Your SlideShare is downloading. ×
2 t12 apresentação de resultados
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

2 t12 apresentação de resultados

104

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
104
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Teleconferência de Resultados 2T1214 de agosto de 2012
  • 2.  Destaques 2T12 Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais Expectativas para os Próximos Trimestres 2
  • 3. Destaques do 2T12 Iniciativas e Conquistas Impactos nos Resultados Crescimento expressivo em vendas versus 2T11  Expansão e Investimentos em infraestrutura • 21,6% de crescimento nas vendas • Investimentos totais: R$35,1 milhões • 13,0% de crescimento mesmas lojas • Abertura de 1 nova loja convencional no NE o 45,0% de crescimento da Internet • Reformas de lojas o 9,0% de crescimento mesmas lojas físicas • Investimentos em TI e Logística (conclusão da expansão do CD de Louveira) Crescimento sustentável • Evolução da margem bruta consolidada – 33,5% da  Despesas extraordinárias de integração: receita líquida • Total de R$3,3 milhões (em linha com o previsto) o Aumento de 0,7pp em relação ao 2T11 o Aumento de 1,7pp em relação ao 1T12  Resultados da Luizacred • Disciplina financeira (vendas sem juros limitadas) • Melhoria dos indicadores de atraso • Taxa de aprovação conservadora • Manutenção do conservadorismo o Redução da taxa de aprovação de crédito Continuidade do processo de integração da Maia o Provisões robustas • Incorporação societária – 30 abr. • Participação no programa de redução de custos • Integração sistêmica – início 2T12  Resultados do Magazine Luiza Racionalização dos custos e despesas • Resultados em linha com o projetado, apesar do • Programa de racionalização de custos e despesas – crescimento da economia abaixo das expectativas foco principal da Companhia em 2012 o Crescimento sustentável • Redução de 0,6pp nas despesas com vendas, gerais e o Programa de racionalização de custos administrativas do segmento de varejo • Resultados positivos tanto no varejo como no o 24,7% da receita líquida versus 25,3% no 2T11 consolidado 3
  • 4.  Destaques 2T12 Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais Expectativas para os Próximos Trimestres 4
  • 5. Evolução da Receita Bruta (R$ bilhões) Varejo Considerações 25,0% 19,7% 22,3% • Evolução de 19,7% da receita bruta do varejo versus o 2T11 e crescimento de 13,0% no conceito mesmas lojas, impulsionado por: 2,0 — Maturação das Lojas 1,6 — Aumento de produtividade das lojas 3,9 reformadas 3,2 2,0 — Crescimento acelerado da região Nordeste1,6 (R$301 milhões – 15,4% das vendas)1T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12 • Evolução de 22,3% da receita bruta do varejo versus o 1S11 Total Consolidado • Crescimento de 21,6% da receita bruta 25,7% 21,6% 23,6% consolidada versus o 2T11: — Crescimento na receita do segmento de 2,1 financiamento ao consumo de 44,5% (influenciado pela receita de serviços, CDC 1,7 4,3 e pelo empréstimo pessoal que passou a 3,4 ser contabilizado na Luizacred)1,7 2,11,1 • Aumento do número de lojas – de 613 no final de 2T11 para 731 lojas no final do 2T121T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12Crescimento vs o mesmo trimestre do ano anterior Crescimento vs o mesmo semestre do ano anterior 5
  • 6. Evolução da Receita Bruta – Internet (R$ milhões) Internet Considerações 42,8% 45,0% 43,9% • Crescimento de 45,0% no 2T12 versus 2T11 e 43,9% versus 1S11 impulsionado por: — Aumento do mix de produto — Inovações em conteúdo 263,5 — Abordagem multicanal: compartilhamento da infra-estrutura dos outros canais 181,7 512,0 355,7 248,5174,01T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12 Crescimento vs o mesmo trimestre do ano anterior Crescimento vs o mesmo semestre do ano anterior 6
  • 7. Evolução da Receita Líquida e Lucro Bruto (R$ bilhões)Receita Líquida - Consolidada Considerações 27,5% 22,3% 24,9% • Forte crescimento devido ao avanço da receita bruta (segmento de varejo e financiamento ao consumo) 1,8 1,5 • Crescimento da receita líquida acima da receita 3,6 2,9 bruta – aumento de produtos sujeitos a 1,8 substituição tributária (contabilizada no CMV)1,41T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12 Lucro Bruto - Consolidado Considerações 22,4% 25,0% 23,7% • Melhora de 0,7% na margem bruta do 2T12 versus o 2T11 e de 1,7% versus 1T12 devido a: — Aumento na margem da Luizacred 0,6 — Leve redução na margem do varejo (maior 0,5 1,2 participação da internet, processo de 1,0 integração da Loja Maia e ajuste AVP)0,5 0,61T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12 • Margem bruta no Nordeste: evoluiu de 21,2% no 1T12 para 25,0% no 2T1233,2% 32,8% 33,0% 31,8% 33,5% 32,7% Crescimento vs o mesmo trimestre do ano anterior Crescimento vs o mesmo semestre do ano anterior Margem Bruta (%) 7
