• Like
  • Save
Aula 02 eia_crea_meio_fisico_romulo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Aula 02 eia_crea_meio_fisico_romulo

  • 275 views
Published

2ª Parte do Curso sobre Elaboração de EIA/RIMA - 2008 - Meio Físico - Ministrado no CREA/DF - Organização IBNT

2ª Parte do Curso sobre Elaboração de EIA/RIMA - 2008 - Meio Físico - Ministrado no CREA/DF - Organização IBNT

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
275
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro Meio Físico
  • 2. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro ITEM ASPECTOS AMBIENTAIS 1 FÍSICOS SUB COMPONENTES Clima -Precipitação -Temperatura -Umidade -Insolação -Direção e velocidade dos ventos Geomorfologia -Formas de relevo -Zonas propensas a desastres naturais
  • 3. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 4. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 5. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 6. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 7. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 8. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 9. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro ITEM ASPECTOS AMBIENTAIS 1 FÍSICOS SUB COMPONENTES Hidrografia -Escoamento superficial -Recursos hídricos superficiais e subterrâneos -Áreas de recarga -Vazões de escoamento -Volumes de armazenamento -Áreas sujeitas a inundações das bacias hidrográficas
  • 10. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 11. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 12. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 13. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro ITEM ASPECTOS AMBIENTAIS 1 FÍSICOS SUB COMPONENTES Solos -Tipos e características de solos -Problemas dos solos, erosão Topografia -Declividade do terreno -Posição de vales e elevações Geologia -Regional -Local
  • 14. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 15. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 16. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 17. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro Estimativa de taxas de erosão, segundo diferentes categorias de uso do solo Tipo de uso, Local Perda de solo (t/ha/ano) Contexto Geomorfológico e Pedológico Floresta Amazônica primária, Roraima 150 Vertente com declividade de 20%; Latossolo vermelho-amarelo Pastagem de Brachiaria em antiga área de floresta primária, Roraima 1.128 Vertente com declividade de 20%; Latossolo vermelho-amarelo Floresta Amazônica primária, Rondônia 330 -- Pastagem, Rondônia 3.556 -- Mata, Goiânia 32 Vertente com declividade de 16%; Latossolo vermelho-amarelo Pastagem de capim napier, Goiânia 230 Vertente com declividade de 14%; Latossolo vermelho-amarelo Cultivo de arroz, Goiânia 51.655 Vertente com declividade de 11%; Latossolo vermelho-amarelo Áreas urbanas, Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais 170.000 Solos de alteração de filitos, xistos e itabiritos, bacias hidrográficas com vertentes íngremes Área de mineração, Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais 700.000 Solos de alteração de filitos, xistos e itabiritos, bacias hidrográficas com vertentes íngremes
  • 18. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 19. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 20. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 21. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 22. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro Geologia Regional
  • 23. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 24. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro A escala em que um mapa é desenhado é o fator mais importante de influência na quantidade e na precisão dos detalhes mostrados. A escala está relacionada com a resolução espacial do mapa. Escala é a razão entre as dimensões de um elemento representado no mapa e as dimensões do mesmo no terreno. De maneira sucinta, define-se escala (E) como sendo a proporção entre uma medição feita no mapa (d) e a sua dimensão real correspondente no terreno (D). Uma escala de 1:100.000 é menor que uma escala de 1:50.000. Um mapa em escala pequena não pode ser impresso em escala maior, o inverso é possível. Escala
  • 25. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro A seguir estão alguns lembretes para resumir os aspetos das escalas qualitativas: 1) Quanto maior o denominador de uma escala numa fração representativa, menor ela é. A escala de 1:50.000, por exemplo, é somente um quinto da escala de 1:10.000. 2) Quanto menor o denominador, maior é a escala. A escala de 1:2.000 é cinco vezes maior que a de 1:10.000. 3) Se um mapa numa escala, por exemplo, de 1:50.000 for ampliado para uma escala de 1:10.000, passará a ser cinco vezes mais extenso e cinco vezes mais largo. O novo mapa terá vinte e cinco vezes o tamanho da folha requerida para o mapa originalmente numa escala menor. 4) Quanto maior for a escala do mapa, menor será a porção da superfície da Terra que pode ser representada numa folha de tamanho conveniente, porém maior o número de detalhes (número de características, etc.) podem ser apresentados. Escala
  • 26. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro 5) Quanto menor a escala, maior a porção da superfície terrestre que pode ser representada numa folha do tamanho conveniente, porém, será menor o número de detalhes que poderão ser apresentados. 6) Os padrões mundiais devem certamente ser representados numa escala pequena, porque o propósito é mostrar a distribuição de fenômeno em toda a superfície terrestre. 7) Os detalhes da topografia ou a configuração da superfície de qualquer região podem ser mostrados satisfatoriamente nos mapas de escala de 1:100.000 ou maiores. Escala
  • 27. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 28. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 29. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 30. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 31. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 32. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 33. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 34. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 35. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 36. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 37. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 38. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro
  • 39. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental - EIA-RIMA Diagnóstico Ambiental Prof. Dr. Rômulo Ribeiro