• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Revistas Eca
 

Revistas Eca

on

  • 4,035 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,035
Views on SlideShare
4,016
Embed Views
19

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

1 Embed 19

http://www.slideshare.net 19

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Revistas Eca Revistas Eca Presentation Transcript

    • Periódicos (1967-2007) • Revista da Escola de Comunicações Culturais (1967-1968) • Cadernos de Jornalismo e Editoração (1970-1991) • Revista Comunicações e Artes (1970-2000) • K Comunicação (1970-1971) • Cadernos de Comunicação e Artes (1971) • Significação (1974-) • Uma Questão Editorial (1978-1980) • Sul - Boletim de Novas Tecnologias de Comunicação (1986-1987) • Anuário Brasileiro da Pesquisa em Jornalismo (1992-1993) • Atrator Estranho (1993-1999) • Comunicação & Educação (1994-) • Extraprensa (1997-2003) • Novos Olhares (1998-) • Revista PJ:Br – Jornalismo Brasileiro (2003-) • Organicom – Revista Brasileira de Comunicação / Organizacional e Relações Públicas (2004-) • Caligrama (2005-)
    • Revista da Escola de Comunicações Culturais 1967-1968 número de páginas: n.1 (251), n.2 (240) periodicidade: anual formato: 16 x 22,5 Responsáveis (n. 1) Diretor: Júlio Garcia Mendes Comissão de Redação: José Ferreira Carrato (Coordenador), Dino Preti, Laís Fernandes de Carvalho, Mônica Paula Rector, Nelly de Camargo e Virgílio Noya Pinto (Membros). Colaboradores: Alfredo Mesquita, Flávio Galvão, Freitas Nobre, J.F. Carrato, José Marques de Melo, Luís Beltrão, Lupe Cotrim Garaude, Maria Luísa Monteiro da Cunha, Maria Scuderi, Nelly de Camargo, Rolando Morel Pinto, Sílvia Barbosa Ferraz, Teobaldo de Andrade, Virgílio Noya Pinto. Responsáveis (n. 2) Comissão Editorial Supervisora: José Marques de Melo (Presidente), Profa Maria Luísa Monteiro da Cunha, Prof. Rolando Morel Pinto. Comissão Editorial Assessora: Prof. Hélcio Deslandes, Profa Sara Correia, Laís Fernandes de Carvalho (Bibliotecária)
    • Revista da Escola de Comunicações Culturais Colaboradores: Cândido Teobaldo de Souza Andrade, Darly Nicolanna Scornaienchi, Edgar Morin, Eduardo Peñuela, Edward Lopes, Flávio de Almeida Prado Galvão, Francesca Cavalli, Hélcio Deslandes, José Marques de Melo, José de Jesus Seixas Patriani, Juan Beneyto, Laís Fernandes de Carvalho, Luis Pico Estrada, Lupe Cotrim Garaude, Mônica Paula Rector, Roberto Emerson Câmara Benjamim. Objetivo: “...em resumo, o que se pretende é dar ao termo “comunicação” um significado amplo e profundo, ao mesmo tempo, no intuito de oferecer a todos, por igual, os melhores e mais rápidos caminhos de salvação humana para desterrar do nosso angustiado universo a miséria universal e material e forjarmos um mundo melhor em que todos sejamos verdadeiramente irmãos em constante comunicação e diálogo de fraternidade.” (n.1 -Editorial – p.16) Conteúdo: A revista, além de apresentar ensaios e artigos pertinentes aos campos das comunicações e artes, dá um enfoque ao campo de letras como integrante ao da comunicação. São abordados assuntos de cunho literário e linguístico (“El barroco: coordinadas estético-literarias”, “Histoire de la linguistique des origines au XXe siècle )e o ensino de línguas é destacado como instrumento da comunicação (Ex: “O laboratório de línguas: um auxiliar de ensino”, “O flanelógrafo a serviço do ensino da língua”).