  • 8. Despesas Operacionais – Consolidado Despesas Operacionais (R$ MM) Considerações • Redução de 0,5% nas Despesas-26,0% -3,6% 1,7% -27,9% -25,5% -4,9% 0,9% -29,5% Administrativas e com Vendas versus 2T11: 88,4 16,1 — Ajustes nas despesas de lojas com o 531,3 objetivo de aumentar a 459,0 produtividade 52,7 24,3 — Início da captura das sinergias com 410,7 integração do escritório das lojas do382,4 Baú e racionalização de despesas • PDD: — Provisões robustas (conservadorismo da Luizacred) • Outras Despesas (Receitas) Operacionais:Adm. e PDD Outras Total Adm. e PDD Outras Total — Detalhamento no próximo slideVendas Despesas Vendas Despesas (Receitas) (Receitas) Ops. Ops. 2T11 2T12 % Rec. Líquida 8
  • 9. Outras Despesas (Receitas) Operacionais – Consolidado Outras Despesas (Receitas) Operacionais (R$ MM) Considerações • Outras Despesas (Receitas) Operacionais: — Receita Diferida: 5,5 24,3 o Redução na apropriação de 17,5 receitas diferidas (método linear) 12,4 o No 2T12, outras receitas diferidas de R$18,0 milhões (R$10,5 milhões no varejo e R$7,5 milhões na Luizacred) – renovação doApropriação Desp. de Oper. de Desp. com Outros Total de Receita Integração crédito "chipagem" Acordo com a Cardif Diferida de Rede pessoal de cartões — Despesas extraordinárias com o processo de integração das redes de 23,8 R$3,3 milhões 3,3 4,1 5,4 3,2 16,1 — Alteração na contabilização do empréstimo pessoal, que passou a ser contabilizado no resultado da intermediação financeira da Luizacred, reduzindo a receita deApropriação Desp. de Oper. de Desp. com Outros Total profit sharing de R$17,5 milhões de Receita Integração crédito "chipagem" para R$4,1 milhões Diferida de Rede pessoal de cartões — Despesas com “chipagem” de cartões de crédito no valor de R$5,4 2T11 2T12 milhões no 2T12. 9
  • 10. Evolução do EBITDA e EBITDA Ajustado (R$ milhões) EBITDA Considerações • EBITDA impactado por: 71,9 — Crescimento de vendas e de margem bruta 155,9 — Custos, receitas e despesas84,0 71,9 81,2 extraordinárias — Aumento das provisões para perdas em 9,3 crédito de liquidação duvidosa1T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S125,9% 4,9% 5,4% 0,5% 4,0% 2,3% EBITDA Ajustado 2T11 2T12 4,9% 4,5% 4,0% 4,1%71,9 66,5 0,0 0,0 5,4 71,9 3,3 8,8 74,0 7,5Atual Custos Despesas Receitas EBITDA Atual Custos Despesas Receitas EBITDA Extraord. Extraord. Diferidas Ajustado Extraord. Extraord. Diferidas Ajustado Margem EBITDA (%) 10
  • 11. Despesas Financeiras – Consolidado Despesas Financeiras (R$ MM) Considerações • Resultado Financeiro: -2,9% -2,5% — Redução de 2,9% no 2T11 para 2,5% da receita líquida no 2T12: 45,4 o Impactado positivamente pela 42,4 redução do CDI o Parcialmente compensado pelo aumento da necessidade de capital de giro no período o Alteração na estimativa da taxa de desconto aplicada para o ajuste a valor presente (AVP) das operações de garantia estendida o Alteração no critério de apropriação do custo das antecipações de recebíveis de cartão de crédito de terceiros, que passou a ser reconhecido na 2T11 2T12 data da operação de desconto Despesas Financeiras % Rec. Líquida 11
  • 12. Lucro Líquido e Lucro Líquido Ajustado (R$ milhões) Lucro Líquido Considerações 4,6 21,9 • Lucro líquido impactado por: 12,3 16,9 — Custos, receitas e despesas extraordinárias 18,8 — Alteração do critério de apropriação de juros sobre operações de desconto de 40,7 recebíveis — Alterações de práticas contábeis no resultado financeiro 1T11 2T11 1S11 1T12 2T12 1S12 — Créditos tributários não recorrentes 0,9% 0,3% 0,6% -2,3% 1,2% -0,5% Lucro Líquido Ajustado 0,3% 2T11 0,1% 1,2% 2T12 0,5% 4,6 4,3 20,7 21,9 2,1 10,6 5,4 1,0 9,5 0,0 0,0 1,8 Lucro Resultado Resultado IR/CS Créditos Lucro Lucro Resultado Resultado IR/CS Créditos LucroLíquido Ops. Extr. Fin.. Extr. Extraord. Tributários Ajustado Líquido Ops. Extr. Fin.. Extr. Extraord. Tributários Ajustado Margem Líquida (%) 12
