• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Escrita em família
 

Escrita em família

on

  • 1,232 views

Textos escritos em família tendo por base elementos da história "O Príncipe com orelhas de burro" de Adolfo Coelho.

Textos escritos em família tendo por base elementos da história "O Príncipe com orelhas de burro" de Adolfo Coelho.

Statistics

Views

Total Views
1,232
Views on SlideShare
398
Embed Views
834

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

7 Embeds 834

http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.pt 761
http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.com 51
http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.com.br 12
http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.ru 6
http://translate.googleusercontent.com 2
http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.de 1
http://bibliotecaescolarsdomingos.blogspot.be 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Escrita em família Escrita em família Presentation Transcript

    • I N V E N Ç Ã O D E U M A H I S T Ó R I A , E M F A M Í L I A ,C O M A L G U N S E L E M E N T O S D O C O N T O “ OP R Í N C I P E C O M O R E L H A S D E B U R R O ” , D OL I V R O C O N T O S P O P U L A R E S P O R T U G U E S E S ,D A A U T O R I A D E A D O L F O C O E L H O .Escrita em FamíliaGrupo do 2º ano da T. 6 da EB de São Domingos
    • Elementos desencadeadores da escrita Personagem principal: príncipe Espaços da ação: palácio,jardim do palácio Problema: não conseguiamemorizar as cores Resolução do problema: sol,plantas e animais do jardim dopalácio
    • A Diana, com a ajuda da mãe, imaginou a seguinte históriaO príncipe que não conseguia memorizar as coresEra uma vez um príncipe que vivia num grande palácio,mas não era feliz, porque tinha um problema: não conseguiamemorizar as cores.Um dia o rei disse que ia resolver o problema com o Sol,as plantas e os animais.Então, o rei disse ao príncipe para ir ao jardim do palácio eolhar para o Sol, pois ele tinha a cor amarela. Quandoregressou ao palácio, já sabia dizer que a cor do Sol eraamarela.No dia seguinte, o rei mandou-o ir ao jardim ver as plantasque eram de cor verde. Após o passeio, regressou ao palácioe já conseguia dizer que era de cor verde.Assim, pouco a pouco, o príncipe conseguiu memorizar ascores com a ajuda do sol, das plantas e dos animais queviviam no jardim do palácio.
    • O Tomás, com a ajuda da mãe, imaginou história que se segueO príncipe e as cores do arco-írisEra uma vez um príncipe chamado David que vivia numbelo palácio, num país muito longínquo. Nesse país tudoera diferente, pois não existiam outras cores, além do pretobanco e cinzento.O príncipe, como todos os meninos, andava na escola,onde o professor lhe falava das cores do arco-íris, mas opríncipe não as conseguia memorizar.O príncipe sentia-se muito triste e numa certa noitedesejou que tudo à sua volta fosse colorido.Na manhã seguinte, quando acordou, ficou felicíssimopois tudo estava mais colorido. Então, no meio de umgrande alarido, dizia: o Sol é amarelo, o céu azul, a erva éverde, a terra é castanha, os vestidos das meninas sãoroxos e cor-de-rosa, os morangos são vermelhos e o lumealaranjado.Finalmente, o príncipe já conhece todas as cores.
    • A Miriam, com a ajuda da mãe, imaginou esta históriaO príncipe que fixava mal as coresEra uma vez um lindo príncipe que tinha um grandeproblema: não conseguia memorizar as cores.Os pais começaram a pensar como iam resolver o problema.Passados alguns dias tiveram uma ideia: todos os dias, pelamanhã, um deles iria passear com o menino pelo Jardim doPalácio e colheriam pétalas de várias cores.Numa folha, o menino pintaria um risco com a cor igual aopelo dos animais que viam.Quando chegassem a casa o outro pediria ao filho que lhecontasse o que tinha visto e pintasse os desenhos da mesmacor.Passado algum tempo, o menino descobriu feliz que já sabiaas cores.
    • O Pedro, com a ajuda da avó, imaginou a história que se segueO príncipe que não sabia as coresEra uma vez m rei e uma rainha que desejavam muito ter umfilho. Até que um dia a rainha deu à luz um príncipe e fez-seuma grande festa no palácio.O príncipe era muito inteligente, mas não conseguiamemorizar as cores. Então, as flores do jardim do palácioresolveram ajudá-lo.Disseram-lhe que as rosas eram vermelhas, as tulipas cor-de-rosa, o céu azul, o sol amarelo, as plantas verdes e osesquilos castanhos. Assim, o príncipe conseguiu memorizaras cores e nunca mais as esqueceu.
    • A Marta, com a ajuda do pai, imaginou esta históriaO príncipe das coresEra uma vez um príncipe que morava num lindo palácio etinha tudo, mas vivia triste, porque não conseguia memorizaras cores.O príncipe ia triste a passear pelo jardim quando ouviu umavoz a dizer:- Olá, olá!- Quem está a falar? – perguntou o príncipe.- Sou eu, o teu amigo ratinho.Feitas as apresentações, foram juntos a passear pelojardim.- Que flor tão bonita! – exclamou o ratinho. Como sechama?- Chama-se rosa. É a flor mais bonita do meu jardim. Podesdizer-me de que cor é?- A flor mais bonita do teu jardim é vermelha.- Obrigada! Agora já sei qual é a cor vermelha. Bastalembrar-me da flor de que eu mais gosto no meu jardim.- E quando te quiseres lembrar da cor verde, pensas noslindos sapos que tens no teu lago.A partir desse dia, o príncipe foi memorizando as cores coma ajuda do ratinho, das plantas e dos animais do seu jardim.
    • O Luís, com a ajuda da mãe, imaginou esta históriaO príncipe LuísHá muito, muito tempo vivia o príncipe Luís Alexandre,com os seus pais, o rei Luís e a rainha Dora, no palácio doMonte.O príncipe era um menino muito inteligente, mas nãoconseguia memorizar as cores.Então, os seus pais decidiram levá-lo a passear pelojardim do palácio para apreciarem tudo à sua volta: o Solde cor amarela, o céu azul, as plantas com folhas verdes,as flores vermelhas e cor-de-rosa, as andorinhas pretas ebancas, os coelhos branquinhos, os esquilos castanhos eas borboletas multicolores.A partir daquele dia, o príncipe nunca mais se esqueceudas cores.