    • Cadernos de Jornalismo e Editoração Editado pelo Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA/USP n.1 (setembro de 1970) - n.28 (dezembro de 1991) número de páginas: 48 – 93 periodicidade: n.1 - 8 (trimestral), n. 9 - 28 (irregular) formato: n.1 a 9 (20,5x25); n.10 (21x30,5); n.11 (21x31); n.12 (19x25,5); n.13 (22,5x16); n.14 (16,5x21,5); n.15 (16x21); n.16-28 (14x21) Editora: CJE – Departamento de Jornalismo e Editoração (n.1-16) Com-arte – Editora do CJE (n.17-28) Responsáveis Editor: José Marques de Melo (n.1–7), José Carlos Rocha (n.8-9), Alice Mitika Koshiyama (13 – 28) Conselho Editorial (n.1): José Freitas Nobre, Flávio Galvão, Hélcio Deslandes, Gaudêncio Torquato do Rego, Thomas Farkas, Gileno Fernandes Marcelino, Juarez Bahia, Antonio F. Costella, Edison Rodrigues Chaves.(n.1) Conselho Editorial (n.28)Albertino Dines, Alfredo Weiszflog, Dulcília Helena Buitoni, Jaime Pinsky, Jerusa Pires Ferreira, José Marques de Melo, Maria do Carmo Guedes, Maria Helena Ortega Ortiz (n.28)
    • Cadernos de Jornalismo e Editoração Objetivo: Primeira Fase (n.1 a 8) “Criados com a finalidade de reunir e divulgar documentos especializados já publicados em outros órgãos de imprensa, do país e do exterior, os “Cadernos” cumpriram um papel significativo em relação ao público interno da Escola de Comunicações e Artes, oferecendo-lhe informações sobre temas da atualidade nacional e internacional, na área de Jornalismo e Editoração.” ( n.8 – nota explicativa, p.3) Segunda Fase (n.9) “As novas diretrizes estarão subordinadas a um objetivo central – publicar edições monográficas, que permitam dimensionar, em extensão e profundidade, aspectos da realidade científica e profissional do Jornalismo e Editoração. Ao mesmo tempo, haverá o cuidado de registrar as contribuições do corpo docente e discente do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA/USP par o estudo, a análise e o debate desses temas específicos.” ( n.8 – nota explicativa, p.3) “Sobretudo, ele pretende continuar contribuindo para o estudo dos problemas maiores que afetam o Jornalismo e a Editoração no mundo de hoje. Sem grandes pretensões. Sem a necessidade de ser inovador ou revolucionário. Mas com o compromisso de participar do debate, de estimular a pesquisa, de defender a liberdade de expressão e de contribuir, a seu modo, para a formação de uma sociedade mais humana, mais justa e mais livre.” (n.10)
    • Cadernos de Jornalismo e Editoração Conteúdo: Devido à irregularidade da periodicidade, os Cadernos de Jornalismo e Editoração seguiram diversas diretrizes ao longo de seus 28 números. Num primeiro momento (n.1-8), foram publicados artigos referentes a temas da atualidade nacional e internacional da área de Jornalismo e Editoração. Em seguida, a publicação de n.9 foi dedicada a um trabalho monográfico. A partir da publicação de n.10 foram publicados artigos produzidos por alunos e professores em Seminários, Congressos e Encontros, juntamente a artigos de temas de atualidades e experiências profissionais. Diversos temas são abordados relativos à prática e a reflexão de ambas as áreas, entretanto, é dado um destaque, à área Jornalismo.
    • Revista Comunicações e Artes Editada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo n.1 (1970) – n.34 (2º quadrimestre de 1998, editado em agosto de 2000) número de páginas: 56 – 277 periodicidade: n.1-6 (quadrimestral), n.7-34 (irregular) formato: n.1-9 (13,5x20); 10 (22,5x15); 11-16 (14,5x20) 17, 18-23 (21x23); 24-29 (21x28), 30-34 (18x25,5) editora: Revista dos Tribunais (n.1-7), ECA (8-34) Responsáveis Editor: Flávio Galvão (1-6), Nelly de Camargo (7-9), Sarah Chucid Da Via (10), Célia Berretini (11), Ciro Marcondes Filho (12-16), 17?, Jeanne Marie Machado de Freitas (18-22), Dulcília H. Schroeder Buitoni (23-26), 27 e 28?, Jeanne Marie Machado de Freitas (29), José Luiz Proença (30-34) Comissão de Redação: Flávio Galvão, Francisco Gaudêncio Torquato do Rêgo, Antônio Costella Conselho Editorial: Freitas Nobre, Ianchelli Ghinzberg, Rudá de Andrade, Modesto Farina, Nelly de Camargo, Walter Zanini, Neyde Pedroso Povoa, Álvaro Moya, José da Veiga Oliveira
    • Revista Comunicações e Artes Colaboradores (n.1): José de Jesus Seixas Patriani, Manuel Calvo Hernando, Nelly de Camargo, Cândido Teobaldo de Souza Andrade, José Marques de Melo, Roberto Emerson Câmara Benjamim, Francesca Cavalli, Flávio de Almeida Prado Galvão Colaboradores (n.34): Gisela Swetlana Ortriwano, Hélio Ademar Schuch, Tupã Gomes Corrêa, Osvaldo Humberto Leonardi Ceschin, Waldenyr Caldas Objetivo: “um periódico especializado, de propriedade da Escola de Comunicações e Artes, com o objetivo de difundir trabalhos diretamente relacionados cm as Artes e as Ciências da Comunicação, seja do ponto- de-vista teórico ou profissional.” (Explicação – n.1) Conteúdo: Substituição da antiga Revista da Escola de Comunicações Culturais, o periódico apresenta temas relativos à todos os cursos ministrados na Escola de Comunicações e Artes: jornalismo, publicidade, turismo, teatro, biblioteconomia, música, etc. Há destaque para os temas relativos à comunicação e artes e as ideologias veiculadas pelos meios de comunicação.