  • 13. Investimentos (R$ milhões) Investimentos Considerações 97,6 • Reformas de lojas • Lojas novas (inauguradas e a inaugurar) 25,1 – inauguração de 1 loja nova convencional no Nordeste no 2T12 • Outros investimentos incluem a 50,2 37,8 conclusão da ampliação do centro de 7,5 43,2 distribuição de Louveira e outros 40,0 investimentos em logística, no total de 6,5 35,1 7,5 R$9,6 milhões no 2T12. 19,3 5,8 11,0 5,1 15,1 8,1 7,3 3,9 11,8 28,9 15,4 18,4 18,0 11,5 1,9 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12Lojas Novas Reformas Tecnologia Outros 13
  • 14.  Destaques 2T12 Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais Expectativas para os Próximos Trimestres 14
  • 15. Desempenho Operacional – Lojas Evolução do Número de Lojas (qte) Crescimento das Vendas Mesmas Lojas (%) 39,4% + 118 lojas 730 731 14,4% 19,7% 728 11,3% 684 1 1 1 9,0% 13,0% 1 103 106 106613 69 1 2T11 2T12 69 Crescimento das Vendas Mesmas Lojas Físicas Crescimento das Vendas Mesmas Lojas (incluindo e-commerce) Crescimento das Vendas Totais do Varejo 614 624 623 624543 Idade Média das Lojas Até 1 ano 114 158 De 1 a 2 anos 4532T11 3T11 4T11 1T12 2T12 Acima de 3 anos 6Lojas Virtuais Lojas Convencionais De 2 a 3 anos 15
  • 16. Desempenho Operacional – Luizacred Mix de Vendas Financiadas (%) Faturamento Luizacred (R$ MM) +21,5% 2.085 100% 100% 45 1.716 293 23% 28% 71 150 30% 32% 1.297 923 11% 18% 37% 22% 572 450 2T11 2T12 2T11 2T12Venda à vista/Entrada CDC Empréstimo Pessoal Cartão Luiza Fora - BandeiraCartão de Terceiros Cartão Luiza CDC Cartão Luiza Dentro 16
  • 17. Desempenho Operacional – Composição da carteiraBase de Cartões Luiza (MM de cartões) Composição da carteira (R$ MM) +29% 3.442 126 4,4 4,3 4,2 4,24,0 661 2.668 376 2.655 2.2922T11 3T11 4T11 1T12 2T12 2T11 2T12 Carteira Empréstimo Pessoal Carteira Cartão Carteira CDC 17
  • 18. Carteira da Luizacred (% da carteira) Visão Atraso Considerações20% 19,2% • De forma oposta ao observado no 17,7% 17,4% mercado, melhoria nos indicadores de 16,8% atraso da carteira da Luizacred, tanto na 15,9% carteira de atraso de 15 a 90 dias como 13,6% maior a 90 dias devido a: 12,5% 12,4% 12,7% 11,6% — Conservadorismo na taxa de10% aprovação de crédito — Controle constante de 6,7% inadimplência por loja 4,1% 4,4% 4,7% 4,3% • Aumento do índice de cobertura no 2T12 • Provisões deverão ser menores Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 proporcionalmente no 2S12 112% 111% 114% 111% 117% Atraso de 15 a 90 dias Atraso maior a 90 dias Atraso Total Índice de cobertura(%) 18
  • 19.  Destaques 2T12 Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais Expectativas para os Próximos Trimestres 19
  • 20. Expectativas para os próximos trimestres1 3 Crescimento de Vendas Investimentos Crescimento consistente:  Investimentos em tecnologia, logística e reforma de • Maturação das lojas novas lojas – incluindo a mudança da marca Lojas Maia para • Crescimento das lojas do Nordeste Magazine Luiza • Internet  A Companhia prevê a abertura orgânica de mais 17 • Melhor desempenho da economia, lojas no 2S12, sendo 10 lojas na região Nordeste principalmente no último trimestre do ano2 4 Processo de Integração da Lojas Maia Resultados Integração sistêmica – finalização em out/12  Continuidade do programa de racionalização de Gestão totalmente integrada – 2013 custos e despesas • Diluição de despesas administrativas e de  Captura de sinergias da integração do Baú e Maia logística  Melhores indicadores de produtividade e resultados • Benefícios na gestão de capital de giro e de positivos para 2012 preços – aumento da margem bruta 20
  • 21. Relações com Investidores ri@magazineluiza.com.br www.magazineluiza.com.br/riAviso LegalAs afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadasa perspectivas de crescimento do Magazine Luiza são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da diretoria sobre o futuro dosnegócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, das aprovações e licenças necessárias para homologação dos projetos, condições de mercado, dodesempenho da economia brasileira, do setor e dos mercados internacionais e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. O presente documento pode incluirdados contábeis e não contábeis tais como, operacionais, financeiros pro forma e projeções com base na expectativa da Administração da Companhia. Os dados nãocontábeis não foram objeto de revisão por parte dos auditores independentes da Companhia. 21
  • 22. Teleconferência de Resultados 2T1214 de agosto de 2012

×