Your SlideShare is downloading. ×
0
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB

131,595

Published on

Published in: Education
0 Comments
43 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
131,595
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
43
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. TCC: Seções Introdução,Revisão da Literatura e Objetivos Profa. Rilva Lopes de Sousa-Muñoz rilva@ccm.ufpb.br
  • 2. INTRODUÇÃO • Argumentar: mostrar as implicações clínicas, científicas e sociais que o estudo do tema poderá trazer • Descrever: indicar o que já foiinvestigado, discutido e concluído sobre o tema - estudos direta e indietamente relacionados
  • 3. INTRODUÇÃO• Estudo diretamente relacionado ao tema da monografia: aquele que abordou os mesmos fenômenos, na mesma realidade, com o mesmo enfoque• Estudo relacionado indiretamente ao tema da monografia: aquele que apresenta diferenças no próprio fenômeno, na realidade escolhida ou até no modo de enfocar o tema
  • 4. INTRODUÇÃO• Alcance da revisão (quanto ao número de anos rastreados)Decisão a ser tomada entre o autor e o orientador da monografia: varia conforme o tema Em geral buscam-se publicações dos últimos cinco anosAtenção: Não se abre mão dos estudos recentes
  • 5. INTRODUÇÃO• Se a monografia não for extensa (< 30 laudas) Não cabe uma longa Introdução Para uma Introdução curta, não comportam subdivisões• Se a monografia for mais extensa Introdução: Justificativa, conceitos, problema de pesquisa Revisão da literatura: com subdivisões
  • 6. INTRODUÇÃO •Delimitar Delimitação precisa: Oproblema de pesquisa deve estar bem circunscrito Definir: termos Especificar: em relação ao assunto
  • 7. INTRODUÇÃOFixar os limites: Definições- Fornecer definições explícitas de conceitos-chave dapesquisa: o mesmo termo nem sempre tem um significado único, entendido da mesma forma por todos - Não fornecer definições mecanicistas de dicionário
  • 8. INTRODUÇÃO Indicar que lacunas ou inconsistências noconhecimento anterior se busca esclarecer Demonstrar que otrabalho a ser realizado é necessário
  • 9. INTRODUÇÃO Fornecer o ‘pano de fundo’ para que se entenda a proposta e como esta se relacionacom as questões atuais da área temática a que se refere
  • 10. INTRODUÇÃO Componentes-chave Apresentação do problema que levou ao estudo proposto Inserção do problema no âmbito da literatura acadêmica Discussão das deficiênciasencontradas na literatura que trata do problema Explicitação da relevância do estudo
  • 11. INTRODUÇÃOApresentação do problema iniciar com um parágrafo queexpresse a questão focalizada, inserindo-a em uma problemática mais amplaespecificar o problema: formula a pergunta da pesquisa
  • 12. INTRODUÇÃO Revisão da Literatura agrupar estudos para efeito de análisereferir pesquisas uma auma torna cansativa a leitura do texto
  • 13. INTRODUÇÃODeficiências encontradas apontar aspectosnegligenciados em estudos anteriores Indicar como o estudoproposto pretende pretende superar essas deficiências
  • 14. INTRODUÇÃO EM RESUMO: Uma INTRODUÇÃO bem feita deve lembrar a ‘imagem deum funil’: começar pelo tema (mais amplo) e ir ao problema de pesquisa (mais delimitado)
  • 15. INTRODUÇÃO EM RESUMO:Uma INTRODUÇÃO bem feitadeve tecer a argumentação com base na análise das lacunas e dos pontos controvertidos na bibliografiapara demonstrar a necessidade de realizar a investigação
  • 16. INTRODUÇÃO Quando a argumentação é bem sucedida, ao final da INTRODUÇÃO, o leitor estaráconvencido da necesidade de realizar a pesquisaOs OBJETIVOS serão vistos como uma consequência lógica da argumentação apresentada
  • 17. INTRODUÇÃO Formulação da pergunta• Etapa fundamental da pesquisa • Fornece o elemento principal para estabelecer o objetivo da pesquisa • Determina a metodologia a ser escolhida
  • 18. INTRODUÇÃO Construir oproblema de pesquisa
  • 19. Definir oProblema: Qual a perguntaprincipal do estudo?
  • 20. Exemplos de perguntas clínicas e seus componentes Situação clínica Procedimento Desfecho Em doentes com sinais ...a ultrassonografia ...é mais acurada para clínicos de TVP... comparada à detectar a TVP? pletismografia... ... o tratamento inicial ... reduz a mortalidade, Em doentes com TVP... com heparina de baixo eventos peso molecular tromboembólicos e comparada com hemorragias? (É mais heparina não- eficaz e segura?) fracionada... Em doentes saudáveis ... qual a probabilidade que TVP do aparecimento de desenvolvem ... embolia pulmonar? (Qual o risco?) ... a heparina de baixo ... reduz a freqüência de Em pacientes com alto peso comparada com TVP? (É mais eficaz e risco de TVP... a segura?) heparina não fracionada...TVP = trombose venosa profunda