    • K Comunicação Revista editada pelo Departamento de Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes n.0, 1970 - n.1, 1971 número de páginas: 28 periodicidade: anual formato: 28,5 x 22 Responsáveis Coordenação: Prof. Juarez Bahia Editoria de arte: Jair Borin, M.Lucia Capobianco Editoria de Pauta: Jeanne Marie Interlandi Editoria de Texto: Yara Rodrigues, Carlos M. Avighi, Vera Taroda Coolaboração Especial: Dulcilia Schroeder, Ethevaldo Siqueira, Laila Yazigi, Lilly Cecilia Degen, Maristela Bernardo, Paulo Celso Oliveira, Sonia Terezinha Miziara, Walter Sampaio Objetivo: “Especializada na sua natureza, no seu âmbito, nos seus objetivos. Nela se acha um convite à reflexão, nela se encerra a intenção de abrir mais à militância científica a problemática da informação.” (Por que K? – p.2) Conteúdo: O periódico foi elaborado por alunos do 4º ano de Jornalismo especializado da ECA coordenado pelo prof. Juarez Bahia, entretanto também contou com a colaboração de professores da ECA e de trabalhos de pesquisadores de outras instituições. A revista abordou problemas relativos ao folclore, à arte e estudos de comunicação no contexto brasileiro e latino-americano.
    • Cadernos de Comunicação e Artes Editados pelo Departamento de Comunicações e Artes da Escola de Comunicações e Artes da USP n.1 (dezembro de 1971) número de páginas: 150 periodicidade: anual formato: 25,5 x 21 Responsáveis Objetivo: “O presente trabalho é parte de um conjunto de estudos de tipos de programas de rádio e televisão paulista e de produtos dos vários meios de comunicação coletiva, com a finalidade de desenvolver uma metodologia de análise compatível com as categorias que ainda se apresentam ao estudioso bastante carregado de ganga. Trata-se, pois, de um trabalho onde constância e humildade devem comparecer ao longo das tentativas ainda rombudas e acanhadas”. (p.1) Conteúdo: “Como parte dos trabalhos programados pela disciplina Fundamentos Científicos da Comunicação II, onde elaboramos e examinamos conceitos da Teoria da Comunicação, desenvolvemos, com as equipes do 1º ano da Escola de Comunicações e Artes, estudos que visam a aplicação daqueles conceitos aos fenômenos da Comunicação, no ano de 1970.” (p.1)
    • Significação É publicada hoje pelo Centro de Pesquisa em Poética da Imagem – CEPPI – ECA/USP e Universidade Tuiutí do Paraná – UTP. Periodicidade : irregular durante todas as publicações. Paginas: 261pg. (n.1 – 1974) e 52pg. (n.7- 1987). Edições: n.1 – 1974 ate n.22 – 2004 Formatos: n.1 23x21 n.3 27x22 n.6 20x20 ( a partir desta publicação ate o último o formato permanece o mesmo) Responsáveis: Na primeira publicação em 1974: Diretora: Jeanne Marie M. de F. Interlandi . Conselho editorial : Alceu Dias Lima, Diana Luz Pessoa de Barros, Evaldo Amaro Vieira, Ignácio Assis Silva. Na publicação de dezembro de 1994: Comissão Editorial: Eduardo Penuela Canizal, Maria Bernadette Cunha de Lyra, Maria de Lourdes Ortiz Gaudin Baldan, Eric Landowski. Jornalista Responsável: Geraldo Carlos do Nascimento. Na publicação de dezembro de 1999/2000: Passa a ser publicada pelo Centro de Pesquisa em Póética da Imagem – CEPPI – ECA/USP. Editores: Eduardo Penuela Canizal e Geraldo Carlos do Nascimento.
    • Significação Durante todo período de publicação da revista, vários foram os responsáveis que tiveram a frente da elaboração desta revista através de um conselho editorial; o Profº Eduardo Peñuela Cãnizal é um dos responsáveis que permanece neste conselho desde o seu início até a última edição publicada. Colaboradores na primeira edição: A. J. Greimas, Ignácio Assis Silva, Edward Lopes, Alceu Dias Lima, Diana Luz Pessoa de Barros, Jesus Antonio Durigan, Salvatore Donofrio, Johanna Smit, Tieko Y. Miyasaki, Evaldo Amaro Vieira, Cidmar T. Pais, Jeanne Marie Interlandi, Eduardo Penuela Canizal e diversos pesquisadores interessados nos objetivos da pesquisa em semiótica. Objetivo:“a revista Significação tem se esforçado para incorporar em suas páginas diferentes caminhos da pesquisa na área de comunicação e linguagens, visando trazer para o debate acadêmico pontos de vista que possam contribuir para a atualização dos seus leitores em relação a trabalhos de pesquisa que vêm sendo desenvolvidos no país e no exterior”. (Apresentação - p.8) Conteúdo: Na edição de junho de 1974, a revista estava “interessada na construção de uma metalinguagem cientifica para a abordagem dos problemas semióticos” Em março de 1999 passa a ser publicada pelo NUPPI – Núcleo de Pesquisa em Poética da Imagem e pela UTP – Universidade Tuiuti do Paraná e nesta edição, a Significação começa a rever sua historia: “fundada há alguns anos, entra numa fase em que se pretende, de um lado, conquistar a regularidade de uma publicação periódica e, de outro, manter seus vínculos com a semiótica.”. Na 14ª edição passa a ter colaboração do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP. É especificamente uma revista acadêmica que tem o objetivo congregar trabalhos escritos na área de semiótica em várias línguas. (n.1, Apresentação: p.8)
