere, que significa mover.Em seu sentido original, a palavra indica o processo pelo qual o comportamentohumano é incentivado, estimulado ou energizado por algum tipo de motivo ou razão.Motivo, motor e emoção são outras palavras que têm a mesma raiz.O comportamento humano sempre é motivado. Sempre há um motor funcionando,que movimenta o comportamento humano.O estudo da motivação busca entender quais são as forças que movem as pessoasnas diferentes dimensões do comportamento – pensamento, ação e palavras.O que faz nosso motor funcionar?
  3. 3. TEMPO =permanência damotivaçãoDIREÇÃO =objetivo docomportamentomotivadoINTENSIDADE =força dosmotivosPROPRIEDADES DA MOTIVAÇÃO
  4. 4. Surge: A partir da experiência de Hawthorne (E. Mayo). Ocorrecomo um movimento contrário à Teoria Clássica daAdministração.Conceito: Visa tratar a organização sob o ponto de vista daspessoas.Métodos: Visam à eficiência organizacional observando oindivíduo e o grupo.Seguidores da Teoria das Relações HumanasHugMuns-terberg1911JohnDewey1930EltonMayo1933KurtLewin1935R.Tannen-baum1961Abordagem Humanística
  5. 5. 1. O trabalho é uma atividade tipicamente grupal: a produção éinfluenciada pelas normas do grupo e pelos incentivos salariaise materiais;2. O operário não reage como indivíduo isolado mas comomembro de um grupo social;3. Formar uma elite capaz de compreender e de comunicar aogrupo as necessidades da empresa;4. Formar uma elite capaz de recobrar a cooperação dosindivíduos;5. O ser humano é motivado pela necessidade de “estar junto”, de“ser reconhecido”, de receber adequada comunicação;6. A organização é uma unidade social, porquanto, congregaindivíduos que desejam e influenciam seu meio.
  6. 6. Decorrências da Teoria das Relações HumanasO HOMEM SOCIAL1- Os trabalhadores são criaturas sociais complexas, dotadosde sentimentos, desejos e temores;2- As pessoas são motivadas por necessidades humanas ealcançam suas satisfações, por meio dos grupos sociais comque interagem;3- O comportamento dos grupos sociais é influenciado peloestilo de supervisão e liderança;4- As normas sociais do grupo funcionam como mecanismosreguladores do comportamento dos membros.
  7. 7. Motivação Humana• A motivação procura explicar por que as pessoas se comportam;• O ser humano é motivado, não por estímulos salariais eeconômicos, mas por recompensas sociais e simbólicas;• O comportamento humano é derivado da totalidade de fatoscoexistentes (Lewin);• Esses fatos coexistentes têm o caráter de um campo dinâmico, noqual cada parte do campo depende de uma inter-relação com asdemais partes (Lewin);• Esse campo dinâmico é o espaço de vida que contém a pessoa e oseu ambiente psicológico.Equação: C = f (P, M) – O comportamento da pessoa é o resultadoda interação entre a pessoa e o meio ambiente a qual está inserida.C = Comportamento ; f = Função ; P = Pessoa ; M = Meio Ambiente
  8. 8. Níveis/Estágios de Motivação• Necessidades fisiológicas:• Relacionadas a sobrevivência do indivíduo. Nível maisbaixo.• Necessidades psicológicas:• Relacionadas aos desejos do indivíduo. Nível médio.- Necessidade de segurança íntima;- Necessidade de participação;- Necessidade de autoconfiança;- Necessidade de afeição.• Necessidades de auto-realização:• Relacionadas e decorrentes a educação e da cultura dapessoa. Nível mais elevado.
  9. 9. Etapas do Ciclo MotivacionalSatisfaçãoEquilíbrioEstímulo ouincentivoNecessidadeTensãoComportamentoou ação
  10. 10. Faliu nos negócios aos 31 anos de idade;Foi derrotado em eleição para o Legislativo aos 32;Faliu outra vez aos 34 anos;Superou a morte da namorada aos 35;Teve um colapso nervoso aos 36;Perdeu outra eleição aos 38;Perdeu as eleições para o Congresso aos 43, 46 e 48;Perdeu uma disputa para o Senado aos 55;Fracassou na tentativa de ser Presidente aos 58;Foi eleito a Presidente aos 60.Abraham Lincoln
  11. 11. Introdução à AdministraçãoAntonio Cesar Amaru MaximianoMOTIVOS INTERNOS E EXTERNOSMOTIVOS INTERNOS:necessidades, aptidões,valores e outros atributospessoaisMOTIVAÇÃOMOTIVOS EXTERNOS:estímulos ou incentivos doambiente
  12. 12. PIRÂMIDE DE MASLOWNECESSIDADES DEAUTORREALIZAÇÃONECESSIDADES DEESTIMANECESSIDADESSOCIAISNECESSIDADES DESEGURANÇANECESSIDADESBÁSICAS
  13. 13. CONSEQUÊNCIAS DA FRUSTRAÇÃOFUGA OU COMPENSAÇÃO•Busca de atividade ou recompensa alternativa.RESIGNAÇÃO•Conformidade, apatia.AGRESSÃO•Ira e hostilidade e ataque verbal ou físico.