  • 21. INTRODUÇÃOEmbora a Introdução seja aprimeira parte do trabalho, recomenda-se que seja a última a ser redigida de forma definitiva
  • 22. INTRODUÇÃO Defeitos mais comuns na redação da IntroduçãoNão apresentar adequadamente o problema a ser estudadoApresentar uma extensa lista de autores com osprincipais resultados ou conclusões de cada um Deixar de mencionar alguns resultados já conhecidos e cuja rerefência só é feita na DiscussãoNão citar a partir dos trabalhos originais, mas a partir da citação de outros autores
  • 23. REVISÃO DA LITERATURA Fase necessária ao processo de pesquisa Está implícita no próprio caráter cumulativo doconhecimento científico
  • 24. REVISÃO DA LITERATURA Finalidades da Revisão Evitar duplicação de esforços Buscar integração do que já foi feito ou verificado em outrosestudos para apoiar as hipóteses da pesquisa Acesso às recomendações de outras pesquisas
  • 25. REVISÃO DA LITERATURA A Revisão da Literatura deve demonstrar que aliteratura relevante parao estudo do problema foiexaminada criticamente
  • 26. REVISÃO DA LITERATURA Uma revisão crítica da literatura é umahabilidade adquirida. Continue a ler e a reler.
  • 27. OBJETIVOS O que sepretende alcançar com o estudo?
  • 28. OBJETIVOSObjetivo Geral Objetivos Específicos
  • 29. OBJETIVOS Objetivo Geral: diretamente relacionado com o problema de pesquisa O problema é formulado sob a forma d epergunta; o objetivo éredigido como afirmação (verbo no infinitivo).
  • 30. OBJETIVOSObjetivos Específicos:relacionam-se ao objetivo geral;quesitos que precisam ser atingidos para que o objetivo geral seja alcançado.
  • 31. Objetivos Específicos• Cada objetivo específico é escrito em uma alínea, iniciando com letra minúscula e terminando com ponto e vírgula• Verbo no infinitivo: deve ser preciso e não dar margem a muitas interpretações
  • 32. Objetivos Iniciar com verbos: verificar, avaliar,identificar, determinar, relacionar, comparar,demonstrar, descrever, estimar
  • 33. Descrevendo objetivos gerais• Identificar fatores associados ao baixo risco cardiometabólico em mulheres obesas atendidas em ambulatórios especializados do Sistema Único de Saúde, Salvador, Bahia, Brasil• Descrever e analisar o perfil epidemiológico da tuberculose-doença entre os pacientes atendidos no Hospital Universitário Antônio Pedro - UFF
  • 34. Descrevendo objetivos gerais• Estimar a prevalência e avaliar fatores associados a queixas de insônia em auxiliares de enfermagem de um hospital universitário• Investigar a prevalência de fatores de risco cardiovascular e a adesão ao tratamento em pacientes cadastrados no Sistema de Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (HIPERDIA) em unidade de referência de Fortaleza, Ceará, 2002 - 2005.
  • 35. Descrevendo objetivos específicos • Evitar excesso de objetivos específicos: impacto negativo sobre os avaliadores • Evitar verbos abertos a muitas interpretações (saber, compreender, conhecer, apreciar)• Precisam ser claros, factíveis, específicos • Três a cinco objetivos específicos
  • 36. Silva, Edna Maria de Sousa. A Prevalência de diabetes mellitus tipo 2 e de tolerância diminuída àglicose em homens de 30 a 59 anos da Polícia Militar de Teresina, Piauí. Dissertação de Mestrado. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca Rio de Janeiro, 2008.
  • 37. Descrevendo objetivos (artigos) Os objetivos deste estudo foram,primariamente, avaliar ocomportamento das variáveishemodinâmicas dos pacienteshipertensos tratados durante aindução anestésica e,secundariamente, avaliar a influênciadas terapias anti-hipertensivas nestespacientes.
  • 38. Descrevendo objetivos (artigos) Investigar as percepções que aspessoas idosas portadoras deHipertensão Arterial Sistêmica e deDiabetes Mellitus têm sobre estasdoenças, a partir de narrativasproduzidas por pacientes atendidosem grupos de aconselhamento daPoliclínica Municipal de Saúde dacidade de Carangola / MG .
  • 39. "O pesquisador que não souber o que está procurando não compreenderá o que encontrar" (Claude Bernard)

×