    • Uma Questão Editorial Revista editada pelo Departamento de Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes n.1 (junho de 1978) – n.3 (dezembro de 1980) número de páginas: 68 (n.1), 71(n.2), 178(n.3) periodicidade: anual formato: 22,5 x 15,5 Responsáveis Editor: Joseph M. Luyten Conselho editorial: Ephraim de Figueiredo Beda, José Coelho Sobrinho, Joseph M. Luyten Colaboradores (n.1): Antonio Carlos de Oliveira, Dayse M. Vaz de Lima, Lívia De Caroli Tonso, Nara Pereira Camargo, Regina Maria Azevedo, Sumire Misawa, William Akira Kobata Colaboradores (n.3): Tupã Gomes Correa, José Curcy Júnior, Joseph M. Luyten, Maria Irene da Silva Ribeiro, Alice Mitika Koshiyama, Dainis Karepovs, Irineu Uehara, Marina Mariko Nihei, Denise Azevedo de Faria, Thaís H. de Sillos Cólus, Adauto Ribeiro Filho, Sonia M. Bibe Luyten, A. Fernanda Pacca de A. Wright
    • Uma Questão Editorial Objetivo: “...a revista ‘UMA QUESTÃO EDITORIAL’ pretende colaborar para o maior conhecimento do ramo e também mostrar, na medida do possível, novidades e tendências de editoração, sobretudo, aquelas mais úteis e aplicáveis em nosso país.” (Prefácio – n.1) Conteúdo: O periódico buscou divulgar trabalhos teóricos que abordavam o campo da edição de livros, revistas, partituras, discos, história em quadrinhos, de filmes, etc. Outros temas ligados aos produtos da editoração foram abordados como a literatura de cordel, xilogravura produzida no nordeste, encontros literários, literatura em geral, etc. O primeiro número foi totalmente produzido pelos alunos do 5º e 6º semestre do curso de Editoração, os demais números contaram com a colaboração de pesquisadores, professores e editores.
    • Sul - Boletim de Novas Tecnologias de Comunicação Periódico publicado pelo Departamento de Comunicações e Artes (CCA) da ECA-USP. Periodicidade: teve 10 números de periodicidade irregular – 1986 (1-2), 1987 (8-10). Páginas: em torno de 40pg. variando para mais ou para menos dependendo da edição. Formato: 21x19 Responsáveis: Editor: J.A. Lopes. Colaboradores: na edição de n.0 M. Immacolata V. Lopes, na edição n.8 Glaucia Eneida Davino, Silvana M. Casella, Nicole Collet, Javier E. Madrid e Luiz H. Pádua Rivoiro. Objetivo: “é uma tentativa de dar suporte e divulgação ao conhecimento e a investigação ao desenvolvimento e a implantação das diversas técnicas eletrônicas para coletar, processar e transmitir informação, sob qualquer as suas formas e com quaisquer objetivos (n.0, Editorial: p.3) Conteúdo: como revista universitária. O Sul: boletim.. inclui debates, entrevistas, informes e artigos onde são abordados temas relativos à televisão em vários aspectos: da linguagem jornalística.
    • Anuário Brasileiro da Pesquisa em Jornalismo Revista editada pelo Programa de Pós-Graduação e Pesquisa / em Jornalismo – Departamento de Jornalismo e Editoração / Escola de Comunicações e Artes / Universidade de São Paulo n.1 – 1992, n.2 - 1993 número de páginas: n.1 – 292; n.2 – 185 periodicidade: anual formato: 15x23 Responsáveis Editor: José Marques de Melo Conselho Editorial: Alice Mitika Kosiyama, Ciro Marcondes / Filho, Jeanne Marie Machado de Freitas e José Marques de Melo Colaboradores (n.1): Francisco G. Torquato do Rego, Dirceu Fernandes Lopes, José Coelho Sobrinho, Carlos Marcos Avighi, Laurindo Leal Filho, Regina Dalva Festa, Sebastião C. de Morais Squirra, Wilson da Costa Bueno, José C. Rocha de Carvalho, Jair Borin, Bernardo Kucinski, Dulcília H. Schroeder Buitoni, Cremilda C. de Almeida, Terezinha Fátima Tagé Dias Fernandes, Maria do Socorro Nóbrega, Edvaldo Pereira Lima, Manuel Carlos da Conceição Chaparro, Thomaz Jorge Farkas, Luiz Fernando Santoro, Kardec Pinto Vallada e Gisela Swetlana Ortriwano
    • Anuário Brasileiro da Pesquisa em Jornalismo Objetivo “O ANUÁRIO BRASILEIRO DA PESQUISA EM JORNALISMO, pretende ser o espaço de disseminação do conhecimento novo sobre a informação de atualidades produzido pela universidade brasileira, mas também acessível aos scholars de outros países que estudem temas do jornalismo no Brasil. A criação desta revista atende à necessidade que tem o Programa de pesquisa e Pós-Graduação em Jornalismo da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo de dialogar com os estudantes da área, seja do mundo acadêmico, seja do universo profissional, sistematizando dados e reflexões capazes de propiciar o diagnóstico e a crítica do Jornalismo praticado em nosso país” “O principal compromisso desta publicação está na sedimentação do Jornalismo enquanto disciplina universitária, estimulando a pesquisa de boa qualidade, fundada no rigor teórico metodológico e na interpretação objetiva do conhecimento” (Apresentação – n.1) Conteúdo A primeira edição reuniu o conjunto de projetos que integram o programa de pesquisa “A práxis Jornalística Brasileira: impacto das inovações tecnológicas e do paradigma democrático (1945-1995)”. A segunda edição apresentou trabalhos de diversas universidades públicas com os seguintes temas: análises que recuperam a memória de jornalistas eminentes (Rui Barbosa, Euclides da Cunha, Otto Maria Carpeaux) e que traçam o perfil de profissionais atuantes à época da publicação (Boris Casoy), a avaliação de processos de mudança nas empresas jornalísticas (Jornal do Brasil, Editora Abril, O Globo, diários de Mato Grosso) e a mutação da imprensa contemporânea.