  14. 14. FATORES HIGIÊNICOSOU EXTRÍNSECOSFATORESMOTIVACIONAIS OUINTRÍNSECOS• TRABALHO EM SI.•••••••REALIZAÇÃO DE ALGO IMPORTANTE.EXERCÍCIO DA RESPONSABILIDADE.POSSIBILIDADE DE APRENDIZAGEM ECRESCIMENTO.ESTILO DE LIDERANÇA.RELAÇÕES PESSOAIS.SALÁRIO.POLÍTICAS DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOSHUMANOS.• CONDIÇÕES FÍSICAS E SEGURANÇA DOTRABALHO.TEORIA DOS DOIS FATORES
  15. 15. Introdução à AdministraçãoAntonio Cesar Amaru MaximianoPresença deFatoresMotivacionaisAusência deFatoresHigiênicosSATISFAÇÃOINSATISFAÇÃOAusência deFatoresMotivacionaisPresença deFatoresHigiênicosNÃO SATISFAÇÃONÃO INSATISFAÇÃODIMENSÕES DA MOTIVAÇÃO
  16. 16. FATORES MOTIVACIONAISFATORES MOTIVACIONAISPRESENTES• Trabalhoque envolvedesafio, responsabilidadee tomadade decisão.• Possibilidades decrescimentona carreira.• Reconhecimentopelodesempenho.FATORES HIGIÊNICOS AUSENTES• Salários baixos.• Não há benefícios.• Condições de trabalho precárias.• Equipe sem sintonia.AUSÊNCIA DE FATORES MOTIVACIONAIS EHIGIÊNICOS É A PIOR SITUAÇÃO, QUE SÓ SEACEITA NA ABSOLUTA FALTA DEALTERNATIVA. O DESEMPENHO SÓ PODESER RESULTANTE DO SENSO DERESPONSABILIDADE OU DO RECEIO DAPERDA DE EMPREGO. EXEMPLOS:ATIVIDADES REALIZADAS POR IMIGRANTESILEGAIS OU POR PESSOAS SEMQUALIFICAÇÕES PROFISSIONAIS.FATORES HIGIÊNICOS PRESENTES• Salários e benefícios satisfatórios.• Ambiente físico de trabalho agradável.• Ambiente humano amigável.SATISFAÇÃO COM AS CONDIÇÕES DETRABALHO, MAS INSATISFAÇÃO COM OTRABALHO EM SI, DEVIDO À FALTA DEDESAFIO OU, EM OUTRO EXTREMO, ÀTENSÃO INERENTE. O DESEMPENHO PODETENDER À MEDIOCRIDADE OU LEVAR AAPOSENTADORIA PRECOCE OU APROBLEMAS DE CONDUTA.A AUSÊNCIA DE FATORES HIGIÊNICOS, COMPRESENÇA DE FATORES MOTIVACIONAIS, ÉEXEMPLIFICADA PELOS MISSIONÁRIOS ESOCORRISTAS VOLUNTÁRIOS QUETRABALHAM EM CONDIÇÕES DE EXTREMAPENÚRIA. O DESEMPENHO É RESULTANTEDA MOTIVAÇÃO INERENTE À TAREFA. NUMAEMPRESA, ESSA SITUAÇÃO COMPROMETE ODESEMPENHO.MOTIVAÇÃO COM O TRABALHO ESATISFAÇÃO COM AS CONDIÇÕES FORMAMA MELHOR COMBINAÇÃO POSSÍVEL. EMTESE, PODE-SE ESPERAR OS MELHORESNÍVEIS DE DESEMPENHO QUANDO OTRABALHO SE ENCONTRA NESSA SITUAÇÃO.r Amaru MaximianoTotalmente ausente Totalmente presenteTotalmentepresenteCOMBINAÇÃO DEFATORES HIGIÊNICOS EMOTIVACIONAISTotalmenteausenteAUSENTES• Trabalhosem desafio.• Não há oportunidadesdeavanço.• Não se oferecemprogramasde capacitação.• Não há recompensas pelodesempenho.
  17. 17. NECESSIDADESSOCIALMENTEADQUIRIDASUsos e costumesValoresPropagandaFolcloreReligiãoFATORES SOCIAIS QUE INFLUENCIAM ASNECESSIDADESEducação
  18. 18. ESTÍMULOSMOTIVOSINTERNOSTEORIA DA EXPECTATIVA EXPLICA RELAÇÃOENTRE ESTÍMULOS INTERNOS E EXTERNOSTEORIA DA EXPECTATIVA
  19. 19. EstímuloExpectativa dereceber arecompensaEntrar nauniversidadePESSOAESFORÇOInfluenciado pelo valoratribuído à recompensa e pelaexpectativa de alcançá-laESFORÇOprograma de estudosObjetivoDesempenhoPassar novestibularMECANISMOS DA TEORIA DA EXPECTATIVA
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×