    • Atrator Estranho Revista editada pelo NTC - Centro de Estudos em Novas Tecnologias, Comunicação e Cultura do Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes/USP n.1 (março de 1993) – n.38 (abril de 1999) número de páginas: 26-58 periodicidade: irregular formato: n.1 (16x22,5), n.2-6 (15x22), n.7-8 (15,5x20,5), n.9-16 (15,5x22), n.17 (15,5x22,5), n.18-26 (15,5x22), n.27-28 (14,5x21), n.29-37 (14x20,5), n.38 (14,5x21) Responsável Editor: Ciro Marcondes Filho Colaboradores (n.1): Beltrina Corte, Eugênio Trivinho, Flávia Pardini, Kielcelene Pimenta Gomes, Liv Sovik, Maria Cristina Daniels, Mayra Rodrigues Gomes, Rosamaria Luiza de Melo Rocha, Vani Moreira Kenski Colaboradores (n.38): Alice Mitika Koshiyama, Ciro Marcondes Filho, Denise Camargo, Dulcília Helena Schroeder Buitoni, Eugênio Trivinho, Norval Baitelo Jr, Otávio Frias Filho
    • Atrator Estranho Objetivo: Divulgar os resultados dos workshops que o NTC realizou periodicamente onde foram realizadas discussões entre “pesquisadores de diversas áreas do conhecimento para debater questões emergentes no universo da comunicação contemporânea”. De cada tema discutido procurou-se situar conceitos, atualizá-los e fazer pensar, e não impor uma visão. Conteúdo: As discussões abordaram as novas tecnologias da comunicação, estudadas sob pontos de vista estéticos, políticos, filosóficos, psicológicos, sociológicos e lingüísticos, sempre com um viés comunicacional, partindo do princípio de que, se há um domínio em que a sociedade atual se funda, este é o da comunicação.
    • Comunicação & Educação Revista publicada pelo Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Gestão de Processos Comunicacionais do Departamento de Comunicações e Artes da ECA/USP Ano 1, n.1, setembro de 1994 - ano X, n.2 (28), maio de 2005 número de páginas: 104-139 periodicidade: quadrimestral formato: n.1-27 (17x24), n.28 e 29 (21x28) Editora: Moderna (n.1-15), Segmento (n.16-22), Salesiana (n.23-27), Paulinas (n.28 e 29) Responsáveis Editor: Januária Cristina Alves (n.1-2), Roseli Fígaro (n.3- 21), Maria Aparecida Baccega e Maria Cristina Castilho Costa (n.28 e 29) Conselho Editorial: Adilson Odair Ctelli, Ismar de Oliveira Soares, Maria Aparecida Baccega, Maria de Lourdes Motter, Solange M. Couceiro de Lima, Virgílio B. Noya Pinto Projeto gráfico: Gabriela de Milani Galletti, Luciana Saito (1-10); Gabriela de Milani Galletti, Luciana Saito, Elizabeth Kamakuza (11-18); Henrique Pablo (19-27), Telma Custódio (28 e 29)
    • Comunicação & Educação Colaboradores (n.1): Maria de Fátima Gonçalves M. Tálamo, Ana Maria Marques Cintra, Nair Yumiko Kabashi, Maria Lopez Ginez de Lara, Antônio Luiz Cagnin, Ana Maria Balogh, Zeca Capellini, Herbert de Souza, Antônio de Pádua Prado Júnior, Maria Lourdes Motter, Mary Enice Ramalho de Mendonça, J.R. D’Elboux, Inaiê Sanchez, Cláudia Liskianchuki, Cremilda Medina, Ângelo Piovesan, Edmir Perroti, Anamaria Fadul Objetivo: “Seu objetivo, como o próprio nome diz, é dialogar com o público sobre esse espaço, já construído, onde Educação e Comunicação se encontram. Trata-se de um espaço cuja ação está presente em cada sala de aula, em cada grupo de pessoas, em cada um de nós. Até mesmo nos nossos monólogos interiores, aquelas eternas conversas que cada um tem consigo próprio... O mundo que nos é trazido, que conhecemos a partir do qual refletimos é um mundo que nos chega EDITADO, ou seja, ele é redesenhado num trajeto que passa por centenas, às vezes milhares de filtros até que “apareça” no rádio, na televisão, no jornal, Ou na fala do vizinho e nas conversas dos alunos. São esses filtros – instituições e pessoas – que selecionam o que vamos ouvir, ver ou ler; que fazem a montagem do mundo que conhecemos. Aqui está um dos pontos básicos da reflexão sobre o espaço onde se encontram Comunicação e Educação e que gostaríamos de mostrar: que o mundo é editado e assim ele chega a todos nós; que sua edição obedece a interesses de diferentes tipos, sobretudo econômicos, e que, desse modo, acabamos por “ver” até nossa própria realidade do jeito que ela foi editada.” (Apresentação n.1)
    • Comunicação & Educação Conteúdo: A revista manteve a mesma linha editorial durante todo o período de publicação, dando sempre destaque para a discussão dos meios de comunicação como instrumentos didáticos, objetos de análise e principalmente como meio de expressão e de produção cultural. A revista, além de apresentar artigos nacionais e internacionais, conta com outras seções como entrevistas, depoimentos, críticas sobre a produção dos meios massivos, experiência, poesia, atividades em sala de aula, etc.
    • Extraprensa CELACC - Centro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicação Periodicidade: sem periodicidade definida Páginas: 23 – 51 Edições: n.1 (jun./jul 1997) – n.11 (jan/jun 2003) Responsável Coordenação: Maria Nazareth de Oliveira (a partir do n.2) Jornalista responsável: Dennis de Oliveira (até n.8) Editora: Simone Brombay (até n.8) Colaboradores (n.1): Alexandre R. Bigelli, Dennis de Oliveira, Dina Thrascher, Marcelo Afonso, Massimo Di Felice Colaboradores (n.11): José Gerardo Matos Guimarães, Dennis de Oliveira, Maria Luiza Martins Mendonça, Bruno Fuser, Cláudia Lahni, Silas Nogueira, Romilson Madeira, Eduardo Galeano. Objetivo: “incentivar a publicação de pesquisas realizadas por alunos da graduação, pos graduação e professores, buscando desta forma estabelecer um canal efetivo entre os pesquisadores e a comunidade acadêmica”. (n.1 – Editorial, p.1) Conteúdo: Os artigos no decorrer das publicações não seguem uma mesma linha temática, ao contrario, eles mostram assuntos abordados pelas pesquisas que o CELACC desenvolve sobre comunicação, cultura e política na América Latina.
    • Novos Olhares Revista publicada pelo Grupo de Estudos sobre Práticas de Recepção a Produtos Mediáticos do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP n.1 (1º semestre de 1998) – n.9 (1º semestre de 2002) Periodicidade: semestral Páginas: 48 – 55 Formato: 30x18 Responsável Conselho Editorial (n.1): Anna Maria Balogh, Ângelo Pedro Piovesan Neto, Eduardo Penuela Canizal, Gisela Swetlana Ortriwano, Ismail Xavier, Jose M. M. Costas, Maria T. F. Rocco, Mauro Wilton de Sousa, Regina Festa, Sérgio Adorno. Jornalista responsável: Ricardo Castanho de Vasconcelos (até n.2) Conselho Editorial (n.9): Ângelo P. Piovesan Neto, Eduardo Peñuela Canizal, Ismail Xavier, Jose M. M. Costas, Maria T. F. Rocco, Mauro Wilton de Sousa, Sérgio Adorno. Colaboradores (n.1): Jesús Martín-Barbero, Anna Maria Balogh, Sérgio Adorno, Maria Luiza Mendonça, Mauro Wilton de Sousa. Colaboradores (n.9): Márcia Gomes Marques, Christian Godoi, Maria Cristina Costa, Guilherme Ranoya, Ronaldo Mathias.
    • Novos Olhares Objetivo: “A temática da recepção mediática tem sido abordada enquanto busca de novos modos de referenciar as práticas sociais e culturais nas quais a presença dos media acentua o lugar e a configuração da comunicação social” e “repartir caminhos andados ao mesmo tempo que buscar ser espaço de troca desses mesmos novos e plurais caminhos que hoje desafiam a temática da recepção”. (n.1 – Apresentação, p.3) Conteúdo: Os artigos seguem quatro direções temáticas: Recepção e Intertextualidade, Recepção e Interatividade em Redes Eletrônicas de Comunicação, Interatividade Reinterpretada no Rádio, Espaços Público/Privado e a Recepção a Produtos Mediáticos.
    • Revista PJ:Br – Jornalismo Brasileiro Revista digital produzida pelo Grupo de Estudos "Pensamento Jornalístico Brasileiro", do programa de pós-graduação do Núcleo de Jornalismo Comparado da ECA - Escola de Comunicações e Artes da USP. n. 1 (1º semestre de 2003) – n.5 (setembro de 2005) periodicidade: semestral site: http://www.eca.usp.br/prof/josemarques/arquivos/indice_geral.htm Responsáveis Diretor-Responsável: José Marques de Melo, Editor-Chefe: Profa Dra Ruth Vianna (n.1-4), Marcelo Januário (n. 5), Editora-Associada: Márcia Furtado Avanza , Editor-Assistente: Suzi Garcia Hantke e Mônica Kimura (n.1 e 2), Marcelo Januário (n.2-4), Valquíria Passos Kneipp e Maria Rita Teixeira (n.5), Editor do Portal: Osmar Mendes Júnior (n.1), Marcelo Januário (n.2-4) Assessores Científicos: Prof. Dr. José Coelho Sobrinho, Prof. Dr. José Luiz Proença, Prof. Dr. Carlos Marcos Avighi, Prof. Dr. Laurindo Leal Filho, Prof. Dr. Dirceu Fernandes Lopes, Prof. Dr. Cláudio Júlio Tognolli, Prof. Dr. Dennis de Oliveira, Profa. Dra. Nancy Meyen Ramandan e Prof. Dr. Osvaldo Ceschín
    • Revista PJ:Br – Jornalismo Brasileiro Colaboradores (n.1): Gisely Valentim Vaz Coelho Hime, Ruth Penha Alves Vianna, Richard Romancini, Marcelo Januário, Eni Simões Magro, Suzi Garcia Hantke, Marcia Furtado Avanza, Enio Moraes Júnior, Júlio Antônio Moreira, Elisabeth Kobayashi, Elvis Wanderley, Vera Rodrigues Silva, Osmar Mendes Júnior, Martin Jayo, Gilberto Lobato, Mônica Kimura, Nilson Lage, Elaine Melo, Marcelo Rech, José Aurélio Chiaradia. Colaboradores (n.5): Aline do Amaral Garcia Strelow, Ana Sílvia Laurindo da Cruz, Andréa de Araujo Nogueira, Atílio Avancini, Célia Regina Trindade Chagas Amorim, Celso Luiz Falaschi, Cíntia Amária Santos, Clícia Alves Ribeiro Roque, Debora Cristina Lopez, Dennis Oliveira, Douglas Amparo Mansur, Érica Michelline Cavalcante Neiva, Esdras Domingos da Silva, Filomena Bomfim, Ivo José Dittrich, José Amaral Argolo, José Marques de Melo, Laercio Arruda, Lourdes Maria Alvarez Rivera, Marcelo Januário, Marcia Furtado Avanza, Marilane Peixoto Nogueira, Marcus Vinicius Costa, Maria José Baldessar, Michelle Roxo de Oliveira, Paula Milano Sória, Paulo Roberto Botão, Rodrigo Caldas Freitas, Rogério Christofoletti, Roni Petterson de Miranda Pacheco, Roseane Pinheiro, Salvador Lopes Martins, Vanessa Ramalho, Verónica P. Aravena Cortes e Viktor Chagas Objetivo: “A Revista PJ:Br - Jornalismo Brasileiro está nascendo com a consciência e o objetivo de ser mais um nó que se interconecta à rede mundial do conhecimento. Neste tipo de mídia parece não haver lugar para a modéstia porque, como afirma Manuel Castells, se houver compartilhamento de códigos existirá uma globalização do capital, e o capital que está sendo investido nesta revista deverá render dividendos para o debate sobre as idéias a respeito dos processos jornalísticos produzidos por pensadores e pesquisadores brasileiros.”
    • Revista PJ:Br – Jornalismo Brasileiro “O tempo e o espaço da revista sempre será o tempo e o espaço do autor e do leitor. Ela pretende resgatar no tempo os modelos e os paradigmas criados por pensadores brasileiros desde os períodos mais remotos de nossa história intelectual. Ao mesmo tempo, será um espaço para a divulgação de estudos contemporâneos sobre o jornalismo, revelando o talento e a maturidade dos pesquisadores brasileiros.” (Apresentação - http://www.eca.usp.br/prof/josemarques/arquivos/indice_geral.htm) Conteúdo: “A Revista PJ:Br - Jornalismo Brasileiro é um espaço analítico, com edições temáticas semestrais, contendo estudos, pesquisas, análises empíricas e reflexões teóricas sobre o Pensamento Jornalístico Brasileiro”. (Apresentação - http://www.eca.usp.br/prof/josemarques/arquivos/indice_geral.htm) No site estão disponíveis cinco edições desta revista. A primeira edição foi “dedicada integralmente aos Pensadores Paradigmáticos do Jornalismo Brasileiro, além de trazer dossiê especial sobre o Professor Emérito José Marques de Melo e suas contribuições ao pensamento jornalístico brasileiro e comunicacional.” As 4 edições seguintes seguem a mesma linha em relação ao pensamento no jornalismo brasileiro onde “encontram-se estudos sobre História do Jornalismo, Jornalismo Policial, Jornalismo Digital, Filosofia da Comunicação, Jornalismo e Sindicalismo, Sensacionalismo, Pesquisa de Campo, dentre outros, que formam um leque abrangente e significativo da nova produção acadêmica em comunicação e dos assuntos que pautam o olhar investigativo da atual geração de pesquisadores”. As publicações nesta revista são um corpus reflexivo atual e pertinente, que registra a participação no pensamento jornalístico e possibilita o acesso a uma produção vigorosa e heterogênea (temática e territorialmente), tais textos, podem embasar pesquisas em diversas linhas do conhecimento comunicacional em todo o país”.
    • Organicom – Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas Revista publicada pelo Curso de Pós-graduação de Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Ano 1 n.1 – agosto de 2004 número de páginas: 260 periodicidade: semestral formato: 20,5x26,5 edição: GESTCORP/CRP/ECA/USP site: http://www.eca.usp.br/organicom/index.htm Responsáveis Conselho Editorial presidente: Margarida M. Krohling Kunsch membros efetivos: Abraham Nosnik Ostowiak, Anotinio Castilho Esparcia, Carlos Alberto Messeder, Cláudio Cardoso, Cleusa Maria Andrade Scroferneker, Federico Varona, Gaudêncio Torquato, George Cheney, Heliodoro Teixeira Bastos, Heloiza Helena Gomes de Matos, Ivan Santo Barbosa, Ivone Lourdes de Oliveira, James Grunig, Joan Costa Solá Segales, Jorge Duarte, João José Azevedo Curvello, Maria Immacolata Vassalo de Lopes, Maria Schuler, Mariluz Restrepo Jiménez, Octavio Islas, Pablo Antonio Múnera Uribe, Paulo Nassar, Ricardo F. Freitas, Rodolfo Gutilla, Sandra Marinho, Sidnéia Gomes Freitas, Wilson da Costa Bueno.
    • Organicom – Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas Equipe Editorial editor: Luiz Alberto de Farias editor executivo: Paulo Celestino da Costa, filho Relações Públicas: Cyro Augusto Pachicoski Couto Produtor Executivo: Leandro Orsolini Duarte Colaboradores: Maria do Carmo Reis, Valéria Cabral, Mariluz Restrepo, Marlene Regina Marchiori, Patrícia Felisbino, Margarida M. Krohling Kunsch, Ângela Fernandes, Júlio César Barbosa, Luiz Alberto de Farias. Objetivo “Organicom - Revista Brasileira de Comunicação Organizacional e Relações Públicas pretende ser um meio de comunicação capaz de reunir os grandes temas contemporâneos dessas áreas estudadas na universidade e, ao mesmo tempo, tornar-se instrumento interativo com o mercado e a sociedade. Democratizar os novos conhecimentos gerados e contribuir para o debate técnico-científico da comunicação nas organizações constitui outra proposta básica desta publicação.” (Apresentação p.5) Conteúdo “...pretendemos trazer a cada edição um dossiê no qual nos aprofundaremos em um determinado tema. Em um momento em que a palavra “Globalização” dá o compasso e os profissionais de comunicação assitem e convivem com processos de fusão, ampliações de mercado e redefinições de atuação, achamos oportuno escolher como tema central “Comunicação e mudança cultural nas organizações.” (Editorial, p.8)
    • Caligrama Revista Digital de Estudos e Pesquisa em Linguagem e Mídia Editada pelo Núcleo de Estudos de Ciências da Linguagem e Mídia vinculado ao Programa de Pós- Graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da USP Volume 1, n..1 – janeiro-abril de 2005 periodicidade: quadrimestral site: www.eca.usp.br/njl/caligrama Responsáveis Editora: Jeanne Marie Machado de Freitas Conselho Editorial: Dulcília Helena Schroeder Buitoni, Ivan Teixeira, Manuel Carlos Chaparro, Maria do Socorro Nóbrega, Mayra Rodrigues Gomes, Samira Youssef Campedelli, Terezinha Fátima Tagé Dias Fernandes. Colaboradores: Francisco José Paolliello Pimenta, Joanita Mota de Ataíde, Vanise Gomes de Medeiros, Cid Vasconcelos, Fabiano Viana Oliveira, Mayra Rodrigues Gomes, Rosana de Lima Soares, Jorge M. I. Arbach, Cristina Pontes Bonfiglioli, Andréa Limberto Leite.
    • Caligrama Objetivos A construção de um modo de pensar a mídia. Evidenciar as funções e os efeitos das realidades discursivas (imagéticas e verbais) articuladas na e pelas redes midiáticas globais. Evidenciar os modos de conexão do discurso tele-tecnomidiático (imagético e verbal) com os sistemas tradicionais: determinação, sedimentação e transformação. Analisar as articulações imagéticas e verbais em processos e produtos midiáticos tradicionais e/ou digitalizados (fotografia, vídeo, rádio, televisão, cinema, mídia impressa e comunicação digital). Analisar as produções editoriais na sua especificidade (livros científicos, livros de ficção, livros didáticos, literatura de mercado, literatura infantil). Analisar o modo de recorrência de temáticas fundantes (sexualidade, etnia, exclusões, gerontologia). Conteúdo “Escutar e ler o que está grafado nas páginas dos jornais, na tela da televisão, nas ondas radiofônicas, no traçado eletrônico, nas redes midiáticas, na web, eis a tarefa. O desejo de desvendar as junções que guiam e cerceiam tal grafia, de apontar as emergências e ressurgências de novas/velhas temáticas – a sexualidade, o ambientalismo, os crimes e castigos, o belo e o horror...” (Editorial - http://www.eca.usp.br/njl/caligrama/editorial.pdf)
    • Realização • Maria Immacolata V. Lopes (coord.) • Cristine Vargas Pereira • Daniele de Lima • Richard Romancini NUPEM-ECA/USP São Paulo - 2007